Hamilton passeia em Xangai e conquista 3ªvitória seguida

Hamilton vence a Terceira em sequência o que nunca aconteceu em sua carreira até hoje

Se no Bahrein Hamilton lutou como nunca para vencer a corrida nessa prova em Xangai ele não teve a menor dificuldade, O Inglês conquistou sua 3ªVitória seguida, Isso é inédito na sua carreira, Hamilton nunca fez 3 vitórias em sequência e essa foi de ponta a ponta, nem nos boxes ele perdeu a liderança da corrida. Na largada Hamilton largou bem e Ricciardo não foi bem na largada, Massa também tinha largado bem, Mas acabou levando um shock involuntário de Fernando Alonso muito devido a ele ter ficado entre Alonso e Ricciardo, Um acidente de corrida mas que iria acabar custando muito caro para o piloto Brasileiro algumas voltas depois, Já Rosberg largou mal também, Bottas também tinha largado bem, Mas também levou um toque do Nico Rosberg e perdeu posições. Mas o surpreendente disso é que nenhum desses toques tirou os pilotos da corrida.

Largada – momento que o Massa é tocado por Alonso

Hamilton não tomava conhecimento de seus adversários, Ele colocava praticamente 1 segundo por volta, Já Vettel, Alonso, Ricciardo começavam a brigar pelo segundo lugar, Já Rosberg foi a luta para recuperar posições, Primeiro passou a Nico Hulkenberg e depois passou Felipe Massa e a partir da 5ªVolta ele começou a caçar a Vettel, Alonso e Ricciardo nessa mesma 5ªVolta Adrian Sutil que vive um Inferno na Fraquíssima Sauber deixava a corrida.

Bottas também ganhava terreno, após o toque do Rosberg ele chegou a estar em 10ºlugar e fez 2 ultrapassagens (Em Raikkonen e Grosjean) e assumia o 8ºlugar e começava a se aproximar de Felipe Massa e de Nico Hulkenberg na briga pelo 6ºlugar.

Jenson Button com a Mclaren que esteve irreconhecível em Xangai foi o primeiro a fazer a troca na 8ªvolta, a partir dai começou o período de paradas nos boxes, Felipe Massa parou na 11ªVolta e dai a sua corrida acabou, pois primeiro a equipe errou os pneus traseiros, Mas esse foi o menor dos problemas, O maior mesmo o que destruiu a prova do piloto Brasil é que o encaixe da Roda ficou danificado devido a batida que o Alonso deu em Felipe um pouco depois da largada, Massa voltou 1 minuto e 18 segundos depois, na última posição e praticamente sem chances na corrida, Já Hamilton continuava seu passeio, ele foi para os boxes na 17ªVolta sendo ele o piloto que fez o pneu durar mais tempo ao lado de Kevin Magnussen que largou com os pneus duros.

Alonso se deu bem na largada, ultrapassou a Vettel e assumiu o segundo lugar, Rosberg partia para o ataque naquele momento, pois se terminasse a corrida naquele momento ele perderia a liderança do campeonato para Hamilton. Na Volta 26 Rosberg consegue fazer uma ultrapassagem linda em cima do piloto Sebastian Vettel aliás o Alemão contra atacou, tentou não perder o 3ºlugar, Mas acabou não conseguindo fazer isso, Seu carro perdia rendimento tanto é que o Piloto Daniel Ricciardo foi para cima de Vettel para lutar pelo 4ºposto de Corrida.

Já Grosjean que vinha fazendo uma corrida Digna de nota para a equipe Lotus acabou tendo problemas de Câmbio e deixaria a corrida até de forma lamentável pois ele perecia fazer hoje os primeiros pontos da Lotus nessa temporada. Daniel Ricciardo em cima de Vettel e com mais carro que o Alemão, A Red Bull deu uma ordem para o Vettel deixasse Ricciardo passar, Mas Vettel não fez a vontade da equipe (O que esta muito certo da parte dele, quer passar, tem que passar na pista) Ricciardo teve trabalho para passar a Vettel e assumir o 4ºlugar, nesse momento começariam as 2ªRodada de trocas de pneus com Gutierrez e Ericsson. Rosberg em terceiro começava a tirar tempo para cima de Alonso para buscar o segundo lugar, Aliás Alonso fazia a melhor corrida do ano e dava um pau violento em cima de Kimi Raikkonen que andava em 8ºlugar, muito apático mesmo. Já Felipe Massa conseguia ganhar as posições dos pilotos das equipes nanicas, Mas não conseguia de Forma nenhuma diminuir seu prejuízo para o bloco que fechava a zona de pontuação, Ou seja Massa estava perdido da prova.

Enquanto Hamilton passeava na corrida Nico Rosberg partia para o ataque em cima de Alonso e vinha com mais carro. Mas essa ultrapassagem seria definida somente depois dos boxes. Alonso fez a parada na volta 33 e Rosberg na 37. Na 42ªvolta na reta a ultrapassagem aconteceu, Rosberg só colocou de lado do Alonso e passou assumindo a segunda posição e mostrando que a Mercedes esta muito na frente das outras, Alonso teria de lugar pelo pódio contra Daniel Ricciardo que buscava seu primeiro pódio já que a FIA não devolveu o segundo posto para o piloto Australiano. A Vantagem chegou a baixar, Mas Alonso ainda sim conseguia manter a distância Bastante segura para Ricciardo não poder atacar, e o Combustível de Ricciardo na parte final estava quase no final e ele teve de poupar combustível.

Hamilton sem nenhum problema na corrida acabou conquistando a terceira vitória na carreira, O piloto não viu a bandeirada pois o sistema da FIA falhou e computaram o resultado da 54ªvolta. Hamilton com 18 segundos na frente de Nico Rosberg que foi o segundo colocado manteve a ponta do campeonato com 4 pontos na frente de Hamilton, Já Fernando Alonso comemora o fato da Ferrari ter tido uma melhora de qualidade em seu equipamento e conseguiu o primeiro pódio do ano na primeira corrida sem Stefano Domenicali.

Daniel Ricciardo de novo na frente de Sebastian Vettel e muito bem mostrando que a Red Bull teve reação mais rápida do que se imaginaria que a equipe tivesse conquistou uma nova 4ªPosição, Vettel com problemas em seu carro só pode se preocupar e manter uma distância segura para Hulkenberg e Bottas e assim dessa forma garantir os 10 pontos da quinta posição. Nico Hulkenberg comandou a Force India uma louvável 6ºposição o que foi insuficiente para o piloto manter o 3ºposto no mundial de pilotos, Valtteri Bottas teve outra vez que levar a Williams a posição de pontos sozinho ficando em 7ºlugar. Kimi Raikkonen foi o Grande destaque negativo do dia, Fpoi muito mal, Chegou a 58 segundos atrás do Alonso que foi pódio, se quer fez algo para melhorar sua situação, Terminou em 8ºlugar, Ao contraio Fez Perez que de 16ºlugar conseguiu recuperar 7 posições e chegar em 9ºlugar perto de Raikkonen.

Na luta pelo último ponto da prova ele ficou com a Toro Rosso de Danill Kyvat que andou bem e segurou a Mclaren de Jenson Button para ficar com o 10ºlugar e fazer o seu pontinho o que é que a Toro Rosso pode almejar em corridas nesse momento, Já a Mclaren teve atuação sofrível, Button em 11º e Kevin Magnussen em 13º atrás de Vergne com a outra Toro Rosso mostrando que a Mclaren perdeu a mão do carro, pois lembrou a temporada de 2013 a atuação de hoje da Flecha prateada.

Maldonado veio em seguida em 14ºlugar com a corrida totalmente comprometida largando do último lugar e passando sufoco para passar o Kobayashi com a Caterham, Felipe Massa acabou não tendo muito que fazer, seu desempenho até daria chances de ele marcar pontos, Mas muito longe na corrida e sem um carro espetacular ele acabou a corrida em 15ºlugar na frente de Esteban Gutierrez que também vive seu inferno na Sauber que esta muito mal mesmo nessa temporada com dois pilotos que são questionáveis seus níveis de pilotagem e sem um grande orçamento, é o preço a pagar por vender a alma a pilotos pagantes.

No final da Classificação tivemos a briga pau a pau entre Kobayashi e Bianchi pelo premio o melhor das Nanicas, Com uma ultrapassagem nas curvas finais o Japonês levou a melhor e ficou em 17º com Bianchi em 18º, Já com os outros dois pilotos Chilton se deu melhor e completou a sua 23ªseguida nos pontos em 19º Ericsson fechou a torneira na 20ªcolocação.

Agora depois da primeira parte do ano os times voltam para a Europa para tentarem parar o domínio da Mercedes que tem mais pontos que a Red Bull e a Force India juntas. Com 154 pontos contra 57 da Red Bull e 54 da Force India. Rosberg sai como líder, Mas precisa reagir pois Hamilton esta a 4 pontos de Rosberg. Dia 11 de maio na Espanha saberemos como vão ser respondidas essas respostas.

Resultado final do GP da China – Formula 1

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:36.52.810 em 56 Voltas
2 6 Nico Rosberg (Mercedes) a 18.686
3 14 Fernando Alonso (Ferrari) a 25.765
4 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) a 26.798
5 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) a 51.012
6 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) a 57.581
7 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) a 58.145
8 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) a 1:23.990
9 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) a 1:26.489
10 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) a 1 Volta
11 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) a 1 Volta
12 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) a 1 Volta
13 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) a 1 Volta
14 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) a 1 Volta
15 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) a 1 Volta
16 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) a 1 Volta
17 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) a 1 Volta
18 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) a 1 Volta
19 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) a 2 Voltas
20 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) a 2 Voltas
Ret 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) a 29 Voltas
Ret 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) a 52  Voltas

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *