Dovizioso conquista vitória em Misano e assume a vice-liderança

Uma grande corrida de Andrea Dovizioso, O Estrategista voltou a toda e conquistou a terceira vitória da temporada e Reassumiu a vice-liderança do campeonato. Para completar, Jorge Lorenzo caiu a 1 volta e meia do final. Isso pode restabelecer de vez o status de primeiro piloto a Dovi, Algo conquistado na pista desde da temporada passada.

Lorenzo largou bem e manteve a liderança, Com Jack Miller logo a seguir, Marquez e Dovizioso largando bem. Quem foi mal na largada foi Maverick Vinales largando do 3º e descendo para o 6ºlugar. Na curva 8, Dovizioso passou Miller e ganhou o 2ºlugar. Era evidente a moto de Miller não iria ficar muito tempo nas primeiras posições. Marquez foi pra cima de Miller, No final da Terceira volta a Formiga Atômica passou para o 3ºlugar.

Miller não iria durar muito na frente, ele caiu na curva 14 e voltou lá atrás. Enquanto Viñales perderia o 4ºlugar para Alex Rins na 5ªvolta. Enquanto a Moto da Suzuki estava andando bem, Ao contraio da Yamaha.

Dovizioso vinha mais rápido que Lorenzo, O Estrategista estava estudando o melhor do seu adversário na Ducati, Ao mesmo tempo, Marquez se aproxima dos dois. Mais atrás, Rins vinha em 4º tentando chegar no pelotão da Frente. Crutchlow passou Viñales, Ganhando a 5ªposição.

Na 7ªVolta, Dovizioso superou Lorenzo e assumiu a liderança e começou dai ao piloto Italiano a abrir diferença para Lorenzo que teria de segurar a Marc Marquez. Na 10ªVolta, Crutchlow passou Rins e assume a 4ªposição.

Lorenzo e Marquez travaram um dos mais bonito duelos do ano. Os futuros companheiros de equipe na Honda em 2019 disputavam a 2ªposição em uma bela disputa. Na 14ªVolta, Marquez passou Lorenzo e levou o segundo lugar. O que estava longe da briga esta encerrada, Já que Lorenzo continuou em cima da Formiga Atômica. A 11 voltas do final, Os dois pilotos trocavam ultrapassagens. Na volta seguinte, Lorenzo passou Marquez na curva 8 e na volta seguinte o piloto da Honda deu o troco.

A 8 voltas e meia do final, Lorenzo em uma manobra arriscada e muito audaciosa passou Marquez tomando o segundo lugar para as mãos dele. Porém, Dovizioso aproveitou a briga para abrir seus 2 segundos de diferença. Pol Espargaró que voltou as pistas depois de um grave acidente que o tirou o piloto de 3 corridas acabou abandonado a prova. De positivo foi que o piloto Espanhol voltou as atividades na MotoGP.

Dovizioso nas voltas finais começou a administrar sua vantagem para Lorenzo e Marquez que vinham tirando tempo nas voltas finais, Mas ainda assim com uma vantagem minimamente segura para o líder da prova.

Na penúltima volta, Jorge Lorenzo acabou caindo na curva 8 e deixando a prova, Para desespero da Ducati que estava prestes a fazer dobradinha. Marc Marquez agradeceu, Ganhou um segundo lugar de graça e Dovizioso pode respirar de vez para levar sua moto até a bandeirada, Conquistando sua 3ªvitória em 2018 e sua 11ªVitória da carreira.

O Vice-campeão do ano passado com a vitória e o mal resultado do Valentino Rossi que teve uma corrida bem apagada promove Dovi a vice-liderança do campeonato a 67 pontos atrás de Marc Marquez. Com o segundo lugar em Misano, o espanhol fica cada vez mais perto do campeonato. Apesar dele não ter a melhor moto do Grid, O espanhol esta usando a cabeça e se aproveitando do mal momento da Yamaha para consolidar o campeonato praticamente.

Cal Crutchlow que vinha com uma consolidada a 4ªposição acabou conquistando o pódio com sua CLR Honda, O piloto inglês fez um dos melhores finais de semana em 2018. Alex Rins levou a Suzuki para o 4ºlugar, Em uma bela corrida do piloto Espanhol. A Suzuki faz um ano bem melhor do que o ano de 2017 e me atrevo a dizer que esta em melhor momento que a Yamaha. Com o 5ºlugar de Marevick Viñales e o 7ºlugar de Valentino Rossi, A Yamaha chega a 22 corridas sem vitória. Caso não vença em Aragón esse jejum se torna o maior jejum da história da Fábrica italiana.

No meio deles chegou o espanhol Dani Pedrosa chegando em 6ºlugar, com a mesma moto de Marquez chegando a mais de 20 segundos atrás da Formiga Atômica. Andrea Iannone com a outra Suzuki chegou em 8ºlugar. Completando os 10 primeiros chegaram Alvaro Bautista em mais uma brilhante corrida com a Angel Nieto. (E saber que a Avintia prefere Simeon e Abraham para 2019) e Johann Zarco que já deve ter dado off para 2018. Lamentável o desempenho da Yamaha 2016 da Tech 3.

Danilo Petrucci (Em fraquíssima corrida), Franco Morbidelli, Takaaki Nakagami, Aleix Espargaró com sua Aprilla e Michele Pirro que não fez um bom final de semana, Mas conseguiu seu pontinho. Jorge Lorenzo ainda voltou para completar em 17ºlugar.

Daqui a duas semanas a MotoGP volta a Espanha, Para o GP de Aragón. O Terceiro dos 4 desafios realizados em Solo Espanhol, A Ducati com a melhor moto do Grid é favorita a vitória, Mas Marquez é o grande favorito ao título restando 6 corridas para o final da temporada.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final  do GP de San Marino
MotoGP – Misano – 13ªEtapa

pos Piloto Equipe Motor Tempo
1 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 42’05.426
2 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda a 2.822
3 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda a 7.269
4 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 14.687
5 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 16.016
6 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 17.408
7 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 19.086
8 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 21.804
9 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 23.919
10 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 27.559
11 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 30.698
12 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 32.941
13 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 33.461
14 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 35.686
15 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati a 35.812
16 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 46.500
17 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati a 46.614
18 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 50.593
19 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 55.168
20 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 1’02.255
21 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 1’09.475
22 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 1’12.608
23 23 Christophe Ponsson Reale Avintia Racing Ducati a 1 Volta
6 Stefan Bradl HRC Honda Team Honda a 10 Voltas
44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 10 Voltas
10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 25 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP