24 Horas de Le Mans teve um final incrível: Porsche vence e o Ford GT voltou com a vitória

Coluna de Deivison da Conceição

Eu confesso que acompanhei apenas metade das 24 horas desse ano e ouvindo a transmissão pela rádio em inglês e vi pelos on boards e pelo Live timing da Ford que gentilmente deixou que agente colocasse no meu site o player deles na corrida (Não conseguimos arranjar o player oficial da corrida) e dai vi uma parte do começo da corrida que estava por sobre chuva e com isso a corrida começou com Safety Car até a pista dar uma melhorada e dai a corrida começar de verdade.

Pelo que vi da corrida eu posso dizer que não teve em nenhum momento a Audi nessa disputa pela vitória e a disputa ficou mesmo entre os carros da Toyota e da Porsche, Dessa vez a Toyota buscou a confiabilidade que nunca teve para vencer nas primeiras corridas do WEC além de um carro melhor e pelo andar da carruagem na corrida parecia que finalmente a equipe Japonesa iria conseguir a vitória nas 24 horas de Le Mans e que finalmente a Toyota colocaria seu nome na história do automobilismo mundial com Sebastian Buemi/Anthony Davidson/Kazuki Nakajima.

Já estava praticamente ganha a corrida com mais de 30 segundos de vantagem para o Carro da Porsche do Trio Marc Lieb/Romain Dumas/ Nell Jani quando a poucos minutos do final um problema de motor acabou jogando 1 ano de trabalho e tudo que fizeram no lixo, Nem mesmo foram computados na segunda posição pelo regulamento eles foram eliminados e acabaram deixando o segundo lugar para os seus companheiro de equipe na Toyota (Mike Conway/Stéphane Sarrazin/Kamui Kobayaashi)  e a Audi ainda pegou o 3ºlugar na categoria principal do WEC com Löic Duval/Lucas di Grassi/Olivier Jarvis.

Pior que isso é que por causa de um regulamento babaca de que o piloto que não recebia o resultado porque não fez a última volta ou ele faz ela em 11 minutos, Eu teria dado o segundo lugar para o carro que quebrou no final da corrida, Tirando a MotoGP nenhuma categoria no mundo faz isso, Depois da corrida Kazuki Nakajima estava em plantos por perder uma corrida que estava praticamente certa que estaria nas mãos dele, Corridas são assim o imponderável acontece, Mas esse nos últimos anos foi o imponderável que mais tenha doido na alma de quem é apaixonado pelo esporte.

Não vou falar muito da LMP2, Mas quero falar muito da volta do Ford GT que teve coroado seu esforço com a vitória nas 24 Horas na sua categoria com os pilotos Joey Hand/Dirk Müller/Sébastien Bourdais com a associação da Chip Ganassi que coleciona mais um título em seu currículo de grandes vitórias, Acompanhei a corrida por esse vídeo:

Vídeo da corrida da Ford nas 24 Horas de LeMans:

Vídeos: Ford Performance

Todos os 4 carros da Ford completaram as 24 Horas de Le Mans, Mesmo semo player da transmissão eu percebi o momento em que a Toyota quebrou e deixou a vitória com a Porsche, Nisso eu achei a foto aonde eu percebi que os LMP1 da Toyota tinha parado no Twitter isso graças a narração da Rádio que tinha junto desses streamings que só tem as últimas 4 horas de transmissão mas vai valer a pena você ver qualquer um dos onboards, Vocês Vão gosta sem dúvida nenhuma.

Parabéns para os vencedores da competição e para todos que disputaram as 24 Horas de Le Mans que conseguiu suplantar totalmente a Formula 1 nesse final de semana que passou.

Resultado final das 24 Horas de Lemans – Edição 2016

1 LMP1 2 Porsche Team (Alemanha)
Marc Lieb (Alemanha) – Romain Dumas (França) – Neel Jani (Suíça)
Porsche 919 Hybrid – Michelin – 384 Voltas – Porsche 2.0 L Turbo V4

2 LMP1 6 Toyota Gazoo Racing (Japão)
Stéphane Sarrazin (França) – Mike Conway (Inglaterra) – Kamui Kobayashi (Japão)
Toyota TS050 Hybrid – Michelin – 381 Voltas – Toyota 2.4 L Turbo V6

3 LMP1 8 Audi Sport Team Joest (Alemanha)
Loïc Duval (França) – Lucas di Grassi (Brasil) – Oliver Jarvis (Inglaterra)
Audi R18 – Michelin – 372 Voltas – Audi TDI 4.0 L Turbo Diesel V6

4 LMP1 7 Audi Sport Team Joest (Alemanha)
André Lotterer (Alemanha) – Marcel Fässler (Suíça) – Benoît Tréluyer (França)
Audi R18 – Michelin – 367 Voltas – Audi TDI 4.0 L Turbo Diesel V6

5 LMP2 36 Signatech Alpine (França)
Nicolas Lapierre (França) – Gustavo Menezes (Estados Unidos) – Stéphane Richelmi (Mônaco)
Alpine A460 – Dunlop – 357 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

6 LMP2 26 G-Drive Racing (Rússia)
Roman Rusinov (Rússia) – Will Stevens (Inglaterra) – René Rast (Alemanha)
Oreca 05 – Dunlop – 357 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

7 LMP2 37 SMP Racing (Rússia)
Vitaly Petrov (Rússia) – Viktor Shaitar (Rússia) – Kirill Ladygin (Rússia)
BR Engineering BR01 – Dunlop – 353 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

8 LMP2 42 Strakka Racing (Inglaterra)
Nick Leventis (Inglaterra) – Jonny Kane (Inglaterra) – Danny Watts (Inglaterra)
Gibson 015S – Dunlop – 351 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

9 LMP2 33 Eurasia Motorsport (Filipinas)
Pu Jun Jin (China) – Tristan Gommendy (França) – Nick de Bruijn (Holanda)
Oreca 05 – Dunlop – 348 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

10 LMP2 41 Greaves Motorsport (Inglaterra)
Memo Rojas (México) – Julien Canal (França) – Nathanaël Berthon (França)
Ligier JS P2 – Dunlop – 348 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

11 LMP2 27 SMP Racing (Rússia)
Nicolas Minassian (França) – Maurizio Mediani (Itália) – Mikhail Aleshin (Rússia)
BR Engineering BR01 – Dunlop – 347 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

12 LMP2 23 Panis-Barthez Compétition (França)
Fabien Barthez (França) – Timothé Buret (França) – Paul-Loup Chatin (França)
Ligier JS P2 – Michelin – 347 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

13 LMP1 1 Porsche Team (Alemanha)
Timo Bernhard (Alemanha) – Brendon Hartley (Nova Zelândia) – Mark Webber (Austrália)
Porsche 919 Hybrid – Michelin – 346 Voltas – Porsche 2.0 L Turbo V4

14 LMP2 49 Michael Shank Racing (Estados Unidos)
John Pew (Estados Unidos) – Oswaldo Negri (Brasil) – Laurens Vanthoor (Bélgica)
Ligier JS P2 – Dunlop – 345 Voltas – Honda HR28TT 2.8 L Turbo V6

15 LMP2 43 RGR Sport by Morand (México)
Ricardo González (México) – Filipe Albuquerque (Portugal) – Bruno Senna (Brasil)
Ligier JS P2 – Dunlop – 344 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

16 LMP2 30 Extreme Speed Motorsports (Estados Unidos)
Scott Sharp (Estados Unidos) – Ed Brown (Estados Unidos) – Johannes van Overbeek (Estados Unidos)
Ligier JS P2 – Dunlop – 341 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

17 LMP2 25 Algarve Pro Racing (Portugal)
Michael Munemann (Inglaterra) – Chris Hoy (Inglaterra) – France Andrea Pizzitola (França)
Ligier JS P2 – Dunlop – 341 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

18 LMGTE Pro 68 Ford Chip Ganassi Team USA (Estados Unidos)
Joey Hand (Estados Unidos) – Dirk Müller (Alemanha) – Sébastien Bourdais (França)
Ford GT – Michelin – 340 Voltas – Ford EcoBoost 3.5 L Turbo V6

19 LMGTE Pro 82 Risi Competizione (Estados Unidos)
Giancarlo Fisichella (Itália) – Matteo Malucelli (Itália) – Toni Vilander (Finlândia)
Ferrari 488 GTE – Michelin – 340 Voltas – Ferrari F154CB 3.9 L Turbo V8

20 LMGTE Pro 69 Ford Chip Ganassi Team USA (Estados Unidos)
Ryan Briscoe (Austrália) – Richard Westbrook (Inglaterra) – Scott Dixon (Nova Zelândia)
Ford GT – Michelin – 340 Voltas – Ford EcoBoost 3.5 L Turbo V6

21 LMGTE Pro 66 Ford Chip Ganassi Team UK (Estados Unidos)
Olivier Pla (França) – Stefan Mücke (Alemanha) – Billy Johnson (Estados Unidos)
Ford GT – Michelin – 339 Voltas – Ford EcoBoost 3.5 L Turbo V6

22 LMP2 40 Krohn Racing (Estados Unidos)
Tracy Krohn (Estados Unidos) – Niclas Jönsson (Suécia) – João Barbosa (Portugal)
Ligier JS P2 – Michelin – 338 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

23 LMGTE Pro 95 Aston Martin Racing (Inglaterra)
Nicki Thiim (Dinamarca) – Marco Sørensen (Dinamarca) – Darren Turner (Inglaterra)
Aston Martin V8 Vantage GTE – Dunlop – 338 Voltas – Aston Martin 4.5 L V8

24 LMGTE Pro 97 Aston Martin Racing (Inglaterra)
Fernando Rees (Brasil) – Jonathan Adam (Inglaterra) – Richie Stanaway (Nova Zelândia)
Aston Martin V8 Vantage GTE – Dunlop – 337 Voltas – Aston Martin 4.5 L V8

25 LMGTE Pro 63 Corvette Racing – GM (Estados Unidos)
Jan Magnussen (Dinamarca) – Antonio García (Espanha) – Ricky Taylor (Estados Unidos)
Chevrolet Corvette C7.R – Michelin – 336 Voltas – Chevrolet LT5.5 5.5 L V8

26 LMGTE Am 62 Scuderia Corsa (Estados Unidos)
Bill Sweedler (Estados Unidos) – Townsend Bell (Estados Unidos) – Jeff Segal (Estados Unidos)
Ferrari 458 Italia GT2 – Michelin – 331 Voltas – Ferrari F136GT 4.5 L V8

27 LMGTE Am 83 Italy AF Corse
François Perrodo (França) – Emmanuel Collard (França) – Rui Águas (Portugal)
Ferrari 458 Italia GT2 – Michelin – 331 Voltas – Ferrari F136GT 4.5 L V8

28 LMGTE Am 88 Abu Dhabi-Proton Racing (EAU)
Khalid Al Qubaisi (EAU) – Patrick Long (Estados Unidos) – David Heinemeier Hansson (Dinamarca)
Porsche 911 RSR – Michelin – 330 Voltas – Porsche 4.0 L Flat-6

29 LMP1 12 Rebellion Racing
Nicolas Prost (França) – Nick Heidfeld (Alemanha)
Rebellion R-One – Dunlop – 330 Voltas – AER P60 2.4 L Turbo V6

30 LMGTE Am 61 Clearwater Racing (Cingapura)
Weng Sun Mok (Malásia) – Rob Bell (Inglaterra) – Keita Sawa (Japão)
Ferrari 458 Italia GT2 – Michelin – 329 Voltas – Ferrari F136GT 4.5 L V8

31 LMGTE Pro 77 Germany Dempsey-Proton Racing
Richard Lietz (Áustria) – Philipp Eng (Áustria) – Michael Christensen (Dinamarca)
Porsche 911 RSR – Michelin – 329 Voltas – Porsche 4.0 L Flat-6

32 LMP2 22 SO24! by Lombard Racing (França)
Vincent Capillaire (França) – Erik Maris (França) – Jonathan Coleman (Inglaterra)
Ligier JS P2 – Dunlop – 328 Voltas – Judd HK 3.6 L V8

33 LMGTE Am 86 Gulf Racing (Inglaterra)
Mike Wainwright (Inglaterra) – Adam Carroll (Irlanda do Norte) – Ben Barker (Inglaterra)
Porsche 911 RSR – Michelin – 328 Voltas – Porsche 4.0 L Flat-6

34 LMP2 48 Murphy Prototypes (Irlanda)
Ben Keating (Estados Unidos) – Marc Goossens Bélgica) – Jeroen Bleekemolen (Holanda)
Oreca 03R – Dunlop – 323 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

35 LMGTE Am 60 Formula Racing (Dinamarca)
Johnny Laursen (Dinamarca) – Christina Nielsen (Dinamarca) – Mikkel Mac (Dinamarca)
Ferrari 458 Italia GT2 – Michelin – 319 Voltas – Ferrari F136GT 4.5 L V8

36 LMGTE Am 99 Aston Martin Racing (Inglaterra)
Andrew Howard (Inglaterra) – Liam Griffin (Inglaterra) – Gary Hirsch (Suíça)
Aston Martin V8 Vantage GTE – Dunlop – 318 Voltas – Aston Martin 4.5 L V8

37 LMGTE Am 50 Larbre Compétition (França)
Yutaka Yamagishi (Japão) – Pierre Ragues (França) – Jean-Philippe Belloc (França)
Chevrolet Corvette C7.R – Michelin – 316 Voltas – Chevrolet LT5.5 5.5 L V8

38 84 SRT41 by OAK Racing (França)
Fréderic Sausset (França) – Christophe Tinseau (França) – Jean-Bernard Bouvet (França)
Morgan LMP2 – Michelin – 315 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

39 LMGTE Am 57 Team AAI (Taiwan)
Johnny O’Connell (Estados Unidos) – Mark Patterson (Estados Unidos) – Oliver Bryant (Inglaterra)
Chevrolet Corvette C7.R – Michelin – 306 Voltas – Chevrolet LT5.5 5.5 L V8

40 LMGTE Pro 67 Ford Chip Ganassi Team UK (Estados Unidos)
Andy Priaulx (Inglaterra) – Marino Franchitti (Escócia) – Harry Tincknell (Inglaterra)
Ford GT – Michelin – 306 Voltas – Ford EcoBoost 3.5 L Turbo V6

41 LMGTE Am 78 KCMG (Hong Kong)
Christian Ried (Alemanha) – Wolf Henzler (Alemanha) – Joël Camathias (Suíça)
Porsche 911 RSR – Michelin – 300 Voltas – Porsche 4.0 L Flat-6

42 LMP2 31 Extreme Speed Motorsports (Estados Unidos)
Ryan Dalziel (Inglaterra) – Chris Cumming (Canadá) – Pipo Derani (Brasil)
Ligier JS P2 – Dunlop – 297 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

43 LMGTEAm 55 Italy AF Corse (Itália)
Duncan Cameron (Inglaterra)
Aaron Scott (Inglaterra)
Matt Griffin (Irlanda)
Ferrari 458 Italia GT2 – Michelin – 289 Voltas – Ferrari F136GT 4.5 L V8

44 LMP2 34 Switzerland Race Performance
Nicolas Leutwiler (Suíça) – James Winslow (Inglaterra) – Shinji Nakano (Japão)
Oreca 03R – Dunlop – 289 Voltas – Judd HK 3.6 L V8

Não Terminaram a corrida:

LMP1 5 Toyota Gazoo Racing (Japão)
Anthony Davidson (Inglaterra) – Sébastien Buemi (Suíça) – Kazuki Nakajima (Japão)
Toyota TS050 Hybrid – Michelin – 384 Voltas – Toyota 2.4 L Turbo V6

LMP2 28 Pegasus Racing (Alemanha)
Inès Taittinger (França) – Léo Roussel (França) – Rémy Striebig (França)
Morgan LMP2 – Michelin – 292 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

LMP2 44 Manor (Inglaterra)
Tor Graves (Tailândia) – James Jakes (Inglaterra) – Roberto Merhi (Espanha)
Oreca 05 – Dunlop – 283 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

LMGTE Am 98 Aston Martin Racing (Inglaterra)
Paul Dalla Lana (Canadá) – Pedro Lamy (Portugal) – Mathias Lauda (Áustria)
Aston Martin V8 Vantage GTE – Dunlop – 281 Voltas – Aston Martin 4.5 L V8

LMP2 46 Thiriet by TDS Racing (França)
Pierre Thiriet (França) – Mathias Beche (Suíça) – Ryo Hirakawa (Japão)
Oreca 05 – Dunlop – 241 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

LMP2 35 Baxi DC Racing Alpine (China)
David Cheng (China) – Ho-Pin Tung (China) – Nelson Panciatici (França)
Alpine A460 – Dunlop – 234 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

LMP2 38 G-Drive Racing (Rússia)
Simon Dolan (Inglaterra) – Jake Dennis (Inglaterra) – Giedo van der Garde (Holanda)
Gibson 015S – Dunlop – 222 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

LMGTE Pro 64 Corvette Racing – GM (Estados Unidos)
Oliver Gavin (Inglaterra) – Tommy Milner (Estados Unidos) – Jordan Taylor (Estados Unidos)
Chevrolet Corvette C7.R – Michelin – 219 Voltas – Chevrolet LT5.5 5.5 L V8

LMP1 4 ByKolles Racing Team (Áustria)
Simon Trummer (Suíça) – Pierre Kaffer (Alemanha) – Oliver Webb (Inglaterra)
CLM P1/01 – Dunlop – 206 Voltas – AER P60 2.4 L Turbo V6

LMP1 13 Rebellion Racing (Suíça)
Dominik Kraihamer (Áustria) – Alexandre Imperatori (Suíça) – Mathéo Tuscher (Suíça)
Rebellion R-One – Dunlop – 200 Voltas – AER P60 2.4 L Turbo V6

LMGTE Pro 51 AF Corse (Itália)
Italy Gianmaria Bruni (Itália)
Italy Alessandro Pier Guidi (Itália)
James Calado (Inglaterra)
Ferrari 488 GTE – Michelin – 179 Voltas – Ferrari F154CB 3.9 L Turbo V8

LMGTE Pro 71 Italy AF Corse (Itália)
Davide Rigon (Itália)
Andrea Bertolini (Itália)
Sam Bird (Inglaterra)
Ferrari 488 GTE – Michelin – 143 Voltas – Ferrari F154CB 3.9 L Turbo V8

LMGTE Pro 92 Porsche Motorsport (Alemanha)
Frédéric Makowiecki (França) – Jörg Bergmeister (Alemanha) – Earl Bamber (Nova Zelândia)
Porsche 911 RSR – Michelin – 140 Voltas – Porsche 4.0 L Flat-6

LMGTE Pro 91 Porsche Motorsport (Alemanha)
Patrick Pilet (França) – Kévin Estre (França) – Nick Tandy (Inglaterra)
Porsche 911 RSR – Michelin – 135 Voltas – Porsche 4.0 L Flat-6

LMP2 47 KCMG (Hong Kong)
Japan Tsugio Matsuda (Japão) – Richard Bradley (Inglaterra) – Matthew Howson (Inglaterra)
Oreca 05 – Dunlop – 116 Voltas – Nissan VK45DE 4.5 L V8

LMGTEAm 89 Proton Competition (Alemanha)
Leh Keen (Estados Unidos) – Marc Miller (Estados Unidos)
Porsche 911 RSR – Michelin -50 Voltas – Porsche 4.0 L Flat-6

Acompanhe as 24 horas de Lemans aqui

Grid de largada das 24 Horas de Le Mans:

1 LMP1 2 Porsche Team 3:19.733
2 LMP1 1 Porsche Team 3:20.203
3 LMP1 6 Toyota Gazoo Racing 3:20.737
4 LMP1 5 Toyota Gazoo Racing 3:21.903
5 LMP1 7 Audi Sport Team Joest 3:22.780
6 LMP1 8 Audi Sport Team Joest 3:22.823
7 LMP1 13 Rebellion Racing 3:26.586
8 LMP1 12 Rebellion Racing 3:27.348
9 LMP2 26 G-Drive Racing 3:36.605
10 LMP2 35 Baxi DC Racing Alpine 3:37.175
11 LMP2 36 Signatech Alpine 3:37.225
12 LMP2 44 Manor 3:38.037
13 LMP2 49 Michael Shank Racing 3:38.837
14 LMP2 31 Extreme Speed Motorsports 3:39.366
15 LMP2 46 Thiriet by TDS Racing 3:39.375
16 LMP2 42 Strakka Racing 3:39.394
17 LMP2 47 KCMG 3:39.436
18 LMP2 23 Panis-Barthez Compétition 3:39.470
19 LMP2 33 Eurasia Motorsport 3:40.631
20 LMP2 38 G-Drive Racing 3:40.685
21 LMP2 43 RGR Sport by Morand 3:40.899
22 LMP2 37 SMP Racing 3:41.776
23 LMP2 25 Algarve Pro Racing 3:42.088
24 LMP2 41 Greaves Motorsport 3:42.570
25 LMP2 48 Murphy Prototypes 3:43.508
26 LMP2 34 Race Performance 3:43.590
27 84 SRT41 by OAK Racing 3:45.178
28 LMGTE Pro 68 Ford Chip Ganassi Team USA 3:51.185
29 LMGTE Pro 69 Ford Chip Ganassi Team USA 3:51.497
30 LMGTE Pro 51 AF Corse 3:51.568
31 LMGTE Pro 67 Ford Chip Ganassi Team UK 3:51.590
32 LMGTE Pro 66 Ford Chip Ganassi Team UK 3:52.038
33 LMGTE Pro 71 AF Corse 3:52.508
34 LMGTE Pro 82 Risi Competizione 3:53.176
35 LMGTE Pro 92 Porsche Motorsport 3:54.918
36 LMGTE Pro 95 Aston Martin Racing 3:55.261
37 LMGTE Pro 91 Porsche Motorsport 3:55.332
38 LMGTE Pro 97 Aston Martin Racing 3:55.380
39 LMGTE Pro 77 Dempsey-Proton Racing 3:55.426
40 LMGTE Pro 64 Corvette Racing – GM 3:55.848
41 LMGTE Am 61 Clearwater Racing 3:56.827
42 LMGTE Am 98 Aston Martin Racing 3:57.198
43 LMGTE Am 88 Abu Dhabi-Proton Racing 3:57.513
44 LMGTE Am 55 AF Corse 3:57.596
45 LMGTE Am 83 AF Corse 3:57.742
46 LMGTE Am 50 Larbre Compétition 3:58.018
47 LMGTE Am 60 Formula Racing 3:58.760
48 LMGTE Am 78 KCMG 3:59.034
49 LMGTE Am 62 Scuderia Corsa 4:00.008
50 LMGTE Am 89 Proton Competition 4:00.107
51 LMGTE Am 86 Gulf Racing 4:01.046
52 LMGTE Am 57 Team AAI 4:02.326
53 LMGTE Am 99 Aston Martin Racing 4:03.148
54 LMP1 4 ByKolles Racing Team 3:34.168
55 LMP2 27 SMP Racing 3:41.132
56 LMP2 28 Pegasus Racing 3:41.285
57 LMP2 30 Extreme Speed Motorsports 3:41.406
58 LMP2 22 SO24! by Lombard Racing 3:44.347
59 LMP2 40 Krohn Racing 3:45.213
60 LMGTE Pro 63 Corvette Racing – GM 3:57.967

Link para acompanhar as 24 Horas aqui ou se preferir acompanhe aqui mesmo com esse Player cedido pela Ford Performance

Coluna de Deivison da Conceição: A Acomodação e a cegueira de Marketing do Automobilismo Brasileiro

Me espantou nessa semana a declaração de uma pessoa quando eu mostrei a minha proposta de uma Formula Indy do Brasil e essa pessoa falou que o automobilismo de formula acabou aqui no país e para eu esquecer disso!

Fiquei espantado, Com outras coisas que eu acumulei durante esse tempo posso dizer com tranquilidade que o Automobilismo esta achando que esta em berço esplêndido e acomodado pedindo para o público vim quando eles não fazem praticamente nenhuma atitude para atrair esse público. Nunca vi uma verdadeira ação de Marketing no Automobilismo Gaúcho para se atrair público, Fiz minha parte com alguns Banners muito legais de divulgação da prova e Alguns deles com antecedência de 1 a 2 semanas para a divulgação, Infelizmente isso não deu resultado nenhum praticamente.

fjrelger
Rodrigo Elger, Umas das maiores vitimas de um automobilismo que acha que pode ficar no seu Gueto sem pedir para ninguém possa conhecer o Esporte.

Sugeri que os organizadores fossem para as escolas públicas para falarem do evento para que se levasse alunos de escolas públicas para os autódromos já para criar uma leva de fãs desse esporte que Isso iria gerar frutos daqui a 5 ou 10 anos, Aquela criança daqui a 5 anos quando ele tiver a opção de ir ao estádio de futebol ou de ir a Tarumã, Guaporé ou outro circuito ele vai preferir o circuito até porque ele se apaixonou por esse esporte e também porque com o dinheiro que ele iria gastar com o Futebol aonde você tem 2 horas de jogo em que até os melhores times do Brasil tem um nível de jogadores sofrível a ponto de não valer a pena ir ao estádio além de ter o ingresso é o olho da cara Enquanto que no autódromo você pode levar a família inteira, Churrasco, Chimarrão, Fazer a festa por um dia inteiro e confraternizando com outras famílias, com outras pessoas enquanto ficam vendo um dia inteiro de competições com várias categorias.

Mas ao invés de venderem o seu peixe eles falam de todas as suas incapacidades como uma forma de justificar o relaxamento deles, Falam de que o Grid é vazio de uma forma de jogar para baixo o que errado já que o Grid de algumas categorias é muito bom, somente os Formulas que ficaram com o Grid Baixo devido a péssima gerência de Regulamento deles que estão fazendo uma atrás da outra (Obs: Nesse final de semana tem uma bomba que um piloto falou para mim sobre o regulamento de 2016 e eu vou comentar isso) Mas ao invés dos dirigentes e de quem vive do esporte fazerem sua parte em fazer essa divulgação (Não digo todos, Mas uma grande Maioria) Eles preferem de olhos fechados verem o produto cair na lama com as mãos e os pés atados sem se quer pensar em levantar, Ou melhor! Poderiam desamarrar esse produto que já foi e esta sendo mal tratado.

3etapagaucho
Fiz essa divulgação na 3ªetapa do campeonato Gaúcho de automobilismo em 2014.

Agora, Eu nem sei se poderia dizer isso ou comparar vocês ao Carnaval em um ponto: Como diria o mentor e dono da Rádio Arquibancada Anderson Baltar que disse em uma das transmissões que o  Carnaval esta virando gueto e as escolas de sambas estão virando mais guetos ainda. Isso eu digo do automobilismo. O meio esta virando um gueto e os autódromos estão virando mais guetos ainda com uma enorme desvantagem sobre o carnaval. É que pelo menos tem gente do carnaval batendo de frente com essa realidade e que temos felizmente uma reação de algumas escolas para essa tal realidade, Já o Automobilismo continua dormindo em berço esplêndido e vendo cada vez mais esses guetos virarem mais guetos e nada esta sendo feito e nem a imprensa faz nada, tipo uns 80 a 90% dela esta quieta e conformada com essa realidade!


Ouçam a partir do minuto 56 ou 57 e fiquem 3 minutos ouvindo, Acho que vocês vão se identificar com os mesmo problemas do carnaval.

Outra coisa que não fazem é transmissão online das categorias, Somente O Endurance RS e a copa Classic faz essa cobertura, Algumas categorias conseguem fazer isso, Então porque o restante não pode fazer? Seria muito pedir uma transmissão nem que seja transmissão de Rádio online e não é preciso muito dinheiro para se fazer isso não (A Internet para ser colocada no autódromo é 150 Reais) Basta uma boa internet nos autódromos (Algo que não querem colocar ou então precisam colocar mais velocidade de conexão)  Um ou dois notebooks ou computadores, dois microfones e boa vontade para fazer a rádio. O Servidor da Rádio pode ser de graça e eu até indico um servidor que é o Listen2MyRadio que dá para ter até 5000 ouvintes e olha que tem gente que quer ver transmissão ao vivo online dos eventos do automobilismo Brasileiro, Já seria o primeiro passo para que o esporte cresça, Quem puder fazer uma transmissão de TV pelo Youtube por streaming faça, dai vocês vão falar, Ah mas dai só vai ter 20 pessoas vendo nem que sejam 10 pessoas vendo ao vivo. E dai e se deixarem o vídeo no Youtube as pessoas que não tiveram tempo para ver a corrida irão ver a prova e derepente na próxima vão acompanhar ao vivo, No Carnaval do Grupo B a Rádio arquibancada teve mais de 600 pessoas vendo o desfile online por vídeo do Grupo B (3ªDivisão do Carnaval Carioca) e isso só com uma câmera e com a vontade de fazer, Algo que muitos dirigentes, Imprensa do Automobilismo que tenha condições de Fazer não tem culhão para fazer nem que seja uma câmera ou duas, Assim mesmo vai ter gente que veja a seja online seja gravado essa Transmissão.

Vai que que um empresário não ver esse trabalho e queria investir nas Transmissões em troca de publicidade e dai a estrutura melhora com investimento desse empresário. Mas nada disso será possível se não tiver a iniciativa de sair do seu gueto e tentar aumentar a família e ter uma nova geração para o futuro, Vejam esses números de algumas categorias nacionais e Regionais de número de Curtidas no Facebook de suas fan Pages:

https://www.facebook.com/formulars2014/?ref=ts&fref=ts 1.819 curtidas
https://www.facebook.com/copafuscars/?fref=ts 2.863 curtidas
https://www.facebook.com/endurance.rs/?fref=ts 2.353 Curtidas
https://www.facebook.com/MarcasPilotosRs/?fref=ts 1.978 Curtidas
https://www.facebook.com/Copa-Classic-RS-210836008971574/?fref=ts 2.923 curtidas
https://www.facebook.com/formula3brasil/?fref=ts 1.482 curtidas
https://www.facebook.com/marcasepilotossp/?fref=ts 3.691 Curtidas

então temos algum público que curta as nossas categorias, Poderíamos ter o dobro ou o triplo disso caso houvesse algum plano de Marketing sério. Vejam esses números de Baixo:

https://www.facebook.com/formulatruckoficial/?fref=ts 62.927 curtidas
https://www.facebook.com/stockcaroficial/?fref=ts 338.469 Curtidas
https://www.facebook.com/mercedesbenzchallenge/?fref=ts 62.252 Curtidas

Se a Stock Car, A Formula Truck e a Mercedes Challenge conseguem esses números claro que as outras categorias podem conseguir esse número e o dinheiro não é desculpa para não se conseguir esses números, Basta ter apenas divulgação em lugares como as escolas públicas e particulares para falarem da Categoria, Uma palestra de 1 hora com todos os alunos, Isso vai ser a melhor para aumentar o número de seguidores e conseguíramos ter mais sucesso de encher os autódromos.

https://www.facebook.com/formulainter/?fref=ts 3.364 Curtidas

A Formula Inter vem com um projeto sério para a sua publicidade, na sua promoção da Categoria, Um tapa na cara para quem diz que o Automobilismo de Formula no Brasil acabou e espero que essa categoria possa dar certo para os que querem seguir no caminho da Indy ou da Formula 1 possam ter a chance de fazer sem gastar muitos gastos.

Dai depois reclamam da falta de pilotos no Grid, Claro que não terão pilotos para correr porque Nenhum patrocinador vai investir em pilotos, Nenhum patrocinador vai investir em uma categoria que não tem nem transmissão ao vivo por Rádio online, Com a transmissão o interesse iria subir e muito, Sem a Transmissão o interesse cai e muito.

Vários pilotos colocam dinheiro do bolso ou apelam para crowdfunding para sobreviverem no Esporte. Tem piloto talentosos que podem terem suas carreiras ceifadas por não terem patrocinadores e mídia para continuarem e o pior de tudo é que a maioria dessas pessoas jogam contra o esporte diminuindo o espetáculo falando só das coisas ruins e apequenando o produto quando qualquer empresa séria do mundo quer ver seu negócio prosperar e isso eu não estou vendo no Automobilismo.

Espero que eu possa começar a alertar vocês da Grande Besteira que vocês que comandam o automobilismo e que fazem o desserviço de ignorar o produto de vocês e acharem que vão ficar para sempre acomodados enquanto esperam por novas pessoas virem sem divulgação.

Coluna: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Blog do Passatão
Vídeo: Rádio Arquibancada

Mark Webber, Hartley e Bernhard levam a Porsche a um heroico título do WEC no Bahrein

Em 6 Horas de disputa no Bahrein a Porsche comemorou o campeonato de pilotos de maneira dramática com os pilotos Timo Bernhard, Mark Webber e Brendon Hartley conquistaram o título do WEC na categoria LMP1, A prova no circuito de Sahkir no Bahrein mostrou que a Porsche tem o melhor carro do Campeonato desse ano, No começo da corrida o Carro de número de 17 de Bernhard, Webber e Hartley liderava a corrida com Dumas,Jani e Lieb em segundo lugar. Mas o Audi número 8 de Lucas di Grassi, Löic Duval e Oliver Jarvis chegou ao segundo lugar na corrida ao passar o Trio da Porsche e depois disso estava tão rápido e competitivo com o Porsche de Bernhard, Webber e Hartley tanto é que chegaram a estarem na liderança da corrida. Mas problemas acabaram jogando o Audi nº8 para lá atrás.

Vencedores_Sahkir

O Porsche nº17 no decorrer da corrida acabou tendo problemas perdendo muitas voltas para os líderes e dessa forma o campeonato ficava aberto para um possível campeonato para o Trio Fässler/Lotterer/Tréluyer conquistar o título, Bastava o Audi nº7 vencer o Porsche número 18. Apesar da eficiência da Audi o carro da Porsche foi superior e a cada volta a distância entre os dois trios aumentava mais e mais, Os dois trios da Toyota estavam em 3º e 4ºlugares mas sem possibilidades de disputarem a vitória. O Porsche de Bernhard, Webber e Hartley volta e outra dava problemas. Em uma de suas últimas paradas o carro foi para mais um concerto emergencial o que custou mais algumas voltas, Mas foi o bastante para ficar em 5ºlugar na frente do Audi de Di Grassi/Duval/Jarvis que teve problemas ainda maiores do que o Porsche 17 que praticamente tinha problemas que normalmente poderiam levar os pilotos a encostarem e deixarem a prova. Mas acabaram levando o carro até o final da prova em 5ºlugar.

Audi_Bahrein_2015

A Vitória de Romain Dumas, Neel Jani e Marc Lieb com o Porsche de número 18 garantiu o campeonato para Timo Bernhard, Mark Webber e Brendon Hartley que ficou em 5ºlugar e garantiu o campeonato com 166 pontos contra os 161 pontos de Marcel Fässler, André Lotterer e Benoit Tréluyer que ficou em 2ºlugar na corrida e no campeonato. O pódio foi completado pelo Trio da Toyota Formado por Alexander Wurz que encerra a carreira nessa corrida, Stéphane Sarrazin e Mike Conway com a Toyota que fez um ano bem ruim ponto de sequer conseguir defender de maneira minimamente decente.

Davidson/Buemi/Nakajima ficou em 4ºlugar com a Toyota. A festa ficou mesmo com Timo Bernhard, Mark Webber e Brendon Hartley com a Porsche que em seu segundo ano na volta da equipe no WEC já conquista o título das 24 Horas de LeMans e do Campeonato Mundial de Endurance.

podio_sahkir6h_2015

Na LMP2 a vitória ficou com Roman Rusinov, Julien Canal, Sam Bird que também ficaram com o título da categoria com o Ligier JS P2-Nissan com Matthew Howson, Richard Bradley, Nick Tandy com o Oreca 05 – Nissan em segundo lugar e Gustavo Yacaman, Luis Felipe Derani, Ricardo Gonzalez com o Ligier JS P2 com Nissan em 3ºlugar.

Patrick Pilet, Frédéric Makowiecki com Porsche 911 RSR venceu na LMGTE Pro com Gianmaria Bruni, Toni Vilander em 2ºlugar com a Ferrari F458 Itália. O Título ficou com Richard Lietz que correu com o Porsche 911 RSR com seu parceiro Michael Christensen. Na LMGTE am a vitória ficou com o Paul Dalla Lana, Pedro Lamy, Mathias Lauda com o carro da Aston Martin Vantage V8 o pódio foi completado pelos trios da Porsche Marco Mapelli, Khaled al Qubaisi, Klaus Bachler em 2º e Christian Ried, Patrick Long, Marco Seefried em 3ºlugar. Mas o Campeonato ficou com o trio Victor Shaytar, Andrea Bertolini, Aleksey Basov  com a Ferrari F458 Italia.

campeoesLMP2

O WEC sai fortalecido nesse ano tendo em seu grid cada vez mais cheio de grandes pilotos e com seu nível técnico cada vez mais alto nos seus pilotos e nas montadoras, Esperar para 2016 que a Nissan se recupere e traga seu protótipo na LMP1 e que a Ford venha também Forte e que a Toyota possa estar em pé de igualdade com a Porsche e com a Audi.

Resultado Final das 6 Horas do Bahrein

1 18 LMP1 Romain Dumas, Neel Jani, Marc Lieb (Porsche 919 Hybrid M) 6:00’52.843 em 199 Voltas
2 7 LMP1 Marcel Fässler, André Lotterer, Benoît Tréluyer (Audi R18 e-tron quattro M) 1’25.310
3 2 LMP1 Alexander Wurz, Stéphane Sarrazin, Mike Conway (Toyota TS 040 – Hybrid M) 3 Voltas
4 1 LMP1 Anthony Davidson, Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima (Toyota TS 040 – Hybrid M) 3 Voltas
5 17 LMP1 Timo Bernhard, Mark Webber, Brendon Hartley (Porsche 919 Hybrid M) 9 Voltas
6 8 LMP1 Lucas di Grassi, Loïc Duval, Oliver Jarvis (Audi R18 e-tron quattro M) 11 Voltas
7 26 LMP2 Roman Rusinov, Julien Canal, Sam Bird (Ligier JS P2 – Nissan D) 16 Voltas
8 47 LMP2 Matthew Howson, Richard Bradley, Nick Tandy (Oreca 05 – Nissan D) 16 Voltas
9 28 LMP2 Gustavo Yacaman, Luis Felipe Derani, Ricardo Gonzalez (Ligier JS P2 – Nissan D) 17 Voltas
10 36 LMP2 Nelson Panciatici, Paul Loup Chatin, Tom Dillmann (Alpine A450b – Nissan D) 17 Voltas
11 13 LMP1 Alexandre Imperatori, Dominik Kraihamer, Mathéo Tuscher (Rebellion R-One – AER M) 18 Voltas
12 4 LMP1 Simon Trummer, Pierre Kaffer, (CLM P1/01 – AER M) 19 Voltas
13 44 LMP2 Mikhail Aleshin, Nicolas Minassian, David Markozov (BR01 – Nissan D) 20 Voltas
14 12 LMP1 Nicolas Prost, Mathias Beche (Rebellion R-One – AER M) 20 Voltas
15 42 LMP2 Nick Leventis, Danny Watts, Jonny Kane (Gibson 015S – Nissan D) 21 Voltas
16 43 LMP2 Pierre Ragues, Oliver Webb, Christopher Cumming (Morgan Evo – SARD D) 22 Voltas
17 30 LMP2 Scott Sharp, Ryan Dalziel, David Heinemeir Hansson (Ligier JS P2 – HPD D) 23 Voltas
18 92 LMGTE Pro Patrick Pilet, Frédéric Makowiecki (Porsche 911 RSR M) 26 Voltas
19 51 LMGTE Pro Gianmaria Bruni, Toni Vilander (Ferrari F458 Italia M) 26 Voltas
20 31 LMP2 Ed Brown , Johannes van Overbeek, Jonathon FOGARTY (Ligier JS P2 – HPD D) 26 Voltas
21 97 LMGTE Pro Darren Turner, Jonathan Adam, (Aston Martin Vantage V8 M) 26 Voltas
22 95 LMGTE Pro Christoffer Nygaard, Marco Sorensen, Nicki Thiim (Aston Martin Vantage V8 M) 26 Voltas
23 91 LMGTE Pro Richard Lietz, Michael Christensen (Porsche 911 RSR M) 27 Voltas
24 71 LMGTE Pro Davide Rigon, James Calado (Ferrari F458 Italia M) 27 Voltas
25 99 LMGTE Pro Alex Macdowall, Fernando Rees, Richie Stanaway (Aston Martin Vantage V8 M) 28 Voltas
26 98 LMGTE Am Paul Dalla Lana, Pedro Lamy, Mathias Lauda (Aston Martin Vantage V8 M) 29 Voltas
27 88 LMGTE Am Marco Mapelli, Khaled al Qubaisi, Klaus Bachler (Porsche 911 RSR M) 29 Voltas
28 77 LMGTE Am Christian Ried, Patrick Long, Marco Seefried (Porsche 911 RSR M) 29 Voltas
29 83 LMGTE Am François Perrodo, Emmanuel Collard, Matteo Cressoni (Ferrari F458 Italia M) 30 Voltas
30 72 LMGTE Am Victor Shaytar, Andrea Bertolini, Aleksey Basov (Ferrari F458 Italia M) 30 Voltas
31 50 LMGTE Am Gianluca Roda, Paolo Ruberti, Kristian Poulsen (Chevrolet Corvette C7 M) 30 Voltas
32 96 LMGTE Am Francesco Castellacci, Roald Goethe, Stuart Hall (Aston Martin Vantage V8 M) 31 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: WEC

Grid de largada das 6 Horas do Bahrein – WEC

1 17 LMP1 Timo Bernhard, Mark Webber, Brendon Hartley (Porsche 919 Hybrid M) 1’39.736
2 18 LMP1 Romain Dumas, Neel Jani, Marc Lieb (Porsche 919 Hybrid M) 1’40.100
3 7 LMP1 Marcel Fässler, André Lotterer, Benoît Tréluyer (Audi R18 e-tron quattro M) 1’41.303
4 8 LMP1 Lucas di Grassi, Loïc Duval, Oliver Jarvis (Audi R18 e-tron quattro M) 1’41.407
5 1 LMP1 Anthony Davidson, Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima (Toyota TS 040 – Hybrid M) 1’42.158
6 2 LMP1 Alexander Wurz, Stéphane Sarrazin, Mike Conway (Toyota TS 040 – Hybrid M) 1’42.462
7 13 LMP1 Alexandre Imperatori, Dominik Kraihamer, Mathéo Tuscher (Rebellion R-One – AER M) 1’46.660
8 12 LMP1 Nicolas Prots, Mathias Beche, (Rebellion R-One – AER M) 1’46.918
9 4 LMP1 Simon Trummer, Pierre Kaffer, (CLM P1/01 – AER M) 1’48.281
10 36 LMP2 Nelson Panciatici, Paul Loup Chatin, Tom Dillmann (Alpine A450b – Nissan D) 1’49.993
11 26 LMP2 Roman Rusinov, Julien Canal, Sam Bird (Ligier JS P2 – Nissan D) 1’50.102
12 47 LMP2 Matthew Howson, Richard Bradley, Nick Tandy (Oreca 05 – Nissan D) 1’50.490
13 28 LMP2 Gustavo Yacaman, Luis Felipe Derani, Ricardo Gonzalez (Ligier JS P2 – Nissan D) 1’50.720
14 43 LMP2 Pierre Ragues, Oliver Webb, Christopher CUMMING (Morgan Evo – SARD D) 1’51.302
15 30 LMP2 Scott Sharp, Ryan Dalziel, David Heinmeier Hansson (Ligier JS P2 – HPD D) 1’51.610
16 44 LMP2 Mikhail Aleshin, Nicolas Minassian, David Markozov (BR01 – Nissan D) 1’52.020
17 42 LMP2 Nick Leventis, Danny Watts, Jonny Kane (Gibson 015S – Nissan D) 1’52.260
18 31 LMP2 Ed Brown, Johannes Van Overbeek, Jonathon Fogarty (Ligier JS P2 – HPD D) 1’55.472

19 51 LMGTE Pro Gianmaria Bruni, Toni Vilander, (Ferrari F458 Italia) M 1’58.347
20 95 LMGTE Pro Christoff Nygaard, Marco Sorensen, Nicki Thiim (Aston Martin Vantage V8) M 1’58.659
21 99 LMGTE Pro Alex Macdowall, Fernando Rees, Richie Stanaway (Aston Martin Vantage V8) M 1’58.777
22 92 LMGTE Pro Patrick Pilet, Frédéric Makowiecki, (Porsche 911 RSR) M 1’58.988
23 97 LMGTE Pro Darren Turner, Jonathan Adam (Aston Martin Vantage V8) M 1’59.111
24 91 LMGTE Pro Richard Lietz, Michael Christensen (Porsche 911 RSR) M 1’59.807
25 98 LMGTE Am Paul Dalla Lana, Pedro Lamy, Mathias Lauda (Aston Martin Vantage V8) M 2’00.522
26 50 LMGTE Am Gianluca Roda, Paolo Ruberti, Kristian Poulsen (Chevrolet Corvette C7) M 2’00.944
27 72 LMGTE Am Victor Shaytar, Andrea Bertolini, Aleksey Basov (Ferrari F458 Italia) M 2’00.988
28 83 LMGTE Am François Perrodo, Emmanuel Collard, Matteo Cressoni (Ferrari F458 Italia) M 2’01.796
29 77 LMGTE Am Christian Ried, Patrick Long, Marco Seefried (Porsche 911 RSR) M 2’02.348
30 96 LMGTE Am Francesco Castellacci, Roald Goethe, Stuart Hall (Aston Martin Vantage V8) M 2’03.517
31 71 LMGTE Pro Davide Rigon, James Calado (Ferrari F458 Italia) M 2’04.574

M – Michelin
D – Dunlop
Foto: WEC