F1 Formula 1 Formula 1 - 1986 Fotos História

GP do Brasil de 1986

GP do Brasil de 1986

Grid de Largada:

Ayrton Senna 12 (Lotus Renault) 1’25″501 – 211,829 Km/h
Nelson Piquet 6 (Williams Honda) 1:26.266 – 209.951 Km/h
Nigel Mansell 5 (Williams Honda) 1:26.749 – 208.782 Km/h
René Arnoux 25 (Ligier Renault) 1:27.133 – 207.862 Km/h
Jacques Laffite 26 (Ligier Renault) 1:27.190 – 207.726 Km/h
Michele Alboreto 27 (Ferrari) 1:27.485 – 207.025 Km/h
Keke Rosberg 2 (Mclaren Porsche) 1:27.705 – 206.506 Km/h
Stefan Johansson 28 (Ferrari) 1:27.711 – 206.492 Km/h
Alain Prost 1 (Mclaren Porsche) 1:28.099 – 205.582 Km/h
Riccardo Patrese 7 (Brabham BMW) 1:29.294 – 202.831 Km/h
Johnny Dumfries 11 (Lotus Renault) 1:29.503 – 202.357 Km/h
Teo Fabi 19 (Benetton BMW) 1:29.748 – 201.805 Km/h
Patrick Tambay 16 (Lola Hart) 1:30.594 – 199.921 Km/h
Elio De Angelis 8 (Brabham BMW) 1:31.074 – 198.867 Km/h
Thierry Boutsen 18 (Arrows BMW) 1:31.244 – 198.496 Km/h
Gerhard Berger 20 (Benetton BMW) 1:31.313 – 198.346 Km/h
Martin Brundle 3 (Tyrrell Renault) 1:32.009 – 196.846 Km/h
Philippe Streiff 4 (Tyrrell Renault) 1:32.388 – 196.038 Km/h
Alan Jones 15 (Lola Hart) 1:33.236 – 194.255 Km/h
Marc Surer 17 (Arrows BMW) 1:33.781 – 193.127 Km/h
Jonathan Palmer 14 (Zakspeed) 1:33.784 – 193.120 Km/h
Andrea De Cesaris 23 (Minardi Motori Moderni) 1:34.646 – 191.361 Km/h
Piercarlo Ghinzani 21 (Osella Alfa Romeo) 1:35.988 – 188.686 Km/h
Christian Danner 22 (Osella Alfa Romeo) 1:36.558 – 187.572 Km/h
Alessandro Nannini 24 (Minardi Motori Moderni) 1:37.466 – 185.825 Km/h

Em Dia de Festa – Piquet vence com Senna em Segundo em Jacarepaguá

Dobradinha Brasileira Em Jacarepaguá, na primeira corrida do Mundial de 1986. Nelson Piquet e Ayrton Senna fizeram a festa para o público que veio para Jacarepaguá. Na Largada Senna e Mansell na primeira Fila, Senna na largada manteve a ponta seguido de Mansell e de Piquet um pouco mais longe. Na Reta Oposta Mansell atacou Senna, mas o Brasileiro com sua Lotus Renault acabou jogando Mansell para fora da pista e o mesmo acaba indo para o muro e abandonando a corrida logo na primeira volta.

Já para os Brasileiros acabou sendo uma festa em ver Senna em primeiro e Piquet em Segundo, uma verdadeira festa brasileira. Senna se Segurava como podia do ataques de Piquet, mas até que na terceira volta Piquet ultrapassou Senna e assumiu a liderança da Corrida. Senna ficava em 2º e Alboreto e Arnoux ficavam em 3º e 4º. Prost vinha num modesto 9ºLugar, mas ele começava a sua corrida de Reação, ultrapassando primeiro Patrese e depois Laffite além de ter ganhado a posição de Rosberg que abandonava a corrida, Alan Jones também abandonaria a corrida, Teo Fabi teve que ir aos Boxes com problemas no motor, provando que a corrida iria exigir demais de motores e pilotos.

Piquet começava a fugir na Frente e aumentava a vantagem volta a Volta, Senna estava em 2º mantendo vantagem para Alboreto. Enquanto lá atrás Prost dava um Show ao ultrapassar Johansson e Arnoux, nessa altura em 13 Voltas ele já estava na 4ªPosição e querendo se aproximar de Alboreto com a Ferrari em 3º Enquanto isso Piquet e Senna começavam a ter o incomodo dos retardatários , Prost brigava com Alboreto pelo 3ºLugar, na primeira tentativa Alboreto Fechou a porta no Final da Reta oposta, mas na volta seguinte Prost conseguiu passar o piloto da Ferrari e assumiu a terceira posição e foi a busca de Senna, Na Volta 17 Piquet Foi fazer sua primeira parada.

Alboreto também veio para a sua primeira parada. Na Volta de número 19 Senna teve Prost logo atrás dele para tentar a ultrapassagem em cima do Brasileiro para assumir a Liderança da Corrida com Senna em Segundo, mas 2 Voltas depois Senna foi para a primeira parada, com isso Senna voltava em 5º. Prost Tentava fazer uma única parada, mas Piquet estava tirando vantagem em cima de Prost. Logo depois de algumas voltas Piquet ultrapassou Prost que já acusava problemas no seu carro que vinham muito além dos pneus. Senna estava em 3º Longe de Piquet e Prost, Arnoux e Laffite com a tática de 1 parada assumiram a 4ª e 5ª Posições. Na Volta 23 Patrese e Palmer abandonariam a corrida, voltas atrás Elio de Angelis tinha problemas na sua Roda que fugiu e fez perder muito tempo.

Na Volta 29 A Ferrari de Johansson atolava na areia depois da Reta oposta com problemas de Freio, Tambay que fazia boa corrida também abandonava a corrida. Prost fez sua parada na volta 29, e Senna voltava a segunda posição. 30 Voltas completadas: Piquet sobrando na Frente com Senna em 2º, Prost em 3º, Arnoux e Laffite com as Ligiers em 4º e 5º e Brundle com a boa e Velha Tyrrell em 6º. Na Volta seguinte Laffite Fazia sua única parada. Nesse momento da corrida só havia 13 carros na corrida, Prost iria para os boxes com problemas no Motor Porsche no seu carro, que fez abandonar a corrida, desse modo o único perigo dos brasileiros tinha ido embora, as Ligiers não fazia sombra e não assustavam Nem Piquet e nem Senna.

Enquanto isso nas outras posições com 32 voltas: Piquet, Senna, Arnoux que ainda não tinham parado para a sua parada em 3º, Laffite, Dumfries na sua estreia em 5º e Brundle em 6º. Com Alboreto, Berger, e Boutsen brigando para uma melhor colocação. Enquanto isso Elio de Angelis continuava lá atrás com problemas no seu carro da Brabham, a Corrida meio que esfriou na segunda parte da corrida devido ao fato dos rivais dos Brasileiros já estava fora da Corrida.

Alboreto conseguia ainda a 6ªPosição na corrida, apesar dos problemas na sua Ferrari. Arnoux estava a 45 segundos atrás de Senna, e Laffite a mais de 50 Segundos. Uma corrida Lá atrás Dumfries fazia boa corrida em 5ºLugar com a Lotus, Na Volta 35 Boutsen teve problemas e teve que abandonar a corrida voltas depois. Ao mesmo tempo Michele Alboreto encostava para abandonar a corrida.

Nessa altura com 60% de Corrida só 11 carros estavam vivos na corrida. Com Duas Ferrari e Mclaren fora da Corrida. Na volta 40 Dumfries fazia sua parada de Pits, Mas teve problemas na sua parada demorando 40 segundos. Logo Depois Piquet iria para o seu segundo pit para a Troca de pneus. e Senna voltava a liderança mas Piquet estava por perto, Na Volta Seguinte Senna vai para os boxes, e a parada de Senna foi normal. Agora Piquet administrava a corrida, Senna o segundo lugar, Laffite na parte final de corrida assumia a terceira posição nas voltas finais, também vira um drama nas voltas finais o consumo de combustível para Senna que tinha que economizar para terminar a corrida, e dai em Diante a vida de Piquet que estava tranquila já ficava ainda mais tranquila. Brundle com a Tyrrell-Renault em 5º e Berger em 6º, Streiff com a Outra Tyrrell, de Angelis com a Brabham, Dumfries que com a outra Lotus com a corrida comprometida e Fabi que estava cumprindo tabela continuavam na corrida.

Piquet depois de 61 Voltas vencia a Corrida do Brasil uma corrida dificílima, Senna no limite do combustível em 2ºFizeram a festa brasileira na Estreia da Temporada 1986, Laffite que fazia a sua 11ªParticipação em corridas completava o Pódio com a Ligier, com Arnoux em 4º. Brundle em 5º e Berger em 6º completavam a Zona de Pontuação. Impressionante é que 4 motores Renault terminaram nos pontos e mais uma terminou perto dos pontos, um motor que se mostrou confiável a corrida inteira, como a Honda também se mostrou confiável com Piquet. e o Restante dos outros motores quebraram demais e não resistiram a Sufocante corrida que fez de 25 carros, apenas 10 pilotos terminarem a corrida, sendo que Teo Fabi teve problemas no seu carro com o motor. Sendo que 9 terminaram com os carros com perfeita saúde.

Resultado final do GP do Brasil de 1986

Fotos da Corrida:

Fontes: Formel1mic, Bestlap

texto; Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

1 comment

  1. Pingback: Especial Ligier : Temporada de 1986 | Portal Sportszone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.