Vettel conquista vitória espetacular praticamente sem pneus no Bahrein

Antes de qualquer comentário sobre a corrida do Bahrein, Sem sombra de dúvida a prova foi bem mais disputada e emocionante do que a etapa da Austrália e com um final incrível entre Sebastian Vettel e Valtteri Bottas que estavam sem os pneus. O alemão com uma situação bem pior, Acabou se segurando e vencendo a 2ªcorrida marcando 50 pontos em 50 disputados.

Na largada Vettel manteve a liderança com Bottas ganhando o 2ºlugar na largada em cima de Kimi Raikkonen. Gasly ganha o 4ºlugar de Ricciardo que recuperou a posição na reta oposta. Quem subiu foi Alonso que foi do 13º para o 9ºlugar a frente de Lewis Hamilton que preferiu uma largada mais conservadora. Max Verstappen pulou do 15º para o 11ºlugar. Brendon Hartley acabou tocando em Sergio Perez que acabou  rodando e voltando nas últimas posições.

A segunda volta foi para a Red Bull esquecer. Verstappen foi para cima de Hamilton, acabou tocando em Hamilton passando o piloto inglês, Porém, logo depois ele fica lento com o pneu furado. Segundos depois Daniel Ricciardo com problemas de Motor acaba abandonado a prova. Safety Car virtual acionado. Verstappen acabou indo para os boxes fazer a parada e tentar voltar a corrida.

Na relargada Magnussen tenta passar Gasly e acabou indo para fora da pista, Por muito pouco o Dinamarquês não perdia posição. Na Volta seguinte, Hamilton foi para cima de Alonso e aproveitando a disputa entre Hulkenberg e Ocon acabou passando não só o Espanhol como os outros dois pilotos. Em uma só manobra Lewis pulou do 9º para o 6ºlugar. Verstappen acabou parando e abandonando a prova. Um dia para a Red Bull Esquecer.

Hamilton foi para cima de Magnussen e 2 voltas depois passou Pierre Gasly e já estava em 4ºlugar. A 14 segundos do Vettel. A partir dai o piloto Inglês tentou diminuir a distância para Raikkonen. Galsy se mantia muito bem em 4ºlugar, Com Magussen, Hulkenberg e Alonso completando os 8 primeiros lugares. Mais atrás Hartley foi considerado culpado pelo incidente com Perez e teria de pagar 10 segundos parado nos boxes na hora da sua parada nos boxes.

Na volta 18, Vettel é o primeiro dos líderes a fazer a parada nos boxes, A Mercedes flertou a parada de um dos seus pilotos. Raikkonen parou na volta seguinte. Ambos colocaram pneus macios. Bottas foi o primeiro a fazer a parada dos pilotos da Mercedes e colocou os pneus médios. Hamilton passou a liderança. A tática da Mercedes era para seguir até o final da prova assim como era do Alonso e do Perez.

Marcus Ericsson também adotou a parada única na 24ªVolta, Chegando a levar a Sauber até o 6ºlugar. O que é muito para um carro ainda no começo de desenvolvimento. Hamilton seria o último a parar, Antes disso Vettel passou Hamilton na entrada da 26ªVolta e voltou a liderança. Já Hamilton na 26ªvolta foi para a sua única parada nos boxes, Colocando nos pneus médios. A Ferrari com o Vettel era o líder, Mas precisava parar nos boxes pela segunda vez enquanto que a Mercedes iria com os pneus médios até o final.

Os pneus médios rendiam melhor para os pilotos da Mercedes enquanto que a Ferrari tentava abrir diferença para ter condições de colocar os pneus mais macios para a tática funcionar. Gasly vinha muito bem em 5ºlugar com a Toro Rosso-Honda. Enquanto isso por muito pouco quase a Haas não perdia seus dois pilotos da corrida através de um toque que Grosjean e Magnussen poderiam dar em cima um do outro. O Carro do piloto Francês vinha perdendo peças e o desempenho não era muito bom, Ao contraio de Magnussen que vinha tendo um belo desempenho. Lá atrás estava os dois piloto da Williams, Muito mal e sem expectativa de que iriam subir no final da prova.

Na volta 36, Raikkonen vai para a parada. E dai a Ferrari se atrapalha toda, Um dos pneus não foi trocado, Raikkonen sai quando acionada o sinal verde e acaba atingindo a perna do mecânico que teve acabou quebrando a perna. Raikkonen parou metros depois, Fim de prova do piloto Finlandês, Acima disso estava em questão o acidente e do estado de saúde do mecânico da Ferrari. Ainda tendo em vista que Vettel precisava fazer a parada.

Alonso desistiu da tática de andar com os pneus médio e para pela segunda vez e volta atrás de Hulkenberg que esta na frente de Alonso o tempo inteiro. Já Marcus Ericsson vinha se beneficiando da sua tática de paradas, Mas o carro ainda não é tão competitivo para manter posições. O piloto da Sauber perdeu posição para Hulkenberg, Alonso e Vandoorne na parte final da prova.

Na reta final da prova, Vettel decide não fazer a parada. Ao mesmo tempo Valtteri Bottas que estava a 11 segundos a frente de Lewis Hamilton partiu para o ataque em cima do piloto da Ferrari. Era a chance de Bottas se recuperar da prova ruim que ele fez na Austrália. Hamilton ainda tentava se aproximar dessa briga, Porém não era o bastante para buscar a vitória.

Nas Voltas finais, Bottas tirou os 5 segundos da vantagem que Vettel tinha sobre ele, Ela previsível que o piloto da Mercedes iria conseguir a ultrapassagem, Porém Vettel segurou até a última curva e sem pneus, Com pneus macios de 39 voltas ele conquista a 2ªVitória na temporada e abre agora 17 pontos para cima de Lewis Hamilton. Além disso é uma vitória para levantar a moral.

Valtteri Bottas se recupera do seu fraco desempenho do Bahrein e por muito pouco ele não consegue a sua 4ªVitória na sua carreira, Ficando com o 2ºlugar. Lewis Hamilton que largou do 9ºlugar acabou completando o pódio e diminuindo o seu prejuízo em relação ao Vettel. Além de ter feito uma das mais bonitas e ousadas ultrapassagens dos últimos anos.

Pierre Gasly foi o herói do final de semana, Colocando o Toro Rosso com os Motores Honda em 4ºlugar, Com autoridade e sem se quer ser ameaçado em nenhum momento da corrida (Não contando com a ultrapassagem de Lewis Hamilton)  Após a corrida todos os mecânicos da equipe comemoraram muito esse resultado. O melhor resultado da Honda desde da sua volta a Formula 1.

Kevin Magnussen repete o melhor resultado da história da Haas na Formula 1. Com o 5ºlugar, Marcando os primeiros pontos da equipe na temporada. Nico Hulkenberg que fez uma corrida correta e na frente de Alonso o tempo inteiro levou a Renault para mais uma classificação entre os Top 6.

Fernando Alonso no final da prova tomou uma volta dos líderes, Terminando em 7ºlugar ele esta em 4ºlugar no Mundial de Pilotos e junto do 8ºlugar de Stoffel Vandoorne a Mclaren assume o 3ºlugar no Mundial de Construtores. Pelo menos até o GP da China no próximo domingo a Mclaren volta a ser uma das 3 melhores equipes da Formula 1.

Marcus Ericsson após dois anos volta a marcar pontos com a Sauber, O surpreendente 9ºlugar com o carro da Sauber usando a tática de uma parada nos boxes, Com esse a estratégia funcionou perfeitamente. Completando a zona de pontuação ficou o Francês Esteban Ocon que superou nas voltas finais passando Carlos Sainz jr. Dando para a Force India o primeiro ponto no ano de 2018.

Carlos Sainz acabou fora dos pontos em 11ºlugar, Seguido de Sergio Perez com a outra Force India. Brendon Hartley acabou em 13º, A Punição de 10 segundos parado nos boxes foi crucial para seu resultado. Charles Leclerc e Romain Grosjean (que teve um dia e um final de semana bem ruim em Sakhir) vieram logo a seguir.

E Finalmente fechando de forma melancólica a Equipe Williams… Lance Stroll ficou a quase 20 segundos de Romain Grosjean e a apenas 7 décimos de Sergei Sirotkin que fechou a Classificação dos pilotos que completaram a prova. Além disso a Williams esta na última posição do Mundial de Construtores. Nem nos piores sonhos de Frank Williams, Nem mesmo na Fase da PDVSA com Pastor Maldonado a equipe de Grove não se encontrava nessa lamentável situação!

Semana que vem teremos a 3ªEtapa do Mundial de Formula 1 com a Etapa da China. Vamos ver se a Ferrari busca a 3ªVitória em 3 corridas ou a Mercedes vai reagir ou teremos a Red Bull reagindo triunfalmente depois do desastre desse final de semana. Teremos a resposta na Manhã do domingo da Semana que vem.

Resultado final da 2ªEtapa do 69ºCampeonato Mundial de Formula 1
GP do Bahrein – Sahkir

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Grid
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:32:01.940 1
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ a 0.699 3
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ a 6.512 9
4 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H a 1:02.234 5
5 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO a 1:15.046 6
6 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 a 1:39.024 7
7 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 a 1 Volta 13
8 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 a 1 Volta 12
9 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO a 1 Volta 17
10 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ a 1 Volta 8
11 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 a 1 Volta 10
12 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO a 1 Volta 19
13 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO a 1 Volta 16
14 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ a 1 Volta 20
15 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ a 1 Volta 18
16 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ a 1 Volta 14
17 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H a 1 Volta 11
7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO a 22 Voltas – Abandono 2
33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer a 54 Voltas – Suspensão 15
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer a 56 Voltas – Eletrico 4

Sergio Perez e Brendon Hartley foram punidos em 30 segundos acrescentados no tempo final de corrida.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ferrari/Mercedes/Toro Rosso/Sauber/Haas/Williams/Renault

Audária de Miller dá a ele primeira pole da carreira sob o piso molhado em Termas de Rio Hondo

A Classificação da MotoGP seguiu a risca o roteiro da Moto 2 e Moto 3. Com uma pista molhada, Todas as previsões foram para o saco com esse cenário.

Jack Miller, Apostou em pneus de pisca seca iriam ser mais eficientes no final do treino. Parecia que não iria dar certo, Dani Pedrosa tinha o melhor tempo do dia, Até que Jack Miller em uma volta sensacional marcou a 1ªpole position da sua Carreira. Na última volta, Quando ninguém esperava que o tempo de 1:47.330 do piloto da Honda Repsol o piloto da Pramac marcou 1:47.153 e acabou fazendo a ousada e até louca tática que ele adotou ter sido a tática acertada. Foi a primeira pole do piloto Australiano que tem uma vitória conquistada sob chuva no GP da Holanda de 2016.

Dani Pedrosa e Johann Zarco com a Moto Yamaha, Com Chassi de 2016 completam a primeira fila. Tito Rabat fez sua melhor classificação e conquistou o 4ºlugar com a moto da Avintia Ducati de 2017, Abrindo a 2ªFila o que ele não fez em 2 anos de Marc VDS Honda. Alex Rins leva a primeira Suzuki ao 5ºlugar.

Marc Marquez que tentou a mesma tática de Miller e acabou abortando ela na parte final do treino, Talvez ele tenha se arrependido depois da conquista de Miller. A Formiga atômica larga apenas em 6ºlugar.

Vindos do Q1, Aleix Espargaró que eliminou Lorenzo da fase final e Andrea Dovizioso, Lider do campeonato ficaram em 7º e 8ºlugares. A Crise da equipe Oficial da Yamaha continua: Viñales fecha a 3ªFila e Valentino Rossi ficou apenas em 11ºlugar. Seria já a hora da fabrica japonesa de Azul rever o seu projeto de moto??? Ou vai amargar mais um vexame como foi em 2017.

Vexame esta dando é Jorge Lorenzo, O piloto que tem um gigante salário coleciona um vexame tão gigante quanto ele ganha para correr na Ducati. Largando em 14ºlugar e sem estar totalmente adaptado, A previsão é de mais uma corrida bem difícil para o tricampeão do Mundo.

Grid de Largada do GP da Argentina – Termas de Rio Hondo
Mundial de motovelocidade – MotoGP

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’47.153
2 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’47.330
3 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’47.365
4 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati 1’47.681
5 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’47.743
6 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’47.754
7 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’47.845
8 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’48.247
9 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’49.044
10 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda 1’49.304
11 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’49.326
12 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’49.975
13 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’49.878
14 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’50.063
15 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’50.175
16 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’50.324
17 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’50.364
18 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati 1’50.449
19 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’50.606
20 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’50.833
21 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’51.007
22 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 1’51.012
23 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’51.142
24 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’51.387

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP