Category Archives: Automobilismo Internacional

Automobilismo Internacional Formula 3.5 Fotos

Formula V8 3.5 – Etapa de Hungaroring – Vitórias de Cecotto no seco e de Dillmann na chuva

Published by:

Segunda Rodada Dupla da Formula V8 3.5 realizada em Hungaroring dos dias 23 e 24 de Abril e que tinha Dillmann, Panis e Delétraz disputando o campeonato nessa primeira prova do campeonato já que foram os pilotos que se destacaram em Aragón.

No Circuito Hungaró Tom Dillmann mostrou um impressionante domínio nos treinos e largou na pole position com Sobras em relação a concorrência. Panis com o carro da Arden e Louis Delétraz com o carro da Fortec completavam os 3 primeiros lugares.

Grid de largada da 3ªEtapa da Formula 3.5
Hungaroring

1. Tom Dillmann (AVF) 1:26.729
2. Aurélien Panis (Arden) 1:27.371
3. Louis Delétraz (Fortec) 1:27.397
4. Johnny Cecotto jr. (RP Motorsport) 1:27.505
5. Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) 1:27.523
6. Alfonso Celis jr. (AVF) 1:27.567
7. Matevos Isaakyan (SMP Racing) 1:27.695
8. Roy Nissany (Lotus) 1:27.725
9. Yu Kanamaru (Ted Martin) 1:27.824
10. Beitske Visser (Ted Martin) 1:27.926
11. René Binder (Lotus) 1:28.129
12. Pietro Fittipaldi (Fortec) 1:28.142
13. Egor Orudzhev (Arden) 1:28.144
14. Bruno Baptista (RP Motorsport) 1:29.143
15. Giuseppe Cipriani (Durango) 1:34.019

Primeira corridafoi realizada com pista seca no dia 23 de Abril

Na largada largou bem Dillmann e não tão bem assim para Panis que perdeu posições para Delétraz e Cecotto jr. caindo para o 4ºlugar. Não é um circuito fácil para uma ultrapassagem então foi importante a largada nessa prova.

largada_hungria2016

Dillmann começou já abrindo enquanto que Ourdzhev fez belíssima ultrapassagem por fora em cima de Kanamaru, Na segunda volta o Israelita Roy Nissany ultrapassou a Vaxiviere assumindo o 5ºlugar e tentando passar também a Panis nesse começo de prova.

Bruno Baptista estava em 11º e Pietro Fittipaldi em 13º isso depois da saída de Matevos Isaakyan da pista (logo depois disso ele foi para os boxes), No final da 4ªVolta o venezuelano Johnny Cecotto jr. passa Delétraz assumindo o 2ºlugar e mais atrás seguia o pega entre Panis, Nissany e Vaxiviere na disputa pelo 4ºlugar.

Classificação após 5 voltas: Dillmann – Cecotto jr. (2.604) – Delétraz (4.012) – Panis (7.536) – Nissany (8.103) – Vaxiviere (8.633) – Celis jr. (11.668) – Orudzhev (12.686) – Visser (13.849) – Kanamaru (16.327) – Baptista (18.610) – Binder (19.257) – Fittipaldi (20.482) – Cipriani (29.844) – Isaakyan (2 Voltas)

Nissany quando parecia se livrar de Vaxiviere para pressionar Panis ele foi supriendido pelo  piloto Francês da SMP Racing que ultrapassou o piloto da Lotus assumindo o 5ºlugar novamente. Lá na frente Tom Dillmann estava tranquilo na liderança com Cecotto jr. a mais de 2.5 segundos atrás do piloto da AVF e Delétraz em 3º tentando se aproximar de do piloto da RP Motorsports.

A 26 minutos do final uma tentativa de ultrapassagem de Orudzhev em cima de Celis jr. acaba em um toque que tirou ambos da prova, Pelo que eu vi Orudzhev tentou passar aonde não devia passar e acabou eliminando a ele e ao Mexicano da prova.

Com esse acidente o Safety Car entrou na pista a 24 minutos do final de prova. Dillmann perderia toda a diferença para Cecotto jr. e Delétraz que iriam tentar atacar o líder da prova e logo depois vinham Panis, Vaxiviere, Nissany que disputavam o 4ºlugar. Visser, Kanamaru, Baptista e Binder completam os 10 primeiros com Pietro Fittipaldi em 11º e Cipriani em 12º.

Após 3 voltas com o Safety e restando metade do tempo de corrida e na relargada Bruno Baptista passou a Yu Kanamaru que perdeu posição também para Pietro Fittipaldi que acabou subindo de 11º para o 9ºlugar logo atrás de Bruno Baptista.

Dillmann que liderava a prova erra a curva e perde a primeira posição para Johnny Cecotto jr. além sofrer pressão de Delétraz, Mas o piloto Suíço não chegou a passar o piloto da AVF que manteve o segundo lugar.

Panis continuava a manter o 4ºposto e resistir aos ataques de Vaxiviere. Mais atrás Pietro passou Vitor Baptista assumindo o 8ºlugar, Aliás o piloto da RP Motorsports perdia rendimento tanto é que ele perdeu o 9ºlugar para Kanamaru. A 12 minutos do final Dillmann vinha tirando a diferença para Cecotto jr. e vinha trazendo com ele o Suíço Delétraz.

Visser que estava em boa 7ªposição foi para cima de Nissany querendo buscar o 6ºlugar e um pouco mais a frente uma disputa entre Franceses pelo 4ºlugar entre Panis e Vaxiviere e Ambos estavam vendo por perto Nissany, Visser e Fittipaldi disputando o 6ºlugar no que poderia promover-se em uma grande disputa da prova na reta final.

6 minutos para o final de prova e Cecotto jr. não estava com a vida sossegada não pois tinha Dillmann a 1.2 segundos atrás e Delétraz a 2.4 segundos atrás, No final da 22ªVolta o Dillmann coloca essa vantagem para apenas 0.9 segundos a 4 minutos do final podendo ter disputa no final da prova entre os dois. Vaxiviere estava decidido a passar Panis que estava decidido em se manter em 4ºlugar que deixaria ele em boa situação no campeonato ao final dessa prova, Um pouco mais atrás vinham Nissany, Visser, Pietro e Kanamaru disputando o 6ºlugar.

tedmartin_hungria2016

Na volta final com o tempo encerrado Cecotto se livrou da pressão de Dillmann que estava buscando segurar o 2ºlugar já que o Suíço Deletraz é um adversário direito na luta pelo título de 2016. Lá atrás Giuseppe Cipriani acabou rodando e deixando a prova no que não varia diferença pois o piloto da Durango era o último colocado dos que estavam na pista. Ao final da prova a vitória ficou mesmo com Johnny Cecotto jr. que se aproveitou de um Safety car e de um erro de Tom Dillmann para levar a vitória na primeira corrida da rodada dupla na Hungria, O francês da AVF que liderou grande parte da prova acabou ficando com um amargo 2ºlugar e o Suíço Louis Deletraz da Fortec completou o pódio.

Após disputa com Matthieu Vaxiviere o piloto Aurélien Panis ficou na 4ªposição depois de muita pressão do piloto da SMP Racing que só se colocou em 5ºlugar no campeonato o que deixa ele bem longe dos líderes. Logo depois vieram Roy Nissany em boa corrida, Beitske e Pietro Fittipaldi que obtiveram seus melhores resultados na temporada em 7º e 8ºlugares, Kanamaru e Vitor Baptista fecharam a zona de pontuação.

Classificação Final da 3ªcorrida da Temporada 2016 da Formula V8 3.5
Hungaroring – Hungria

1. Johnny Cecotto Jr. (RP Motorsport) 27 Voltas
2. Tom Dillmann (AVF)  a 2.290
3. Louis Delétraz (Fortec) a 3.075
4. Aurélien Panis (Arden) a 14.032
5. Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) a 14.443
6. Roy Nissany (Lotus) a 16.162
7. Beitske Visser (Ted Martin) a 16.855
8. Pietro Fittipaldi (Fortec) a 17.291
9. Yu Kanamaru (Ted Martin) a 17.957
10. Vitor Baptista (RP Motorsport) a 20.429
11. Rene Binder (Lotus) a 20.968
12. Giuseppe Cipriani (Durango) 3 Voltas
13. Alfonso Celis jr. (AVF) a 19 Voltas
14. Egor Orudzhev (Arden) a 19 Voltas
15. Matevos Isaakyan (SMP Racing) a 24 Voltas

Classificação do campeonato

Tom Dillmann 51
Louis Delétraz 50
Aurelien Panis 47
Johnny Cecotto jr. 35
Matthieu Vaxiviere 28
René Binder 27
Roy Nissany 20
Yu Kanamaru 14
Alfonso Celis jr. 12
Beitske Visser 7
Pietro Fittipaldi 6
Vitor Baptista 5
Matevos Isaakyan 1

Grid de largada da 4ªEtapa da Formula 3.5 – Hungaroring

1. Tom Dillmann (AVF) 2:02.933
2. Roy Nissany (Lotus) 2:03.665
3. Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) 2:03.865
4. Aurélien Panis (Arden) 2:03.990
5. Louis Delétraz (Fortec) 2:o4.393
6. Rene Binder (Lotus) 2:04.431
7. Beitske Visser (Ted Martin) 2:04.780
8. Pietro Fittipaldi (Fortec) 2:04.841
9. Johnny Cecotto jr. (RP Motorsport) 2:06.286
10.Giuseppe Cipriani (Durango) 2:08.926
11.Matevos Isaakyan (SMP Racing) Sem Tempo
12.Vitor Baptista (RP Motorsport) Sem Tempo
13.Egor Orduzhev (Arden) Sem Tempo
14.Yu Kanamaru (Ted Martin) Sem Tempo
15.Afonso Celis jr. (AVF) Sem Tempo

A primeira corrida sob chuva na temporada começou com o safety car puxando a fila o que é algo revoltante. Exceto para Beitske Visser que ficou parada no grid de largada no que fez do Pietro Fittipaldi para trás ganhar uma posição.

O Safety Car ficou por longos 10 Minutos na pista até darem a bandeira verde para o começo da corrida pra valer e Dillmann aproveitando que tinha pista limpa abriu um monte da concorrência que nada enchegava, Antés da Largada Nissany rodou perdendo algumas posições. Nas primeiras curvas Delétraz toca em Panis e acaba levando a pior ficando para trás. Também rodaram Celis jr. e Celis jr.

Depois de tudo isso com 5 voltas completadas a classificação era essa: Vaxiviere – Dillmann (3.547) – Panis (4.579) – Fittipaldi (6.404) – Cecotto jr. (6.810) – Deletraz (a 8.786) – Nissany (11.373) – Cipriani (14.773) – Orudzhev (14.949) – Kanamaru (15.474) – Isaakyan (15.941) – Baptista (22.129) – Binder (30.947) – Celis jr. – Visser – No começo da 6ªVolta Orudzhev passou Cipriani ganhando o 8ºlugar do piloto da Durango.

Na segunda parte da 6ªVolta Cecotto jr. passou Fittipaldi assumindo o 4ºlugar. Dillmann, Panis e Delétraz vão para a parada obrigatória (São os primeiros a fazerem isso), Kanamaru acabou passando reto por uma curva chegando a bater quando tentava passar pelo Cipriani. Depois de algumas voltas o Safety Car voltou a pista com 22 minutos para o final da prova que teve de fato apenas 3 voltas com a corrida valendo mesmo.

Classificação: Vaxiviere – Cecotto jr. – Fittipaldi – Orudzhev – Binder – Dillmann – Deletraz – Nissany – Isaakyan – Kanamaru – Cipriani – Baptista – Celis jr. – Visser

Restando 15 minutos para o final da segunda corrida o Safety Car sai da pista e a corrida recomeça. Os que pararam antes do Safety Car eram os favoritos a vitória. O Russo Egor Orduzhev acabou passando do ponto e indo para fora da pista e perdeu pelo menos 1 posição para o piloto Rene Binder.

Já o outro Russo o Matevos Isaakyan acabou Rodando e batendo de leve. Esses dois incidentes já tinha a clareza de que não estava nada fácil andar sobre esse piso molhado. Vaxiviere, Pietro Fittipaldi, Binder e outros que não pararam foram para as suas paradas com exceção de Johnny Cecotto jr. que liderava a prova com 8 segundos a frente de Dillmann que era o primeiro dos que já tinham feito a troca.

Mas o piloto Venezuelano da RP Motorsport precisava parar e foi para os boxes a 10 minutos e meio do final deixando Dillmann em primeiro lugar com Panis e Roy Nissany disputando o segundo lugar e Delétraz em 4ºlugar, No começo da segunda metade de volta Panis destraciona e Nissany aproveita e passa o Francês da equipe Arden tomando o segundo lugar do 3ºlugar do campeonato.

Dillmann 13 Voltas – Nissany (5.355) – Panis (7.017) – Delétraz (7.566) – Kanamaru (8.599) – Vaxiviere (24.959) – Cecotto jr. (26.777) – Cipriani (26.817) – Binder (29.757) – Fittipaldi (38.512) – Orudzhev (57.100)

Delétraz acabou escapando da segunda curva saindo da pista e com isso abriu a chance de Yu Kanamaru de tentar buscar o 4ºlugar do piloto da Fortec. Observando a disputa ambos mostravam habilidade em não escorregarem segurando muito bem. A 9 minutos do Final Binder consegue tomar o 8ºlugar de Cipriani que esta com o pior carro do Campeonato que é o carro da Durango.

vaxiviere_hungria2016

5 minutos para o final na 15ªVolta Delétraz tem grandes dificuldades em se manter em 4ºlugar na frente do piloto Japonês da Ted Martin. Na mesma volta o Italiano de 51 anos Giuseppe Ciprani acabou rodando e batendo de leve na parte final do 2ºsetor deixando a corrida e a chance de marcar pontos pela primeira vez na temporada.

Na Frente Tom Dillmann, Roy Nissany e Aurélien Panis vinham tranquilos nas 3 primeiras posições, Só que o piloto de Israel vinha tirando a diferença para o francês da AVF e com menos de 2 minutos para o final e mais uma volta a ultrapassagem seria possivel de ser realizada.

A diferença a menos de 1 minuto para o final de prova a diferença entre Dillmann e Nissany estava em 1.6 segundos. O outro piloto da Lotus o Austríaco René Binder vinha para cima de Cecotto jr. buscando o 7ºlugar nessa reta final de corrida. Na última volta Dillmann aperta e a diferença abaixa para 1.1 segundos, Só restavam meia pista e Nissany parte para o ataque definitivamente e o piloto Francês buscava defender a primeira vitória na temporada com muita garra e ao final da corrida acabou Tom Dillmann conquistando a vitória com Nissany chegando a menos de meio segundo do vencedor e Aurélien Panis completou o pódio.

Delétraz segurou 4ºlugar dos ataques do Japonês Yu Kanamaru que acabou rodando no final da prova e perdendo posições. Matthieu Vaxiviere ficou em 5ºlugar, Johnny Cecotto jr. fica em 6º, segurando os ataques de Rene Binder, Pietro Fittipaldi acabou a prova em 8ºlugar. Egor Orudzhev e Yu Kanamaru completaram a zona de pontuação. Com esses resultados ao final de 4 corridas Dillmann tinha bons 12 pontos na frente de Delétraz e de Panis que são piloto que tem potencial de futuro pela frente.

Resultado final da 4ªEtapa da Formula V8 3.5 – Hungaroring

1. Tom Dillmann (AVF) 19 Voltas
2. Roy Nissany (Lotus) a 0.898
3. Aurélien Panis (Arden) a 11.854
4. Louis Delétraz (Fortec) a 24.831
5. Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) a 27.184
6. Johnny Cecotto jr. (RP Motorsport) a 38.590
7. Rene Binder (Lotus) a 39.380
8. Pietro Fittipaldi (Fortec) a 55.150
9. Egor Orudzhev (Arden) a 1:13.425
10.Yu Kanamaru (Ted Martin) a 1:39.983
11.Giuseppe Cipriani (Durango) a 5 Voltas
12.Matevos Isaakyan (SMP Racing) a 9 Voltas
13.Vitor Baptista (RP Motorsport) a 15 Voltas
14.Alfonso Celis jr. (AVF) a 15 Voltas
15.Beitske Visser (Ted Martin) Não Largou

Classificação do campeonato:

Tom Dillmann 76
Louis Delétraz 62
Aurélien Panis 62
Johnny Cecotto jr. 43
Matthieu Vaxiviere 38
Roy Nissany 38
Rene Binder 33
Yu Kanamaru 15
Alfonso Celis jr. 12
Pietro Fittipaldi 10
Beitske Visser 7
Bruno Baptista 5
Egor Orudzhev 2
Matevos Isaakyan 1
Giuseppe Ciprani 0

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com

Automobilismo Gaúcho Automobilismo Internacional Automobilismo Nacional Divulgação Fotos Mini Formula Tubular

Kart Cross: Fernando Vargas vence na classe B em Pelotas

Published by:

No último fim de semana a cidade de Pelotas, no sul do estado recebeu, a quarta etapa do campeonato gaúcho de velocidade em pista de terra. O piloto caxiense, Fernando Vargas, venceu a etapa mini fórmula tubular classe B.

Com a vitória Fernando Vargas #197 volta a brigar pelo título gaúcho de 2016. O caxiense fez a pole na primeira bateria mais acabou em segundo lugar, já na última bateria largou em segundo a venceu a prova, com a soma das dos resultados Fernando Vargas terminou o fim de semana em primeiro lugar na classe B “Foi uma vitória importantíssima para voltar a brigar pelo campeonato”, comemora.

Foi uma etapa de novas experiências, já que era a estreia do circuito em Pelotas. “No sábado foi o dia de treinos e reconhecimento da nova pista onde tivemos dificuldade para acertar o kart, mas no domingo conseguimos fazer a pole para a primeira corrida do dia”, ressalta Vargas. A segunda bateria começou mais complicada para o caxiense, mas com o acerto do kart ele conseguiu se recuperar.

“No intervalo das baterias fizemos mais uns ajustes no kart e melhoramos muito o kart. Na segunda bateria larguei de P2  em mais uma largada difícil, perdi algumas posições e cheguei a andar em quinto, mas  comecei uma recuperação e consegui a vitória”, destaca.

“Foi uma etapa muito importante para mim, pois marcamos pontos valiosos, estamos com o carro bem acertado e com certeza iremos brigar para conquistar o título de 2016”, finaliza Vargas.

A  próxima etapa da temporada acontece dia 03 de dezembro também no autódromo de Caçapava do Sul.

O piloto Fernando Vargas tem a participação no Campeonato Gaúcho de Kart Cross viabilizado através do FIESPORTE da prefeitura de Caxias do Sul, Segurança Vêneto, Intelbras, Matvsul e Adesca.

fernando-vargas-2

Schaefer Assessoria
Fotos: Fernando Silva

 
Fernando Silva – Administrador
Fone: (51) 9363 -1334
          (51) 3365 – 6843
 
Leila Schaefer – Jornalista
Fone: (51) 9981 1623
Automobilismo Internacional Formula 3.5 Fotos

Formula 3.5 temporada de 2016 – Round 1 – Aragon

Published by:

A Partir de Agora nessa parte final de novembro e dezembro estaremos colocando em dia várias categorias que não foram postadas na temporada regular do Automobilismo. Para começar teremos a temporada da Formula V8 3.5 temporada de 2016.

É o primeiro ano da categoria sem o suporte da Renault acabou tendo muitas baixas importantes. Apesar disso é um belo campeonato e com um pacote técnico muito bom que prepara muito bem o piloto para as categorias superiores do Automobilismo Mundial e em 2017 vai estar acompanhando ao calendário do WEC (World Endurance Championship) o que vai garantir o Futuro da categoria na teoria.

O Campeonato teve 9 Rodadas duplas sendo que a primeira corrida não tem a obrigatoriedade da parada nos boxes e na segunda corrida a parada nos boxes é obrigatória. A primeira prova aconteceu nos dias 16 e 17 de Abril no Circuito de Aragón na Espanha.

Grid de largada da 1ªEtapa da Formula 3.5

1. Egor Orudzhev 1:40.328
2. Louis Deletraz 1:40.341
3. Tom Dillmann 1:40.444
4. Yu Kanamaru 1:40.526
5. Rene Binder 1:40.793
6. Beitske Visser 1:40.803
7. Pietro Fittipaldi 1:40.855
8. Alfonso Celis jr. 1:40.931
9. Aurélien Panis 1:41.039
10. Matthieu Vaxiviere 1:41.109
11. Roy Nissany 1:41.119
12. Johnny Cecotto jr. 1:41.307
13. Vitor Baptista 1:41.577
14. Matevos Isaakyan 1:41.733
15. Giuseppe Cipriani 1:46.396

aragon_racing_1_2016-3

Na Largada da primeira corrida da temporada o piloto Russo Egor Orudzjev largou muito bem mantendo a liderança com Deletraz e Celis jr. nas três primeiras posições. Mas curvas depois o Russo da equipe Arden acabou passando reto em uma curva e quebrando o seu aerofólio dianteiro deixando a liderança para Deletráz com Celis em segundos e Vaxiviere que largou do 10ºlugar e já estava em 3º, Ao começar a segunda volta o piloto da SMP Racing passou Alfonso Celis assumindo o 2ºlugar.

Rene Binder, Beitske Binder e Pietro Fittipaldi estavam completando os 6 primeiros colocados. Orudzhev Abandonou foi para os boxes e abandonou a corrida. Tom Dillmann que tinha uma boa 3ªposição no Grid de largada acabou caindo para trás, Mas ao final da 2ªVolta já estava em 6ºlugar.

Ao tentar passar A Holandesa Beitske Visser o Brasileiro Pietro Fittipaldi acabou quebrando o bico do seu carro tendo seu rendimento comprometido apesar de quem ficou a pior foi a piloto da Ted Martin. Vitor Baptista que é o segundo brasileiro nesse campeonato vinha se aproveitando das confusões em sua estreia e estava se colocando em uma boa 9ªposição defendendo os ataques de Johnny Cecotto jr. que luta para sobreviver no automobilismo mundial sem a ajuda dos padrinhos políticos da Venezuela.

Classificação após 5 voltas era a seguinte:

1. Delétraz – 2. Vaxiviere a 5.800 – 3. Célis jr. a 6.759 – 4. Binder a 10.755 – 5. Dillmann a 12.279 – 6. Fittipaldi a 14.791 – 7. Panis a 15.762 – 8. Nissany a 18.196 – 9. Baptista a 19.575 – 10. Cecotto jr. a 20.259 – 11. Isaakyan a 22.187 – 12. Visser a 25.822 – 13. Cipriani a 36.401.

Deletraz continuava abrindo distância enquanto que Vaxiviere continuava pressionado pelo 3ºpiloto da Force India Alfonso Celis jr.
Mais atrás Nissany se segurava em 8ºlugar dos ataques de Baptista e de Cecotto jr.
Binder e Dillmann duelavam pelo 4ºlugar isso depois de 8 voltas de corrida já passados 15 dos 40 minutos de corrida.

No final da 9ªvolta tom Dillmann ultrapassou o Suíço Rene Binder assumindo o 4ºlugar.

Cecotto jr. tomou o 9ºlugar de Vitor Baptista que começava a ser pressionado pela piloto Beitske Visser isso depois de 10 voltas e depois de 10 voltas Deletraz colocou 10 segundos de diferença para Vaxiviere que não conseguia se firmar no segundo lugar sendo pressionado pelo Mexicano Afonso Celis jr. depois de 2 voltas o Francês ganhou algum folego se distanciando um pouco do piloto da AVF.

Classificação após 23 minutos de corrida – Deletraz – Vaxiviere – Celis jr. – Dillmann – Binder – Panis – Nissany – Fittipaldi – Cecotto – Baptista – Visser – Isaakyan – Cipriani

Pietro Fittipaldi depois do toque no bico do seu carro acabou perdendo rendimento. Já estava em 8ºlugar sofrendo pressão de Cecotto jr., Baptista de Visser e em pouco tempo chegava o Russo Matevos Isaakyan nessa disputa.

A 13 minutos do final na 16ªVolta Visser e Isaakyan ultrapassaram Johnny Cecotto jr. que foi caiu para o 12ºlugar fora da zona de pontuação que é o mesmo da Formula 1, Bruno Baptista estava agora na cola de Pietro que tinha freado forte no final da volta anterior defendendo sua posição, Mas dai veio Visser e conseguiu a ultrapassagem tomando o 9ºlugar do Brasileiro que deu o troco na curva seguinte em Visser que perdeu posição também para Cecotto jr. Já Isaakyan rodou e acabou ficando de fora dessa disputa.

Lá na Frente Deletraz estava a 14.218 segundos na frente de Vaxiviere, Depois vinham Celis jr. a 15.122 – Dillmann a 16.724 – Binder a 18.203 – Panis a 19.428 – Nissany a 35.673 – Fittipaldi a 45.413 – Baptista a 46.576 – Cecotto jr. a 47.100 – Visser a 47.410 – Isaakyan a 1:11.622 – Cipriani a 1:22.235 era o último dos que permaneciam na corrida tendo ele 51 anos de idade.

aragon_racing_1_2016-5

Vaxiviere continuava vendo Celis jr. na sua cola. Só que o Mexicano teria a companhia de Tom Dillmann que é companheiro de equipe de celis na AVF e de Rene Binder.

Bruno Baptista passou Pietro que agora sofria pressão de Visser disputando o 9ºlugar, O Brasileiro companheiro de Deletraz na Fortec sem uma parte da asa dianteira tinha enorme dificuldade para se manter na zona de pontuação tanto é que o seu compatriota já estava bem longe dele em 8ºluga praticamente assegurado faltando 7 minutos para o final.

Em menos de um minuto Visser e Cecotto jr. passaram Pietro deixando ele fora da zona de pontuação, Era mais do que obvio que isso acontecesse e seria melhor para o Brasileiro se tivesse trocado o bico do seu carro. A menos de 5 minutos do final da corrida Alfonso Celis jr. acabou despencando na classificação do 3ºlugar para o 6ºlugar isso depois de dar uma passeada fora do circuito o que permitiu a Dillmann assumir o 3ºlugar e garantir o pódio e não somente isso, Mais a chance de tentar disputar o 2ºlugar com Vaxiviere. O filho de Olivier Panis o francês Aurélien Panis buscava disputar o 4ºlugar com Rene Binder nesse final de prova e quem ficou definitivamente foi o Mexicano Celis jr. que tinha perdido totalmente o contato com a turma da Frente.

Na volta final Dillmann ainda tenta chegar de vez em Vaxiviere, mas parece que o piloto da AVF não vai ter essa possibilidade. Lá na frente sem nenhum susto e sem qualquer adversário o Suíço Louis Deletraz venceu a primeira bateria da primeira etapa da Formula 3.5 V8. Vitória conquistada desde de quando ele assumiu a liderança na 2ªmetade da primeira volta.

aragon_racing_1_2016-6

Mattihieu Vaxiviere largando do 10ºlugar conquistou o segundo lugar e Tom Dillmann que largou muito mal acabou tendo uma bela recuperação conquistando o 3ºlugar. Depois vieram Binder, Panis, Celis jr. Nissany, Baptista em uma boa estreia na Categoria, Cecotto jr. e Visser completando a zona de pontuação deixando Pietro Fittipaldi de fora dos pontos em 11ºlugar.

Resultado final da primeira corrida da Formula V8 3.5
GP de Aragón – Temporada 2016

1. Louis Deletraz 41:53.608 – 24 Voltas
2. Matthieu Vaxiviere a 11.842
3. Tom Dillmann a 13.026
4. Rene Binder a 15.661
5. Aurélien Panis a 16.251
6. Alfonso Celis jr. a 22.333
7. Roy Nissany a 34.627
8. Bruno Baptista a 49.552
9. Johnny Cecotto jr. a 50.395
10. Beitske Visser a 52.185
11. Pietro Fittipaldi a 1:09.585
12. Matevos Isaakyan a 1:15.491
13. Giuseppe Cipriani a 1 Volta
Louis Delétraz 1:43.626


Grid de largada da Segunda corrida:

1. Tom Dillmann 1:40.461
2. Aurélien Panis 1:40.620
3. Louis Delétraz 1:40.644
4. Egor Orudzhev 1:40.666
5. Matthieu Vaxiviere 1:40.924
6. Alfonso Celis jr. 1:40.953
7. René Binder 1:41.024
8. Johnny Cecotto jr. 1:41.035
9. Beitske Visser 1:41.043
10. Yu Kanamaru 1:41.119
11. Roy Nissany 1:41.327
12. Pietro Fittipaldi 1:41.331
13. Matevos Isaakyan 1:41.466
14. Vitor Baptista 1:41.636
15. Giuseppe Cipriani 1:46.133

A primeira largada foi abortada devido a problemas com o Russo Egor Orudzhev que não estava tendo um bom final de semana apesar de figurar bem nos grid das 2 corridas do final de semana. Os pilotos foram para uma nova volta de apresentação.

Após a segunda volta de apresentação os 14 pilotos foram para a segunda largada aonde Panis assumiu a liderança enquanto isso confusão envolvendo o vencedor da primeira corrida Louis Deletraz que foi tocado pelo Francês Vaxiviere e rodou na primeira curva. Panis, Dillmann, Binder e Celis jr. eram os 4 primeiros colocados. Vaxiviere com problemas acabou indo para os boxes tendo de trocar a asa dianteira, Mas tendo problemas mais sérios em seu carro com relação a suspensão ele abandonou a corrida.

aragon_racing_1_2016-1

cecotto jr., Yu Kanamaru e Isaakyan disputavam ferozmente o 5ºlugar. Panis liderava a prova, Mas era Dillmann que tinha mais carro que o filho de Olivier Panis e partia para a pressão para cima do jovem piloto da equipe Arden que liderava a 5 voltas dessa forma tendo o piloto da AVF na sua cola, Já Binder vinha em um sossegado 3ºlugar sem ameaçar os líderes mais sem ser ameaçado pelo Celis jr. Um pouco mais atrás estava o pega pra capar entre Cecotto e o Kanamaru que conseguiu a ultrapassagem em cima do Venezuelano assumindo o 5ºlugar, Ao ser ultrapassando o piloto da RP Motorsports foi para os boxes trocar os pneus no que é a parada obrigatória que existe na segunda corrida.

Após 6 voltas a classificação era a seguinte: Panis – Dillmann a 0.760 – Binder a 3.934 – Celis jr. – Kanamaru – Fittipaldi – Isaakyan – Visser – Baptista – Deletraz – Orudzhev – Cecotto jr. – Nissany – Cipriani. Desses Cecotto e Nissany já tinham feito suas paradas.

Na 7ªVolta o Suíço Delétraz já estava em 9ºlugar, era impressionante a recuperação desse jovem piloto da Fortec, Enuqnaot que segundos depois Vários pilotos vão para a parada entre eles Celis jr., Deletraz e Vitor Baptista. Na disputa pela liderança Panis e Dillmann não pensavam em parar nos boxes e seguiam em frente com Binder um pouco mais atrás. Kanamaru, Fittipaldi, Visser, Orudzhev e Cipriani eram os 8 primeiros colocados e ainda não tinham parado nos boxes, Dos que já tinham parado Cecotto jr. era o primeiro deles a 2 segundos do piloto da Durango.

A um pouco menos de 24 minutos do final da corrida Orudzhev que largou dos boxes vai para a parada obrigatória. na 10ªVolta Panis seguia na frente com Dillmann seguindo de perto o piloto da Arden, Já Fittipaldi foi para os boxes nessa volta. Enquanto que Panis fazia sua volta em 1:43.3 Louis Delétraz estava virando 1:42.8 comprovando que tinha um carro a altura de disputar a vitória também na segunda bateria. O Japones Yu Kanamaru fez a melhor volta da corrida com um rapidissimo tempo de 1:42.615 enquanto que Roy Nissany acaba por segurar o 7ºlugar sobre o Delétraz que saiu um pouco pra fora da pista.

A 18 minutos e 50 segundos Rene Binder vai para a parada com o carro preto da equipe Lotus, só restavam a parar Panis, Dillmann já que o Japonês também foi para os boxes. Após 12 voltas e com os dois primeiros colocados ainda por fazerem suas paradas a 17 minutos e 30 do final a classificação era a seguinte

1. Panis – 2. Dillmann a 0.447 – 3. Binder a 35.928 – 4. Kanamaru a 40.627 – 5. Cecotto jr. a 43.313 – Celis jr. a 44.370. No começo da 13 Volta ambos entram nos boxes em uma disputa pela liderança da prova sendo decidida em uma parada e nessa briga levou a melhor a equipe Arden que conseguiu manter Aurélien Panis em primeiro col Dillmann em sua Cola. Após muito tentar e com resistência do piloto Roy Nissany acabou Louis Deletráz conseguindo a ultrapassagem assumindo a 7ªposição a menos de 16 minutos do final de corrida.

Pietro Fittipaldi vinha em 10ºlugar seguindo de perto a Isaakyan que vinha seguindo a Nissany no que poderia acabar ocorrendo uma bela disputa de posição pelo 8ºlugar enquanto que Vitor Baptista sofria para se segurar na frente de Orudzhev, apesar dos esforços do piloto Brasileiro ele não foi páreo ao Russo e também não seria páreo para Visser que logo iria conseguir a ultrapassagem sobre Vitor.

Panis continuava na frente segurando firma a liderança enquanto que Delétraz já chegava em Celis jr. e Cecotto a 11 minutos do final da segunda corrida. Na primeira tentativa Deletraz tentou por fora depois da grande reta e não conseguiu superar o piloto Mexícano e acabou ficando um pouco mais para trás, Na 17ªVolta agora por dentro e fazendo uma bela manobra o piloto da Fortec em grande corrida de recuperação superou Celis jr. tomando o 6ºlugar e partia para cima de Cecotto jr.

A 7 minutos do final Cecotto jr. precisava segurar a pressão de Delétraz que esta em grande recuperação na corrida. No final da 18ªVolta Delétraz passou o piloto Venezuelano assumindo o 5ºlugar. O incidente entre Delétraz e Celis jr. estava sob investigação devido a um toque entre os dois depois da ultrapassagem do piloto da Fortec que esbarrou a roda traseira no aerofólio dianteiro do piloto Mexicano no que perdeu parte da asa. (Na minha opinião foi toque de corrida)

Consequência disso é que Celis perdeu rendimento e perdeu o 7ºlugar para Roy Nissany que estava fazendo um final de semana bastante razoável deixando a confusão do Celis para Isaakyan, Pietro e Orudzhev. A dois minutos do final de prova Pietro Fittipaldi ultrapassa a Isaakyan e assume o 9ºlugar deixando os 2 russos a se entenderem. Ao final desse pega pra capar Kosavo foi o piloto Orudzhev que levou a pior e acabou lento pela pista isso por que ele tocou em Isaakyan o que levou ao seu compatriota sair do traçado. Resultado disso foi um final de semana para esquecer para o Russo da Arden.

No final Aurélien Panis liderou com todos os méritos e levou a segunda corrida do final de semana ficando na frente de Tom Dillmann que coleciona o segundo pódio do final de semana e Rene Binder completou o pódio. Mas deve fazer menção honrosa ao Japonês Yu Kanamaru que andou muito bem chegando em consistente 4ºlugar e a bela recuperação de Louis Delétraz fazendo uma bela corrida chegando em 5ºlugar.

aragon_racing_1_2016-4

Completando a zona de pontuação vieram os pilotos Johnny Cecotto jr., Roy Nissany, Celis jr. que mais uma vez despencou no final da prova, Pietro Fittipaldi que marcou seus 2 primeiros pontos na temporada e Matevos Isaakyan fechou em 10ºlugar.

Classificação final da 2ªEtapa da Formula 3.5

1. Aurélien Panis (Arden International) 40:03.536 – 23 Voltas
2. Tom Dillmann (AVF) a 2.024
3. René Binder (Lotus) a 12.309
4. Yu Kanamaru (Ted Martin) a 14.007
5. Louis Delétraz (Fortec) a 18.868
6. Johnny Cecotto jr. (RP Motorsport) a 27.120
7. Roy Nissany (Lotus) a 29.261
8. Alfonso Celis jr. (AVF) a 33.788
9. Pietro Fittipaldi (Fortec) a 33.908
10. Matevos Isaakyan (SMP Racing) a 37.855
11. Vitor Baptista (RP Motorsport) a 40.165
12. Beitske Visser (Ted Martin) a 40.911
13. Giuseppe Cipriani (Durango) a 1 Volta
14. Egor Orudzhev (Arden) a 2 Voltas
15. Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) OUT
Melhor Volta: Louis Delétraz 1:42.011

Classificação do Campeonato:

Campeonato de Pilotos:

Louis Delétraz 35
Aurélien Panis 35
Tom Dillmann 33
René Binder 27
Matthieu Vaxiviere 18
Yu Kanamaru 12
Alfonso Celis jr. 12
Roy Nissany 12
Johnny Cecotto jr. 10
Bruno Baptista 4
Pietro Fittipaldi 2
Beitske Visser 1
Matevos Isaakyan 1

Campeonato de Equipes:

AVF 45
Lotus 39
Fortec 37
Arden 35
SMP Racing 29
RP Motorsport 14
Ted Martin 13

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport

Automobilismo Internacional Automobilismo Nacional Coluna F1 Formula 1 Formula indy Formula Júnior Formula RS Fotos Opinião Política Portalsportszone TV Vídeos

Onda Estática – O Abismo do Brasil e do Esporte a Motor – Coluna de Deivison Conceição

Published by:

Esse texto é mais um desabafo de quem esta vendo o país ir para o Buraco ao invés de vim para frente. Antes de tudo eu diria que nessa estrada: Esquerda quebrou a Maquina e a direita leva o Brasil para o abismo, O melhor é discutimos o Brasil levando o país para frente. Antes de tudo eu sou a favor da Austeridade dos políticos! Eles deveriam em momento de Crise baixarem seus salários que são salários altos demais para fazerem tantas leis contra a população.

Caso contraio acho essa PEC 241/55 uma tremenda de uma bobagem pois é austeridade só para o povo e eu sou totalmente a Favor da Ocupação das escolas públicas pois são os estudantes que não tem condições é que estudam lá e que nós pagamos ao governo para darem o direito deles terem uma educação de qualidade, Mas esses governos querem a cada gestão darem uma educação pior! Por isso sou contra essa PEC e a favor dos estudantes que estão fazendo um protesto pacífico e por um ideal, Mas tem gente que prefere a inercia ao invés da atitude de mudar o mundo. Percebem que quando alguém quer mudar essa inércia é criticado e chamado de esquerdopata (Como se todos que não se conformam com a injustiça que essa sociedade cria. (Foi assim com a Isadora Faber e esta sendo assim com a Ana Julia Ribeiro) Se isso acontece com elas é que significa que elas estão no caminho certo de mudar alguma coisa na Educação do Brasil.

E por não fazemos nada (Falando do Automobilismo), Por se quer tentamos algo novo para mudar a realidade é que estamos tendo a crise de falta de pilotos a risco de ficamos sem representante para 2017 aumentou com a saída da Petrobras e do Banco do Brasil. Aposto que tem gente até da imprensa que torce para isso acontecer pois eles vendem o Terror, Preferindo vender isso do que tentarem serem no mínimo otimistas e depois se isso acontecer ele vão falar, Viu! Agente avisou e dai eles vão virar os heróis acabam deixando vários outros que poderiam estar fazendo um bom trabalho pelo automobilismo e pelo esporte a motor.

brasil_domingo_2016_f1-5

Estamos vendo no Brasil principalmente uma Bolsonização do povo o que é perigoso para todos nós nós levando todos para o abismo ao invés de levamos para o progresso por vários fatores, O primeiro deles já foi escancarado a quase 30 anos com esse homem falando do plano de Explodir bombas no Rio Guandu (Um dia de abastecimento de Água no Rio de Janeiro) Publicada da Revista Veja pela Reporter Cassia Maria naquela época e depois ele faltou com a Honra por ter mentido quando o Ministro do Exercito Leonidas Pires Gonçalves que era o Chefe das forças armadas aonde ele falou que a matéria era mentirosa quando o Exercito depois de averiguar tudo acabou sabendo que o que a Veja publicou era verídico, Além de outros absurdos que ele falou naquela época que não vou citar mais estão ai na internet para vocês verem.

Vendo que a sua carreira no Exercito poderia acabar ai é que ele entrou na política e durante 30 anos com seus 7 mandatos de Deputado Federal eu vejo absurdos que ele fala contra os Gays, Mulheres, Negros. Mas para completar essas narrativas dai vem ele no impeachment homenagear Ustra, Um homem que da choques nos mamilos das mulheres que estavam nuas, Vomitadas e Urinadas isso se o Ustra não tinha a cabeça doentia de ter cometido estrupo com as mulheres torturadas. (Basta ver as narrativas Amelinha Teles que foi humilhada por esse monstro) Ele não torturada só mulheres como também homens, Gilberto Natalini falou no Fantástico e que foi torturado por esse homem que o Ustra é uma degeneração da espece Humana.

Quando falamos dele para algum fã desse que o chamam de Mito (Que convenhamos, de mito ele não tem nada) Eles ficam fazendo os chavões de que ele é honesto (Que é uma obrigação de qualquer ser humano), Terror da Esquerda, Que o Ustra foi o Herói do povo Brasileiro que salvou o país de virar Cuba (Quando ele é considerado pela justiça como Torturador) e de todos os outros argumentos que chamo até de tolos para destruir todos os argumentos bem fomentados de quem não considera Bolsonaro como a solução do País. Nisso a maioria das pessoas não usam o Figado (Como muitos dizem que é mais usado o Figado ao invés do Cérebro para falarem de política) para discutir politica e sim os órgãos sexuais tamanha as besteiras que fico vendo na rede, Temos um cérebro? Sim então porque não usamos ele???

A Solução do País é sim mais escolas, Educadores, conhecimento para as crianças, Atividades de Esporte e Lazer. Tudo que for possível acabar com a violência que deve ter investimento, Mas muito mais na prevenção e na Inteligência do que na repreensão e Truculência. Sou também a favor que presos tenham a chance de aprenderem um ofício na cadeia com prisões profissionalizantes que tenham parte desse projeto financiado por empresas para recuperar mesmo uma pessoa para a sociedade.

Uma ótima ideia, Mas dai vem uma pessoa que diz: Isso é uma boa ideia só que tem resultados a longo prazo e nós precisamos de resultados a curto prazo. Só que nunca se tentou isso. Com isso acabo minhas palavras sobre a política (Que esta ficando mais e mais Estressante falar) e vamos começar a falar do automobilismo.

fjrelger

Quando eu falo de Soluções para o Automobilismo ser algo rentável como criamos futuros torcedores levando estudantes para verem as corridas regionais do Automobilismo Brasileiro e isso pode ser expandido para competições nacionais isso não é difícil de ser feito, Tem muitas ideias no Automobilismo Brasileiro que pode ser feitas sem dinheiro, Não existe essa desculpa de não ter dinheiro pois com Organização minimamente decente pode ser conseguir atrair investidores.

Temos como Autódromos no Brasil: Tarumã, Guaporé, Santa Cruz do Sul, Velopark, Goiânia, Curvelo, Interlagos, Curitiba, Londrina, Cascavel, Eusébio, Caruaru, Campo Grande. E temos a combalida prova de Brasília que estão recuperando o autódromo aos poucos (Ainda que Curitiba esta em risco para o futuro)

Temos 13 grandes autódromos aptos no Brasil e outros que são menores e daria tranquilamente para aumentar a Stock Car (Que eu tenho muitas e muitas críticas) e criar um fortissimo campeonato junto com as categorias de acesso a categoria. Mas principalmente poderíamos começar a pensar em um plano de conseguimos fazer categorias de Formula no Brasil para formarmos pilotos para a Formula 1 e Formula Indy, Com uma premiação e que permita que os pilotos possam disputar categorias tanto nos Estados Unidos como na Europa, Com um patrocinador que possa Bancar o próximo passo do jovem piloto igual o que acontece no Road To Indy aonde o piloto que Ganha a USF2000, Mazda e Indy Lights ganha a premiação para subir de categoria e de chegar finalmente para a Formula Indy como aconteceu com o Josef Newgarden, Spencer Pigot e como vai acontecer com o Ed Jones que acertou a entrada na Formula Indy em 2017 pela Dale Coyne.

iowa_2016_indycar (7)

Nessas categorias de Formula no Brasil poderia ter transmissão por Live Stream na internet pelo Youtube, Pode dar no começo 30 pessoas ou menos na transmissão ao vivo? sim, Mas depois vai ter gente vendo a corrida na internet e depois disso esse possível telespectador vai querer saber qual a próxima corrida e vai fara o possível para ver a prova e dai a audiência ao vivo aumenta e com o aumento da visibilidade os patrocinadores vão querer investir na transmissão e também nos pilotos que estiverem no campeonato.

Já dei várias ideias para o Automobilismo Brasileiro, Mas porque ninguém coloca elas em prática??? Porque não querem ou os dirigentes do Automobilismo Brasileiro em sua maioria gostam dessa situação de complacência com a destruição de um esporte que nós deu 8 títulos mundiais de Formula 1, 101 vitórias, 5 campeonatos mundiais de Formula Indy, 7 vitórias nas 500 milhas de Indianápolis entre outras conquistas. A maioria prefere deixar a situação como está.

Taruma_stockcar_2016 (4)

O Resultado disso é em categorias de Formula no Brasil minguados a 10 carros ou até menos, Carros com suas pinturas nos carros sem nenhuma marca de patrocínio, Autódromos as moscas com pouquíssimo público e nenhum interesse de patrocinadores investirem nem em pilotos e nem no esporte e por consequência a maioria dos pilotos que tentam ir para o Automobilismo Internacional  em 2, 3 anos ou encerra a carreira ou voltam para o Brasil para disputarem categorias de Turismo aonde não vão sair mais de lá infelizmente.

Também temos que fazer o Kartismo ficar mais barato e ser mais vezes transmitido na TV aberta e em TV a Cabo para o esporte ser mais transmitido. Claro que teremos pilotos que vão ficar no Kartismo a carreira inteira, Mas tem gente que vai querer subir na carreira e querer patrocinadores, Nesse ponto o Kart em termos de transmissão ao vivo esta até melhor do que as categorias de formula no Brasil.

E principalmente, Temos que criar uma lei aonde 1% dos ganhos das montadoras será obrigatóriamente investido no Automobilismo (Obrigaria eles a investirem 1% dos lucros para a Educação, 1% para a Saúde e outros 2% para reflorestar as florestas e preservar os Índios que restaram e que são os verdadeiros donos da terra)

brasil_domingo_2016_f1-8

Eu vou colocar todas as ideias aqui para vocês verem e vamos começar a pressionar a todos que colaboram com essa situação lamentável agirem ou então que se troque essas pessoas para lutarem pelo nosso esporte. Acho oportuno que com a emocionante despedida do Felipe Massa dos torcedores de Interlagos e os 2 pontos que praticamente salvaram a Sauber de ficar sem os 35 milhões de Dólares do prêmio do 10ºlugar no mundial de Construtores de Felipe Nasr chegando em 9ºlugar que depois da corrida falou que é Brasileiro e que não desistiria jamais! Que lutemos agora ou no futuro nada mais vai nós restar do que o ódio para o Brasil.

Sugestão para o automobilismo Brasileiro: Formula Indy Brasil

Por causa de uma Brida Gustavo Camilo não corre mais na Formula RS

Que tal uma proposta nova de campeonato : Brasil Le Mans Series

Coluna de Deivison da Conceição: A Acomodação e a cegueira de Marketing do Automobilismo Brasileiro

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu site

Sua Opinião ou sugestão do que se pode fazer para melhorar o Automobilismo no Brasil?

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Williams/Sauber/Blog do Passatão/Indy Car/Stock Car
Vídeo: Esmael Morais

Automobilismo Internacional Automobilismo Nacional Divulgação Fotos Mercedes Challenge Mercedes-Benz Challenge

MB Challenge: Cristian Mohr desembarca em Goiânia em busca do top três

Published by:

O autódromo Internacional de Goiânia recebe, neste fim de semana, a penúltima etapa da Mercedes-Benz Challenge. O piloto da WCR Team, Cristian Mohr, chega confiante ao circuito goianense após a primeira vitória na categoria CLA/AMG, no autódromo de Curitiba.

O catarinense corre com o foco em uma nova vitória, e também busca alcançar o top três na classificação geral do campeonato. “Estamos com o carro bem acertado, um entrosamento na equipe agora consolidado”, ressalta Mohr. Após a vitória em Curitiba o piloto espera pelo menos conquistar um pódio em Goiânia. “Expectativa com a prova é boa, com chances de ganhar inclusive e chances de pódio mais ainda”, destaca.

“No campeonato é um pouco diferente, estou em quinto na classificação com apenas sete pontos de diferença para o terceiro lugar, quinze para o segundo e trinta e quatro atrás do líder, ou seja, para ficar em terceiro temos chances reais, para o vice campeonato também temos boas chances, ainda mais que a última prova tem pontuação dobrada”, projeta Mohr. “Para ser campeão eu tenho que ganhar as duas, temos contar muito com a sorte”, calcula.

Mohr projeta ainda buscar o vice campeonato até o final da temporada. “Para esse ano mediante todos os problemas que tivemos no início da temporada, com equipe, com acerto de carro e um pouco de falta de sorte, enfim uma série de coisas que atrapalharam nossa pontuação no campeonato na primeira metade da temporada, acho que se ainda conquistarmos o vice campeonato é um belo resultado”, salienta.

O piloto conhece bem o autódromo e já venceu uma corrida em Goiânia, na época que corria na C250Cup. “Gosto muito do autódromo, é um circuito onde já consegui uma vitória. Pensamento positivo e vamos para cima, vamos buscar o caneco lá”, finaliza Mohr.

A prova em Goiânia está marcada para o meio dia de domingo, 6 de novembro, com transmissão da BandSports.

Assessoria Schaefer

Fotos: Claudio Kolodziej



 
Fernando Silva – Administrador
Fone: (51) 9363 -1334
          (51) 3365 – 6843
 
Leila Schaefer – Jornalista
Fone: (51) 9981 1623