Hamilton domina prova e conquista vitória na Catalunha

Em sua melhor atuação na temporada 2018, O inglês Lewis Hamilton conquistou a vitória no circuito da Catalunha com muita facilidade, Não teve se quer ameaça de nenhum outro piloto durante as 66 voltas.

As emoções no circuito Espanhol não foram muitas no dia de hoje. Vettel largou bem e ganhou o segundo lugar que estava nas mãos de Valtteri Bottas. Na terceira curva tivemos o grande incidente da prova com a Rodada de Romain Grosjean com a Haas que além de rodar acabou atingido a traseira de Nico Hulkenberg e em cheio a parte dianteira de Pierre Gasly, em uma manobra totalmente irresponsável de um piloto que cai cada dia mais no mercado de pilotos.

O Safety Car entrou na pista e ficou durante 5 longas voltas para a limpeza da pista. Na volta a corrida recomeçou, tão logo recomeça a prova Alonso passou por fora o Francês Esteban Ocon ganhando o 10ºlugar.

Hamilton volta após volta abria vantagem para Vettel que conseguia sustentar o segundo lugar, Valtteri Bottas vinha 1 segundo e meio atrás do piloto da Ferrari. Raikkonen, Verstappen e Ricciardo completava os 6 primeiros lugares. Magnussen já ficava mais atrás como o melhor piloto do 2ºpelotão da Formula 1. A se destacar a ótima 9ªposição de Charles Leclerc com o carro da Sauber. Stoffel Vandoorne sofreu punição de 5 segundos a mais que ele teria de cumprir (Por não ter passado pela traçado quando ele passou reto na curva 1) Punição que me pareceu desnecessária.

Nada de relevante aconteceu até a volta 18, Quando Vettel foi para a sua primeira parada. Os mais duros (Médios). Nisso a Mercedes pede para Bottas andar o mais rápido possível para tentar tomar o segundo lugar do piloto da Ferrari. O Finlandês justificou seu nome e andou o mais rápido do que pode. Porém, a parada na 20 volta a Mercedes não foi tão rápida na hora de trocar os pneus. Com isso Bottas voltou atrás de Vettel e de Magnussen.

Hamilton continuava na liderança. Raikkonen, Verstappen e Ricciardo não tinham parado nos boxes vinham em 2º e 3ºlugares. Até que o homem de gelo teve problemas mecânicos. Raikkonen deixou a prova na 26ªVolta, Na mesma volta que Hamilton fez a sua parada nos boxes e voltou atrás de Verstappen que assumiu a liderança.

Para a Mercedes, O que pode se imaginar que a prova estava tranquilo, Não era tão bem assim. A Red Bull tentava dar um pulo do gato. Esticar a hora da parada para fazer apenas 1 troca. A Mercedes e Ferrari poderiam fazer 2 paradas nos boxes.

Na Volta 28, Carlos Sainz jr. e Marcus Ericsson disputaram roda com roda o 9ºlugar. O piloto da Sauber que não tinha feito parada manteve a posição.

Daniel Ricciardo parou na volta 34 e Max Verstappen foi para a parada na volta 35, Era certo que a Red Bull faria apenas 1 parada nos boxes. Para a equipe das Latinhas Energéticas era só esperar as supostas segundas paradas dos pilotos da Mercedes e da Ferrari de Sebastian Vettel para Verstappen e Ricciardo se beneficiarem.

Na volta 41, Esteban Ocon com problemas de motor acaba abandonando a prova, Encostando o seu carro na brita e em um ponto  que dava para tirarem o seu Force India sem muitos problemas.

O Safety Car virtual é acionado e dai Vettel e a Ferrari fazem a tremenda bobagem de fazerem uma 2ªparada durante o regime do Safety Car Virtual. O Alemão volta atrás de Max Verstappen que acabou atingido o pneu do Russo Sergei Sirotkin com o bico dianteiro do seu carro, Quebrando o bico e furando o pneu de Sirotkin.

Quando acabou o regime de Safety Car virtual, Alonso conquistou a ultrapassagem sobre Leclerc, Ganhando o 8ºlugar.

Vettel partiu para cima de Verstappen , porém o piloto da Ferrari não conseguia se aproximar de Verstappen, O que poderia na pratica recolocar o piloto da Ferrari de volta ao pódio, Na pratica foi que o piloto da Ferrari não conseguiu se quer ameaçar e fazer uma tentativa de ultrapassagem.

Os pilotos da Mercedes com grande vantagem resolveram arriscar em manter seus carros até o final da prova. Apesar do enorme número de voltas com os pneus médios. Tanto Hamilton, Tanto Bottas não sofreram muito com o desgaste dos pneus. Hamilton levou o carro com segurança para a sua segunda vitória na temporada 2018 e aumenta a sua diferença na liderança do Mundial de Pilotos.

A primeira dobradinha da Mercedes em 2018 foi completada pelo Finlandês Valtteri Bottas que começou a prova em 2ºlugar.

Max Verstappen conquistou seu primeiro pódio na temporada, Com o 3ºlugar a sua situação ameniza um pouco em relação a tudo que ele aprontou no começo da temporada. (Nas 4 primeiras corridas) Isso graças a péssima tática da Ferrari e de Vettel que poderia até terminar em 2ºlugar e completou a prova em 4ºlugar. Com 3 corridas seguidas fora do pódio, O alemão vive momento difícil na temporada que ele chegou a liderar com 50 pontos em 50 disputados (Com as vitórias na Austrália e no Bahrein) agora começa a ver Hamilton disparar na liderança do campeonato.

Daniel Ricciardo, Que fez uma prova discreta na maior parte do tempo, Acabou no final da prova fazendo melhores voltas da prova e completou em 5ºlugar, O último dos carros que completou todas as 66 voltas do GP da Espanha. A partir de Kevin Magnussen da Haas, Que fez uma belíssima corrida e completou o 6ºlugar. Ajudando a recolocar a Haas para o 6ºlugar no Mundial de Construtores.

Carlos Sainz jr. com a Renault e Fernando Alonso com a Renault, não decepcionaram o torcedor espanhol. Com uma bela corrida dos dois pilotos da casa. O príncipe das Asturias ficou a corrida toda perguntando se iria chover (Existia possibilidade grande de chuva durante a prova) Porém a chuva não veio dessa vez.

Sergio Perez superou Charles Leclerc e conquistou o 9ºlugar salvando 2 pontos para a Force India. Charles Leclerc leva a Sauber pela segunda vez seguida a Zona de pontuação com o 10ºlugar.

Lance Stroll conseguiu algo melhor do que ficar no fundo do pelotão, O 11ºlugar foi lucro para o piloto da pior equipe da Formula 1 hoje. Brendon Hartley da Toro Rosso ficou em 12ºlugar, Marcus Ericsson que chegou a andar em 7ºlugar acabou a prova em 13º e Sergei Sirotkin fechou a fila dos pilotos que terminaram a prova em 14º.

Detalhe, Somente os 5 primeiros colocados terminaram na mesma volta do líder, O 6º, 7º e 8ºlugares ficaram uma volta atrás. Do 9º até o 13ºlugar completou 2 voltas atrás e somente o pobre piloto Russo da Williams ficou a 3 voltas do líder.

Daqui a duas semanas teremos o tradicional GP de Mônaco, Nas ruas de Monte Carlo será jogado a disputa pela vitória. A Gloria de uma grande conquista ou a desgraça de parar em um muro.

Resultado final do GP da Espanha – Mundial de Formula 1
5ªEtapa – Catalunha (Barcelona)

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 66 1h 35:29.972 1
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 66 a 20.593 2
3 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 66 a 26.873 5
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 66 a 27.584 3
5 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 66 a 50.058 6
6 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 65 a 1 Volta 7
7 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 65 a 1 Volta 9
8 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 65 a 1 Volta 8
9 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 64 a 2 Voltas 15
10 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 64 a 2 Voltas 14
11 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 64 a 2 Voltas 18
12 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 64 a 2 Voltas 20
13 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 64 a 2 Voltas 17
14 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 63 a 3 Voltas 19
15 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 45 Mecânico 11
16 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 38 Motor 13
17 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 25 Câmbio 4
18 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 0 Acidente 16
19 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 0 Acidente 12
20 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 0 Acidente 10

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Haas/Renault/Sauber/Mclaren

Power com grande domínio conquista vitória em Indianapoilis

No finalzinho da tarde de sábado, Foi realizada a prova no circuito de Indianapolis da Formula Indy, Na sua 4ªEdição foi dominada por Will Power que largando da pole conquistou a vitória.

Power largou na frente com Bourdais ganhando posição em cima de Wickens. Na famosa primeira curva começou a primeira confusão da prova. Takuma Sato acabou saindo um pouco da pista e quando voltou a pista tocou em Castroneves, Que acabou tocando em Pagenaud e que foi tocado por Jordan King que foi para a brita. Logo na primeira volta foi acionada a bandeira amarela.

Antes da Bandeira amarela, Spencer Pigot acabou não fazendo a chicane e saltando o seu carro, Rodando e atrapalhou a Takuma Sato que já estava prejudicado com o primeiro incidente. Os pilotos de trás foram para a parada nos boxes para fazer uma estratégia diferente.

Na relargada, Wickens foi para cima de Bourdais, Conseguiu a ultrapassagem e partiu a caça de Power que vinha tranquilo na liderança. De volta a categoria: Hélio Castroneves não vinha rendendo muito bem com os pneus mais duros, Vinha perdendo posições. Enquanto isso pilotos como Graham Rahal vinham subindo na classificação da prova.

Wickens vinha chegando em Power. A partir dai ambos começaram a polarizar a disputa pela liderança da prova. O piloto da Schmidt não chegou a ameaçar de fato o piloto da Penske, Mas não dava sossego ao líder da prova. Ambos pararam no final da volta 20, O que deixou Bourdais na liderança por uma volta. Assumiram a liderança durante as paradas nos boxes: Josef Newgarden, Gabby Chaves e Kyle Kaiser. Foi pela primeira vez que a Harding e a Juncos lideraram uma corrida na Formula Indy.

Power com os pneus duros não foi páreo para Wickens que passou a liderança da prova. O piloto Canadense tinha que aproveitar para abrir diferença para o piloto da Penske, que estava sofrendo com os pneus mais duros que eram muito piores do que os pneus macios. Helinho que largou com esses pneus sentiu a diferença quando colocou os pneus macios, Seu desempenho melhorou na prova.

Wickens foi para a sua segunda parada e resolveram colocar os temidos, porém obrigatórios pneus duros pelo menos por um período da corrida. Bourdais também colocou esses pneus. A partir dai Power começou a tirar toda a diferença para o piloto da Schmidt. A diferença que o Wickens conquistou na segunda parte da prova estava sendo eliminado pelo australiano. A ultrapassagem era inevitável. O piloto da Schmidt apenas tentava adiar essa ultrapassagem.

Na volta 52, Power conseguiu passar a liderança, Com uma bela manobra. Apesar do esforço do piloto Canadense manter a primeira posição. Power procurou abrir diferença para o piloto da Schmidt. Bourdais era atacado pelo Josef Newgarden, Até que o campeão de 2017 acabou tentando passar em ponto da pista inadequado para passar, Resultado disso foi uma rodada que provocou uma nova bandeira amarela em toda a pista.

Essa bandeira amarela mudou a corrida inteira, Todos os pilotos foram para a parada a 26 voltas do final. Power e Wickens continuavam as 2 primeiras posições, Com Scott Dixon que vinha fazendo uma corrida discretíssima e passou para o 3ºlugaer, Bourdais, Rossi e Castroneves completavam os 6 primeiros colocados. Newgarden caiu para 21ºlugar, Tony Kannan que vinha em posições intermediárias acabou caindo para o 20ºlugar.

Na relargada para a reta final de prova, Os pilotos precisariam economizar combustível. Se esperava uma luta pela vitória entre Power e Wickens, Mas não foi isso que aconteceu: Dixon passou o piloto da Schmidt e assumiu o segundo lugar e passou a pressionar Power, Enquanto isso Wickens era pressionado pelo Norte-americano Alexander Rossi que buscava o 3ºlugar.

Josef Newgarden na parte final da prova conseguiu fazer algumas ultrapassagens recuperando posições, Tony Kannan tentou buscar uma recuperação na prova.

Apesar da pressão do piloto da Chip Ganassi. O Australiano Will Power manteve a liderança até o final e venceu na prova do circuito de Indianapolis pela 2ªVez na carreira. Dixon que largou em 18º conseguiu um inesperado 2ºlugar e o pódio foi completado pelo Canadense Robert Wickens que acabou não tendo o desempenho esperado no final da prova para disputar a vitória.

No final, Sebastian Bourdais recuperou o 4ºlugar superando a Alexander Rossi que completou os 5 primeiros lugares. Hélio Castroneves que só corre essa corrida e as 500 milhas de Indianapolis fez uma bela corrida. Depois de largar em 10ºlugar o Brasileiro ficou em 6ºlugar. Na frente de James Hinchcliffe, Simon Pagenaud, Graham Rahal e de Takuma Sato que fechou os 10 primeiros colocados.

Josef Newgarden ainda chegou em 11ºlugar após ter caído para 21ºlugar. Tony Kannan acabou em 14ºlugar e Matheus Leist que ficou toda a corrida na parte de trás acabou em 20ºlugar.

Semana que vem teremos a classificação para as 500 milhas de Indianapolis, Os treinos livres começam nessa segunda-feira.

Resultado final do GP de Indianapolis
5ªEtapa da Indycar – Temporada 2018

pos Pilotos Chassis/Motor Equipe Tempo/diferença
1 Will Power Dallara/Chevrolet Team Penske 1h 49:46.1935
2 Scott Dixon Dallara/Honda Chip Ganassi Racing a 2.2443
3 Robert Wickens Dallara/Honda Schmidt Peterson Motorsports a 8.1621
4 Sebastien Bourdais Dallara/Honda Dale Coyne Racing a 8.7293
5 Alexander Rossi Dallara/Honda Andretti Autosport a 11.7462
6 Helio Castroneves Dallara/Chevrolet Team Penske a 14.3860
7 James Hinchcliffe Dallara/Honda Schmidt Peterson Motorsports a 15.3368
8 Simon Pagenaud Dallara/Chevrolet Team Penske a 17.2354
9 Graham Rahal Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan Racing a 18.0987
10 Takuma Sato Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan Racing a 23.1137
11 Josef Newgarden Dallara/Chevrolet Team Penske a 24.2632
12 Zachary Claman Dallara/Honda Dale Coyne Racing a 30.0421
13 Marco Andretti Dallara/Honda Andretti Herta Autosport a 37.4374
14 Tony Kanaan Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises a 41.3456
15 Spencer Pigot Dallara/Chevrolet Ed Carpenter Racing a 41.6927
16 Max Chilton Dallara/Chevrolet Carlin a 42.8434
17 Gabby Chaves Dallara/Chevrolet Harding Racing a 45.0983
18 Ryan Hunter-Reay Dallara/Honda Andretti Autosport a 53.1086
19 Kyle Kaiser Dallara/Chevrolet Juncos Racing a 58.1755
20 Charlie Kimball Dallara/Chevrolet Carlin a 1:11.7538
21 Matheus Leist Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises a 1:17.9918
22 Ed Jones Dallara/Honda Chip Ganassi Racing a 1 Volta
23 Zach Veach Dallara/Honda Andretti Autosport a 1 Volta
24 Jordan King Dallara/Chevrolet Ed Carpenter Racing a 2 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar