GP2 Series – Vandoorne vence a única prova da Rodada Dupla de Abu Dhabi, corrida de domingo foi anulada por danos em uma das barreiras.

Stoffel Vandoorne na única corrida que valeu da GP2 Series sobrou na turma em uma corrida bem disputada com várias ultrapassagens, O piloto Belga demorou só algumas voltas para passar Pierre Gasly que foi o pole position, Alias de novo a DAMS teve problemas de novo de desempenho e tanto Gasly como Alex Lynn acabaram despencando na classificação ao ser ultrapassado pelos pilotos na frente. Em um lance da corrida aonde um piloto fez duas ultrapassagens em duas curvas seguidas que facilmente pode ser um dos grandes lances da temporada.

Na 6ªVolta ocorreu um acidente entre Nicholas Lafiti e Norman Nato acabou fazendo que o Safety Car virtual fosse ativado dessa forma vários pilotos com pneus mais macios foram para os boxes e outros com os pneus mais duros ficaram na pista muito porque trocar os pneus naquele momento para os pneus moles que não duravam muito na corrida acabaria por ser um suicídio em termos de resultado.

Alexander Rossi garantiu o vice-campeonato da Gp2 Series
Alexander Rossi garantiu o vice-campeonato da Gp2 Series

Dentre os pilotos de Pneus duros foi o Italiano Raffaele Marciello que se destacou ficando muito tempo na pista e até com possibilidades de derrotar Vandoorne, Mas acabou com as paradas dos pilotos que foram para os pneus mais macios acabou levando o campeão da GP2 de 2015 na ponta de onde o Vandoorne acabou ficando até o final conquistando a 7ªVitória na temporada sendo um recorde na categoria em 11 anos de história todas elas na primeira corrida da programação. O pódio foi completado pelos pilotos Raffaele Marciello da Trident e do Neozelandês Mitch Evans da Russian Time. Alexander Rossi com o 4ªlugar na prova do Sábado garantiu o vice-campeonato dessa temporada, Depois vieram Gasly, King, Haryanto, Lynn (que seria o pole na segunda corrida), André Negrão que voltou a marcar pontos desde da primeira etapa no Bahrein e Berthon que fechou a zona de pontuação.

André Negrão pontuou de novo na última prova da temporada
André Negrão pontuou de novo na última prova da temporada

No domingo tivemos a última corrida do ano que durou um pouco mais de uma volta com um acidente que envolveu vários carros, Mas o que fez essa corrida ser cancelado foi o dano a uma dessas barreiras de proteção que não foi consertada a tempo da corrida prosseguir.

Infelizmente teve pessoas que aproveitaram esse acidente para dizer que a GP2 não mais forma pilotos para a Formula 1 por causa desse acidente, Isso não se faz, Infelizmente se faz isso por causa da alguém que se esta amargurado com a Formula 1 ou com o sistema do Bernie Ecclestone de gerir o esporte que não desconte na categoria de acesso que não consegue mais subir pilotos para a Formula 1 é porque não existe vaga na categoria, São apenas 20 vagas no grid, Serão 22 no ano que vem, A Crise é da categoria principal e não da GP2 Series que tem além de um brilhante piloto como Stoffel Vandoorne mas também de grandes pilotos como Alexander Rossi que já deu mostras de que pode ser um bom nome para o Futuro na Formula 1 visto as provas que ele fez na Manor, de Sergey Sirotkin, de Mitch Evans, de Raffaele Marciello e de Rio Haryanto e com Alex Lynn, Jordan King, Pierre Gasly e Nobuharu Matsushita como pilotos que tem potencial para um grande futuro. Vou dar uma provocada, Se na GP2 Series ninguém mais sobe para a Formula 1 por causa desse acidente, podemos dizer que ninguém sobe da Nascar para a Formula 1 por causa dos Big-ones!

O Japonês Matsushita pode ser um dos pilotos a disputarem o título em 2016 da GP2.
O Japonês Matsushita pode ser um dos pilotos a disputarem o título em 2016 da GP2.

O que esperar para 2016 é que a GP2 Series tenha um nível cada vez mais elevado pois é preciso revelar pilotos melhores e que tenham grande talento para a renovação não só da Formula 1 como de outras categorias principais do Esporte a Motor.

Resultado Final da 1ªEtapa da Rodada Dupla de Abu Dhabi

1 Stoffel Vandoorne (ART Grand Prix) 1h03m32.405s em 31 Voltas
2 Raffaele Marciello (Trident) a 9.404s
3 Mitch Evans (RUSSIAN TIME) a 10.327s
4 Alexander Rossi (Racing Engineering) a 12.105s
5 Pierre Gasly (DAMS) a 22.621s
6 Jordan King (Racing Engineering) a 25.817s
7 Rio Haryanto (Campos Racing) a 26.406s
8 Alex Lynn (DAMS) a 26.988s
9 Andre Negrão (Arden International) a 30.412s
10 Nathanael Berthon (Daiko Team Lazarus) a 36.974s
11 Nobuharu Matsushita (ART Grand Prix) a 41.939s
12 Sergio Canamasas (Daiko Team Lazarus) a 43.105s
13 Sergey Sirotkin (Rapax) a 44.058s
14 Rene Binder (MP Motorsport) a 45.982s
15 Oliver Rowland (Status Grand Prix) a 54.566s
16 Gustav Malja (Rapax) a 1m00.592s
17 Arthur Pic (Campos Racing) a 1m02.596s
18 Marlon Stockinger (Status Grand Prix) a 1m20.398s

Não Terminaram a corrida:

Sean Gelael (Carlin) a 6 Voltas
Dean Stoneman (Carlin) a 8 Voltas
Daniel de Jong (Trident) a 17 Voltas
Artem Markelov (RUSSIAN TIME) a 18 Voltas
Norman Nato (Arden International) a 26 Voltas
Nicholas Latifi (MP Motorsport) a 26 Voltas

A Segunda prova foi cancelada

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: GP2 Series

Vandoorne sobra e conquista 6ªVitória em Sahkir e ART Grand Prix conquista título das equipes na GP2 Series

Stoffel Vandoorne campeão da GP2 Series definitivamente quer deixar a sua marca como um dos melhores motores da história da GP2. Em uma corrida que o piloto protegido da Mclaren simplesmente sobrou e conquistou a sua sexta vitória no ano, Largando do segundo lugar Vandoorne não teve dificuldade em tomar a ponta de Pierre Gasly que foi o pole position nessa primeira corrida.

Enquanto Vandoorne sumia na frente os outros pilotos disputavam as primeiras posições. Rafaele Marciello acabou passando o piloto Francês Pierre Gasly da equipe DAMS que aos poucos cairia de posições assim como Alex Lynn da mesma equipe DAMS. Já Mitch Evens e Nobuharu Matsushita subiram na corrida e proporcionavam boas disputas com o piloto da Arden Norman Nato que ocupava com muita competência as primeiras posições na prova.

Tivemos disputas em todas as posições, Em uma delas dois pilotos que pertenceram a World Series Renault 3.5 nesse ano Dean Stoneman com o carro da Carlin e Olivier Rowland com o carro da Status Grand Prix. Na parte final de prova Vandoorne encaminhava para a vitória enquanto que Matsushita foi para cima de Evans e a poucas voltas do final da prova o piloto Japonês Campeão da Formula 3 Japonesa conseguiu a ultrapassagem assumindo o segundo lugar e a dobradinha da ART Grand Prix.

Vandoorne recebeu a bandeirada  garantindo a 6ªVitória na temporada e com o segundo lugar de Matsushita a ART Grand Prix se sagrou campeão da GP2 Series restando 3 corridas para o final do ano, O pódio foi completado pelo Neozelandês Mitch Evans que é o protegido de Mark Webber que esta em Sahkir para disputar a última etapa da campeonato Mundial de Endurance (WEC) aonde ele disputa o título. Raffaele Marciello da Trident, Protegido da Ferrari ficou em boa 4ªposição com Sergey Sirotkin em 5º, Gasly em 6º, Haryanto em 7º e Alex Lynn em 8º larga na pole position.

Jordan King e Arthur Pic acabaram completando a zona de pontuação. A Lamentar o furo de pneu de Norman Nato que certamente estaria nas primeiras posições na prova. Alexander Rossi que concluiu sua temporada na Formula 1 foi muito mal ficando em 18ºlugar uma posição atrás de André Negrão que também foi muito mal se comparado com o seu companheiro de equipe Norman Natoque estava disputando as primeiras posições na maior parte do tempo.

podio_bahrein_WEC1

Amanhã as 3 da Tarde teremos a segunda corrida da GP2 no Bahrein, Essa corrida foi feita no lugar do GP da Alemanha que não aconteceu esse ano na Formula 1 por problemas financeiros.

Resultado final da 1ªcorrida do Final de semana do GP do Bahrein (Programação das 6 Horas do Barhein do WEC)

1 Stoffel Vandoorne (ART Grand Prix) 57m15.184s em 32 Voltas
2 Nobuharu Matsushita (ART Grand Prix) 13.526s
3 Mitch Evans (RUSSIAN TIME) 17.617s
4 Raffaele Marciello (Trident) 20.494s
5 Sergey Sirotkin (Rapax) 21.924s
6 Pierre Gasly (DAMS) 22.622s
7 Rio Haryanto (Campos Racing) 26.972s
8 Alex Lynn (DAMS) 30.590s
9 Jordan King (Racing Engineering) 31.312s
10 Arthur Pic (Campos Racing) 41.514s
11 Nathanael Berthon (Daiko Team Lazarus) 43.621s
12 Sergio Canamasas (Daiko Team Lazarus) 45.597s
13 Marlon Stockinger (Status Grand Prix) 47.319s
14 Nicholas Latifi (MP Motorsport) 49.854s
15 Artem Markelov (RUSSIAN TIME) 56.728s
16 Gustav Malja (Rapax) 57.380s
17 Andre Negrão (Arden International) 59.439s
18 Alexander Rossi (Racing Engineering) 59.845s
19 Daniel de Jong (Trident) 1m00.613s
20 Rene Binder (MP Motorsport) 1m00.700s
21 Dean Stoneman (Carlin) 1m08.684s
22 Oliver Rowland (Status Grand Prix) 1m11.829s
23 Sean Gelael (Carlin) 1 Volta
24 Norman Nato (Arden International) 1 Volta

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: GP2 Series

Vandoorne Confirma o campeonato em Sochi, Rossi e Stanaway vencem as corridas do final de semana

O piloto Belga Stoffen Vandoorne conquistou o título da GP2 Series após mais um belo final de semana mesmo sem a vitória o piloto da ART Grand Prix concretizou o campeonato.

Na primeira corrida Lynn que largou na pole largou muito bem e manteve a liderança da prova, Mas na primeira volta tivemos acidente de Jordan King que foi forte, Mas o piloto Inglês não sofreu nenhum ferimento, Já Artem Markelov acabou batendo de maneira estúpida no muro interno e batendo levando com ele o Sergio Canamasas. A corrida com isso ficou paralisada e isso obrigou os organizadores a fazerem a corrida em apenas 15 voltas.

Sochi_gp2_series (4)

Na relargada os pilotos tiveram um curto período de janela de paradas nos boxes. Lynn tinha tudo para vencer a prova, Mas a poucas voltas do final ele acabou batendo muro após escapar e nisso Alexander Rossi assumiu a liderança até o final da prova para vencer a primeira corrida do final de semana e adiando a decisão do campeonato para a corrida de domingo, Pierre Gasly terminou em 2º e Stoffel Vandoorne completou o pódio. Um dos pilotos da Casa Sergey Sirotkin  completou a corrida em um honroso 4ºlugar com Haryanto, Marciello, Stanaway, Pic, Stoneman (Que disputa da Renault 3.5) e Matsushita completaram os 10 primeiros colocados.

Na segunda corrida que foi feita em 21 Voltas na primeira volta Pic perdeu a liderança para o Neozelandês Richie Stanaway. Um acidente na largada entre Marlon Stockinger e Sérgio Canamasas obrigou o safety car a entrar na pista na mesma parte do circuito que foi o acidente na primeira corrida.

Depois do Safety Car Stanaway disparou na frente seguido  do Indonésio Rio Haryanto sendo o único a tentar se aproximar do piloto da Status. Já um pouco mais atrás Vandoorne subia de posição para garantir o campeonato.

Sochi_gp2_series (5)

Na parte final da prova Haryanto foi para cima de Stanaway, Mas quando ele passou para a ponte o Safety Car já estava na pista isso porque o piloto Johnny Cecotto jr. acabou batendo, Com isso a ultrapassagem do piloto da Campos Racing não valeu e Stanaway conquistou a vitória com Haryanto que devolveu a posição e ficou em 2º e Raffaele Marciello que completou o pódio. Mas a festa ficou mesmo para Stoffel Vandoorne que acabou em 4ºlugar e consolidou de vez o campeonato da GP2 Series dessa temporada com uma campanha incrível conquistando 5 vitórias, 4 poles, 13 pódios em 18 corridas, Seu pior Resultado foi na Inglaterra ficando em 9ºlugar na corrida curta o que foi a única prova em que Vandoorne não pontuou, Uma campanha incrível de um piloto de imenso talento e que não tem lugar na Formula 1 para 2016, Se eu fosse a Mclaren eu dispensava o Alonso e colocaria já o Vandoorne que ele teria muito mais utilidade para a equipe nesse momento do que ficar com um piloto arrogante e egocêntrico como é o Alonso.

André Negrão acabou punido na primeira corrida por passar acima da velocidade nos boxes ficando em 15ºlugar. Na segunda corrida o Brasileiro já teve um desempenho um pouco melhor ficando em 11ºlugar.

Proxíma corrida será nos dias 20 e 21 de Novembro no Bahrein que vai sediar a prova que substitui o GP da Alemanha que foi cancelado, a GP2 fará parte da programação das 6 Horas do Bahrein.

Sochi_gp2_series (3)

Resultado final da 17ªCorrida da GP2 Series – GP da Rússia *

1 Alexander Rossi (Racing Engineering) 58m33.520s em 15 Voltas
2 Pierre Gasly (DAMS) a 3.101s
3 Stoffel Vandoorne (ART Grand Prix) a 4.279s
4 Sergey Sirotkin (Rapax) a 8.474s
5 Rio Haryanto (Campos Racing) a 11.884s
6 Raffaele Marciello (Trident) a 12.695s
7 Richie Stanaway (Status Grand Prix) a 14.506s
8 Arthur Pic (Campos Racing) a 15.698s
9 Dean Stoneman (Carlin) a 20.660s
10 Nobuharu Matsushita (ART Grand Prix) a 23.457s
11 Mitch Evans (RUSSIAN TIME) a 26.819s
12 Norman Nato (Arden International) a 27.140s
13 Johnny Cecotto Jr. (Trident) a 30.727s
14 Nathanael Berthon (Daiko Team Lazarus) a 32.828s
15 Andre Negrao (Arden International) a 37.369s
16 Rene Binder (MP Motorsport) a 39.930s
17 Robert Visoiu (Rapax) a 42.614s
18 Nicholas Latifi (MP Motorsport) a 44.888s
19 Sean Gelael (Carlin) a 59.064s

Não Completaram a corrida:

Alex Lynn (DAMS) a 5 Voltas
Jordan King (Racing Engineering) a 15 Voltas
Artem Markelov (RUSSIAN TIME) a 15 Voltas
Marlon Stockinger (Status Grand Prix) a 15 Voltas
Sergio Canamasas (Daiko Team Lazarus) a 15 Voltas

Corrida que contou apenas metade dos pontos por não se cumprir os 75% de Corrida programados *

Sochi_gp2_series (1)

Resultado final da 18ªCorrida da GP2 Series – GP da Rússia

1 Richie Stanaway (Status Grand Prix) 40m30.089s em 21 Voltas
2 Rio Haryanto (Campos Racing) a 0.579s
3 Raffaele Marciello (Trident) a 1.293s
4 Stoffel Vandoorne (ART Grand Prix) a 2.045s
5 Pierre Gasly (DAMS) a 2.459s
6 Alexander Rossi (Racing Engineering) a 4.498s
7 Nobuharu Matsushita (ART Grand Prix) a 4.780s
8 Mitch Evans (RUSSIAN TIME) a 5.390s
9 Norman Nato (Arden International) a 5.796s
10 Alex Lynn (DAMS) a 6.923s
11 Andre Negrao (Arden International) a 7.696s
12 Artem Markelov (RUSSIAN TIME) a 7.825s
13 Arthur Pic (Campos Racing) a 10.187s
14 Nicholas Latifi (MP Motorsport) a 11.954s
15 Jordan King (Racing Engineering) a 12.218s
16 Dean Stoneman (Carlin) a 13.749s
17 Sergio Canamasas (Daiko Team Lazarus) a 15.927s
18 Robert Visoiu (Rapax) a 17.343s
19 Nathanael Berthon (Daiko Team Lazarus) a 19.467s
20 Sergey Sirotkin (Rapax) a 26.278s
21 Sean Gelael (Carlin) a 1 Volta
22 Johnny Cecotto Jr. (Trident) a 2 Voltas

Não Terminaram a corrida:

Rene Binder (MP Motorsport) a 21 Voltas
Marlon Stockinger (Status Grand Prix) a 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: GP2 Series

Grid de largada da primeira corrida da Gp2 Series – GP da Rússia

1    Alex Lynn        (DAMS)            2m01.840
2    Stoffel Vandoorne    (ART Grand Prix)    2m01.878
3    Alexander Rossi        (Racing Engineering)    2m02.141
4    Pierre Gasly        (DAMS)            2m02.385
5    Arthur Pic        (Campos Racing)        2m02.450
6    Johnny Cecotto Jr.    (Trident)        2m02.690
7    Raffaele Marciello    (Trident)        2m02.709
8    Richie Stanaway        (Status Grand Prix)    2m02.998
9    Norman Nato        (Arden International)    2m03.133
10    Sergey Sirotkin        (Rapax)            2m03.223
11    Andre Negrão        (Arden International)    2m03.382
12    Nobuharu Matsushita    (ART Grand Prix)    2m03.519
13    Rio Haryanto        (Campos Racing)        2m03.523
14    Jordan King*        (Racing Engineering)    2m03.622
15    Nicholas Latifi        (MP Motorsport)        2m03.731
16    Marlon Stockinger    (Status Grand Prix)    2m03.751
17    Artem Markelov        (RUSSIAN TIME)        2m04.004
18    Mitch Evans        (RUSSIAN TIME)        2m04.072
19    Dean Stoneman        (Carlin)        2m04.093
20    Nathanael Berthon    (Daiko Team Lazarus)    2m04.658
21    Rene Binder        (MP Motorsport)        2m04.994
22    Sergio Canamasas    (Daiko Team Lazarus)    2m04.998
23    Robert Visoiu*        (Rapax)            2m05.784
24    Sean Gelael        (Carlin)        2m08.361

*Punidos com 5 posições devido a penalidades em Monza na corrida passada.

Foto: GP2 Series

Em Monza Rossi e Evans conquistam vitórias na GP2, Mas Vandoorne mantem vantagem e pode ser campeão em Sochi

Na primeira prova no sábado Pierre Gasly acabou largando na frente e disparando deixando o piloto Alex Lynn que ganhou o segundo lugar de Stoffen Vandoorne que não tinha um grande carro na mão tanto é que ele perdeu posição também para Sirotkin ficando em quarto lugar. No final da segunda volta o Holandês Louco e quebrador de carros na Renault 3.5 Meindert van Buuren acabou batendo de novo dessa vez na entrada da reta de acesso para os boxes. Isso provocou a entrada do Safety Car na pista para que o carro do Holandês que correu pela MP Motorsport.

Na Relargada Gasly continuava a liderar a Prova, Na 8ªVolta em busca de melhor desempenho Stoffen Vandoorne foi para os boxes para colocar os pneus duros, Gasly foi para os boxes na 9ªVolta para fazer a mesma tática e voltar a corrida, Mas a equipe acabou jogando o trabalho do piloto francês fora porque não apertaram uma das  porcas de um dos pneus obrigando o piloto da DAMS a andar bem lentamente o que tirou qualquer chance de vitória para ele que fazia corrida irretocável até aquele momento.

O Francês Gasly acabou sendo prejudicado pela equipe DAMS que fez um trabalho ruim para trocar os pneus.
O Francês Gasly acabou sendo prejudicado pela equipe DAMS que fez um trabalho ruim para trocar os pneus.

Alex Lynn na metade da corrida acabou cometendo um erro após uma infeliz tentativa de ultrapassagem e acabou sendo o causador de um acidente que envolveu o russo Sirotkin. Após o acidente ambos deixaram a prova, Sorte para Vandoorne que poderia vencer mais uma corrida na temporada, Mas na reta final da corrida veio muito forte o piloto da Racing Engineering Alexandre Rossi que tinha mais carro que o piloto Belga da ART Grand Prix e concretizou a ultrapassagem a poucas voltas do final para garantir a vitória e impedir que seu rival na luta pelo título se afastasse ainda mais na liderança. Mas Vandoorne tem ainda uma enorme diferença no campeonato o que pode tornar ele campeão de uma forma bem antecipada.

Norman Nato fez um belo final de corrida chegando na terceira posição, Mas uma punição de 5 segundos tirou o pódio do piloto Francês, Sorte para Mitch Evans que largou das últimas posições para ficar em 3ºlugar, Nato ficou atrás de Richie Stanaway da Status Grand Prix e de Artem Markelov que também largou das últimas posições e que conseguiu formidável recuperação, Arthur Pic e Jordan King chegaram em 7º e 8º e iriam largar na primeira fila na corrida de Domingo com King na pole position. Visoiu e Binder completaram a zona de pontuação, André Negrão ficou posicionado em 14ºlugar.

Resultado final da 15ªCorrida da GP2 Series – GP da Itália

1    Alexander Rossi        (Racing Engineering)        49m32.084s
2    Stoffel Vandoorne    (ART Grand Prix)        1.275s
3    Mitch Evans        (RUSSIAN TIME)            15.094s
4    Richie Stanaway        (Status Grand Prix) 17.784s
5    Artem Markelov        (RUSSIAN TIME)            18.198s
6    Norman Nato        (Arden International)        18.382s
7    Arthur Pic        (Campos Racing)            18.842s
8    Jordan King        (Racing Engineering)        19.862s
9    Robert Visoiu        (Rapax)                22.083s
10    Rene Binder        (MP Motorsport)            22.556s
11    Sergio Canamasas    (Daiko Team Lazarus)        30.868s
12    Julian Leal        (Carlin)            32.871s
13    Rio Haryanto        (Campos Racing)            36.041s
14    Andre Negrao        (Arden International)        36.166s
15    Raffaele Marciello    (Trident)            37.170s
16    Simon Trummer        (Hilmer Motorsport)        37.541s
17    Patric Niederhauser    (Daiko Team Lazarus)        45.741s
18    Johnny Cecotto Jr.    (Trident)            46.250s
19    Jann Mardenborough    (Carlin)            48.908s

Não Completaram a corrida:

Sergey Sirotkin            (Rapax)            a 15 Voltas
Alex Lynn            (DAMS)            a 17 Voltas
Pierre Gasly            (DAMS)            a 20 Voltas
Nobuharu Matsushita        (ART Grand Prix)    a 21 Voltas
Marlon Stockinger        (Status Grand Prix)    a 21 Voltas
Meindert van Buuren        (MP Motorsport)        a 28 Voltas

Na Segunda corrida na largada Jordan King acabou batendo em Norman Nato e ambos deixaram a corrida, deixando a liderança da prova com o Francês Arthur Pic com Stanaway em segundo, Evans em 3º e Vandoorne em 4º.

Mitch Evans passou a Stanaway que também foi superado pelo piloto Belga da ART Grand Prix e o piloto da Russian Time foi para cima de Pic que resistiu a pressão de Evans até a penúltima volta, na volta final na segunda chicane acabou perdendo a vitória na última curva para Evans que de um final de semana em que poderia ter sido desastroso pelo grid dele na primeira corrida largando das últimas posições devido a uma punição por causa da pressão dos pneus fora do regulamento. Pic ficou em 2º e Vandoorne acabou em 3ºlugar e esta cada vez mais perto do campeonato. Com 261 pontos contra 153 de Alexander Rossi que abandonou a segunda corrida na 6ª Volta o piloto da ART Grand Prix pode ser campeão na próxima Rodada Dupla no circuito de Sochi na Rússia nos dias 10 e 11 de Outubro.

Arthur Pic acabou perdendo a vitória para Mitch Evans na volta final.
Arthur Pic acabou perdendo a vitória para Mitch Evans na volta final.

Falaremos da Bela corrida de recuperação de Sergey Sirotkin que largou das últimas posições devido ao acidente que sofreu no sábado para ficar em uma brilhante 5ªposição atrás de Richie Stanaway que teve belo final de semana com a Status GP mostrando o seu valor como piloto que poderia correr na Formula 1. Canamassas, Marciello e Binder completaram a zona de pontuação, André Negrão terminou o final de semana fora dos pontos ficando em 18ºlugar.

A Próxima etapa acontece em Sochi na Rússia nos dias 10 e 11 de Outubro, Corrida essa que pode consagrar o Belga Stoffel Vandoorne como campeão da GP2 Series dessa temporada, Ele que esta praticamente certo que vai para a Formula 1 em 2016 na Mclaren no lugar ou de Fernando Alonso ou de Jenson Button.

Resultado final da 16ªCorrida da GP2 Series – GP da Itália

1 Mitch Evans (RUSSIAN TIME) 34m17.890s em 21 Voltas
2 Arthur Pic (Campos Racing) 0.707s
3 Stoffel Vandoorne (ART Grand Prix) 1.066s
4 Richie Stanaway (Status Grand Prix) 7.623s
5 Sergey Sirotkin (Rapax) 8.871s
6 Sergio Canamasas (Daiko Team Lazarus) 11.895s
7 Raffaele Marciello (Trident) 12.150s
8 Rene Binder (MP Motorsport) 13.241s
9 Julian Leal (Carlin) 14.352s
10 Alex Lynn (DAMS) 14.502s
11 Rio Haryanto (Campos Racing) 15.250s
12 Pierre Gasly (DAMS) 15.672s
13 Johnny Cecotto Jr. (Trident) 17.686s
14 Artem Markelov (RUSSIAN TIME) 18.625s
15 Nobuharu Matsushita (ART Grand Prix) 22.464s
16 Simon Trummer (Hilmer Motorsport) 23.094s
17 Patric Niederhauser (Daiko Team Lazarus) 25.186s
18 Andre Negrao (Arden International) 25.570s
19 Marlon Stockinger (Status Grand Prix) 26.228s
20 Jann Mardenborough (Carlin) 35.277s

Não Terminaram a corrida:

Robert Visoiu (Rapax) a 15 Voltas
Alexander Rossi (Racing Engineering) a 15 Voltas
Jordan King (Racing Engineering) a 20 Voltas
Norman Nato (Arden International) a 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: GP2 Series