Após 1 ano e meio, Lorenzo Finalmente conquista sua primeira vitória pela Ducati

Depois de tanto tempo e de tantas tentativas, Finalmente o Espanhol Jorge Lorenzo que foi contratado a peso de ouro pela Ducati e que passou em branco em 2017. Conseguiu a sua primeira vitória. Após uma corridaça do Gladiador do Asfalto que levou de ponta a ponta.

Na largada, Lorenzo manteve a liderança, Com Rossi em 2º e Marquez passando Petrucci na marra. No que fez o Italiano da Pramac sair da trajetória da pista na segunda curva, Aonde aconteceu o acidente com Dani Pedrosa e com Takaagi Nakagami que acabaram caindo. O Japonês voltou a prova, Mas já muito atrás.

Na primeiras duas voltas tivemos 5 pilotos deixando a prova. Além de Pedrosa e Nakagami acabaram caindo Karel Abraham, Jack Miller e Thomas Luthi.

Marquez foi para cima de Valentino Rossi e acabou levando a segunda posições na 3ªVolta, Com os pneus duros assim como na França ele apostava em ter um melhor desempenho na parte final de prova. Até que na 5ªVolta, Marquez tentou salvar a queda no final do 2ºterco de pista e acabou caindo. Mesmo voltando a prova ele estava já sem possibilidades de um bom resultado.

Ao mesmo tempo que Marquez caiu, Quem crescia na prova era Dovizioso que estava em 4ºlugar. Na 7ªVolta o piloto da Ducati passou Andrea Iannone já entrando no pódio. Na volta seguinte, O Vencedor do ano passado em Mugello deixou para trás o doutor e formou a dobradinha da Ducati. Com os pneus mais duros para o piloto Italiano a prova se encaminhava para Dovi em relação ao Lorenzo que vinha com pneus mais macios.

Rossi começou a perder posições, Andrea Iannone foi para cima do piloto da Yamaha e voltou para o 3ºlugar com sua Suzuki, Voltas depois Rossi vinha sido pressionado pelo Danilo Petrucci com a sua Pramac preta e amarela. (Em uma parceria com a Lamborghini)

No começo da 12ªVolta, em uma linda manobra Danilo Petrucci passava Iannone e Rossi ao mesmo tempo e assumia o 3ºlugar em uma grande corrida de recuperação. O piloto da Movistar Yamaha levou a pior e caiu para o 5ºlugar. Pior estava Marevick Viñales estava em 8ºlugar, Pressionado pelo Álvaro Bautista que vinha fazendo uma belíssima corrida.

Dovizioso vinha na perseguição em cima de Lorenzo, A tendência era ver o Espanhol começar a perder rendimento para o piloto Italiano.

Porém aconteceu exatamente ao contraio da lógica. Com 54ºGraus de temperatura no Asfalto, E com o Decorrer das voltas, Lorenzo continuava rápido enquanto Dovizioso começava a ficar mais atrás a cada volta.

Já Petrucci que chegou a abrir uma pequena vantagem para Rossi, Iannone, Rins e Crutchlow começou a ser pressionado por todos eles na parte final de prova. Provavelmente pelo enorme desgaste de seus pneus. A 4 Voltas do final, Valentino Rossi reassume o 3ºlugar, O piloto da Pramac foi engolido por Iannone, Rins e Crutchlow caindo para o 7ºlugar.

Nas voltas finais, Andrea Iannone tentou por duas vezes passar Rossi. Mas sempre que ele conseguia fazer isso na curva 1 acabava passando do traçado, O Velho italiano conseguiu voltar a posição. Nas últimas voltas, Alex Rins ainda tentou tomar posição do Iannone.

Jorge Lorenzo na reta final de prova disparou na liderança e acabou com mais de 6 segundos de diferença para Andrea Dovizioso conquistando a vitória que ele vinha perseguindo a 24 corridas na Ducati. Foi sua primeira vitória pela fábrica Italiana. Depois da prova ele cravou a sua bandeira na brita do circuito italiano, Ao voltar aos boxes ele estava visivelmente emocionado com sua conquista.

Andrea Dovizioso após 2 quedas, voltou ao pódio com o 2ºlugar que ele teve de segurar na parte final. Valentino Rossi conseguiu tirar 2 segundos da vantagem para o piloto da Ducati que chegou 2 décimos a frente dele.  O piloto da Yamaha com seus 39 anos fechou o pódio e agora esta a 23 pontos atrás de Marc Marquez, Na vice-liderança do Mundial de Pilotos.

Andrea Iannone e Alex Rins com a Suzuki fizeram um bom papel e conquistaram o 4º e 5ºlugares separados por 22 milésimos a favor do Italiano.

Cal Crutchlow em corrida discreta, Porém levou bem a melhor Honda da prova até o 6ºlugar. Um final de semana bem fraco da toda poderosa após 4 vitórias seguidas. (Com o próprio Crutchlow na Argentina e com as 3 vitórias de Marquez: EUA, Espanha e França)

Apesar do 7ºlugar, Danilo Petrucci fez uma bela corrida de recuperação após ser empurrado pelo Marquez na 2ªcurva e isso teve consequências com o seu final de prova. Já que ele precisou desgastar muito mais os pneus para subir na classificação. Marevick Viñales foi apagado, Com uma largada ruim acabou fazendo corrida ruim ficando em 8ºlugar, Sendo pressionado pela Ducati de 2017 do Espanhol Álvaro Bautista que ficou em 9ºlugar em um dia bom para o experiente piloto da Angel Nieto. (Aspar Martinez)

Johann Zarco fez uma corrida bem fraca ficando em 10ºlugar após em nenhum momento ter se destacado minimamente na prova. Pol Espargaró foi o 11ºlugar com a KTM. Seguido pelo Malaio Hafizh Syarhin, Esteve Rabat, Bradley Smith e Franco Morbidelli que completaram a zona de pontuação.

Marc Marquez acabou em 16ºlugar, Sem pontuar o campeonato volta a ficar em aberto. A próxima corrida será no Circuito da Catalunha, a 7ªEtapa do campeonato e a 2ª em Solo espanhol.

Resultado final da 6ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
MotoGP – GP da Itália – Mugello

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 41’43.230
2 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati a 6.370
3 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 6.629
4 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 7.885
5 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 7.907
6 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda a 9.120
7 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 10.898
8 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 11.060
9 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 11.154
10 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 17.644
11 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 20.256
12 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 22.435
13 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati a 22.464
14 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 22.495
15 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 26.644
16 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda a 39.311
17 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 1’01.211
18 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 5 Voltas
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 4 Voltas
43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 22 Voltas
12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 22 Voltas
26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 23 Voltas
17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 23 Voltas
45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 23 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.