Alonso pode ter seus últimos momentos na Formula 1. A Formula Indy abre os olhos da Mclaren e do Príncipe das Asturias

Com 301 corridas na Formula 1, Aos 37 anos de idade. Fernando Alonso se ver em uma dúvida para a temporada de 2018: Continuar a tentar mais um ou dois anos na Formula 1 ou então, Desistir e partir Para um novo desafio na sua vida.

Nessas últimas semanas a Mclaren esta conversando com equipes da Formula Indy para entrar na categoria associada a um time ou com uma própria equipe. Com os últimos anos sendo anos de muito fracasso, aonde se quer conquista um pódio desde de um Duplo Pódio do GP da Austrália de 2014, Com Kevin Magnussen em 2º e Jenson Button em 3º.

De 2015 a 2017, Com Fernando Alonso e com a parceria com a Honda a Mclaren acabou sendo um Fiasco. Nenhum pódio e muita reclamação do Bicampeão mundial resultou no fim da parceira. Em busca da volta ao pelotão de elite, A equipe de Woking acabou trocando os motores Honda para os Motores Renault.

Após um bom começo de ano, Com Alonso conseguindo ser o melhor piloto do segundo pelotão nas 4 primeiras provas da temporada o que se viu foi a Mclaren se perder completamente. Principalmente na prova passada, Aonde Alonso e Vandoorne tiveram o pior desempenho da Mclaren em 2018 no circuito de Paul Ricard.

Alonso mais uma vez não esta feliz com o desempenho do seu carro, Parece esta decepcionado com o desempenho das últimas corridas. A Mclaren que tinha um chassi muito bom, nesse ano esta devendo nesse quesito. Isso se traduz no desempenho da Renault e muito mais no desempenho da Red Bull, que tem os mesmos motores Renault e tem desempenhos superiores ao desempenho de Alonso e Vandoorne.

Por essas e outras, Além de ter disputado as 500 milhas de Indianapolis no ano passado e as 24 horas de Le Mans pela Toyota junto de Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima e visto um novo fracasso nesse ano. Pode ser que o Espanhol não queria mais a Formula 1. A não ser que ele corra ou com a Mercedes ou com a Red Bull. A Ferrari nem pensar. Na Mercedes que pode ser a sua melhor possibilidade vejo com muita dificuldade do Espanhol entrar.

Só resta a Red Bull, Se Daniel Ricciardo sair para Ferrari ou Mercedes, Pode entrar Alonso. Mas pelo que estou percebendo é mais possível: Ou uma permanência de Ricciardo ou uma Sáida do Australiano para entrar Carlos Sainz jr. Não vejo a Red Bull pegando Alonso, Ainda mais com a Honda entrando como fornecedora de motores em 2019.

Sem isso, Alonso não vai ficar na Mclaren. O Futuro seria ir para o WEC ou então partir para os Estados Unidos e disputar o Campeonato Mundial de Formula Indy.

Se ele sair da Formula 1, Que ele tome o caminho da Indy. Isso porque, ele seria um nome para chamar a atenção da categoria que busca reviver os seus melhores dias. Em 2017, As 500 Milhas de Indianapolis teve as atenções do Mundo inteiro com a presença de um dos melhores pilotos do Mundo. Abrindo mão de correr uma prova do Mundial para tentar a vitória. Apesar do Abandono na parte final de corrida. Ele liderou por 27 voltas e mostrou que se adapta muito rápido a qualquer carro de corrida.

Na Indy, Alonso poderia desempenhar um Grandioso papel. Nas próximas semanas veremos qual vai ser o destino do príncipe das Asturias na Formula 1. Se ele vai tentar mais um ano em uma grande equipe, Ou apostar ainda na Mclaren ou então da um ponto final na Formula 1 e partir ou para os Estados Unidos ou para o WEC.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mclaren / http://www.dailysportscar.com / IndyCar / elcomercio.pe

Newgarden tem final de semana impecável em Elhkart Lake e conquista 3ªVitória no Ano

Grid de Largada do GP de Elhkart Lake
Road America – Formula Indy – 10ªEtapa

pos Piloto Equipe Chassi/Motor Tempo
1 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 1’43.2026
2 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 1’43.2508
3 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 1’43.3811
4 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 1’43.4361
5 Robert Wickens Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1’43.7121
6 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’43.7332
7 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 1’43.1108
8 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’43.1769
9 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 1’43.1874
10 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’43.1995
11 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 1’43.2265
12 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’43.3544
13 Jordan King Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’43.7356
14 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 1’43.4153
15 Marco Andretti Andretti Herta Autosport Dallara/Honda 1’43.9843
16 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1’43.8591
17 Zachary Claman Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’44.0189
18 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1’44.1165
19 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 1’45.1161
20 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1’44.3438
21 Alfonso Celis Juncos Racing Dallara/Chevrolet 1’45.5584
22 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 1’44.3442
23 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 1’44.6258

Josef Newgarden após um momento de baixa, Fez um final de semana impecável e voltou a disputa pelo bicampeonato. O piloto da Penske foi o dono do GP de Road America, Realizado no último domingo.

Para começar o domínio, Josef Newgarden marcou a pole position com Will Power completando a dobradinha da Penske na primeira fila. A Segunda fila foi toda da equipe Andretti Autosport com Ryan Hunter-Reay e Alexander Rossi. Na terceira fila largam Robert Wickens da Schmidt que deu um vareio em James Hinchcliffe que largaria em 16ºlugar e Sebastian Bourdais completa a terceira fila com a Dale Coyne.

Os dois Brasileiros largavam atrás. Tony Kannan larga em 18º e Matheus Leist em 20º. A Juncos voltou ao Grid com a Estreia do Mexicano Alfonso Celis jr., que larga em 21ºlugar.

Na largada, Newgarden manteve a liderança enquanto que Will Power acabou despencando devido a problemas em seu carro, Que levaram o Australiano a deixar a prova. Ryan Hunter-Reay passou para o segundo lugar com Alexander Rossi em 3ºlugar já dando um chega pra lá em Robert Wickers, que acabou perdendo posições para Takuma Sato e Sebastien Bourdais.

Na segunda volta, No meio do pelotão os pilotos Jordan King e Spencer Pigot disputavam a 12ªposição. Enquanto que Simon Pagenaud passou Zach Veach ganhando o 10ºlugar.

Pigot na volta seguinte ultrapassou Pagenaud, Ganhando o 10ºlugar. Enquanto isso, Newgarden era pressionado pelo Hunter-Reay, Não conseguindo abrir mais do que meio segundo de vantagem para os pilotos da Andretti que vinham na perseguição.

Na Volta 8, Tony Kannan que chegou 4 posições subindo para o 13ºlugar, Foi para os Boxes. O piloto da Foyt tentaria andar bem rápido usando a tática de 4 paradas nos boxes. Duas voltas depois, Bourdais foi para a sua parada, Porém ele deixa o motor morrer e perde muito tempo caindo para o último lugar.

Após 11 voltas, Newgarden começava a abrir mais um pouco de Hunter-Reay. Enquanto isso Spencer Pigot se destacava em 8ºlugar em um belo começo de prova. Tony Kannan com sua tática de 4 paradas usava tudo que pode do seu Push to Pass, Virando 1.5 segundos mais rápido por volta do que o líder, Que abriu 1.1 segundo a frente de Hunter-Reay.

Jordan King passou Zach Veach, Passando ao 13ºlugar. O piloto da Andretti esta agora na alça de mira de Matheus Leist, Com o carro da A.J.Foyt que teve mais um final de semana ruim.

Takuma Sato e Graham Rahal foram os primeiros dos lideres a fazerem a parada na volta 14. Na volta 15, Newgarden, Hunter-Reay e Rossi foram para os boxes. Scott Dixon assumiu a liderança por uma volta. Graças a sua pilotagem que favorece a um consumo menor de combustível o Neozelandês foi para a sua primeira parada na volta 16.

Após essas paradas: Newgarden era o líder, Com Hunter-Reay, Rossi, Sato, Wickens nas 5 primeiras posições. Dixon que largou em 8ºlugar ganhou 2 posições subindo para o 6ºlugar após essa 1ªrodada de paradas nos boxes. Tony Kannan vinha em 7º, Mas com uma tática diferente da tática dos líderes.

Newgarden continuava na liderança, pressionado por Hunter-Reay. Alexander Rossi e Takuma Sato vinham logo atrás separados por apenas 2 segundos de vantagem.

Na Volta 20, Kannan fez sua 2ªparada nos boxes voltando em 17º. Já Zach Veach, tinha sérios problemas em seu carro. Foi para os boxes e demorou muitíssimo tempo, Caindo para os últimos lugares. Assim como o Estreante Alfonso Celis jr. com a horrível equipe Juncos, Que passa vergonha nessa temporada.

Newgarden e Hunter-Reay aos poucos se distanciavam de Rossi, Sato e Wickens. Dixon se aproximava do segundo pelotão da prova. Sato vinha pressionando Rossi, Na busca pelo terceiro lugar. Enquanto que Robert Wickens estava entre os primeiros lugares, James Hinchcliffe estava disputando o 13ºlugar com o Canadense Zachary Claman de Mello, O piloto da Schmidt fez uma bela manobra para conseguir a ultrapassagem sobre o jovem piloto da Dale Coyne.

São 27 voltas de prova e Newgarden não tinha nenhum momento de sossego na liderança, Sempre ele tendo na sua cola Ryan Hunter-Reay a meio segundo atrás. Takuma Sato, Graham Rahal, Spercer Pigot e na 28ªvolta seguinte foi para a sua 2ªparada nos boxes.

Na volta seguinte, Os rivais Alexander Rossi e Robert Wickers foram para a parada. Sato se aproveita dos pneus frios do piloto Canadense e ganha a posição, Depois vai para cima de Rossi, Tenta uma bela ultrapassagem por fora em cima de Rossi. Consegue passar, Mas espalha um pouco demais na curva, Nisso Rossi não só recupera posição como empurra o Japonês para fora da pista. Sato recuou e perdeu posição para Wickens, voltando onde estava antes da parada.

Newgarden e Hunter-Reay foram aos boxes ao mesmo tempo, Na disputa das equipes acabou a Penske fazendo um trabalho competente o bastante para manter seu piloto na ponta, Hunter-Reay logo atrás em segundo e Scott Dixon que fez um Sprint voador para subir da 6ª para a 3ªposição. Deixando Rossi, Wickens e Sato para trás. Rahal, Pagenaud, Pigot e Ed Jones completavam os 10 primeiros lugares. Tony Kannan com a terceira parada feita estava em 18ºlugar. A Tática do Piloto Brasileiro acabou não dando certo.

Enquanto Newgarden continuava pressionado pelo Ryan Hunter-Reay, O Japonês Takuma Sato recuperou a 5ªposição em cima de Wickens. O piloto da Rahal não só fez isso como estava buscando a Alexander Rossi. Na Volta 33, James Hinchcliffe fez uma bela ultrapassagem sobre o Colombiano Gabby Chaves que vinha fazendo uma prova interessante com o carro da Harding Racing, Se colocando no meio do pelotão.

A 18 Voltas do final, Rossi tem problemas em sua direção e perde posições para Sato, Rahal e Wickens. Os pilotos da Rahal subiram para o 4º e 5ºlugares. Após 2 empurrões (Wickens e Sato) o Norte-Americano foi para os boxes, Perdendo muitíssimo tempo e caindo para os últimos lugares. Um imenso prejuízo para o piloto da Andretti, que estava vendo Scott Dixon indo para um 3ºlugar enquanto ele ficaria com poucos pontos.

A 16 Voltas do final da prova, Newgarden abria sua maior vantagem na prova. 1 segundo sobre Hunter-Reay. Os piloto da Rahal e Robert Wickens foram para os boxes para sua última parada. Por muito pouco não tivemos um acidente envolvendo o Wickens e o Francês Simon Pagenaud. O piloto da Penske teve de frear para evitar bater por trás do piloto Canadense.

Dixon que poderia brigar pela vitória acabou parando na volta 43, 1 volta antes de Newgarden e Hunter-Reay que como na segunda parada foram juntos para sua última parada. A Situação foi a mesma da parada anterior: Newgarden continuava na frente com Hunter-Reay ainda presseguindo o piloto da Penske e Dixon em 3ºlugar.

Por incrível que pareça, Josef Newgarden estava com todos os 200 segundos de push to pass disponíveis enquanto que o restante dos seus adversários já tinham bem menos da metade disso. Apesar da pequena vantagem, Por causa da potência Extra que ele tinha a disposição para usar, Newgarden tinha a corrida nas suas mãos.

E foi isso que aconteceu, Enquanto Newgarden aumentava sua vantagem para Hunter-Reay que aumentava a distância para Dixon em 2ºlugar. As únicas disputas que continuavam até o final era pelo 7ºlugar. Spencer Pigot vinha a frente com Ed Jones um pouco mais atrás, Com Simon Pagenaud na sua cola.

Jones e Pagenaud travaram um belo duelo pelo 8ºlugar. Até que a poucas voltas do final, O Francês levou a melhor e com uma ultrapassagem na marra ganhou o 8ºlugar. Partindo para cima do piloto da Carpenter.

Newgarden de ponta a ponta conquistou a 3ª vitória na temporada, Voltando a disputa pelo título da temporada. Com ainda mais 7 provas para encerrar o campeonato, Ainda tem muito campeonato pela frente. Ryan Hunter-Reay terminou em 2º e Scott Dixon levou o carro da Ganassi nas costas completando o pódio e mantendo a liderança do Campeonato.

Takuma Sato em um belo desempenho fica em 4ºlugar e Robert Wickens garantiu o 5ºlugar com o carro da Schmidt. Ficando no meio dos pilotos da Rahal, Já que o filho de Bobby Rahal acabou em 6ºlugar.

Ótima corrida de Spencer Pigot, Apesar de perder no final da prova a 7ªposição para Simon Pagenaud que largou em 14º. Mesmo assim Um honroso 8ºlugar para o piloto da Ed Carpenter Racing. Ed Jones e James Hinchcliffe completaram os Top 10.

Os dois brasileiros ficaram longe dos primeiros lugares, Tony Kannan ficou em 14º e Matheus Leist ficou em 15ºlugar. Ambos tiveram seus contratos renovados pela Foyt que não esta dando carro a altura dos dois pilotos. Alexander Rossi acabou a 1 minuto e 23 segundos do vencedor, Em 16ºlugar. Após 10 provas do Campeonato: Scott Dixon 393, Ryan Hunter-Reay 348,Alexander Rossi 348, Josef Newgarden 343 e Will Power 328. Os grandes derrotados do dia foram Rossi e Power que se quer conseguiu corer em Road America.

Resultado final do GP de Elhkart Lake
Road America – Formula Indy – 10ªEtapa

pos Piloto Equipe Chassi/Motor Voltas Tempo/Abandono
1 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 55 1h 40:16.4165
2 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 55 a 3.3759
3 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 55 a 5.4902
4 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 55 a 14.8772
5 Robert Wickens Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 55 a 23.8993
6 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 55 a 32.5513
7 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 55 a 42.1868
8 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 55 a 42.5336
9 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 55 a 46.2118
10 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 55 a 47.5359
11 Marco Andretti Andretti Autosport Dallara/Honda 55 a 48.1468
12 Jordan King Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 55 a 53.4242
13 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 55 a 1:00.3249
14 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 55 a 1:05.2583
15 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 55 a 1:09.7681
16 Alexander Rossi Andretti Herta Autosport Dallara/Honda 55 a 1:23.4715
17 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 55 a 1:24.3709
18 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 55 a 1:43.1557
19 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 54 a 1 Volta
20 Alfonso Celis Juncos Racing Dallara/Chevrolet 54 a 1 Volta
21 Zachary Claman Dale Coyne Racing Dallara/Honda 54 a 1 Volta
22 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 54 a 1 Volta
23 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 2 Mecânico

Vídeo:

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar

Hamilton vence Paul Ricard sem qualquer adversário e reassume a liderança do Mundial

10 anos depois do Último GP da França realizado em 2008. Tivemos a volta da Formula 1 no tradicional circuito de Paul Ricard. Uma prova totalmente dominada pelo Inglês Lewis Hamilton que liderou praticamente toda a corrida de hoje.

Na largada tivemos Hamilton mantendo a liderança e atrás tivemos Vettel tocando em Bottas na entrada da curva 1, furando o pneu do piloto Finlandês e quebrando sua  própria asa dianteira. Essa não foi a única confusão na primeira volta. Na quarta curva Pierre Gasly perde o controle do carro e acaba batendo em Esteban Ocon, Fogo amigo entre franceses provocou a entrada do safety car.

Vettel teve de fazer a parada para trocar o bico do seu carro, Bottas se arrastou com o pneu furado para os Boxes. Alonso, Sirotkin e Stroll foram para os boxes para fazerem uma parada nos boxes.

Quem se deu bem na largada foi Max Verstappen que subiu para o segundo lugar, Em terceiro vinha Carlos Sainz jr., Seguido de Daniel Ricciardo, Kevin Magnussen, Charles Leclerc e Kimi Raikkonen entre nas 7 primeiras posições.

Na volta 6, tivemos a relargada. Hamilton manteve a liderança e começou a abrir vantagem para Verstappen, Sainz e Ricciardo. Kimi Raikkonen começava a sua recuperação ultrapassando Charles Leclerc e partindo para cima de Kevin Magnussen. Já lá atrás, Fernando Alonso roda e cai para a última posição.

Raikkonen vai para cima de Magnussen com a Haas na 7ªVolta de prova, Enquanto que Sebastian Vettel vinha muito bem em sua recuperação, na 8ªvolta ultrapassou Marcus Ericsson e já vinha em 12º. Ao mesmo tempo, Raikkonen pressionava Kevin Magnussen na disputa pelo 5ºlugar e Ricciardo vinha se aproximando de Carlos Sainz jr. na disputa pelo terceiro lugar.  Na volta seguinte o Homem de gelo ultrapassou Magnussen assumindo o 5ºlugar enquanto que Daniel Ricciardo passou Carlos Sainz jr. para assumir o 3ºlugar.

Ao mesmo tempo a FIA puniu em 5 segundos de acrescimento para Vettel que foi o causador do toque em Valtteri Bottas. Na 13ªVolta passou Sergio Perez e assumiu a 9ªposição e na volta seguinte o piloto alemão passou Grosjean subindo para o 8ºlugar na Volta 19 ultrapassa Kevin Magnussen subindo para a 7ªposição.

Enquanto isso, Lewis Hamilton continuava tranquilo na liderança, Sem forçar muito já tinha quase 5 segundos a frente de Verstappen que vinha tranquilo em segundo lugar, Daniel Ricciardo vinha em 3º, Kimi Raikkonen em 4º e Carlos Sainz jr. ainda em 5ºlugar.

Na volta 21, Vettel ultrapassa Sainz assumindo a 5ªposição. Valtteri Bottas na volta seguinte entrou na zona de pontuação ao ultrapassar Romain Grosjean. Hamilton abria 5 segundos à frente de Max Verstappen. Nas 3 voltas seguintes, Hamilton fez as melhores voltas da prova.

Na volta 26, Max Verstappen vai para a sua parada. Exatamente na metade da corrida. Enquanto isso Hamilton fazia mais uma volta voadora. Na volta seguinte parou o Espanhol Carlos Sainz jr. que vinha fazendo uma grande corrida.

Bottas ultrapassou Charles Leclerc na volta 29, Assumindo a 9ªposição. Os pneus do piloto da Sauber já estavam desgastados. Na mesma volta, Ricciardo, Magnussen e Perez foram para a parada. Para Perez, a corrida acabou. Problemas de motor impediram o mexicano de continuar na prova.

Grosjean depois de metade da corrida foi punido em 5 segundos de acréscimo de tempo por ter provocado uma batida na primeira curva da primeira volta.

Na volta 33, parou Lewis Hamilton. Foi o único momento que o piloto inglês não liderou a corrida. Raikkonen assumiu a liderança com Hamilton em segundo e Verstappen em 3º. Ricciardo ultrapassou Vettel sem qualquer problema e conquistou a 4ªposição.

Na volta 35, Raikkonen vai para a sua parada, Colocando um pneu Super Macio para andar mais rápido. Acabaram dando certo, O homem de Gelo marcou a melhor volta da prova. Sainz jr. e Magnussen subindo na prova, estando em 8º e 9º ultrapassando a Stoffel Vandoorne com a Mclaren que não estava andando nada nesse final de semana.

Na Volta 38, Nico Hulkenberg fez sua parada nos boxes. Raikkonen foi para cima de Vettel, Com dois segundos por volta mais rápida, A ultrapassagem foi inevitável e Vettel caiu para o 5ºlugar. Bottas fez uma segunda parada na volta 41. Vendo que seus pneus não estavam em boas condições e tinha uma grande vantagem para Sainz jr.

Vettel fez a parada e mesmo tendo de cumprir a punição de 5 segundos parado nos boxes, Acabou voltando a frente do piloto da Renault.

Enquanto Hamilton estava tranquilo na liderança, Na parte final da prova Raikkonen foi para cima do Riccardo lutando pelo 3ºlugar. Na Volta 47, Raikkonen conseguiu a ultrapassagem na Chicane da Mistral, Que foi o palco da maior parte das ultrapassagens da corrida de hoje.

A 3 voltas do final, Carlos Sainz jr. perde 160 cavalos de potência no seu motor e perde posição para Magnussen e Bottas. Caindo para o 8º. Na Curva 10 da mesma volta, O pneu Lance Stroll acabou explodindo, Quebrou a asa dianteira dele o que vez o Canadense deixar a prova.

Safety Car Virtual acionado na pista. A corrida praticamente acaba, Com um pouco mais de meia volta para o final, A prova voltou ao normal, Mas mais nada aconteceu na prova. Hamilton venceu uma corrida fácil e retornou a liderança do Mundial de Pilotos, A Mercedes mostrou o melhor equipamento para esse circuito e Inglês foi impecável em todo o final de semana.

Max Verstappen chegou ao seu melhor resultado do ano, Os erros e os acidentes das primeiras corridas parecem que ficaram para trás. Kimi Raikkonen que chegou a cair para o 7ºlugar após a largada se recuperou muito bem e completou o pódio, Colocando Mercedes, Red Bull e Ferrari no pódio.

Daniel Ricciardo acabou perdendo seu lugar no pódio chegando em 4ºlugar, Porém reassumiu o terceiro lugar no Mundial. Sebastian Vettel após o erro da primeira curva acabou tendo uma boa recuperação, Porém o 5ºlugar deixa o piloto Alemão de novo na vice-liderança, a 14 pontos atrás de Hamilton.

Kevin Magnussen ficou a frente de Valtteri Bottas, Mais um final de semana muito bom para o Escandinavo que correspondeu com o belo desempenho da Haas. Enquanto que o piloto da Mercedes fez uma corrida bem burocrática, muito também porque o carro depois da pancada e por ter arrastado o carro para entrar aos boxes com o pneu furado. Pode ter danificado o carro a tal ponto dele não conseguir nada mais do que o 7ºlugar.

Carlos Sainz jr. conseguiu segurar o 8ºlugar, a 4 segundos a frente de Nico Hulkenberg. Consolidando ainda mais a 4ªposição da Renault no Mundial de Construtores, Nico ultrapassou Alonso na classificação de pilotos na disputa pelo 7ºlugar. Charles Leclerc fechou a zona de pontuação com um belo final de semana dele na Sauber.

Romain Grosjean foi o único piloto Francês a terminar a prova, Porém termina a 8ªetapa do mundial sem marcar um único ponto em 2018. Stoffel Vandoorne fez o que podia com uma Mclaren problemática ficando em 12ºlugar. Marcus Ericsson com a Sauber ficou longe de disputar posições entre os pontos.

Brendon Hartley sobreviveu com a Toro Rosso em mais uma corrida apagada em 14º ficando a frente de Sergey Siroktin com o horrível carro da Williams em 15º. Fernando Alonso no final acabou tendo problemas de suspensão e Stroll com seu problema acabaram classificados em 16º e 17ºlugares.

Semana que vem a Formula 1 fará a 9ªprova da temporada no Circuito de Spielberg. Hamilton tem tudo para aumentar sua vantagem na liderança do campeonato devido as características que  são favoráveis ao carro alemão.

Resultado Final do GP da França
8ªEtapa do Mundial de Formula 1

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 1:30:11.385 1
2 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 53 a 7.090s 4
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 25.888s 6
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 53 a 34.736s 5
5 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 1:01.935s 3
6 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 53 a 1:19.364s 9
7 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 1:20.632s 2
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 53 a 1:27.184s 7
9 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 53 a 1:31.989s 12
10 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 53 a 1:33.873s 8
11 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 10
12 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 52 a 1 Volta 17
13 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 15
14 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 52 a 1 Volta 20
15 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 Volta 18
16 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 50 Suspensão 16
17 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 48 Pneu 19
11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 27 Motor 13
31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 0 Acidente 11
10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 0 Acidente 14

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Red Bull/Haas /Ferrari/Mclaren/Williams/Renault

Resultado do Terceiro Treino Livre – GP da França

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Voltas
1 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.666 3
2 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:34.953 3
3 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:35.012 5
4 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:36.365 4
5 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:36.756 5
6 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:37.547 4
7 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:38.317 5
8 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:38.450 3
9 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:39.641 4
10 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:39.738 3
11 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:40.087 4
12 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:40.743 3
13 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:49.711 3
14 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 2:02.399 4
15 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 2:04.093 5
16 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO Sem Tempo 1
17 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H Sem Tempo 3
18 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO Sem Tempo 1
19 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 Sem Tempo 2
20 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer Sem Tempo 3

Hamilton ganha a 75ªPole da sua carreira, Na Volta da Formula 1 a Paul Ricard

No Q1, Tivemos como esperado a superioridade dos carros da Mercedes, Mas deve se registrar que Kimi Raikkonen e Max Verstappen chegaram a fazer os melhores tempos. No caso da Red Bull, usando o que tem de melhor da Red Bull no primeiro e no terceiro setor. A Mercedes com maior potência conseguia se sobressair sobre os seus adversários.

A Equipe Haas chegou bem perto dos primeiros colocados, Confirmando a expectativa de que serão a quarta força dessa prova. A Force India no final da sessão ficou no sufoco, Mas tanto Perez como Ocon garantiram seus lugares para o Q2. OS eliminados foram os dois pilotos da Williams nas duas últimas posições. Lance Stroll no final da sua participação acabou indo para fora da pista, Além da parte avermelhada da Área de Escape.

Brendon Hartley ficou em 17º, Mais uma vez eliminado. E a Mclaren obteve seu pior treino de classificação. Com seus dois pilotos ficando de Fora: Alonso em 16º e Vandoorne em 18º. Foi a primeira vez no ano que os dois pilotos da Sauber conseguiram passar para o Q2.

Q2

Hamilton fez uma brilhante volta no primeiro terço de treino. Com 1:30.645, Lewis garantiu de cara o primeiro lugar nessa fase. Vettel, Raikkonen e Verstappen conseguiram se aproximar do tempo do piloto Inglês, Ainda assim ficaram a 1 décimo de Hamilton. Bottas em 5ºlugar já ficou a meio segundo atrás.

A Haas confirmou o ótimo desempenho em Paul Ricard, Colocando seus dois pilotos entre os 10 primeiros em boas posições. Grosjean em 6º e Magnussen em 7º. A frente de Daniel Ricciardo. Carlos Sainz e o supreedente Charles Leclerc levaram as 2 últimas vagas no Q3.

Ficaram de fora da fase final da Classificação. Esteban Ocon com a Force India, Nico Hulkenberg com a Renault, Sergio Perez com a Force India, Pierre Gasly com a Toro Rosso e Marcus Ericsson com a Sauber.

Q3

Na decisão da pole position, Vettel foi o primeiro a ir para a pista fez o tempo de 1:30.400, Que já era muito bom tempo. Raikkonen ficou longe do Vettel. Enquanto que Valtteri Bottas superou em 83 milésimos o tempo do piloto alemão. Dai veio Hamilton e com 1:30.222 tomando a pole naquele momento.

Os dois pilotos da Red Bull foram os próximos a fecharem a volta. Com o piloto Holandês quase 2 décimos a frente de Ricciardo. Segundos depois Romain Grosjean bate no muro provocando uma bandeira vermelha faltando 7 minutos e 49 segundos para o final do treino.

Após uns 10 minutos o treino recomeça, Mais apenas aos 6 minutos para o final do treino os pilotos foram para a última tentativa. A Ferrari acabou falhando na tentativa de melhorar o tempo com seus dois pilotos. Já Valtteri Bottas na sua última tentativa superou Hamilton, Marcando 1:30.147, Porém Hamilton segundos depois marcou 1:30.029 e marcou a pole position de número 75 da sua carreira.

Lewis Hamilton tem tudo para amanhã recuperar a liderança do campeonato. Valtteri Bottas larga em segundo, Se der tudo certo os pilotos da Mercedes devem fazer a dobradinha da equipe alemã. Na segunda fila largam Sebastian Vettel com a Ferrari e Max Verstappen com a Red Bull, Na terceira fila largam Daniel Ricciardo e Kimi Raikkonen. Nenhum dos 4 pilotos conseguiram melhorar seus tempos no final. Carlos Sainz larga em 7ºlugar, Superando a expectativa que era ver os pilotos da Haas na 4ªfila. Acabou que os dois pilotos vão dividir a quinta fila do Grid.

Charles Leclerc foi muito além do esperado e vai largar ao lado do piloto da Renault, Na 4ªFila. Amanhã as 11 horas da manhã teremos a largada para o GP da França de Formula 1, Na volta do Circuito de Paul Ricard.

Grid de largada do GP da França de Formula 1
Paul Ricard

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Pneu Voltas Pneus
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:30.029 19 SS
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:30.147 17 U
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:30.400 22 U
4 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:30.705 20 SS
5 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:30.895 20 SS
6 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:31.057 22 U
7 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:32.126 23 U
8 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:32.635 22 SS
9 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:32.930 24 U
10 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO Sem Tempo 20 U
11 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.075 14
12 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:32.115 15
13 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.454 15
14 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:32.460 17
15 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:32.820 18
16 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:32.976 10
17 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:33.162 10
18 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.636 9
19 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:33.729 10
20 28 Brendon Hartley* Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:33.025 10

*Brendon Hartley foi punido por trocar componentes do Motor.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Sauber/Renault/Red Bull/Mclaren