Indy Car em Phoenix: A última Chance do deserto teve vitória de Josef Newgarden

Grid de largada:

Pos Piloto Equipe Chassi-Motor Tempo
1 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 39.0285
2 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 39.1096
3 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 39.3808
4 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 39.3869
5 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 39.6165
6 Robert Wickens Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 39.6975
7 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 39.7152
8 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 39.8384
9 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 39.8624
10 Pietro Fittipaldi Dale Coyne Racing Dallara/Honda 39.8725
11 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 39.9234
12 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 40.0088
13 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 40.2187
14 Kyle Kaiser Juncos Racing Dallara/Chevrolet 40.2409
15 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 40.4275
16 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 40.4715
17 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 40.4744
18 Ed Carpenter Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 40.5995
19 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 40.6695
20 Marco Andretti Andretti Herta Autosport Dallara/Honda 40.8349
21 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 41.2324
22 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 41.4561
23 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 41.8725

Palco de provas chatas e sem qualquer condição para os pilotos fazerem ultrapassagens. O Circuito de Phoenix tinha uma última chance de ter uma grande corrida. Com os carros novos, A Esperança de que poderíamos ter uma corrida com muitas ultrapassagens e bem disputada.

Sebastian Bourdais conseguiu a pole position em uma grande volta, pela ordem do campeonato através do carro ele foi o último a fazer a volta. Com a pista ideal o piloto da Dale Coyne marcou um temporal, Dando mostras de que ele é sim no dos candidatos ao título da Temporada 2018. Ao seu lado larga o Francês Simon Pagenaud com a Penske que parece ter recuperado a boa forma da temporada passada.

Na segunda fila largam o Australiano Will Power e o Norte-Americano Alexander Rossi que mais uma vez faz as honras da equipe Andretti. Na Terceira fila largam os pilotos da Schmidt-Petersen. James Hinchcliffe larga em 5º e Robert Wilkers em 6º. Tony Kannan foi o melhor dos Brasileiros. Começando os trabalhos com a A.J.Foyt ele coloca o carro em 9ºlugar, A Frente de um dos estreantes do dia. Pietro Fittipaldi treinou muito bem, Colocando o carro da Dale Coye para o 10ºlugar no Grid de largada. O outro estreante do dia era o norte-americano Kyle Kaiser da equipe Juncos (Que busca disputa o ano inteiro, Mas só tem garantidas 10 corridas sendo 3 de Kaiser e 7 de Rene Binder, O Norte-americano larga em uma respeitável 14ªposição.

Antes da largada, O Carro Bourdais morre, Porém ao contraio da Formula 1, Na indy você pode recuperar a sua posição de largada. Na largada, Bourdais manteve a liderança com Bourdais em 2º e Rossi passou Power assumindo a 3ªposição. Outro que começou muito bem foi o Norte-americano Ryan Hunter-Reay que superou James Hinchcliffe (que acabou perdendo posição para Newgarden segundos depois ) e assumiu o 6ºlugar.

Após 15 voltas os líderes chegaram no primeiro retardatário, Max Chilton. E dai as esperanças de que teríamos mais facilidades nas ultrapassagens. Porém novamente a dificuldade de ultrapassagem foi vista. Mesmo num carro desajustado como é o carro da Carlin. Bourdais e os outros pilotos tiveram dificuldades para colocar volta no piloto inglês.

O Cenário continuou o mesmo até que na passagem da volta 40 para 41. Pietro Fittipaldi acabou pagando pela sua inexperiência, Ao escapar do traçado ideal, indo para a sujeira dos pneus e batendo no muro. A Corrida do piloto da Dale Coyne terminava ai, E com isso foi acionada a primeira bandeira amarela da prova. Todos os pilotos anteciparam a primeira parada nos boxes. (Que geralmente seria na volta 55 a 60)

Sebastian Bourdais e Alexander Rossi atropelaram mecânico na hora da sua parada, além de perderem tempo acabaram sendo penalizados com uma passagem nos boxes após a Relargada, Quem se deu bem foi Will Power que assumiu a liderança, Com Josef Newgarden na segunda posição colocando a Penske no comando da prova. A seguir vinham Robert Wilkens e James Hinchcliffe representando bem a Schmidt Peterson. Ed Jones levava a Ganassi ao 5ºlugar. Hunter-Reay, Kannan, Rahal, Sato e Scott Dixon que saiu do 17º para o 10ºlugar após as paradas. Quem também não teve uma boa para foi Simon Pagenaud que caiu para o 12ºlugar.

Na 51ªVolta tivemos a relargada, Hunter-Reay foi com tudo para ganhar 2 posições em poucas voltas. Primeiro passando Ed Jones e depois passando Hinchcliffe na Volta 60.  Power abriu 2 segundos e ficou mais tranquilo na liderança ate um dos últimos colocados da corrida voltar a ficar na Alça de mira do líder.

A partir dai novamente se dar a dificuldade de se colocar volta nos pilotos mais lentos. Sobre o Max Chilton, não houve tanta dificuldade, Mas com o Kimball da mesma equipe Carlin a situação foi bem mais difícil. E que ficava pior a medida que a parte de fora ficava mais suja. Nada praticamente aconteceu até chegarem a 2ªrodada de paradas nos boxes. Hunter-Reay foi o primeiro a fazer a parada. Que acabou demorando, Já que a equipe teve problemas nessa parada. Problemas mesmo enfrentou Matheus Leist que foi vitima de um erro da Foyt que não apertou a porca de uma das rodas do seu carro que acabou se soltando de maneira perigosa, O Brasileiro teve de ser empurrado de volta aos boxes para fazerem o trabalho direito para piloto voltar a prova, 9 voltas atrás dos líderes e sem chance nenhuma de um bom resultado.

Os últimos a pararem nos boxes foram Graham Rahal e Takuma Sato da Rahal, O líder Will Power parou na volta 125. Após as paradas o líder passou a ser o Canadense James Hinchcliffe com Robert Wilkers em 2º e por incrível que pareça o Ryan Hunter-Reay que acabou perdendo tempo nos boxes vinha em 3ºlugar.

Wilkens foi para cima de Hinchcliffe, Era impressionante o desempenho desse piloto que vinha na segunda corrida na IndyCar e já pegou a mão desse novo carro da Indy.  Na volta 149, Hinchcliffe perde tempo ao tentar colocar uma volta em Gabby Chaves, O Canadense aproveita isso e ultrapassa seu companheiro de equipe para assumir a liderança. 5 Voltas depois, Will Power acabou encostando no muro e indo lentamente para os boxes, Aonde não saiu mais.

Wilkens abre 1.2 segundos sobre Hinchcliffe que era pressionado pelo Norte-americano Hunter-Reay, Já Ed Jones vinha mais longe no 4ºlugar com o carro da Ganassi que resolver ir para os boxes para fazer a parada antes (mesmo que ele teria de fazer uma parada nos boxes apagar até o final da prova. Foi exatamente o piloto dos EAU que foi o primeiro a fazer a 3ªparada nos boxes. Com mais de 75 voltas pela frente, O piloto muito provavelmente faria um splash go no final da prova. Hinchcliffe foi para os boxes na volta 178, Wilkens parou na volta 178, Hunter-Reay assumiu a liderança por 4 voltas até a sua parada na volta 183. Com 67 voltas para o final, Já começaria a pensar em ir até o final da prova (Poupando combustível)

Simon Pagenaud tomou a liderança até a sua parada na volta 187, Passando a 1ªposição para Graham Rahal que ficou 2 voltas na liderança e depois foi para a sua parada. (Que possivelmente terminaria com esse tanque)Sebastian Bourdais assumiu a liderança levando a sua parada o mais longe possível, Assim como Rossi, Os dois pilotos foram para a parada na volta 206 (Piloto da Andretti) e na Volta 208 (Para o líder do campeonato na Dale Coyne) Se a aposta deles funcionarem, Eles iriam ficar entre os primeiros lugares.

Newgarden assumiu a liderança com Ed Jones subiu do 4º para o 2ºlugar. Wilkers caiu do 1º para o 3ºlugar e Hinchcliffe que caiu do 2º para o 4ºlugar. Scott Dixon completavam os 5 primeiros lugares. Alexander Rossi voltou para a corrida, Vinha em 6ºlugar na mesma volta dos líderes. Hunter-Reay, Kannan, Ed Carpenter e Sato completavam os 10 primeiros lugares. Somente Rossi e Bourdais poderiam andar tudo já que não iria ter mais que poupar combustível ao contraio de todos os outros pilotos.

A 22 voltas do final, Ed Jones que vinha em 2ºlugar acabou batendo, Provocando a 2ªbandeira amarela da prova. Essas bandeiras amarelas podem ter aliviado a situação dos pilotos que teriam de poupar combustível. Durante essa bandeira amarela, Quase todos os pilotos foram para a tática de trocarem os pneus e colocarem o combustível o bastante para terminar a corrida, Com exceção de Robert Wilkers, James Hinchcliffe e Alexander Rossi que decidiram ficar na pista. Mesmo com os pneus mais gastos do que os pneus de Newgarden e companhia.

A Relargada aconteceu a 8 voltas do final. E o que se viu foi uma imensa vantagem dos pilotos com os pneus novos, Newgarden passou Rossi e Hinchcliffe por fora, E logo a seguir partiu pa caça de Wilkers que segurou como pode o piloto da Penske, Porém o campeão de 2017 tinha muito mais pneu e muito mais rendimento que o piloto da Schmidt.

A 5 voltas do final por fora aconteceu a ultrapassagem que decidiu a corrida a favor do piloto da Penske, Foi a 9ªVitória da sua carreira na Indy. Robert Wilkers em uma excelente corrida no oval ficou em 2ºlugar e Alexander Rossi segurou Scott Dixon e completou o pódio. Ryan Hunter-Reay e James Hinchcliffe que foi o piloto que mais sofreu com os pneus desgastados no final. Completaram os 6 primeiros colocados.Tony Kannan terminou a corrida em 8ºlugar e Matheus Leist ficou em 19ºlugar.

Agora, eu espero que essa seja a última prova em Phoenix, Essa pista mostra não ter condições de ter a Formula Indy. Os problemas de falta de ultrapassagem não foram conseguidos e além disso o novo carro acabou fazendo a prova ficar mais lenta. Não é possível que um carro desses piorou de uma corrida para outra. Portanto, o Problema não era apenas o carro em si, Mas é a pista que já deu belas corridas do passado, Porém nos dias de Hoje é uma pista ultrapassada para a categoria hoje.

Resultado final – Formula Indy 2018
2ªEtapa – Phoenix

Pos Piloto Equipe Chassi-Motor Voltas Tempo
1 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 250 1h 44:00.3552
2 Robert Wickens Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 250 29.946
3 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 250 34.890
4 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 250 38.175
5 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 250 40.122
6 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 250 a 94.497
7 Ed Carpenter Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 250 a 94.731
8 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 250 a 98.650
9 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 250 a 101.747
10 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 250 a 103.247
11 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 250 a 109.443
12 Marco Andretti Andretti Herta Autosport Dallara/Honda 249 a 1 Volta
13 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 249 a 1 Volta
14 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 249 a 1 Volta
15 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 249 a 1 Volta
16 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 249 a 1 Volta
17 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 248 a 2 Voltas
18 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 247 a 3 Voltas
19 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 241 a 9 Voltas
20 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 228 Acidente
21 Kyle Kaiser Juncos Racing Dallara/Chevrolet 174 Acidente
22 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 153 Acidente
23 Pietro Fittipaldi Dale Coyne Racing Dallara/Honda 40 Acidente

Vídeo:

 

Fotos:

 

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *