Com os Motores Triumph , Baldassarri segura Luthi e conquista vitória em Losail

Primeira prova com os Motores Triumph, com seus 765cc. Com mais potência que os motores Honda com suas 600cc. Nessa primeira prova da nova era da Moto 2, Muita disputa e uma vitória categórica de Lorenzo Baldassarri que comeu pelas beiradas o final de semana inteiro e mostrou sua força na corrida. Manteve a liderança a maior parte do tempo de maneira segura e segurou a vitória em cima dos ataques de um revigorado Thomas Luthi, Que largou do 11ºlugar para ficar a 26 milésimos da vitória.

 Vierge largou melhor que Schrotter e assumiu a liderança, Um Acidente na primeira curva envolveu 3 pilotos: Navarro, Bulega e Lecuona e alguns outros que foram atrapalhados.

Baldassarri passou ao segundo lugar, Schrotter caiu para o 3ºlugar e Brad Binder colado nele em 4ºlugar. Na segunda volta, Vierge é superado pelo Baldassarri que assumiu a liderança. Remy Gardner ganhou o 4ºlugar de Brad Binder. Stefano Manzi da Forward com o chassi da MV Agusta que fez sua estreia ganhou 11 posições e subiu para o 15ºlugar. As primeiras voltas foram voltas de muitas quedas e abandonos.

Após 4 voltas os 4 primeiros vinham um pouco a frente dos demais pilotos do pelotão: Baldassarri, Vierge, Schrotter e Gardner. Aos poucos o piloto da Pons aumenta sua vantagem para Vierge que hora consegue respirar e hora era pressionado pelo Schrotter que era pressionado pelo Australiano Remy Gardner.

Enquanto o piloto da Pons começava a abrir uma pequena vantagem, O Espanhol Xavi Vierge era pressionado pelo Schrotter, Ao mesmo tempo que o 5ºcolocado Alex Marquez começava a chegar em Gardner. Brad Binder, Sam Lowes, Luca Marini, Thomas Luthi e Augusto Fernandez completavam os 10 primeiros lugares.

Curvas depois, Na 7ªVolta Vierge perdeu rendimento e num espaço de poucas curvas o piloto da Marc VDS caiu do 2º para o 5ºlugar. Quem agradeceu foi Schrotter, Gardner e Marquez que subiram para o 2º, 3º e 4ºlugares respectivamente. Baldassarri ao final da 8ªvolta abria quase 8 décimos de vantagem sobre Marcel Schrotter. Mais atrás Binder erra a trajetória da primeira curva e quase perde a 6ªposição para o Inglês Sam Lowes.

Thomas Luthi começava a subir na prova, Após cair para o 11ºlugar depois da largada o Suíço vinha recuperando posições e já estava em um respeitável 7ºlugar. Um pouco mais a frente San Lowes deixou Vierge para trás ganhando o 5ºlugar. Porém em poucas curvas, Luthi tomou duas posições subindo para o 5ºlugar e fazendo a volta mais rápida da prova. Na metade da prova ele vinha pressionando e ultrapassando a Alex Marquez já assumindo o 4ºlugar na entrada da 11ªVolta. O Irmão da Formiga Atômica recuperou a posição curvas depois, A ultrapassagem definitiva a favor do Suíço foi na ultima curva da volta 11. Luthi acabou ganhando de vez o 4ºlugar.

Lá na frente, Baldassarri continuava com uma pequena, Mas consistente vantagem para Schrotter e Gardner que tentavam diminuir a diferença para o piloto da Pons e ao mesmo tempo brigando pelo 2ºlugar. Luthi em Quarto parecia estar com melhor desempenho do que os três e começava a se aproximar dos dois. Mais atrás, Marquez liderava o segundo bloco, Com O Jovem Augusto Fernandez da Pons pressionando o piloto da Marc VDS. Lowes, Marini, Vierge, Brad Binder completavam os 10 primeiros colocados. Enea Bastianini estava fazendo uma boa estreia, Em 11ºlugar a frente de Andrea Locatelli, Companheiro de equipe da Italtrans.

A 7 Voltas do final, Luthi foi para cima de Remy Gardner que estava disposto a manter seu lugar no pódio na SAG. Na entrada da 15ªVolta, Luthi passou Gardner, Porém o Australiano recuperou a posição. O piloto da Dynavolt insistiu e acabou na curva 6 ganhando de novo a 3ªposição e agora tinha seu companheiro de equipe na sua alça de mira. Enquanto isso, Alex Marquez e Sam Lowes disputavam o 6ºlugar atrás de Augusto Fernandez da Pons.

Nas 4 voltas finais Luthi passou Schrotter e a partir dai começou a aproximação para cima de Baldassarri, Volta após volta ele tirava a vantagem para o piloto da Pons, O Desempenho da Dynavolt era melhor que o desempenho da Pons na reta final de prova.

Na volta final o suíço pressionou de todas as maneiras para tomar a vitória do Piloto da Pons. No final, Por muito pouco o Italiano resiste e conquista a vitória em Losail. Sem tanta mídia como os pilotos como Alex Marquez, Brad Binder, Marcel Schrotter, Thomas Luthi, Luca Marini, Mas também é um dos postulantes ao campeonato.

Thomas Luthi terminou em 2ºlugar, Depois de um terrível ano de 2018 na motoGP parece que a sua volta a Moto 2 pela Dynavolt foi um acerto para ambos (Tanto para o piloto como para a equipe) Nas últimas voltas a disputa pelo pódio entre Marcel Schrotter e Remy Gardner se intensificou. Na Volta final o piloto da SAG passou para o terceiro lugar e ficou com a posição até a metros do final. Foi quando Schrotter pegou o vácuo e ultrapassou Gardner e conquistou o último lugar no pódio. (2ºpódio da carreira)

O 5ºlugar ficou o Espanhol Augusto Fernandez, que já foi muito bem no final da temporada passada começa o ano muito bem, Tornando a Pons uma das mais fortes equipes do Mundial da Moto 2. Sam Lowes terminou em 6ºlugar na sua volta a Gresini superando o Espanhol Alex Marquez que mais uma vez deixa a desejar em relação as suas expectativas e da equipe nessa Temporada. Luca Marini não foi além do 8ºlugar com a moto da equipe de Valentino Rossi.

Boa estreia de Enea Bastianini na Moto 2, Superando no final Xavi Vierge e conquistando um importante 9ºlugar pela Italtrans. Vierge também decepcionou e acabou em 10ºlugar.

Fabio di Giannantonio com a Speed UP fez sua estreia na Moto 2 ficando em 11ºlugar, Outra decepção foi Brad Binder com o 12ºlugar, A KTM terá de melhorar mais se quiser dá a chance para seu principal piloto disputar o título. Andrea Locatelli, Jesko Raffin (Em bom final de semana com o Chassi NTS e substituindo a Steven Odendaal) e Jorge Martin completaram a zona de pontuação. A MV Agusta não teve uma estreia dos sonhos, Mas o 18ºlugar de Dominique Aegerter e o 20ºlugar de Stefano Manzi dão esperanças para a Marca nessa temporada de estreia na Moto 2.

Fotos:

Resultado final do GP do Qatar
Mundial de Motovelocidade – Temporada 2019

posPilotoEquipeMotorTempo
17Lorenzo BaldassarriFlexbox HP 40 Kalex39’56.109
212Thomas LuthiDynavolt Intact GP Kalexa 0.026
323Marcel SchrotterDynavolt Intact GP Kalexa 2.123
487Remy GardnerONEXOX TKKR SAG Team Kalexa 2.125
540Augusto FernandezFlexbox HP 40 Kalexa 2.305
622Sam LowesFederal Oil Gresini Moto2 Kalexa 3.334
773Alex MarquezEG 0,0 Marc VDS Kalexa 5.018
810Luca MariniSKY Racing Team VR46 Kalexa 7.336
933Enea BastianiniItaltrans Racing Team Kalexa 12.949
1097Xavi ViergeEG 0,0 Marc VDS Kalexa 13.865
1121Fabio di GiannantonioEgo Speed UpSpeed UP a 15.525
1241Brad BinderRed Bull KTM Ajo KTM a 16.591
135Andrea LocatelliItaltrans Racing Team Kalexa 18.667
142Jesko RaffinNTS RW Racing GP NTS a 18.916
1588Jorge MartinRed Bull KTM Ajo KTM a 22.771
1664Bo Bendsneyder NTS RW Racing GP NTS a 22.822
1789Khairul Idham PawiPetronas Sprinta Racing Kalexa 23.978
1877Dominique AegerterMV Agusta Idealavoro Forward MV Agusta a 26.904
1924Simone CorsiTasca Racing Scuderia Moto2 Kalexa 27.030
2062Stefano ManziMV Agusta Idealavoro Forward MV Agusta a 40.274
213Lukas TulovicKiefer Racing KTM a 43.003
2216Joe RobertsAmerican Racing KTM KTM a 44.212
2365Philipp OettlRed Bull KTM Tech 3 KTM a 47.657
2420Dimas Ekky Pratama IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 57.596
2518Xavi Cardelus Sama Qatar Angel Nieto Team KTM a 1’18.749
2672Marco Bezzecchi Red Bull KTM Tech 3 KTM a 1’35.817
OUT45Tetsuta NagashimaONEXOX TKKR SAG Team Kalex a 18 Voltas
OUT96Jake DixonSama Qatar Angel Nieto Team KTM a 18 Voltas
OUT35Somkiat Chantra IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 19 Voltas
OUT9Jorge NavarroEgo Speed UpSpeed UP  a 20 Voltas
OUT11Nicolo BulegaSKY Racing Team VR46 Kalex a 20 Voltas
OUT27Iker LecuonaAmerican Racing KTM KTM a 20 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *