F1 Formula 1 Formula 1 - 1986 Fotos História

GP dos Estados Unidos de 1986

Grid de Largada:

1 Ayrton Senna Lotus/Renault 1’38.301
2 Nigel Mansell Williams/Honda 1’38.839
3 Nelson Piquet Williams/Honda 1’39.076
4 René Arnoux Ligier/Renault 1’39.689
5 Stefan Johansson Ferrari 1’40.312
6 Jacques Laffite Ligier/Renault 1’40.676
7 Alain Prost McLaren/TAG 1’40.715
8 Riccardo Patrese Brabham/BMW 1’40.819
9 Keke Rosberg McLaren/TAG 1’40.848
10 Eddie Cheever Lola/Ford 1’41.540
11 Michele Alboreto Ferrari 1’41.606
12 Gerhard Berger Benetton/BMW 1’41.836
13 Thierry Boutsen Arrows/BMW 1’42.279
14 Johnny Dumfries Lotus/Renault 1’42.511
15 Derek Warwick Brabham/BMW 1’42.558
16 Martin Brundle Tyrrell/Renault 1’42.815
17 Teo Fabi Benetton/BMW 1’43.658
18 Philippe Streiff Tyrrell/Renault 1’43.796
19 Christian Danner Arrows/BMW 1’44.259
20 Jonathan Palmer Zakspeed 1’44.401
21 Alan Jones Lola/Ford 1’44.450
22 Piercarlo Ghinzani Osella/Alfa Romeo 1’45.059
23 Andrea de Cesaris Minardi/Motori Moderni 1’46.705
24 Alessandro Nannini Minardi/Motori Moderni 1’47.230
25 Allen Berg Osella/Alfa Romeo 1’48.682
26 Huub Rothengatter Zakspeed 1’49.680

Senna Dá o Troco nos franceses e vence em Detroit numa magnifica apresentação.

Na pista de rua de Detroit, uma pista de baixa velocidade e dura para os pilotos que não permitia o erro para qualquer piloto, pois esse erro quase que certamente custaria a corrida para qualquer piloto, principalmente num campeonato onde Prost com 29, Mansell e Senna com 27 disputavam pau a pau a liderança do campeonato.

Na primeira fila tínhamos Ayrton Senna da Lotus que faria a 4ªpole em 7 corridas do campeonato com Nigel Mansell em 2º, Nelson Piquet com a Williams e René Arnoux de Ligier dividiram a segunda fila e Stefan Johansson com a Ferrari e Jacques Laffite na 3ªfila, o Líder do campeonato Alain Prost largava em 7ºlugar apenas. A corrida trazia a substituição de Partick Tambay que não se recuperou do acidente que lhe tirou do GP do Canadá o Norte-americano Eddie Cheever que conseguiu fazer um ótimo Trabalho e largaria em 10ºlugar.

Na Largada Senna mantem a ponta com Mansell em 2º, Arnoux em 3º e Piquet em 4º, Senna em 1º, Mas estava muito ameaçado por Mansell que estava pressionando a Senna. Ao termino da primeira Volta a Classificação era essa: 1. Senna, 2. Mansell, 3. Arnoux, 4. Piquet, 5. Johansson, 6. Prost, 7. Laffite, 8. Alboreto, 9. Cheever, 10. Rosberg. Huub Rothengatter se quer largou por causa de problemas elétricos.

Na segunda volta Senna se mantia na frente com Mansell e Arnoux em sua cola enquanto isso Johansson tentava tomar a 4ªposição de Nelson Piquet. No Começo da 3ªVolta Mansell usando da sua potência do Williams-Honda ultrapassa a Senna e assumiu a ponta da corrida e começou a abrir de Senna que teria de segurar os ataques de Rene Arnoux com a sua Ligier que vinha em Grande momento no Campeonato. Além dessa briga tinha a batalha pelo 4ºlugar (Piquet e Johansson) e o 6ºlugar entre Prost e Laffite. Ou Seja, Williams, Lotus (De Senna), Ligier e Alain Prost com a Mclaren estavam disputando a corrida. Alessandro Nannini com a sua Minardi número 24 deixava a corrida na 4ªvolta, problemas de Turbo (que não era novidade nenhuma se tratando de um motor tão fraco como o Motori Moderni).

Mansell estava abrindo de Senna e de Arnoux que lutavam pelo segundo lugar, Derek Warwick na volta 4 já fazia uma primeira parada nos boxes caindo para as últimas posições. Arnoux tentou passar Senna na volta 5, Só que Senna segurou a posição e Arnoux perdeu terreno nessa disputa, com isso Nelson Piquet foi se aproximou mais de Arnoux e Deixou Johansson para Jacques Laffite que já passava a Prost e pressionava o Sueco com a Ligier que rendeu muito bem na pista norte americana.
Apesar da Pista travada a prova proporcionava no começo boas disputas por posição. A Classificação após 5 voltas era a Seguinte: 1. Mansell (9:00.756) – 2. Senna (a 4.059) – 3. Arnoux (a 4.436) – 4. Piquet (5.651) – 5. Johansson (6.441) – Laffite (a 6.990) – Prost era o 7º, Alboreto o 8º, Cheever o 9º e Berger em 10º.

Johansson começava a sentir a força da Ligier de Laffite pressionando ao Piloto da Ferrari mais bem posicionado na pista, Apesar da Ferrari não estava bem no campeonato o Time também teve um desempenho bom em Detroit. Enquanto isso Mansell que tinha 4 segundos de vantagem para Senna simplesmente perdeu toda a vantagem e via o Brasileiro pressionando ao Leão na luta pela ponta e Arnoux chegava nessa briga também. Com muito mais carro Senna só espero o momento certo para tomar a ponta de Mansell, no final da volta 7 Senna passou a Mansell e assumiu a ponta da corrida, Arnoux na reta dos boxes no começo da volta 8  também se aproveitou do problema de Mansell  e assumiu o segundo lugar que era do Inglês, Já Laffite pressionava a Piquet pela 4ºposição, a Ligier passava pelo melhor momento da temporada e com um carro que poderia até ser um carro para combater o domínio de Senna na corrida sendo assim os grandes adversários do Brasileiro na prova.
Gerhard Berger enquanto isso abandonaria a corrida com problemas de Motor na 8ªvolta, Va volta 9 Keke Rosberg foi para os boxes para tentar uma tática diferente, Mansell tentava recuperar o 2ºlugar de Rene Arnoux, Mas já tinha atrás Jacques Laffite que tinha superado Já a Nelson Piquet e assumido a 4ªposição. Piercarlo Ghinzani foi para os boxes para fazer reparos mecânicos no frágil carro da Osella com o Motor alfa Romeo. Classificação após 10 Voltas: Senna (17:57.954) – Arnoux (a 4.026) – Mansell (a 4.359) – Laffite (a 4.941) – Piquet (a 7.709) e Prost (a 9.178).

Johansson perdeu o 6ºlugar para Prost e era pressionado pelo seu companheiro de Equipe Michele Alboreto que tinha em 8ºlugar chegando para lutar por posições mais a frente.

Senna continuava sentando a Bota, Liderando e abrindo mais e mais para Arnoux que segurava a Mansell e Laffite e para desespero dos adversários Senna não tinha necessidade de poupar combustível para terminar a corrida por ser Detroit uma pista de baixa velocidade, Laffite assumiu o 3ºlugar na corrida passado Mansell na volta 11, As Ligier só tinham Senna pela frente, Mas o desempenho dos dois franceses com os carros da equipe Francesas era impressionante, Mas ainda sim menos do que o desempenho da Lotus de Ayrton Senna que fazia na volta 11 a melhor volta da corrida com 1:44.448 – Média de 138.673 Km/h (86.167 Mph).

Laffite estava com um ritmo melhor de corrida do que a seu companheiro de equipe Rene Arnoux e iria buscar o 2ºlugar na corrida Keke Rosberg abandonaria a corrida com problemas de Transmissão, ele que poderia fazer uma grande corrida já que ele costuma se da bem em pistas de Rua e seguia a briga entre Arnoux e Laffite pelo segundo lugar na corrida, Senna acabou indo para os boxes na volta 14, não foi uma parada programada, ele acabou tendo de parar por causa de um pneu furado, Com isso Arnoux assumiu a ponta da corrida com Laffite em 2ºlugar, Os dois carros da Ligier comandavam a corrida, depois de muito tempo a Ligier voltava a Dominar a corrida dessa forma. Cheever que substituía a Partick Tambay  estava em 9ºlugar, na frente de Riccardo Patrese e de Thierry Boutsen, fazendo uma boa corrida o piloto norte-americano. Mansell na Volta 15 fazia a melhor volta da corrida 1:44.314 – Média de 138.851 Km/h – 86.278 Mph, Mansell vinha pela 3ªposição.

Classificação após 15 voltas completadas: 1. Arnoux (26:50.237) 2. Laffite (a 0.494) 3. Mansell (a 6.017) 4. Prost (a 8.823) 5. Piquet (a 13.697) 6.Alboreto (a 14.571) 7. Johansson , 8. Senna, 9. Cheever, 10. Patrese e Boutsen em 11º. Martin Brundle deixaria a corrida na volta 15 com problemas Elétricos, Ghinzani também abandonaria a corrida com problemas no Turbo do motor Alfa-Romeo (Chamar esse motor de Turbo é uma piada).

Senna começava a busca a recuperação na corrida enquanto isso Laffite Buscava passar a Arnoux para tomar a ponta da corrida. Na Volta 17 Senna passava a Johansson e já assumia o 7ºlugar na corrida , Laffite foi com tudo para cima de Arnoux e na volta seguinte ele conseguiria passar o seu companheiro de equipe para assumir a ponta da corrida, Com 42 anos Laffite era Líder da corrida e andando no melhor da sua forma, Arnoux começaria a  ficar para Nigel Mansell que começava a chegar em Arnoux e até no Laffite para lutar pelas 2 primeiras posições da corrida, Mas também Nelson Piquet vinha para a Briga, ele fazia a melhor volta da corrida com 1:43.981 baixando o tempo para a casa dos 1:43 pela primeira vez na corrida. Média de 139.296 Km/h – 86.554 Mph na volta 18.

Mansell continuava retirando diferença para Arnoux  enquanto Prost e Piquet tentavam chegar nessa briga, Mas Senna já vinha em 6ºlugar e estava mais rápido que todos os pilotos que estavam na frente, Mostrando que ele era o homem a ser batido nesse circuito. Laffite não abriu muito sobre Arnoux e que via Mansell cada vez mais perto de Arnoux, Laffite viu sua diferença sumir quando perdeu tempo para passar Christian Danner que era o 17ºcolocado, Arnoux ainda por cima fez a melhor volta da corrida com 1:43.315 – média de 140.194 km/h – 87.112 Mph e abria um pouco sobre Mansell que era o Terceiro lugar.

Mansell também perderia algum tempo para passar Christian Danner. Classificação após 20 voltas:  1. Laffite (35:35.454) 2. Arnoux (a 0.664) 3. Mansell (a 3.287) 4. Prost  (a 6.039) 5. Piquet (a 9.650) 6. Senna (a 17.698).

Agora Arnoux perdia um tempo para passar a Zakspeed de Jonatham Palmer, com isso Laffite abriu um pouco sobre o seu compatriota, Mansell seguia perto e Senna estava a Caça de Piquet na luta pelo 5ºlugar, Com os pneus mais novos o Ritmo de Senna seria bem superior ao dos outros carros que estavam com pneus de 20 voltas e bem desgastados.

Mansell colava de vez em Arnoux , só que na curva seguinte Arnoux conseguia fugir um pouco do Alvo do Mansell, tava difícil bater os carros Azul e Branco em Detroit, Atrás de Arnoux e de Mansell vinha Prost que estava quieto, quieto mas estava em 4ºlugar fazendo uma corrida de cabeça já que a Mclaren parecia não ter rendimento para lutar de igual para Igual com Senna, as Williams e as Ligiers e Piquet estava perto de Prost tentando lutar pelo 4ºlugar na corrida, Mas Senna já estava chegando em Piquet e do Prost. Derepente no final da Volta 24 Mansell ficava mais para Prost que ameaça o 3ºlugar de Mansell, enquanto isso Senna fazia 1:43.284 e tomava de Arnoux a melhor volta da corrida com 140.236 km/h – 87.138 Mph.

Prost chegava de vez em Mansell e Piquet também colado em Mansell na Luta pelo 3ºlugar na corrida. Classificação após 25 voltas completadas: 1. Laffite (44:21.069) 2. Arnoux (a 1.459) 3. Mansell (3.573) 4. Prost (a 3.904) 5. Piquet (a 4.998) 6. Senna (a 9.618).

A Partir dai começava o Show de Senna sobre o Resto, ele se aproximava de Piquet, Prost, Mansell e de Arnoux que estavam num grupo só na briga pelo segundo lugar. Essa briga dava um sossego para Laffite que tinha uma folga na ponta da corrida, Na volta 27 Os 5 pilotos estavam todos juntos e Piquet acabou aproveitando um Vacilo de Prost e passou para o 4ºlugar e Senna também no final da Volta 27 Passou a Prost e assumia o 5ºlugar , Arnoux foi para os boxes para a sua parada nos boxes. Laffite perdia o seu escudo que estava sendo Arnoux e agora tinha Mansell, Piquet, Senna e Prost na luta pelo 2ºlugar, Mansell e Piquet duelavam pela primeira posição, Mas com Senna na cola deles e Prost um pouco mais atrás, estavam ai os 4 grandes pilotos da temporada. Streiff nos boxes para a sua troca de pneus.

A corrida chegava na sua metade e Senna tinha muita vantagem sobre os seus concorrentes na corrida. Piquet passou Mansell e assumiu o segundo lugar  na volta 29, E Mansell não teria sossego e enfrentaria Senna e pela terceira vez na corrida fazia a ultrapassagem nesse local da pista perto da reta dos boxes e assumia a 3ªposição.

E a corrida ganhava em Emoção Piquet colou em Laffite e não tomou conhecimento do Francês da Ligier e passou para a ponta da corrida e Senna foi para cima de Laffite e passou para o 2ºlugar. Piquet era o 1º Mas Senna estava em situação melhor que o Piquet pois já tinha trocado os pneus e teria pneus melhores que Piquet, Mas Piquet quando trocasse os pneus ele poderia ir até o final da corrida enquanto Senna poderia fazer uma Segunda parada. Prost fez a parada 2 voltas atrás enquanto Laffite fez a parada na volta 30, estávamos a metade da corrida de onde o Estreante Allen Berg não iria chegar, pois a parte elétrica do seu Osella deu problema e fez o Canadense abandonar a corrida. Michele Alboreto foi para os boxes de onde a Ferrari deu mancada e fez uma parada muito ruim.
Piquet conseguia abrir sobre Senna, Mansell foi para os boxes, e com uma parada de 12.80 ele voltou longe das primeiras colocações, Só faltava Piquet fazer sua troca, ele estava postergando a sua parada no máximo possível e estava fazendo o certo já que na volta 34 ele fez a melhor volta da corrida: 1:42.911 – Média de 140.744 Km/h – 87.454 Mph, mostrando que o pneu ainda rendia bem.

Classificação após 35 Voltas: Piquet, Senna, Prost, Arnoux, Laffite, Mansell, Patrese, Johansson, Alboreto, Cheever. Jones Abandonou a corrida na volta 33 com problemas de Direção. Senna fazia a melhor volta da corrida na volta 35 com 1:42.781 – Média de 140.922 Km/h – 87.565 Mph, ou Seja, ainda inferior a velocidade da Maquina do Tempo do de Volta para o Futuro que tem que chegar a 88 mph por hora para viajar no tempo.

Eddie Cheever que fazia uma boa apresentação em Detroit teve o mesmo problema de Jones que foi o companheiro de equipe do norte-americano e deixaria a corrida. Dumfries fez sua parada que acabou sendo horrível, 23 segundos parado nos boxes, uma péssima parada da Lotus.

Mesmo sem o Sol escaldante Ao passar da corrida as vitimas do calor aumentava, Teo Fabi que fazia corrida discretíssima abandonou com problemas de Câmbio na volta 37. Enquanto isso Piquet continuava na ponta da corrida com a mesma vantagem sobre Senna, impressionante que ele estava com os mesmos pneus da largada e não dava sinal de desgaste dos compostos.

Só que a brincadeira acabou para Piquet, ele fez a sua parada na volta 39, e a Williams acabou fazendo uma parada péssima, 18 segundos em sua troca. Com isso Senna era o líder da corrida e com muita tranquilidade a partir daquele momento, Mas agora ele tinha um pneu de 25 voltas contra pneus dos seus concorrentes. Com isso Senna inteligentemente fez sua 2ªparada e a Lotus caprichou fazendo a parada em 8.28 segundos.

Classificação após 40 Voltas: Senna 1:10:43.642 – Piquet a 11.476 – Prost a 13.201 – Arnoux a 13.715 – Laffite a 19.298 – Mansell em 6º Johansson em 7ºlugar teve problemas elétricos e acabou deixando a corrida deixando essa posição para Patrese em 7º  e Alboreto em 8ºlugar. Do segundo ao Sexto lugar tinha disputa forte.

Nelson Piquet na volta 41 fez a melhor volta da corrida com 1:41.233 – Média de 143.077 Km/h – 88.904 Mph finalmente mais rápido que o Carro do de volta para o Futuro. Mas na Volta seguinte tentando se recuperar do Prejuízo Piquet  acabou errando e cometendo um acidente e abandonou a corrida. Isso deixou Senna mais tranquilo na ponta. O Carro de Piquet estava em um ponto muito perigoso da pista e precisaria ser retirado logo para que não ocorresse mais acidentes. Arnoux passou Prost e assumia a segunda posição da corrida.

Classificação após 43 voltas completadas: 1. Senna – 2. Arnoux – 3. Prost – 4. Laffite – 5. Mansell – 6. Alboreto – 7. Patrese – 8. Dumfries – 9. Palmer – 10. Boutsen. Com apenas 14 carros na corrida e restando ainda 20 voltas para o final. Esse número iria cair para 12 com a quebra no Câmbio de Andrea de Cesaris que até andou muito para uma Minardi naquela época que geralmente andava só 10 voltas na volta 44 e Thierry Boutsen que se acidentou e abandonou a corrida na volta 45.

Classificação após 46 voltas: Senna (1:21:07.024) – Arnoux a 11.548 – Prost a 22.904 – Laffite a 30.209 – Mansell a 1:25.311 – Alboreto a 1:37.721.

O Carro de Piquet continuava em local perigoso e podendo ser atingido por algum piloto, e na volta 47 isso aconteceu, Rene Arnoux que fazia grande corrida, estando na segunda posição acabou batendo os destroços de Piquet e abandonou a corrida. Com isso Prost era o segundo lugar e Laffite em 3º, Mas estava com apetite para ganhar a posição de Prost. Mas uma crítica dura para os organizadores da corrida que se mostraram incompetentes para tirar um carro em local perigoso para que não tivéssemos vitimas como o Rene Arnoux, uma desorganização que se repetiu por anos em Detroit. Exemplo disso: Detroit 1991 na Formula Indy.

Arnoux talvez fosse o único que poderia ameaçar a vitória do Senna, agora o Brasileiro tinha mais de 20 segundos para Prost que era o seu mais próximo adversário e que não estava com um carro tão bom assim no dia de hoje, Mas tinha uma distância boa para Laffite que era o terceiro lugar.

Já Alboreto iria tomar 1 volta de Ayrton Senna logo, o Italiano vinha me 5ºlugar e no decorrer da corrida ficou sem ritmo de corrida assim como o Inglês Nigel Mansell que estava perto também de tomar volta do líder. E Mesmo depois do acidente de Arnoux o carro de Piquet continuava no mesmo lugar numa total forma de desorganização, Apesar de ser uma curva de baixa os riscos para a formula 1 são incalculáveis, Depois de quase 10 voltas O Carro de Piquet foi retirado do Local, algo que demorou para acontecer.

Classificação após 50 voltas: 1. Senna (1:28.02.980) 2. Prost (a 33.359) 3. Laffite (a 37.101) 4. Mansell (a 1:39.399) 5. Alboreto (a  1 Volta) 6. Patrese (a 1 Volta). Quem se aproximava de Prost naquela altura do campeonato era Jacques Laffite que vinha muito bem com a Ligier em 3ºlugar e tentaria o ataque para cima de Prost que apesar do 2ºlugar estava longe de ter um carro com desempenho para brigar por vitória, na 51ªvolta Senna se preparava para colocar 1 volta em cima de Mansell e é exatamente o que acontece Senna não teve problemas para colocar volta em Mansell.

Restavam agora 12 voltas para o final da corrida e só 11 pilotos estavam na corrida e a única briga naquele momento era a de Prost com Laffite pelo 2ºlugar e só seriam 10 pois Christian Danner com problemas elétricos deixaria a prova só com 10 participantes dos 26 que alinharam e dos 25 que largaram pois Rothengatter alinhou mais teve problemas antes mesmo da largada o que impediu ele de correr. Classificação após 53 voltas: 1. Senna (1:33:12.442) – 2. Prost (a 43.891) 3. Laffite (a 45.771) 4. Mansell (a 1 Volta) 5. Alboreto (a 1 Volta) 6. Patrese (a 1 Volta)

Laffite pressionava forte a Prost na luta pela segunda posição, numa briga de dois franceses, Laffite não toma conhecimento de Alain Prost, ele toma a parte de Dentro da curva e ultrapassa o seu compatriota e assume o segundo Lugar, Mas um segundo lugar que estava a 40 segundos de Senna que começava a administrar a sua vantagem para os demais após uma corrida em que ele deu um show, tanto é que Mansell começou a acompanhar a Senna e até mesmo a tirar a volta de atraso que ele tinha sobre Senna que não se importou de deixar o Inglês passar para que ele recuperasse a volta na corrida.
Laffite em segunda ainda não tinha seu 2ºlugar garantido, até por que Prost estava bem perto para tentar tomar de volta o segundo lugar, Alboreto se aproximou muito de Senna e também recuperou a volta em cima do Brasileiro na volta 60 na mesma volta Mansell acabou errando a curva, e perdendo muito tempo fazendo assim Alboreto esta em 4ºlugar, Mansell voltou para a corrida. Classificação após 60 Voltas: Senna (1:45.37.407) 2. Laffite (a 44.268) 3. Prost (a 47.422) 4. Alboreto (1:45.000) 5. Mansell (a 1 Volta) 6. Patrese (a 1 Volta).

Senna só administrou a sua enorme vantagem para conquistar sua 4ªvitória na carreira e a 2ºno Ano o que representou a liderança do campeonato com 36 pontos contra 33 de Prost que só conseguiu o 3ºlugar pois na frente de Prost veio o Bom e Veio Jacques Laffite em Grande fase. Senna no final da corrida fez algo que lavou a alma de todos os brasileiros, parou perto de um muro e pela primeira vez Senna pega uma bandeira do Brasil, um símbolo que seria a partir dessa corrida uma constante em sua carreira e principalmente um dia depois do Brasil ter perdido de maneira tão dramática como perdeu da França nas quartas de final da copa do mundo. Alboreto em 4º, Mansell em 5º e Patrese em 6º completaram a zona de pontuação. Dumfries, Palmer, Streiff e Warwick foram os que resistiram à corrida além dos seis primeiros colocados, numa prova desgastante demais.

Resultado Final do GP dos Estados Unidos de 1986

Fotos:

 

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.