F1 Formula 1 Formula 1 - 1990 Fotos História

Corridas Históricas: GP do Japão de 1990

Iag6s7fo

Lista de Inscritos:

1. Alain Prost (Ferrari F1-90-2 – Ferrari 3.5 V12 – Goodyear)
2. Nigel Mansell (Ferrari F1-90-2 – Ferrari 3.5 V12 – Goodyear)
3. Satoru Nakajima (Tyrrell 019 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
4. Jean Alesi (Tyrrell 019 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
5. Thierry Boutsen (Williams FW13B – Renault 3.5 V10 – Goodyear)
6. Riccardo Patrese (Williams FW13B – Renault 3.5 V10 – Goodyear)
7. David Brabham (Brabham BT59 – Judd 3.5 V8 – Pirelli)
8. Stefano Modena (Brabham BT59 – Judd 3.5 V8 – Pirelli)
9. Michele Alboreto (Arrows A11B – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
10. Alex Caffi (Arrows A11B – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
11. Derek Warwick (Lotus 102 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
12. Johnny Herbert (Lotus 102 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
14. Olivier Grouillard (Osella FA1ME – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
15. Mauricio Gugelmin (Leyton House CG901 – Judd 3.5 V8 – Goodyear)
16. Ivan Capelli (Leyton House CG901 – Judd 3.5 V8 – Goodyear)
17. Gabriele Tarquini (AGS JH25 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
18. Yannick Dalmas (AGS JH25 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
19. Roberto Moreno (Benetton B190 – Ford HB 3.5 V8 – Goodyear)
20. Nélson Piquet (Benetton B190 – Ford HB 3.5 V8 – Goodyear)
21. Emanuele Pirro (Dallara BMS – 190-Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
22. Andrea de Cesaris (Dallara BMS – 190-Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
23. Pierluigi Martini (Minardi M190 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
24. Gianni Morbidelli (Minardi M190 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
25. Nicola Larini (Ligier JS33C – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
26. Philippe Alliot (Ligier JS33C – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
27. Ayrton Senna (McLaren MP4/5B – Honda 3.5 V10 – Goodyear)
28. Gerhard Berger (McLaren MP4/5B – Honda 3.5 V10 – Goodyear)
29. Éric Bernard (Lola LC90 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
30. Aguri Suzuki (Lola LC90 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
31. Bertrand Gachot (Coloni C3C – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)

Treino Oficial do GP do Japão de 1990

Depois de 14 corridas Ayrton Senna, 78 pontos e Alain Prost com 69 Pontos teriam 2 corridas pela Frente para decidirem o mundial de 1990. A Classificação do GP do Japão seria a primeira etapa de uma das decisões mais controversas e rápidas da Formula 1.

Ao começar os treinos de Sábado Senna tinha o 3ºtempo, 1:38.828, Prost com 1:38.684 era o 2ºcolocado, Berger era o primeiro com 1:38.374, Mansell e Boutsen completavam a lista dos 5 primeiros colocados, Nakajima em 10ºlugar e Suzuki em 11º, Alesi tinha feito o 6ºtempo, mas acabou batendo forte e acabou por não participar dos treinos de Sábado.

Começava o Treino eram 30 pilotos tentando 26 vagas no Grid de largada. De cara a Larrousse de Suzuki foi para a pista tentar melhorar seu tempo que já era muito boa, em sua primeira volta Suzuki fez 1:41.703. Aos poucos outros carros foram para o Grid como Pirro com a sua Dallara,

Nakajima já estava também se preparando para entrar na pista, o Treino começava a esquentar para que as estrelas da corrida (Senna e Prost) entrasse na pista o Asfalto já estaria ideal para eles virarem os melhores tempos.

Nakajima também abriu sua volta com a Tyrrell-Ford e ele fez 1:41.114 a 1 milésimo do melhor tempo que ele tinha feito sexta-feira, com isso a Classificação estava assim:
1. Berger (1:38.374), 2.Prost (1:38.684) 3.Senna (1:38.828), 4.Mansell (1:38.969), 5. Boutsen (1:39.577) 6. Alesi (1:40.052), Nakajima estava em 10ºlugar. Claro que depois de uma volta os pilotos voltavam lentos para os boxes.

O primeiro dos grandes que iriam para a pista era Nigel Mansell com a Ferrari, Enquanto isso a Pirelli lixava seus pneus para que os pilotos que usavam o seu composto de borracha tentassem uma melhor classificação. Mansell veloz como sempre completava a sua primeira volta em 1:38.742 que o deixava em 3ºlugar, na Frente de Ayrton Senna.

Com 20 minutos de Treino a pista já estava cheia de carros e Finalmente Ayrton Senna foi para a pista melhorar seu tempo. O líder do Campeonato, um ídolo para os japoneses estava tentando tomar a pole de seu companheiro de equipe, o Austríaco Gerhard Berger. Já David Brabham parava fora da pista com o Brabham-Judd.

Enquanto isso Senna abria a sua volta, Com o seu Mclaren-Honda ele acelera o máximo e Faz 1:37.541 praticamente 8 décimos mais rápido que o Tempo de seu companheiro de equipe Gerhard Berger, Com isso Senna assumia a primeira posição e a Mclaren-Honda fazia dobradinha no grid na primeira Fila.

Classificação era Senna, Berger, Prost, Mansell, Boutsen e Alesi. Quem não estava nada Feliz com isso era a Ferrari e Alain Prost que iria a pista tentar roubar a ponta de Senna, Praticamente com metade do treino já feito Todo mundo já tinha entrado na pista.

Thierry Boutsen completava a sua volta e só por curiosidade, na reta que leva para a chicane antes da linha de Chegada Boutsen alcançava 292 km/h, Senna na melhor volta dele fazia 301 Km/h E no final da volta Boutsen fazia 1:38.545, Quando entrava para a pista Alain Prost com sua Ferrari, O Adversário De Senna pelo campeonato.

Um minuto depois Berger também foi para a pista melhorar seu tempo, até quem sabe tomar a pole de Senna o Tempo é bem próximo, mas com 1:38.118 Berger ratificava apenas a segunda posição, mas tinha que aguardar Alain Prost em sua volta voadora, Ele tinha menos potência mais um chassi melhor, Prost fazia 1:38.180 e ficava a centésimos atrás de Berger e continuava em 3ºlugar.
Classificação : 1. Senna (1:37.541), 2.Berger (1:38.118), 3. Prost 1:38.180, 4. Mansell 1:38.742, 5. Boutsen 1:39.565, 6. Alesi 1:40.052. Nakajima tentava melhorar seu tempo, ele estava em 12ºlugar. Mas só faz 1:41.513 e fica acima do tempo que ele tinha Já Aguri Suzuki tem melhor sorte nessa segunda tentativa fazendo o tempo de 1:40.887, Que leva Suzuki ao 9ºlugar. Nelson Piquet estava em 6ºlugar e acabou melhorando sua marca para 1:40.049, três décimos a frente de Jean Alesi, Boutsen melhorou sem tempo, Mas manteve o 5ºlugar. enquanto isso Nigel Mansell foi para a sua segunda tentativa.

G6cguxzw

Junto de Patrese que fez 1:40.664 com esse tempo Patrese estava longe dos 6 primeiros colocados. Mansell fazia uma volta de arrepiar e por pouco não tira a pole de Senna fazia 1:37.713, perto do 1:37.541 de Senna.

Classificação: Senna (1:37.541), Mansell (1:37.719), Berger (1:38.113), Prost (1:38.180), Boutsen (1:39.324), Piquet (1:40.049), Alesi (1:40.052) Depois vinham Moreno, Patrese e Suzuki completando os 10 primeiros colocados, Mas os últimos minutos a disputa final estava entre Senna e Prost pela pole. Prost precisava fazer uma grande volta e Senna tentar confirmar a Pole. Berger também estava na pista para tentar voltar a primeira fila. Vários pilotos tentavam melhorar seu tempo não só os da frente, Mas da turma do desespero que precisava garantir um lugar entre os 26 no Grid de Largada.

Covgvq48

Senna fazia a sua segunda tentativa e Prost Também era a batalha da pole Senna acelera forte e fazia 1:36.996, e Prost fazia 1:37.228, a primeira fila seria novamente deles dois. Mansell e Berger na segunda fila e Boutsen e Piquet na terceira. Com as vagas definidas do Grid (Não se classificaram: Grouillard, Tarquini, Dalmas e Gachot) O Grid ficava assim.

Grid de largada do GP do Japão de 1990:

1 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’36.996
2 Alain Prost (Ferrari) 1’37.228
3 Nigel Mansell (Ferrari) 1’37.719
4 Gerhard Berger (McLaren/Honda) 1’38.118
5 Thierry Boutsen (Williams/Renault) 1’39.324
6 Nelson Piquet (Benetton/Ford) 1’40.049
7 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’40.355
8 Roberto Moreno (Benetton/Ford) 1’40.579
9 Aguri Suzuki (Lola/Lamborghini) 1’40.888
10 Pierluigi Martini (Minardi/Ford) 1’40.899
11 Derek Warwick (Lotus/Lamborghini) 1’41.024
12 Ivan Capelli (Leyton House/Judd) 1’41.033
13 Satoru Nakajima (Tyrrell/Ford) 1’41.078
14 Johnny Herbert (Lotus/Lamborghini) 1’41.588
15 Mauricio Gugelmin (Leyton House/Judd) 1’41.698
16 Éric Bernard (Lola/Lamborghini) 1’41.709
17 Nicola Larini (Ligier/Ford) 1’42.339
18 Emanuele Pirro (Dallara/Ford) 1’42.361
19 Gianni Morbidelli (Minardi/Ford) 1’42.364
20 Philippe Alliot (Ligier/Ford) 1’42.593
21 Stefano Modena (Brabham/Judd) 1’42.617
22 David Brabham (Brabham/Judd) 1’43.156
23 Alex Caffi (Arrows/Ford) 1’43.270
24 Michele Alboreto (Arrows/Ford) 1’43.304
25 Andrea de Cesaris (Dallara/Ford) 1’43.601

Não se Classificaram para a Corrida:

– Olivier Grouillard (Osella/Ford) 1’43.782
– Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’44.281
– Yannick Dalmas (AGS/Ford) 1’44.410
– Bertrand Gachot (Coloni/Ford) 1’45.393

Não largou:

– Jean Alesi (Tyrrell/Ford) 1’40.052

Piquet volta a vencer depois de 3 anos na Formula 1, Moreno em sua estreia nos times grandes em 2º, Senna Campeão e Suzuki conquistando o 1ºpódio de um Japonês.

A Expectativa para a corrida era total, tendo na 1ªfila Ayrton Senna e Alain Prost, A decisão iria começar! eram 25 pilotos em busca da vitória ou do melhor resultado que fosse possível. Jean Alesi não pode largar com problemas no pescoço, e Olivier Grouillard não foi chamado para substituir Alesi no Grid. portanto só 25 carros no grid de largada.

Zwbnnw3p

Prost largava melhor e foi para a ponta, Mas Senna consegue reagir e parti para cima de Prost, disputar a liderança na primeira curva, Prost foi para Dentro, Mas Senna já estava por dentro. O resultado disso foi que Ambos se chocaram e forma para longe da pista Prost e Senna abandonam. Fim de campeonato, Para Senna era o Bicampeonato e a Vingança feita de tudo aquilo que aconteceu em 1989. Prost ainda esperava que fosse feita uma nova largada, Mas essa ordem de uma nova largada não aconteceu e Senna deu as costas para Prost. Com isso tudo Ayrton Senna com sua Mclaren-Honda era bicampeão do mundo.

Obsvuaw0

Logo no Começo da Segunda volta Berger que tinha a 1ªposição Roda e vai para a caixa de brita, abandonando no mesmo lugar que abandonaram Senna e Prost. com isso tudo Mansell assumiu a ponta, com Piquet e Moreno logo atrás do Inglês. A Tática de Mansell era trocar os pneus, a tática das Benetton eram usar o pneu tipo B, e tentar não parar. Outro que deixava a corrida era Stefano Modena que abandonou a corrida na primeira volta, Classificação após 2 Voltas: 1. Mansell (3:46.023), Piquet (a 1.170), Moreno (a 1.635), Boutsen (a 2.238), Patrese (a 3.043) e Warwick (a 4.280). logo depois vinham Suzuki e Herbert .

Duas substituições estavam sendo feitas nessa corrida, Johnny Herbert que estava de volta a Formula 1 com a equipe Lotus, ele substituía Martin Donnelly que sofria terrível acidente nos treinos do GP da Espanha de formula 1, E Roberto Pupo Moreno que estava na fraquíssima EuroBrun, e devido ao acidente de Helicóptero que acabou amputando uma das mãos de Alessandro Nannini, John Barnard que era o projetista da Benetton convidou Moreno para substituir Nannini. Finalmente o Brasileiro finalmente teria uma real chance de mostrar seu valor na formula 1.

David Brabham com a Sua Brabham-Judd abandonaria na 3ªVolta e Mauricio Gugelmin com sua frágil leyton House-Judd abandonar na volta 6, com problemas de Motor. a Classificação após 7 Voltas: Mansell (12.45.162), Piquet (a 2.218), Moreno (a 3.389), Boutsen (a 5.311), Patrese (a 6.488), Suzuki (a 12.333)

Uv5eevpw

Mesmo com o melhor carro que os Benetton e com pneus mais macios Mansell não conseguia abrir o tempo esperado pra cima das Benetton. Ivan Capelli iria para os Boxes, com problemas na outra Leyton House.

Quem fazia uma Grande corrida até aquele momento era Roberto Pupo Moreno que conseguia acompanhar o ritmo de Nelson Piquet, apesar da pouca experiência em corridas de Formula 1, já que ele só disputou 7 corridas, por que em várias ocasiões ele andava em times que não tinham condições de se classificar.

Outro que fazia uma grande corrida era Aguri Suzuki que já começava a tirar vantagem em cima dos carros da Williams, tanto de Patrese, tanto de Boutsen.

Andrea de Cesaris na volta 14 Rodava na 1ªcurva da pista e abandonava a corrida, era o 4º a abandonar naquele ponto da pista: Os outros três foram Senna, Prost e Berger. Nigel Mansell fazia volta mais rápida, 1:46.399, Classificação após 17 Voltas completadas: Mansell (30.34.172), Piquet (a 4.803), Moreno (a 6.943), Boutsen (a 11.409), Patrese (a 13.000) e Suzuki (a 15.743). Depois vinham Warwick, Herbert, Nakajima e Bernard completando os 10 primeiros colocados.

Outro que deixava a corrida era Gianni Morbidelli com a Minardi que também substituía Paolo Barilla que mostrou um trabalho bastante incompetente no time de Faenza, Morbidelli era o quinto piloto a ir pra caixa de brita da primeira curva, que se mostrava bastante problemática.

Boutsen foi o primeiro dos pilotos de ponta a fazer sua troca, mas Acabaram demorando na troca, um dos pneus deu problema e Boutsen perdeu muito tempo, a parada foi de 13.10, Boutsen estava com os Pneus tipo Bos mesmo das Benetton e de Patrese e isso poderia levar a tática da Benetton ao espaço.

Aos poucos os outros pilotos também foram para as paradas. Warwick foi na mesma volta que Boutsen aos boxes. e Logo Faria a melhor volta da corrida na volta 23 com o tempo de 1:46.042. isso devido a ter trocado os pneus, já que não era pelo motor Lamborghini e nem pelo carro da Lotus 102 que fizeram ele dar essa magnífica volta.

Mansell começava a apertar o ritmo de vez. A diferença dele para Piquet já estava em 8 segundos, Outro que fazia sua troca era Johnny Herbert que estava na 5ªposição na volta 24. Aguri Suzuki foi para os boxes também, e com uma boa troca da Larrousse Suzuki volta a corrida na frente de Boutsen em 5ºlugar. Nakajima também parou nos boxes e a Tyrrell fez uma inspirada troca nos boxes de 6.44 segundos.

Suyrbtqs

Nigel Mansell finalmente na volta 27 foi para os Boxes, e a Ferrari simplesmente fez uma excelente troca de pneus, 5.83, Mas essa Troca nos boxes de nada adiantaria, Mansell saiu lento dos boxes com a transmissão quebrada fazendo o leão deixar a prova em uma corrida aonde ele seria um principal candidato a vitória abandonaria a corrida.

Com tudo isso Nelson Piquet era o líder da corrida com Roberto Pupo Moreno em 2º, Aguri Suzuki Fazia a melhor volta da corrida: 1:45.564, na 27ªvolta. Enquanto isso Eric Bernard por pouco não provocava um acidente, ele tinha já problemas no seu motor.

Classificação após 27 Voltas: Piquet(48:29.022), Moreno (a 3.650), Patrese (a 10.687), Suzuki (a 34.925), Boutsen (a 38.005), Warwick (a 49.540). E Suzuki fazia outra vez a melhor volta da corrida: 1:44.976 na volta 28.

2tq4okid o

fazendo uma corrida monumental o Japonês Suzuki. Só na volta 30 os primeiros colocados começaram a pegar Retardatários, com a pista de Suzuka sendo grande e também pelo fato de muitos carros terem abandonado a corrida, com 13 carros na pista que se transformariam em 12 com o Abandono de Alboreto com a Arrows-Ford com problemas de motor.

Piquet demorou 2 voltas para passar Caffi que estava com os pneus trocados e Piquet precisava tomar cuidado, pois ele estava com os pneus usados desde do começo da corrida. Johnny Herbert que estava lutando pela zona de pontuação abandonaria com problemas de motor da Lotus-Lamborghini.

Nakajima em 7º estava na luta para passar Derek Warwick para entrar na zona de pontuação, essa briga valia a 6ªposição. e em uma belíssima ultrapassagem por Fora Satoru Nakajima ganha essa posição para deixar os japoneses mais felizes ainda. Com um piloto em 4º, outro em 6º e Ayrton Senna campeão do mundo pela segunda vez com os motores japoneses da Honda. E ficaria melhor já que o Italiano Ricardo Patrese foi para os boxes fazer troca de pneus. Com isso Suzuki assumia a 3ªposição.

3shtscbp

Patrese ficou ainda com o 4ºlugar e Boutsen em 5º. Apenas 11 carros na corrida. Warwick era o 7º, Larini em 8º, Martini em 9º, Caffi em 10º e Alliot em 11º. Piquet tinha 7 segundos na Frente de Moreno. Ambos estavam já administrando sua corrida já que Ambos tinham boa vantagem para Suzuki, Também eles teriam que levar com calma mas voltas finais já que os pneus deles estavam no fim praticamente.

Derek Warwick que vinha em 7º abandonava a corrida com problemas no Câmbio da sua Lotus, o time inglês deixava a corrida. Na Volta 40 Ricardo Patrese na tentativa de passar Suzuki e retornar ao Pódio fez 1:44.233, essa volta ficaria sendo a melhor volta da corrida.

Classificação após 40 Voltas trazia: Piquet, Moreno, Suzuki, Patrese, Boutsen, Nakajima, Larini, Martini, Caffi e Alliot, os dez pilotos que ainda continuavam na corrida. Mas todos eles já muito afastados uns dos outros, sem nenhuma briga pela frente, somente tentativas de Suzuki de se aproximar de Moreno, Mas era difícil. Os carros rendiam igual com uma mínima superioridade dos carros da Larrousse, Pelo fato de Suzuki ter pneus mais novos do que as Benetton que estavam administrando os pneus e a corrida.

Vxlsufoi

Nas Últimas voltas, as posições de todos na corrida já estavam bastante asseguradas, Ainda que Suzuki tentava alcançar Moreno, Mas estava longe a 13 segundos atrás do piloto Brasileiro, com tudo isso Suzuki não tinha nada mais a fazer. 10 carros que estavam chegando ao final eram só cruzar a linha de chegada.

No final de tudo, tudo era festa aos japoneses, Senna era Bicampeão mundial, Piquet voltava ao topo do pódio depois de 3 anos, Moreno conseguia seu ápice na Formula 1 com o segundo lugar e Aguri Suzuki levava o Japão para o pódio pela primeira vez em sua história na formula 1.

Uyf8c6oj

Para Senna além do titulo, ele conseguiu dar o troco no que aconteceu na mesma pista em 89, não se travava de trapaça ou de mandraquice, Senna só queria dar o troco de 89, Apenas o troco.

K7wn3eii

Resultado Final do GP do Japão de 1990

Fotos:

 

View post on imgur.com

Vídeo:

1ºDia de Treinamentos: TVNowShowSports

2ºDia de Treinamentos: MSChannel MS

Corrida: ThePizZaGeRmAnY

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic
Texto: Deivison da Conceição da Silva

2 comments

  1. Pingback: Corridas Históricas: GP do Japão de 1989 – Portal Sportszone

  2. Pingback: Corridas Históricas: GP do Japão de 1998 – Portal Sportszone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *