F1 Formula 1 Formula 1 - 1984 Fotos História Ligier

Especial Ligier : Temporada de 1984

Após o desastroso ano de 1983 onde a equipe não marcou nenhum ponto a Ligier precisou mudar drasticamente, Acabou conseguindo manter o Patrocinador da Gitanes e ganhando o patrocinador da Loto, em temos de motor saiu os ultrapassados motores Ford Cosworth aspirados para entrar os motores Turbo da Renault e o novo Chassi o JS23 que é um carro mais convencional do que o desastroso carro de 1983 com a refrigeração maior projetado por Michel Beaujon ,Claude Gallopin e Henri Durand.

Para pilotos a equipe contratou o Italiano Andrea de Cesaris que tinha feito uma boa temporada pela Alfa Romeo, Mas era inconstante demais e propenso a batidas apesar da sua rapidez e como era tradicional um piloto francês e para 84 foi contratado o piloto François Hesnault, Um estreante na categoria.

Andrea de Cesaris tentando resgatar a Ligier do buraco

Esperava que a Ligier melhorasse com esse conjunto técnico, Na abertura do campeonato não foi lá essas coisas no Grid de largada de Cesaris largou em 14º e abandonou por problemas de câmbio na 42ªVolta e François Hesnault largou em 19º e abandonou na 25ªVolta por Rodada.

Na África do Sul de Cesaris tratou de encerrar o jejum de 18 corridas sem pontuação da Ligier, Mas foi uma corrida difícil largando do 14ºlugar o italiano ficou a maior parte do tempo na parte de trás na corrida, Mas contando com quebras de outros pilotos e acidente o carro da Ligier conduzido por ele completou a corrida na 5ªposição a 2 voltas do vencedor  marcando os 2 primeiros pontos da equipe na Temporada de 1984, François Hesnault que largou em 17ºlugar completou a corrida em 10ºlugar a 4 Voltas do Vencedor.

A Confiança da equipe Aumenta para a Ligier depois dos dois pontos ganhos na África do Sul,  Só que na Bélgica foi um balde de Água fria, De Cesaris larga em 13º e abandona a prova quando estava em 11ºlugar devido a um acidente, Hesnault largando do 23ºlugar acabou abandonando a corrida com problemas no Radiador na volta 15, Em San Marino sempre naquela época uma corrida assustadora para o consumo de combustível mesmo com um tanque para 220 litros. Hesnault largando de 17º acabou batendo, Mas De Cesaris fez uma corrida monumental e chegou na parte final da corrida a estar na 3ªposição que poderia significar uma retomada para o grupo das equipes grandes, Mas a 2 voltas do final de Cesaris tem pane seca e abandona a corrida chegando em 7ºlugar, Mas acabou beneficiado pela Desclassificação da Tyrrell de Stefan Bellof por infringir o regulamento da temporada que proibia o Lastro liquido nos carros. Com isso de Cesaris acabou conquistando mais um ponto para a Ligier que pelo menos acabou recuperando parte da Frustração que o time teve nessa corrida.

Em Paul Ricard na corrida em Casa problemas na corrida, Hesnault que tinha se classificado em 14º acabou não largando e De Cesaris que ficou com o 27ºTempo estaria de fora da corrida acabou substituindo a Hesnault e até fez uma boa corrida de recuperação chegando na 10ºposição. Em Mônaco De Cesaris largou numa excelente 7ªposição mas um acidente na primeira volta acabou com as pretensões da Ligier, Hesnault largou em 17º e deixou a corrida com problemas elétricos.

Em Mônaco se perdeu uma boa chance de pontuar

Na ida a América do Norte a equipe Francesa buscava de novo pontuar, Mas não obteve sucesso em nenhuma delas.

No Canadá Hesnault largou em 13º e só deu 7 voltas na corrida até o turbo do seu motor Renault quebrar e De Cesaris vinha entre os 10 primeiros até ter problemas de travamento do seu carro e deixar a prova na 40ªVolta, Em Detroit de Cesaris largou em 12º e deixou a prova com problemas de Superaquecimento e Hesnault largando do 18ºposto acabou batendo, Dessa forma só restava Dallas para concluir a temporada na América do Norte e como nas provas anteriores foi um fracasso na busca por pontos, Ambos os pilotos largaram lá atrás (de Cesaris em 16º e Hesnault em 19º) Bateram e deixaram a corrida e deixaram pontos escaparem das suas mãos.

Voltando para a Europa, Exatamente para o GP da Inglaterra em Brands Hatch finalmente a Ligier viu de novo a bandeirada de chegada, Após uma péssima Classificação Andrea de Cesaris chegou em 10ºlugar após largar do 19ºposto no Grid isso com algum período da corrida em 7º, Já Hesnault largou em 20º e deixou a corrida na 44ªVolta com problemas na eletricidade, Já na Alemanha na 11ªEtapa foi bem melhor para o time Azul com De Cesaris largando da 11ªPosição e chegando em 7º e François Henault largando do 17ª para terminar a prova em 8ºlugar brigando entre eles por posição por mais de 15 voltas, Só faltou conseguirem pontuar.

A Briga dos pilotos da Ligier em Hockenheim

Motivados por essa boa corrida eles foram para Áustria par buscarem melhor resultado, Mas o treino foi um balde de Água fria com Andrea de Cesaris largando do 18ºlugar e François Hesnault com a 21ªPosição, no dia seguinte na corrida o Italiano deixou a corrida com Problemas de Alimentação do seu Ligier, Já o francês sobreviveu a prova e ficou na 8ªposição a 2 voltas do vencedor da prova. Aproveitando o bom momento François Hesnault fez outra boa corrida e bateu na Trave em solo Holandês, Largando do 20ºposto e chegando na 7ªposição, 6 posições na frente no grid de largada o Italiano Andrea de Cesaris não completou a prova com problemas no motor Renault.

Em Monza só problemas, Ambos deixaram a corrida após largaram atrás (De Cesaris em 16º e Hesnault em 18º), Dai a equipe francesa resolveu fazer uma modificação no carro para as duas corridas finais da temporada, Assim surge o JS23B que era uma modificação do carro para melhorar seu desempenho, Uma dessas modificações foi o bico do carro que ficou mais largo em relação ao JS23 e ficou decidido que De Cesaris teria a preferência para usar esse carro, Hesnault ficaria com o desatualizado JS23.

Em Nurburgring nada de novo nos treinos, Ambos ficam na parte de trás com De Cesaris em 17º e Hesnault em 19º, Na corrida o italiano com o JS23B passa mais uma vez perto dos pontos ficando na 7ªposição e o Francês fica em 10º. Na Prova de encerramento em Estoril que estreava no calendário da Formula 1 mais um grid desesperançoso (De Cesaris 20º e Hesnault 21º) a corrida também não foi lá essas coisas, de Cesaris fecha a prova em 12º e Hesnault fecha com abandono.

Apesar de algumas boas apresentações o ano de 1984 não foi muito melhor do que o ano de 1983, Mas de positivo foram os 3 pontos marcados por de Cesaris no começo da temporada que colocaram o time francês na 10ºposição no mundial de construtores (Se contar os pontos da Osella de Jo Gartner na Itália a Ligier ficava em 11ºlugar) o que serviu para se evitar o vexame da temporada anterior, Mas ainda foi um ano de poucos resultados positivos mesmo com os bons motores Renault Turbo e com bons projetistas, As esperanças ficavam para 1985 por um ano melhor.

Números da Ligier em 1984:

Gps: 32 (Largou em 31 Gps)
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 3
Motor: Renault EF4 V6 t
Motor de 6 Cílindros e V – Turbo
1492 cm3
Potência: 750 cavalos – 11500 RPM
Pneus: Michelin
Pilotos:
Hesnault François
Andrea de Cesaris
Número de Voltas completadas: 1.108

Chassis: Ligier JS23/JS23B
Projetistas:
Michel Beaujon (Diretor Técnico)
Claude Gallopin (Design)
Henri Durand (Aerodinâmica)
Chassi: Monocoque de Carbono
Peso: 540 kg
Transmissão: Ligier / Hewland – 5 Marchas
Combustível e Lubrificante: Elf
Tanque : 220 Litros

Amortecedores: Koni
Freios: Freios a Disco
Comprimento:
Distância entre eixos: 2810 mm
eixo dianteiro: 1800 mm
Via traseiro: 1652 mm

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Bestlap/Formel1mic

Especial Ligier: 19761977197819791980198119821983

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.