MotoGP Motos Motovelocidade

Marquez fecha ano com vitória em Valência e supera recorde de Doohan, Valentino Rossi conquista vice!

Marquez termina o ano com 13 vitórias e com um campeonato em que ele dominou integralmente!

Marquez depois de acompanhar seu irmão vencendo o mundial de motovelocidade da Categoria Moto 3 ele foi para a pista com a sua Honda, largou da 5ªposição e acabou conquistando a 13ªVitória no campeonato, Superando ao Recorde de maior número de vitórias em uma só temporada que pertencia a Mick Doohan em 1997 que obteve 12 vitórias em 15 corridas.

Na Largada o pole Valentino Rossi não conseguiu segurar a liderança da prova que acabou indo para Andrea Iannone com a sua Pramac Ducati, Ajudado pelo começo de uma chuva fina o Piloto italiano acabou abrindo no começo da corrida com Rossi em segundo e Marquez em 3º e logo depois as Ducati de Dovizioso e de Crutchlow se aproveitaram do fato da Moto Italiana se dar bem em chuva e começaram a jantar tanto a Lorenzo como a Pedrosa e também começaram a brigar com o Marquez pelo 3ºlugar, Mas na medida que a chuva foi cessando as coisas voltariam ao seu devido lugar, Marquez se livrou do bolo das Ducati de Dovizioso e de Crutchlow e começou a ir para o ataque com o Rossi para cima de Iannone que fazia a melhor corrida dele na MotoGP.

Iannone liderou as 10 primeiras voltas da corrida.

Marquez foi para cima de Rossi primeiro e resolveu essa ultrapassagem na volta 10 assumindo o segundo lugar e na volta seguinte ele deu o golpe de misericórdia em cima de Iannone que ainda tentou reagir voltando a ponta por uma vez, Mas Marquez ultrapassou de forma definitiva para tomar a ponta da corrida. Logo Rossi também passou Iannone que também perderia posição para Pedrosa que tinha começado a chegar no bolo enquanto o piloto da Pramac tinha ficado para trás.

A Partir dai Rossi começou a perseguir a Marquez pela liderança da corrida, Uma luta entre um piloto de 21 anos contra um veterano com 35 anos vivendo um momento de renascimento na carreira como Rossi vive, na parte final de corrida Dovizioso e Crutchlow acabaram passando Lorenzo e levando o piloto da Yamaha ao Ridículo, Logo depois tanto Lorenzo como Iannone que estava na 7ªposição arriscaram trocar de moto para uma moto com acerto e pneus de chuva e acabaram se dando mal ficando muito para trás mesmo com a chuva caindo de leve e com uma pista melada do jeito que estava em Ricardo Torno virando bem mais lento.

Ducati brigam pelo 4ºlugar até os últimos metros

A 6 Voltas do final Lorenzo deixa a corrida de Forma melancólica assim como foi a maior parte do seu ano com atuações melancólicas e fracas. No final o Destaque ficou por conta das brigas pelo 4ºlugar entre Andrea Dovizioso e Cal Crutchlow e pela 6ªposição entre os Irmãos Espargaró.

Apesar dos esforços de Rossi, Marquez chegou a vitória com 3 segundos e meio de vantagem para Rossi que acabou conquistando um vice-campeonato aos 35 anos que foi talvez mais importante que alguns dos seus 7 campeonatos na categoria principal do mundial de Motovelocidade, Dani Pedrosa completou o pódio, Na Batalha das Ducati Dovizioso acabou levando a melhor ficando com o 4ºlugar, Crutchlow que vai para a LCR Honda ficou em 5ºlugar.

Pol Espargaró acabou levando a melhor na briga dos Irmãos Espargaró e ficou em 6º com Aleix Espargaró na sua última corrida na Forward Yamaha ficou em 7º, Stefan Bradl que vai pegar a moto que até na corrida de Valencia foi de Aleix Espargaró ficou em 8º, Michele Pirro andando bem dentro das suas limitações ficou em 9º e Scott Redding que correra pela Marc VDS na MotoGP completou os top 10.

Pol Superou a seu irmão Aleix em Valencia

A reestreia da Suzuki não foi nada do que se esperava, Randy de Puniet acabou abandonado a corrida com problemas na moto no começo da prova. Agora a MotoGP só teremos corrida no dia 29 de Março em Losail no Qatar. Ficaremos durante o período da pré temporada dando atualizações da MotoGP e teremos uma avaliação de como foi piloto por piloto ainda nesse mês.

Resultado final do GP da Comunidade Valenciana da Moto GP

1 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 46’39.627
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 3.516
3 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 14.040
4 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 16.705
5 35 Cal Crutchlow (Ducati Team Ducati) a 16.773
6 44 Pol Espargaro (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 37.884
7 41 Aleix Espargaro (NGM Forward Racing Forward Yamaha) a 38.168
8 6 Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP Honda) a 41.803
9 51 Michele Pirro (Ducati Team Ducati) a 45.710
10 45 Scott Redding (GO&FUN Honda Gresini Honda) a 51.191
11 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 56.512
12 9 Danilo Petrucci (Octo IodaRacing Team ART) a 57.000
13 69 Nicky Hayden (Drive M7 Aspar Honda) a 57.262
14 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 57.517
15 7 Hiroshi Aoyama (Drive M7 Aspar Honda) a 58.775
16 19 Alvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini Honda) a 58.864
17 17 Karel Abraham (Cardion AB Motoracing Honda) a 1’02.389
18 15 Alex de Angelis (NGM Forward Racing Forward Yamaha) a 1’15.795
19 70 Michael Laverty (Paul Bird Motorsport PBM) a 1’26.309
20 23 Broc Parkes (Paul Bird Motorsport PBM) a 1’37.212
21 63 Mike di Meglio (Avintia Racing Avintia) a 1 Volta
22 29 Andrea Iannone (Pramac Racing Ducati) a 1 Volta

Não Completaram a corrida:

99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 6 Voltas
14 Randy de Puniet (Team Suzuki MotoGP Suzuki) a 18 Voltas
68 Yonny Hernandez (Energy T.I. Pramac Racing Ducati) a 21 Voltas

Suzuki precisa melhorar demais se quiser ser competitiva em 2015.

Suzuki precisa melhorar demais se quiser ser competitiva em 2015.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *