MotoGP Motos Motovelocidade

Rossi faz Marquez dançar tango e conquista a segunda vitória em Duelo épico na Argentina

Um grande duelo de gerações aconteceu nesse domingo em Termas de Rio Hondo entre o mito Valentino Rossi e o Futuro mito da MotoGP Marc Marquez, Numa corrida aonde Rossi largando do 8ºlugar passando a todos que ele via na frente.

Marquez na pole position e depois de uma breve liderança de Andrea Dovizioso que largou melhor que Marquez o piloto da Honda assumiu a liderança da prova e parecia que a Formiga Atômica iria partir para uma vitória tranquila, Mas Rossi que foi com o pneu mais duro que o Marquez foi passando um atrás o outro: Viñales, Lorenzo, Iannone, Dovizioso e Cal Crutchlow e a partir dai no começo do segundo terço de corrida ele começou a andar mais forte do que o Líder Marc Marquez que tinha colocado 4 segundos na frente de todo mundo e acabou tendo sua vantagem a cada volta sendo engolida pelo Rossi indo na balada do Rossi vinha Andrea Dovizioso com a Ducati que esta andando muito bem esse ano.

Também se destacava o piloto Inglês Cal Crutchlow que chegou a estar na segunda posição no começo da corrida e lutava por uma boa posição com sua LCR Honda contra Andrea Iannone com a segunda Moto da Ducati, A Pramac Ducati teve a baixa de Yonny Hernandez que acabou tendo sua moto em Chamas.

ArgentinaMotoGP_Dong_1 (2)

Rossi Tirou toda a diferença para Marquez e nas voltas finais o piloto da Yamaha travou um duelo épico com a Formiga Atômica pela vitória, Ocorreram duas ultrapassagens, A Primeira delas aconteceu no começo da penúltima volta aonde Rossi passou Marquez que na Curva seguinte devolveu a ultrapassagem que o The Doctor colocou nele, No segundo e derradeiro duelo Rossi foi para cima de Marquez e ultrapassou o piloto espanhol que não se entregou e ambos colidiram pela primeira vez e dai houve o Golpe fatal para Marquez que acabou perdendo pela sua inexperiência e pela seu excesso de impeto de querer a vitória a qualquer custo após Tocar com a moto de Rossi Marquez vai para o Chão e abandona a corrida e com isso deixa Rossi tranquilo para cruzar a linha de chegada na Frente e com isso abrir 6 pontos para o segundo colocado na corrida e no campeonato que foi Andrea Dovizioso que pela terceira vez seguida foi para o pódio na segunda posição e se coloca pelo menos no começo da temporada como um dos favoritos ao Título dessa temporada junto de Rossi e de Marquez que apesar dos 30 pontos de prejuízo para Rossi sem dúvida vai disputar o tricampeonato.

A Disputa pelo último lugar pódio ficou entre Crutchlow e Andrea Dovizioso e só foi definida nas curvas finais da corrida a favor do piloto Inglês que fez uma grande corrida sendo a melhor Honda da corrida com Iannone em 4ºlugar mostrando que o investimento da Ducati nele também deu certo.

ArgentinaMotoGP_Dong_1 (3)

Agora Jorge Lorenzo em uma corrida apegadíssima chegou em 5ºlugar e continua sem ir ao pódio desde do GP da Malásia de 2014 no 3ºpelotão o melhor piloto foi Bradley Smith que ficou numa sólida 6ªposição, Aleix Espargaró que levou a Suzuki a primeira Fila mostrando além do talento dele que é incontestável é o Chassi dessa moto que é muito bom, O problema dele na corrida foi a velocidade de Reta que deveu muito as principais motos e só permitiu ao espanhol chegar em 7ºlugar na frente de seu irmão Pol Espargaró com a segunda Tech 3 Yamaha, Scott Redding que se recuperou do erro em Austin levando a Honda Marc VDS em 9ºlugar e Maverick Viñales também começando muito bem a sua trajetória na MotoGP com mais um resultado positivo na corrida chegando em 10ºlugar. Danilo Petrucci com a Pramac, Jack Miller com a CRT da LCR Honda, Hector Barbera da Ducati CRT e os pilotos da Forward Yamaha Loris Baz e Stefan Bradl completaram a zona de pontuação.

Rossi tem duas semanas para comemorar a sua vitória número 110 no Mundial de Motovelocidade até o dia 3 de Maio aonde teremos a primeira etapa da Espanha na Moto GP no Circuito de Jerez de la Fronteira.

Resultado Final do GP da Argentina da MotoGP

1 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 41’35.644 em 24 Voltas
2 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 5.685
3 35 Cal Crutchlow (CWM LCR Honda Honda) a 8.298
4 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 8.352
5 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 10.192
6 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 19.876
7 41 Aleix Espargaro (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 24.333
8 44 Pol Espargaro (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 27.670
9 45 Scott Redding (EG 0,0 Marc VDS Honda) a 34.397
10 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 34.808
11 9 Danilo Petrucci (Pramac Racing Ducati) a 40.206
12 43 Jack Miller (CWM LCR Honda Honda) a 42.654
13 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 42.729
14 76 Loris Baz (Athinà Forward Racing Yamaha Forward) a 42.853
15 6 Stefan Bradl (Athinà Forward Racing Yamaha Forward) a 43.037
16 69 Nicky Hayden (Aspar MotoGP Team Honda) a 43.252
17 50 Eugene Laverty (Aspar MotoGP Team Honda) a 43.400
18 63 Mike di Meglio (Avintia Racing Ducati) a 43.808
19 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 44.878
20 33 Marco Melandri (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 56.236
21 17 Karel Abraham (AB Motoracing Honda) a 1’03.371
22 15 Alex de Angelis (Octo IodaRacing Team ART) a 1’08.444

Não Terminaram a corrida:

7 Hiroshi Aoyama (Repsol Honda Team Honda) a 1 Volta
93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 2 Voltas
68 Yonny Hernandez (Pramac Racing Ducati) a 19 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

1 comment

  1. Pingback: tapa na cara! – Deivison da Conceição da Silva | Portal Sportszone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.