Formula Indy em Alabama teve domínio de Newgarden em corrida dividida em 2 dias

Grid de Largada da 4ªEtapa do Mundial de Formula Indy
GP do Alabama – Barber Motorsport

Pos Piloto Chassi/Motor Equipe Tempo Fase
1 Josef Newgarden Dallara/Chevrolet Team Penske 1’07.4413 Q3
2 Will Power Dallara/Chevrolet Team Penske 1’07.4541 Q3
3 Sebastien Bourdais Dallara/Honda Dale Coyne Racing 1’07.5337 Q3
4 Ryan Hunter-Reay Dallara/Honda Andretti Autosport 1’07.7807 Q3
5 James Hinchcliffe Dallara/Honda Schmidt Peterson 1’07.9472 Q3
6 Scott Dixon Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 1’08.0303 Q3
7 Marco Andretti Dallara/Honda Andretti Herta 1’07.6027 Q2
8 Alexander Rossi Dallara/Honda Andretti Autosport 1’07.7488 Q2
9 Simon Pagenaud Dallara/Chevrolet Team Penske 1’07.8409 Q2
10 Robert Wickens Dallara/Honda Schmidt Peterson 1’07.8455 Q2
11 Zach Veach Dallara/Honda Andretti Autosport 1’07.9894 Q2
12 Ed Jones Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 1’08.4386 Q2
13 Max Chilton Dallara/Chevrolet Carlin 1’08.0235 Q1
14 Charlie Kimball Dallara/Chevrolet Carlin 1’08.5494 Q1
15 Graham Rahal Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 1’08.1038 Q1
16 Zachary Claman Dallara/Honda Dale Coyne Racing 1’08.5531 Q1
17 Spencer Pigot Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 1’08.1184 Q1
18 Takuma Sato Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 1’08.5676 Q1
19 Jordan King Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 1’08.3997 Q1
20 Gabby Chaves Dallara/Chevrolet Harding Racing 1’08.9763 Q1
21 Matheus Leist Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 1’08.5516 Q1
22 Rene Binder Dallara/Chevrolet Juncos Racing 1’09.5404 Q1
23 Tony Kanaan Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 1’11.2015 Q1

Uma corrida realizada em 2 dias nunca fica perfeita, Mas pelo menos para Josef Newgarden a etapa em Barber passando pela chuva do domingo e pelo passeio da Segunda-feira não se poderia colocar nenhum se não para ele.

Newgarden marcou a pole position com Will Power completando a primeira Fila da Penske. Abrindo a segunda fila largam Sebastien Bourdais e Ryan Hunter-Reay. Na terceira fila largam o Canadense James Hinchcliffe e o Neozelandês Scott Dixon da Chip Ganassi. Completando os 10 primeiros colocados : Marco Andretti da Andretti Herta, Alexander Rossi da Andretti,Simon Pagenaud da Penske e Robert Wickens da Schmidt.

A Foyt fez um péssimo trabalho, Nem Matheus Leist que larga em 21º e nem mesmo Tony Kannan que larga em último lugar poderiam fazer algo melhor do que eles conseguiram.

Com a pista bem molhada, Os pilotos resolveram largar assim mesmo, Newgarden largou bem e como tinha a vantagem de não levar Água na cara. Power, Bourdais, Hunter-Reay e Hinchcliffe mantiveram as 5 primeiras posições. Em 4 voltas o Campeão de 2017 abriu 4 segundos de Power que era pressionado pelo Sebastien Bourdais. Logo depois disso, Power começou a equilibrar o jogo e começou a tirar diferença para seu companheiro de equipe. Marco Andretti acabou nas primeiras voltas Rodando e perdendo muitas posições. Gabby Chaves parou por causa da sobre viseira que ficou embasada, Um pecado para o Colombiano que perdeu uma volta inteira.

Charlie Kimball acabou batendo na volta 11, No final da volta. O norte-americano parou o carro na pista, O que provocou uma bandeira amarela. Simon Pagenaud acabou indo para os boxes. Essa bandeira amarela não durou muito tempo.

Na 13ªVolta a corrida começa. Will Power em plena reta acabou agua planado e indo para  o muro, Danificando o carro do piloto da Penske. Bandeira amarela de novo e logo depois de algumas voltas deram bandeira vermelha . A Pista estava impraticável para uma corrida.

A prova disso foi um dos carros da organização puxar muita água, A drenagem do Circuito do Alabama é ruim e isso contribuiu para a batida de Power. Após 30 minutos tentando secar a pista. Os pilotos voltam para a pista para tentarem voltar a corrida. Tony Kannan teve problemas elétricos, Seu carro acabou parando. O Brasileiro de 43 conseguiu fazer o carro voltar a funcionar e ele voltou a prova em último.

Mas esse não o problemas, O problema era mesmo a aguaplanagem que fez mais uma vitima: Graham Rahal acabou rodando e perdendo posições na volta 21. Não dava mesmo para ter a corrida, 2 Voltas depois tivemos de novo a bandeira vermelha acionada. Os pilotos não voltariam para a pista mais no Domingo. Tiveram que adiar a prova para o Dia seguinte.

Segunda-feira, O tempo esta seco e a corrida ao invés de ter as 90 voltas a corrida passou para a contagem regressiva de 1 hora e 10 minutos. O que fatalmente iria mudar as táticas de paradas nos boxes. Max Chilton acabou tendo problemas em seu carro e parou em uma subida (A Mesma subida que o carro do Kannan parou no dia anterior) Dessa vez o piloto da Carlin não conseguiu fazer o carro voltar a funcionar. Ele teve de ser levado para os boxes rebocado.

A Corrida recomeçou faltando 1 hora e 7 minutos para o final, Com o tempo de uma volta virando 1 minuto e 12 segundos daria umas 50 voltas de corrida.

Newgarden continuava líder, Com Bourdais em 2º, Hunter-Reay em 3º, Rossi em 4º e Hinchcliffe em 5ºlugar. Lá Atrás, Claman de Mello vinha com 2 voltas de atraso e recuperando volta em cima de Graham Rahal e Spencer Pigot que na curva seguinte acabou se precipitando e batendo no piloto Canadense da Dale Coyne. Apesar de ser retardatário, Claman de Melo não poderia ser atingido, Por uma tentativa precipitada pelo piloto da Carpenter.

Newgarden abriu 4 segundos e meio sobre Bourdais, 56 minutos para o final da prova parou Ed Jones da Chip Ganassi. Certamente ele iria para duas paradas. Pigot parou na volta seguinte.

Enquanto isso Zach Veach começava a segurar o ritmo de prova de Wickens, Chaves (Com 1 volta de atraso), Sato e Dixon. E vinham chegando Simon Pagenaud e Graham Rahal. Enquanto Newgarden sobrava na pista, Wickens ira para cima de Veach. Faltando 50 minutos para o termino da corrida, O piloto da Schmidt consegue a ultrapassagem. A partir dai, O piloto da Andretti passou a ser pressionado pelos outros pilotos. Fruto dos desgastes excessivos dos seus pneus mais macios. Dixon passou Zeach faltando 47 minutos e 30 segundos para assumir o 7ºlugar. Hinchcliffe foi para cima de Alexander Rossi e ultrapassou o piloto da Andretti e líder do campeonato para ganhar o 4ºlugar a 44 minutos do final.

Faltando 41 minutos para o final, Newgarden com mais de 10 segundos a frente do Bourdais foi para os boxes para sua primeira parada. O piloto Francês assume a liderança, O piloto da Penske teria de fazer uma nova parada na parte final da corrida. Rossi fez a parada segundos depois. Na volta seguinte Pagenaud fez a parada.

Hunter-Reay em 2º, era pressionado pelo James Hinchcliffe, Faltando 37 minutos para o final, ambos foram para parada. Os dois voltaram disputando posição, Melhor para o piloto Norte-Americano. Rahal, Sato e Veach pararam ao restar 35 minutos para o final. Apenas Bourdais e Dixon ainda não tinham parado. Alexander Rossi fez belas ultrapassagens, Inclusive passando Ed Jones ganhando, o 6ºlugar.

Bourdais parou restando 33 minutos e 40 segundos para a sua única parada dele nos boxes. Newgarden volta a liderança. Dixon parou restando 32 minutos e 10 segundos para o termino da prova. Tanto o piloto da Dale Coyne como da Chip Ganassi poderiam ir até o final da prova com esse tanque de combustível.

Porém, Newgarden vinha 23 segundos a frente de Bourdais. Praticamente com uma parada nos boxes de vantagem para o francês. Hunter-Reay é o terceiro, Hinchcliffe é o 4] e Alexander Rossi completava os 5 primeiros colocados. Ed Jones, Wickens, King, Pagenaud e Dixon completavam os 10 primeiros colocados. Matheus Leist vinha em 11ºlugar, Em uma boa corrida considerando os problemas da sua equipe nesse final de semana.

Newgarden colocava entre 6 a 8 décimos de frente para Bourdais. Faltando 25 minutos para o final, A vitória estava nas mãos dele. Mesmo com a tática diferente de Bourdais e Dixon.

A 22 minutos do final, Dixon vai por fora no mergulho para cima de Pagenaud, Consegue ficar lado a lado e na curva seguinte o Neozelandês executa a velocidade e ganha o 9ºlugar. Alexander Rossi vai para a sua segunda parada. Porém, O tempo estava fechando e as primeiras gotas de chuva caíram no Circuito do Alabama.

Dixon, percebendo que sua tática iria afundar, Foi para cima de Jordan King e ganhou o 8ºlugar. Spencer Pigor foi para a parada a 18 minutos do final. Para quem estava parado nesse momento a torcida é que parasse de chuviscar. Se chovesse de vez, A prova deles iria por água abaixo!

E a chuva cada vez aumentava mais e mais. Newgarden estendeu a sua ida para os boxes. A 14 minutos do final, Ele foi para a parada e colocou os pneus de Chuva, Mesmo assim, A vitória não estava ganha. Se o piloto da Penske exagerasse, Destruiria seus pneus e por consequência sua corrida também. Bourdais, Dixon torciam para a chuva parada. O piloto da Ganassi foi para cima de Robert Wickers, Sabendo que a tática poderia ir para o espaço, era a hora de atacar e conquistar o melhor resultado possível.

A chuva vinha apertando mais e mais. Bourdais e outros pilotos que não tinham parado tentaram até o limite. Porém a chuva apertou mais ainda e dai, O Francês e todos os outros pilotos foram para a parada, Pior para quem já tinha feito parada nos boxes. Bourdais parou a 7 minutos do final. Newgarden voltou a liderança, Com 18 segundos de frente para Hunter-Reay que se deu bem com essas paradas todas. Seguido de Hinchcliffe, Wickers, Bourdais e Dixon. Os seis primeiros colocados.

A 5 minutos do final, Pigot roda e perde muitas posições depois de voltar a pista. Um pequeno susto para Newgarden que quase saiu para a grama no grampo do mergulho. O piloto da Penske fora isso teve tranquilidade para conquistar a 2ªVitória na temporada e a 3ªVitória no Alabama.  O Autodromo do Barber parece se adaptar ao ritmo de Josef Newgarden, Que vai para Indianapolis como líder do mundial de Formula Indy.

Ryan Hunter-Reay em bela corrida com o carro da Andretti e James Hinchcliffe com o Carro da Schmidt Peterson completaram o pódio. Robert Wickers em mais uma bela corrida ficou em 4ºlugar, Novamente ele é o melhor estreante da prova. Sebastian Bourdais e Scott Dixon no final travaram um belo duelo pelo 5ºlugar. Por pouco acabou o piloto da Dale Coyne levando a melhor sobre Dixon.

Fecharam os 10 primeiros colocados: Graham Rahal, Takuma Sato, Simon Pagenaud e Marco Andretti. Matheus Leist levou seu problemático carro para o 13ºlugar. Tony Kannan ficou em 18ºlugar, A 2 voltas do vencedor. Um péssimo final de Semana da Foyt.

A partir de agora, Todas as equipes e pilotos pensam apenas nas 2 corridas em Indianápolis. A prova no Autódromo e na tradicional 500 milhas de Indianapolis.

Resultado final da 4ªEtapa do Mundial de Formula Indy
GP do Alabama – Barber Motorsport

Pos Piloto Chassi/Motor Equipe Voltas Tempo/Abandono
1 Josef Newgarden Dallara/Chevrolet Team Penske 82 2h 01:14.4486
2 Ryan Hunter-Reay Dallara/Honda Andretti Autosport 82 a 9.9607
3 James Hinchcliffe Dallara/Honda Schmidt Peterson 82 a 15.5389
4 Robert Wickens Dallara/Honda Schmidt Peterson 82 a 17.6794
5 Sebastien Bourdais Dallara/Honda Dale Coyne Racing 82 a 26.8897
6 Scott Dixon Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 82 a 26.9768
7 Graham Rahal Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 82 a 30.1194
8 Takuma Sato Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 82 a 30.5526
9 Simon Pagenaud Dallara/Chevrolet Team Penske 82 a 42.4618
10 Marco Andretti Dallara/Honda Andretti Herta 82 a 44.6892
11 Alexander Rossi Dallara/Honda Andretti Autosport 82 a 45.2334
12 Matheus Leist Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 82 a 57.9291
13 Zach Veach Dallara/Honda Andretti Autosport 82 a 1:05.9298
14 Jordan King Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 82 a 1:20.0118
15 Spencer Pigot Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 81 a 1 Volta
16 Rene Binder Dallara/Chevrolet Juncos Racing 80 a 2 Voltas
17 Gabby Chaves Dallara/Chevrolet Harding Racing 80 a 2 Voltas
18 Tony Kanaan Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 80 a 2 Voltas
19 Zachary Claman Dallara/Honda Dale Coyne Racing 80 a 2 Voltas
20 Ed Jones Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 64 Mecânico
21 Will Power Dallara/Chevrolet Team Penske 53 Acidente
22 Max Chilton Dallara/Chevrolet Carlin 34 Mecânico
23 Charlie Kimball Dallara/Chevrolet Carlin 10 Acidente

Fotos:

 

 

Vídeo da Corrida:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: Indycar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.