Hamilton conquista vitória de nº69 na Noite de Cingapura e fica mais perto do pentacampeonato

Em um final de semana aonde tudo deu muito certo para o piloto da Mercedes, Não tinha outro desfecho se não a vitória no Circuito de Rua na Marina Bay, Sua vitória de número 69 faz com que Hamilton fique a apenas 22 corridas do recorde que pertence a Michael Schumacher. Mas do que isso, Ele esta agora a 40 pontos a frente de Sebastian Vettel na pista do título. começando a caminhar o título para as mãos dele.

Largada, Hamilton manteve a liderança, Já Vettel foi para cima de Verstappen, Ocon foi tentar Perez por fora e acabou levando o toque de Sergio Perez e foi para o muro.

O Safety Car entrou na pista para a retirada do carro do piloto Francês que esta ameaçado de desemprego que foi o único piloto a abandonar a prova de hoje. Antes disso, Vettel passou Verstappen e assumiu a segunda posição.

Hamilton, Vettel, Verstappen, Bottas, Raikkonen, Ricciardo, Perez, Grosjean, Alonso e Sainz jr. eram os 10 primeiros colocados. Em 17ºlugar, Sergei Sirotkin estava com um aro do carro de Esteban Ocon preso a sua asa dianteira, Ele acabou indo para os boxes, trocar os pneus e tirar essa peça do seu carro.

Relargada aconteceu na 5ªVolta, Hamilton já abre 1 segundo sobre Vettel que tenta fugir de Verstappen, Bottas, Raikkonen e Ricciardo. Vettel e Hamilton trocavam voltas mais rápidas entre eles.

Perez em 7ºlugar vinha em um ótimo ritmo de corrida, Grosjean vinha em 8º, Bem longe de Perez. Alonso, Sainz e Hulkenberg vinham a seguir. Após a 9ªVolta.

Mesmo com os pneus Hypersoft e Supersoft, A expectativa era de apenas uma parada para todos os pilotos. Apenas os dois pilotos da Williams estavam usando os pneus Soft (Que era os mais duros do final de semana)

Após 12 voltas, Hamilton vinha a 1.9 a frente de Vettel que vinha 1.7 segundos de Verstappen, Bottas em 4º já estava a 2 segundos atrás de Verstappen e 1.3 segundos a frente de Kimi Raikkonen. Ricciardo vinha em 6º a 11.5 segundos do líder. Alonso que vinha em 9ºlugar fazia voltas 3.8 segundos mais lento do que as voltas de Hamilton, É algo abusivo  o que esta acontecendo com a Formula 1. Que tem nesse momento a primeira divisão com 3 equipes e a segunda divisão com o restante do Grid. Algo tem que ser feito para que isso não continue e deixe o esporte cada vez menos chamativo.

Alonso vai pra cima de Romain Grosjean em busca do 8ºlugar. Na 15ªvolta, Vettel faz sua primeira parada nos boxes e volta em 7º. Foi o primeiro dos grandes a fazer a troca de pneus.

Na Volta seguinte, Hamilton vai fazer sua parada. Verstappen assumiu a liderança. Já Hamilton voltou na 5ªposição, A frente de Perez e de Vettel . A diferença é que piloto da Ferrari colocou novamente um jogo de pneus Hypermacios e teria de parar novamente e Hamilton já poderia ir até o final da prova.

Bottas e Grosjean pararam na volta 17. Verstappen que liderou 2 voltas foi para a sua parada nos boxes, Dois 3 primeiros foi a parada mais rápida e o Holandês voltou a frente de Vettel e conseguiu segurar Vettel e ganhou a 4ªposição. Raikkonen vinha em 1º com 3.5 segundos a frente de Ricciardo, esses dois ainda não tinham feito a parada nos boxes.

Verstappen começava a virar mais rápido do que Hamilton nesse momento da prova, Em uma volta chegou a tirar 8 décimos de diferença em uma só volta. Enquanto isso, Perez em 16ºlugar tentar escalar o pelotão ao atacar o Russo Sergei Sirotkin da Williams.

Raikkonen parou na volta 23, colocando os pneus mais duros para terminar a prova. Daniel Ricciardo assumiu a liderança com 10 segundos a frente de Lewis Hamilton que já trocou seus pneus.

Na 25ªVolta, Charles Leclerc vai para cima de Pierre Gasly, Em disputa pelo 9ºlugar, O recém contratado da Red Bull para 2019 enfrentando o recém contratado da Ferrari para 2019. Todas as equipes estavam olhando para o céu e tinha gotas caindo do céu, provavelmente a chuva poderia cair em menos de 10 minutos.

Na 27ªVolta, Charles Leclerc se aproveitando do erro de Pierre Gasly (que acabou fritando os pneus), Passou o piloto da Toro Rosso e assumiu o 9ºlugar.

Ricciardo foi o último dos pilotos das equipes grandes a pararem na volta 28, fazendo uma parada bem rápida ele volta em 6ºlugar. Hamilton vinha 4.8 segundos a frente de Verstappen, 7 segundos de Vettel, 10.e segundos do seu companheiro de equipe Valtteri Bottas que vinha em 4º, Kimi Raikkonen vinha a 13.6 segundos e Ricciardo vinha a 23.7 segundos na 6ªposição.

Alonso, Sainz jr., Leclerc e Ericsson completavam os 10 primeiros colocados, Mas todos esses mais Vandoorne e Stroll não tinham parado nos boxes na 29ªVolta.

Sergei Sirotkin continuava segurando a pressão de Sergio Perez. Para o piloto da Force India estava sendo bem ruim essa situação que afastava ele da zona de pontuação.

Hamilton continuava tranquilo, Com 5 segundos a frente de Verstappen, Vettel vinha em 3ºlugar a 4.2 segundos de Verstappen, Bottas vinha com 3.5 segundos a frente de Raikkonen e Daniel Ricciardo vinha mais afastado, Em 6ºlugar.

Na entrada da 33ªVolta, Perez tenta passa Sirotkin na marra, Acabou não conseguindo. Dai Perez da um chega pra lá no Piloto da Williams e acaba com o toque furando o pneu e quebrando peças do seu carro e do carro do Siroktin. O piloto da Force India foi para os boxes fazer sua segunda parada.

Hulkenberg deixou Siroktin para trás imediatamente. Não ficando mais de 10 voltas atrás do piloto russo como fez Perez. Magnussen em busca da recuperação tentou ir para cima de Hartley, Acabou o Neozelandês mantendo a posição.

O piloto escandinavo foi o primeiro a tomar volta do líder Lewis Hamilton, Que teria um batalhão de retardatários para ultrapassar. Nisso, Verstappen vinha tirando a diferença para o piloto da Mercedes.

Na 38ªVolta, Grosjean e Sirotkin disputavam ferozmente posição, Ignorando bandeira azul. Hamilton não arriscou em passar ambos e Verstappen acabou se aproveitando e tentando o seu único ataque na prova inteira em cima de Hamilton. O Holandês chegou perto de passar o piloto da Mercedes.

Hamilton por fim, manteve a liderança da prova. Já tanto Sirotkin como Grosjean estavam sendo investigados pela violação a bandeira azul. Perez tomou 5 segundos por causar a colisão com Sergei Sirotkin. Na 41ªVolta, Perez acabou cumprindo a punição.

Hamilton depois da sessão de retardatários voltou a abrir vantagem para Verstappen (3.4 segundos a frente do Holandês). Vettel, Bottas, Raikkonen e Ricciardo continuavam nas suas respectivas posições de largada. Carlos Sainz jr. foi atacar Ericsson, Disputa valendo o 8ºlugar.

Na volta 44, Ericsson tentava segurar o piloto da Renault de todo o jeito, Uma disputa bonita que acabou com Sainz jr. ganhando a 8ªposição. Enquanto que Grosjean tomou 5 segundos de punição por ignorar bandeira azul. Nesse meio tempo, Leclerc foi para a sua parada.

Bottas vinha em 4ºlugar, Mas com Raikkonen perto dele e com Daniel Ricciardo chegando nos dois.

Sirotkin foi para cima de Hartley e acabou fechando totalmente a porta para o piloto da Toro Rosso que quase bateu no muro macio. Isso provocou punição ao piloto da Williams. Fernando Alonso com 1:43.518 acabou fazendo a volta mais rápida da prova com a Mclaren, Isso após de trocar os pneus nessa reta final da prova.

Com todos os pilotos parando nos boxes a classificação era: Hamilton, Verstappen, Vettel, Bottas, Raikkonen, Ricciardo, Alonso, Sainz jr., Leclerc e Hulkenberg. Depois vinham Ericsson, Vandoorne, Grosjean, Gasly, Stroll, Hartley, Perez, Magnussen e Sirotkin.

Hamilton administra bem sua vantagem para Verstappen, A única disputa que ainda poderia ver entre os 10 primeiros era de Bottas, Raikkonen e Ricciardo pelo 4ºlugar na prova a 10 voltas do final. Fora isso, Kevin Magnussen sem nada que fazer na prova acabou marcando a volta mais rápida da prova.

Hamilton não teve nenhum problema para levar a sua 69ªVitória da sua carreira, O inglês que mais uma vez não teve o melhor carro do final de semana com a vitória, Abre 40 pontos de frente para Vettel e dar mais um passo decisivo para o seu pentacampeonato.

Max Verstappen acabon tendo uma chance de tentar superar Hamilton, Mas depois disso não pode fazer mais nada além de recuperar a posição nos boxes e se administrar a segunda posição. Vettel sai de Cingapura cada vez mais longe do campeonato, atrapalhado por uma tática ruim de prova acabou fechando o pódio. Mesmo tendo o melhor carro do Grid, Parece que o Piloto Alemão vai ter que tirar tudo de si para tirar o campeonato das mãos de Hamilton.

Valtteri Bottas segurou a pressão de Raikkonen e acabou garantindo o 4ºlugar, Raikkonen ficou em 5ºlugar e Ricciardo acabou em 6º. Todos os 6 primeiros colocados repetiram seus resultados na classificação do Sábado.

Fernando Alonso fez uma grande corrida, Levando a Mclaren-Renault para a 7ªposição, Fora os 6 primeiros, foi o único dos pilotos das equipes do segundo pelotão a terminar a prova com 61 voltas. Carlos Sainz jr. teve uma bela jornada e subiu do 12ªlugar da largada para completar a prova em 8ºlugar com a Renault que ganhou folego na briga pelo 4ºlugar nos construtores.

Após algumas provas de insucesso, Charles Leclerc voltou a pontuar com o 9ºlugar com o carro da Sauber que teve um bom desempenho em Marina Bay. Nico Hulkenberg completou a zona de pontuação.

Marcus Ericsson fez uma boa corrida, Mas acabou de fora dos pontos, Na 11ªposição. O Desempregado Belga Stoffel Vandoorne levou o segundo carro da Mclaren para o 12ºlugar.

Pierre Gasly com a Toro Rosso e Lance Stroll com a Williams fizeram o que era possível com seus carros. Já Romain Grosjean, Sergio Perez e Sergei Sirotkin terminaram em 15º, 16º e 19º respectivamente acabaram apontando demais e quase alteraram o resultado da corrida com a impudência deles. No meio deles, Brendon Hartley coitado, acabou vitima na impludente manobra do piloto Russo e acabou em 17º, Magnussen tem rendimento ficou em 18º. Porém teve um prêmio de consolação interessante.  Marcou a melhor volta da prova.

Essa foi a primeira corrida que a Racing Point Force India não marcou pontos desde da sua compra pelo Grupo de empresários formado pelo Canadense Laurence Stroll.

Daqui a duas semanas teremos a última corrida Europeia da Temporada 2018. Na Rússia, No complexo esportivo de Sochi. Será capaz de Vettel reverter essa desvantagem para Hamilton ou o título para o piloto da Mercedes é só uma questão de tempo mesmo.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP de Cingapura
15ªEtapa do Mundial de Formula 1 – Temporada 2018

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 61 1:51:11.611 1
2 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 61 a 8.961s 2
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 61 a 39.945s 3
4 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 61 a 51.930s 4
5 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 61 a 53.001s 5
6 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 61 a 53.982s 6
7 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 61 a 1:43.011s 11
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 60 a 1 Volta 12
9 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 60 a 1 Volta 13
10 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 60 a 1 Volta 10
11 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 60 a 1 Volta 14
12 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 60 a 1 Volta 18
13 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 60 a 1 Volta 15
14 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 60 a 1 Volta 20
15 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 60 a 1 Volta 8
16 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 60 a 1 Volta 7
17 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 60 a 1 Volta 17
18 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 59 a 2 Voltas 16
19 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 59 a 2 Voltas 20
31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 0 a 61 Voltas 9

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Red Bull/Ferrari/Renault/Sauber/Force India/

Assoalho irregular elimina Grosjean da classificação em Monza

Romain Grosjean acabou perdendo o 6ºlugar que conquistou no GP da Itália no Circuito de Monza. A Desclassificação do piloto Francês aconteceu após um protesto da equipe Renault, Aonde os comissários pediram ao delegado Técnico uma investigação do caso.

Após essa investigação, Foi constatada a irregularidade as regras do Regulamento.

“O plano de referência do carro número 08 não está em conformidade com o artigo 3.7.1 d) e os esclarecimentos dados em TD / 033-18 publicado em 25 de julho de 2018”, disse a FIA.

O artigo mencionado afirma: “A superfície formada por todas as partes situadas no plano de referência deve ter um raio de 50mm (+/- 2mm) em cada canto dianteiro, quando vista diretamente abaixo do carro, sendo aplicada após a superfície ter sido definida. ”

A Haas vai recorrer dessa decisão, Com essa desclassificação. O Resultado da prova mudou como também o campeonato de pilotos e de construtores.

Resultado Final do GP da Itália – Após a Desclassificação de Romain Grosjean

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 1:16:54.484 3
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 8.705s 1
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 14.066s 4
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 16.151s 2
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 53 a 18.208s 5
DES 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 53 a 56.320s 6
6 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 57.761s 8
7 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 58.678s 14
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 53 a 1:18.140s 7
9 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 Volta 10
10 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 Volta 12
11 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 15
12 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 52 a 1 Volta 17
13 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 52 a 1 Volta 20
14 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 52 a 1 Volta 9
15 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 18
16 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 11
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 23 Motor 19
14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 9 Abandonou 13
28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 0 Suspensão 16

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: Haas

Hamilton supera favoritismo da Ferrari e conquista soberba vitória em Monza

Tudo indicava uma grande vitória da Ferrari em Monza aparece o brilho do Inglês Lewis Hamilton, Com a Mercedes ele acabou fazendo a diferença. Ao conquistar a vitória após uma feroz disputa com o Finlandês Kimi Raikkonen que viveu final de semana iluminado.

A 68ªVitória do piloto Inglês começou a ser desenhada na primeira volta. Raikkonen manteve a ponta com Vettel, Hamilton, Verstappen, Grosjean e Bottas disputando o 5ºlugar. Na segunda chicane, Hamilton por fora  colocou de lado em cima do Vettel. Em um movimento prefeito, O inglês acabou passando o Alemão que acabou rodando e comprometendo sua corrida.

Safety Car na pista. Primeiro pelo acidente de Brendon Hartley que acabou sendo atingido na largada pelo Marcus Ericsson e depois pelo que aconteceu com Vettel.

Vettel, Ricciardo, Ericsson e Hulkenberg foram para os boxes. O piloto da Ferrari fez a parada para trocar a asa e os pneus, Ericsson trocou seu pneu furado. Os outros pararam por mudança de estratégia.

Na volta 4, A corrida recomeça e Hamilton usou o vácuo para assumir a liderança. O piloto Finlandês deu o troco na 2ª chicane e voltou a liderança sem qualquer problema. Era a chance de Kimi Raikkonen quebrar um tabu de 5 anos e meio sem vitória. (última vitória foi na Austrália em 2013 com a equipe Lotus) Sem Vettel na frente, O homem de Gelo não teria de ser o escudeiro, Mas sim o homem a brigar pela vitória.

Vettel vinha em 15ºlugar, Atrás de Daniel Ricciardo no final da 5ªVolta da prova. Enquanto isso, Perez e Magnussen se tocam, Com prejuízo para o piloto da Haas que foi obrigado a fazer a parada.

Vettel tinha uma dura batalha com Daniel Ricciardo pelo 14ºlugar. Na frente deles vinham Alonso, Leclerc e Gasly disputando posições. Na 8ªVolta, Vettel consegue a ultrapassagem sobre o piloto da Red Bull e ganha o 14ºlugar. A partir desse momento o Alemão começou a se recuperar bem rápido.

Fernando Alonso foi para os boxes e abandonou a prova, Em mais um dia problemático para a Mclaren. Vettel por sua vez ultrapassou Gasly e Leclerc subindo para o 11ºlugar. Já Sergio Perez também subia na prova. Passando Sergei Sirotkin na 12ªVolta ganhando o 9ºlugar.

Enquanto isso, Hamilton tirava tudo e mais um pouco de seu carro para ficar perto de Raikkonen, Que por sua vez não conseguia abrir mais do que um segundo de diferença.

Na Volta 14, Esteban Ocon passa Carlos Sainz no final da reta dos boxes e leva o 6ºlugar. A Racing Point mostrando potencial da nova Force India. Lá na frente, Bottas não conseguia passa Verstappen, Que estava dando tudo de si para manter o 3ºlugar. Para uma Red Bull sem um motor potente, Era um resultado maravilhoso.

Vettel chegou nos pilotos da Williams, Na volta 15 passou Siroktin. Na volta seguinte passou Lance Stroll, Chegando ao 9ºlugar. O Alemão da Ferrari parecia que iria passar fácil por Perez, Mas o piloto da Ferrari acabou levando o X na primeira chicane do piloto Mexicano. Claro que a ultrapassagem era inevitável. Porém, O piloto da Force India deu um pouco de trabalho para Vettel. Depois da ultrapassagem na volta 18. O piloto da Ferrari foi para cima de Carlos Sainz e ganha o 7ºlugar.

Lá na frente, Continuava Raikkonen a apenas 1 segundo de frente para Hamilton. Derepente a Mercedes vai para a frente dos boxes. A Ferrari Acreditou e deu a ordem para Raikkonen parar na 20ªVolta. Isso poderia dar a vantagem para Hamilton para fazer volta rápida feito o martelo, Fazer a parada e voltar na frente de Raikkonen.

Porém, Hamilton fica mais uma volta até que a Mercedes decidiu manter-lo na pista. Já que poderia chover a qualquer momento no circuito. Raikkonen começava a fazer volta mais rápida da prova. Vettel na volta 25 Ultrapassou Ocon e assumiu a 5ªposição com a parada de Romain Grosjean.

Na volta 26, Daniel Ricciardo explodiu o motor quando vinha passando um dos pilotos da Williams. O piloto Australiano vive um momento difícil na temporada 2018 após ter obtido 2 vitórias na parte inicial do ano. Na Volta seguinte, Verstappen foi fazer sua parada. Com isso, Hamilton era o líder com Bottas em 2º e Raikkonen vinha na terceira posição. Vettel subiu para o 4ºlugar.

O piloto inglês vinha com 20 segundos a frente de Raikkonen, Na volta 28 o líder do campeonato vai para os boxes e volta em terceiro lugar, Ficando muito mais atrás do Raikkonen do que ele estava antes da parada. Bottas assumiu a liderança.

Na 30ªVolta, Vettel fez a sua segunda parada para recolocar os pneus mais macios e terminar a corrida.

Raikkonen passa a pressionar Bottas. A Partir dai, O piloto da Mercedes começou a se destacar na prova, Segurando Raikkonen pelo tempo necessário para que Lewis Hamilton chegasse no piloto da Ferrari. Não só isso, O tempo que Raikkonen ficou atrás de Bottas foi o bastante para o pneus dele começassem a ficar com bolhas, Que prejudicaria o desempenho do seu carro no final da prova.

Gasly, Leclerc e Stroll foram para a parada obrigatória na volta 35. Na Volta seguinte, Bottas foi para os boxes. Agora a briga era entre Raikkonen e Hamilton pela vitória. Bottas voltou em 4ºlugar, Atrás do Max Verstappen. Ocon parou na volta 39, Isso junto da ultrapassagem em cima de Perez de novo, Vettel recuperou a 5ªposição. Os últimos a pararem nos boxes foram Perez e Sainz na volta 40.

Hamilton passou  seguir de perto Raikkonen na disputa pela vitória. Mais atrás, Verstappen tentava segurar posição em cima de Bottas. Na Volta 44, O piloto da Mercedes tentou passar Verstappen por fora. O Piloto da Red Bull fechou demais a porta em cima do Finlandês e deu um toque que fez Bottas passar pela área de Escape da primeira Chicane. Isso fez o lance fica sob investigação.

Na volta seguinte, Hamilton foi de vez para cima de Raikkonen. Indo Por fora, O piloto da Mercedes foi decisivo e tomou a liderança. Depois disso o inglês abriu em cima de Raikkonen que estava com os seus pneus detonados. Era 1 segundo por volta que Lewis ganhava de vantagem para o Homem de Gelo.

Já no incidente entre Verstappen e Bottas acabou que o piloto da Red Bull tomou 5 segundos de Penalização no seu tempo final de prova. Isso facilitou a vida de Bottas, Que chegou a atacar Verstappen por umas duas vezes. Sem precisar pressionar, Já que o desempenho do piloto da Mercedes permitia a ele ficar atrás do piloto Holandês.

Hamilton faz uma atuação soberba e venceu na casa da Ferrari, Abrindo 32 pontos a frente do Vettel na liderança do Mundial. Uma enorme vantagem para o inglês que busca o pentacampeonato.

Kimi Raikkonen acabou vendo talvez sua última chance de vencer na sua carreira escapar diante dos seus dedos. Ficando com o 2ºlugar em um final de semana iluminado do Finlandês. Que não terá seu contrato renovado para 2019. O piloto Charles Leclerc ao que tudo indica correr pela Ferrari no ano que vem.

Valtteri Bottas que foi apático na primeira parte de corrida acabou melhorando muito, Sendo Fundamental na vitória de Hamilton e também conseguindo superar Verstappen. A punição de 5 segundos deu ao piloto da Mercedes o pódio. Já Verstappen perdeu também o 4ºlugar para Sebastian Vettel, Após a rodada da primeira curva, O piloto Alemão conseguiu recuperar parte do que perdeu na primeira volta. Porém, Um balde de Água fria depois da Vitória no GP da Bélgica.

Também foi um balde de Água fria para Verstappen que na pista ficou em 3º, Mas punido acabou ficando com o 5ºlugar com o carro da Red Bull. Diga-se de passagem, Max se esforçou ao máximo para ficar com esse pódio.

Romain Grosjean fez um belo final de semana, levando a Haas para o 6ºlugar. Isso ajuda a equipe Norte-Americana na disputa pelo 4ºlugar no Mundial de Construtores com a Renault que não teve um bom final de semana em Monza. (Assim como foi na Bélgica) O piloto Francês superou a os dois pilotos da Racing Point Force India. Esteban Ocon em 7º e Sergio Perez que fez uma bela corrida de recuperação em 8º deram mais 10 pontos para a equipe de Laurence Stroll. Em 2 corridas eles já passaram a Williams, Sauber e já estão na cola de Toro Rosso, Em 8ºlugar com 28 pontos. Com os 59 pontos acrescentados, levariam a nova Force India para o 4ºlugar. A frente da Renault e da Haas.

Carlos Sainz jr. salvou dois pontos para a Renault com o 9ºlugar, E a Williams teve finalmente um bom final de semana. Lance Stroll levou seu carro para o 10ºlugar, Fechando a zona de pontuação. O final de semana da equipe inglesa só não foi prefeita porque o Russo Sergei Sirotkin acabou batendo na trave e não conseguiu marcar ponto ao ficar em 11ºlugar.

Charles Leclerc acabou fazendo uma corrida apenas correta, Ficando em 12ºlugar, Seguido pelo pobre Stoffel Vandoorne que esta com um pé fora da Formula 1, Com uma Mclaren que em nada pode ajudar o Belga nesse momento.

Nico Hulkenberg teve um final de semana bem ruim e acabou em 14ºlugar. Pierre Gasly fez milagre na classificação. Porém, não deu para fazer nada na corrida além do 15ºlugar. Marcus Ericsson da Sauber e Kevin Magnussen com a Haas completaram a lista dos pilotos que terminaram a prova.

Daqui a duas semanas teremos em Cingapura a 15ªEtapa do Mundial de formula 1. Com 7 etapas pela frente, Lewis Hamilton teve uma atuação brilhante e agora abriu uma importante vantagem para Vettel, Que agora terá de lutar muito para tirar essa vantagem do Inglês. Ou então, Podemos esta diante de termos um novo pentacampeão do mundo.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP da Itália de Formula 1
14ªEtapa do 69ºMundial de Formula 1 – Temporada 2018

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 1:16:54.484 3
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 8.705s 1
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 14.066s 4
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 16.151s 2
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 53 a 18.208s 5
6 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 53 a 56.320s 6
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 57.761s 8
8 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 58.678s 14
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 53 a 1:18.140s 7
10 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 Volta 10
11 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 Volta 12
12 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 15
13 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 52 a 1 Volta 17
14 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 52 a 1 Volta 20
15 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 52 a 1 Volta 9
16 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 18
17 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 52 a 1 Volta 11
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 23 Motor 19
14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 9 Abandonou 13
28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 0 Suspensão 16

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Toro Rosso/Haas/Force India/Williams/Red Bull

A Agonia da Force India na Formula 1

Após 10 anos de muitas batalhas e conquistas, Parece que finalmente a equipe Indiana não consegue mais driblar os problemas financeiros. A pedido dos funcionários, O mexicano Sergio Perez na semana passada entrou com uma ação legal, apoiada pela Mercedes e pela patrocinadora, a BWT. Fazendo com que a equipe indiana entrasse em administração judicial.

Perez em suas redes sociais divulgou esse texto:

“Eu acabo em uma situação muito difícil”, disse Pérez. “O último mês foi extremamente difícil para mim, com a situação em que a equipe estava, e eu acabei no meio.”

“Chegamos a um ponto em que a ação tinha que ser tomada para proteger as 400 pessoas que trabalham na equipe.”

“Eu realmente não gostaria de estar envolvido nisso, porque no final do dia eu sou apenas um piloto, e alguns membros da equipe me pediram para ir em frente e salvar o time.”

“Houve uma petição de liquidação de outro cliente, que teria fechado completamente a equipe. Portanto, pediram que basicamente salvasse a equipe, para puxar o gatilho e colocar a equipe em administração judicial.”

“Não tem nada a ver com meus valores pendentes. A única razão pela qual fiz isso é para salvar a equipe e para o futuro melhor.”

“Foi extremamente difícil, emocional e mentalmente. É muito difícil. Não consegui me concentrar na minha direção.”

“Eu realmente não entendo todos os termos com os advogados, mas certamente ou fazemos isso ou a equipe teria falido.”

A ação legal de Pérez tirou o controle de qualquer possível venda da equipe de Mallya e da holding Orange India Holdings Sarl, e também impediu que a Force India fosse “liquidada”.

Pérez ainda não falou com Mallya sobre a situação, mas espera que “meu amigo receba um bom benefício” das próximas etapas do processo, à medida que a equipe busca nova propriedade.

“Pessoalmente, eu amo Vijay”, acrescentou Pérez. “Meu coração está realmente partido porque sei que isso não é ideal a curto prazo para ele.”

“Estamos todos conscientes da situação que Vijay está passando. Ele está passando por um momento muito difícil, não apenas legalmente, mas também financeiramente.”

“A equipe não era mais sustentável, então quando eu era basicamente um cara que poderia fazer algo pela equipe, eu tinha que fazer isso.”

“Não éramos mais uma equipe de corrida desde o início de janeiro. Ficarei feliz se conseguirmos reunir todo o grupo e, com sorte, ficarmos felizes e focados.”

“Espero ter uma equipe que seja mais estável e possa ir para o próximo nível e possa ser uma equipe de corrida [de novo].”

Ou seja, A Force India poderia estar hoje extinta caso Perez não tivesse entrado com uma ação legal. A equipe esta a venda e poderá ser adquirida pela Mercedes, ou Carlos Slim, ou BTW ou até mesmo pelo pai do piloto Lance Stroll.

 

Seria muito triste a Force India acabar. Não só deixando o grid com apenas 18 carros, mas seria também matar uma belíssima história de uma equipe que ano após ano vinha avançando na tabela de classificação do mundial de construtores. Desde de 2008 quando ficou em 10ºlugar até os anos de 2016 e 2017 quando a Equipe de Vijay Mallya ficou em 4ºlugar, Superando a Williams que até 2015 era a terceira força do campeonato.

A Formula 1 vai perder muito sem essa simpática equipe no circo da maior categoria do Automobilismo Mundial. equipe desde de 2008 até hoje teve o seu ponto alto a Pole position de Giancarlo Fisichella no GP da Bélgica de 2009. O mesmo acabou ficando em 2ºlugar no dia seguinte. Os outros 5 pódios em 3ºlugar ficou o Mexicano Sergio Perez que esta sem dúvida na história da equipe Indiana. Com os problemas financeiros e com a administração judicial no comando, será bem difícil que eles consigam manter o 4ºlugar no Mundial de Construtores.

O mais grave não seria isso, Mas sim o fato de algumas equipes não quererem que a Liberty média pague a Verba de TV (Que hoje seria em Torno de 60 milhões de Dólares) Isso pode dificultar uma venda da Force India. Caso não receba essa grana, Os prováveis 60 milhões serão redistribuídos para as outras equipes.

Isso mostra o total egoismo de outras equipes. Ao olharem o dinheiro a mais que entrara nos cofres em 2019 eles não se importam com o Grid menor e com um espetáculo pior. Esperamos que a Force India possa ser vendida, que se possa manter não só a equipe como os empregos, E que as outras equipes não olhem só para elas próprias e que olhem para o bem da Formula 1.

Desempenho das equipes

Ano Posição Pontos Melhor Resultado
2008 10ºLugar 0 10ºlugar (GP da Espanha) Giancarlo Fisichella
2009 9ºLugar 13 2ºLugar (GP da Bélgica) Giancarlo Fisichella
2010 7ºLugar 68 5ºLugar (Malásia e Bélgica) Adrian Sutil
2011 6ºLugar 69 6ºLugar (Alemanha, Cingapura e Brasil) 2 Vezes com Adrian Sutil e 1 com Paul di Resta
2012 7ºLugar 109 4ºlugar (Na Bélgica com Nico Hulkenberg e em Cingapura com Paul di Resta)
2013 6ºLugar 77 4ºLugar (Com Paul di Resta no Bahrein)
2014 6ºLugar 155 3ºLugar no GP do Bahrein com Sergio Perez
2015 5ºLugar 136 3ºLugar no GP da Rússia com Sergio Perez
2016 4ºLugar 173 3ºLugar com Sergio Perez em Mônaco e Azerbaijão
2017 4ºLugar 187 4ºLugar com Sergio Perez na Espanha
2018 6ºLugar 59 3ºlugar com Sergio Perez no Azerbaijão

Vídeo do lancamento do carro da Force India de 2008:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Force India

Lewis Hamilton vence sem dificuldades em Hungaroring

Hamilton teve um dia tranquilo no Circuito de Hungaroring, Largou na frente e não deu chances para Sebastian Vettel que não conseguiu anular a tática da Mercedes.

A prova acabou não tendo muitas movimentações. Na largada, Hamilton e Bottas seguraram as 2 primeiras posições. O Piloto Finlandês segurou Raikkonen e Vettel. O piloto Alemão por fora passou Raikkonen e tentou passar Bottas, Que se segurou na segunda posição.

Hamilton abriu diferença para Bottas que segurava o ritmo a frente Vettel e Raikkonen, Verstappen fez uma bela largada subindo para o 5ºlugar, Com Gasly com a Toro Rosso em uma ótima 6ªposição. Charles Leclerc abandonou a prova após a primeira volta.

Daniel Ricciardo que recebeu um toque e caiu para o 16ºlugar, Começava a sua recuperação, Na 5ªVolta ele já estava em 13ºlugar. Na Volta seguinte passou Stoffel Vandoorne ganhando a 12ªposição.

Na Volta 6, Verstappen perde potência e abandona a prova. Gasly assumiu a 5ªposição. O outro piloto da Red Bull, Daniel Ricciardo teve uma luta duríssima com Fernando Alonso que resistiu o quanto pode a ultrapassagem, Até que ela se tornou inevitável. Grosjean reclamou de uma ultrapassagem que Alonso teria feito no Safety Car Virtual. (Que foi acionado para a retirada do carro de Verstappen)

Ricciardo na volta 14 já estava em 8ºlugar, Passando Hulkenberg e Hartley. Na volta 15, Kimi Raikkonen foi o primeiro a fazer a parada obrigatória, Porém a sua parada foi lenta. Na volta seguinte parou Valtteri Bottas que obteve uma parada bem melhor.

Naquela altura da prova, Hamilton tinha uma boa vantagem para Vettel. Além disso ele fez a melhor volta da prova. Pierre Gasly vinha em 3ºlugar, Mas sem ter parado nos boxes ele virou alvo fácil para Bottas e para Raikkonen. Enquanto isso, Ricciardo já tinha superado a Carlos Sainz ganhando o 7ºlugar.

Na volta 19, Ricciardo foi cima de Magnussen, O piloto da Haas foi o piloto que mais endureceu o jogo em cima do piloto da Red Bull. A ultrapassagem se deu com Ricciardo indo por fora na curva 3 e conseguindo voltar a trajetória para decidir ao seu favor a manobra que lhe rendeu o 6ºlugar.

Hamilton foi para sua parada, Na Volta 26 com 7 segundos de frente para Vettel. Foi uma parada rápida que permitiu a Lewis voltar em 2ºlugar. Vettel com os pneus médios era o líder e precisava aumentar a distância pelo menos o bastante para passar o Bottas.

Aos poucos, Todos os pilotos iriam para os boxes. Na volta 27, Ricciardo ultrapassa sem dificuldades a Gasly e ganha o 5ºlugar.

Lewis Hamilton fazia a volta mais rápida da prova, Com 1:21.968 ele tentava baixar a distância para o seu rival na luta pelo campeonato. Os pneus do piloto Alemão ainda daria para aguentar mais umas 10 a 15 voltas. Kimi Raikkonen baixava a diferença para Bottas. Outro piloto que perdeu tempo nos boxes foi Kevin Magnussen. (Por conta de uma parada lenta da equipe Haas)

Vettel, Ricciardo, Alonso, Vandoorne, Ocon e Stroll ainda não tinham feito parada na metade da prova.

Hamilton vinha tirando diferença para Vettel que acabou perdendo tempo precioso quando foi ultrapassar retardatários. Na volta 40, O piloto da Ferrari foi para a sua parada, Colocar os pneus super macios para a Reta final de prova. Com o tempo perdido nos retardatários, Bottas acabou passando Vettel, Agora para a tática da Ferrari só daria certo se o Alemão passasse rapidamente o piloto da Mercedes.

Porém foi a hora que Bottas segurou muito bem os ataques iniciais de Vettel. Depois disso ele abriu vantagem e dessa forma minando as chances de vitória da Ferrari. Hamilton agradeceu, Ele abria diferença cada vez maior. Quem começava a virar bom rápido era Raikkonen que fez sua segunda parada, Marcando sua melhor volta da prova.

Na volta 45, Ricciardo foi para a sua única parada. Ele ficou por 45 Voltas na pista com os pneus macios. 4 Voltas depois, Stoffel Vandoorne acabou perdendo a tração e deixou a corrida. O Belga vinha fazendo uma boa corrida, em 9ºlugar. O Safety Car Virtual foi acionado, Mas isso acabou sendo acionado por apenas 1 volta. A corrida depois disso voltou a sua normalidade.

Vettel se reaproximava do Bottas para ainda tentar a ultrapassagem para tentar diminuir o prejuízo no campeonato. Nessa briga chegava Kimi Raikkonen. Os pneus de Bottas estavam detonados, Porém o Finlandês fazia tudo que era possível para impedir a aproximação de Vettel.

Parecia que Bottas iria conseguir segurar o 2ºlugar. Até que na volta 65, Vettel arriscou a ultrapassagem sobre Bottas. O Finlandês Segurou depois da primeira curva, Mas o piloto da Ferrari acelerou mais rápido, Se posicionou na frente. Na curva 3 Bottas toca na roda traseira e acabou levando a pior. Raikkonen também ganhou posição, Enquanto que Bottas caiu para o 4ºlugar.

Chegaram a preparar uma parada para Bottas que tentou se segurar no 4ºlugar, Porém Ricciardo vinha muito mais rápido. A 3 Voltas do final, Ricciardo tentou ultrapassagem por fora, E ai o piloto da Mercedes acabou empurrando o piloto Australiano. Danificando o carro dos dois pilotos.

Os comissários acabaram investigando o caso, Certamente Bottas seria punido. Ricciardo tratou de na volta final fazer a ultrapassagem e garantir o 4ºlugar.

Lá na frente, Lewis Hamilton caminhou tranquilo para a 5ªVitória em 2017 e abre mais 7 pontos de diferença para Sebastian Vettel que acabou em 2º após superar Bottas nas voltas final. Kimi Raikkonen, Com 2 paradas completou o pódio em 3ºlugar. Daniel Ricciardo acabou fazendo uma grande corrida, Largar do 12ºlugar chegando a cair ao 16ºlugar e depois disso ele se recuperou até o final da prova. Completando a prova em 4ºlugar. Um grande Resultado para quem não conseguiu entrar entre os 10 no Sábado.

Valtteri Bottas vinha em grande corrida até os dois incidentes que fizeram despencar do 2º para o 5º. Mesmo com a punição de 10 segundos de acréscimo ao seu tempo final de prova a posição acabou sendo a mesma posição.

Pierre Gasly fez um grande final de semana, levou a Toro Rosso-Honda para o 6ºlugar. Tudo que a Red Bull não conseguiu fazer na Hungria acabou sendo recompensado pela filial nesse final de semana. Kevin Magnussen em 7ºlugar leva a Haas ultrapassar a Force India na 5ªposição do Mundial de Construtores.

Fernando Alonso volta a marcar pontos com o 8ºlugar de hoje. Carlos Sainz jr. salvou dois pilotos para a Renault com o 9ºlugar e Romain Grosjean com a Haas fecha a zona de pontuação.

Brendon Hartley acabou ficando em 11ºlugar e deixou a sua melhor chance de marcar pontos escapar diante de seus dedos. Nico Hulkenberg não teve um Grande final de semana, Ficando em 12ºlugar.

Os pilotos da Force India que esta sobre processo de Falência, Com 5 supostos compradores acabaram longe dos pontos. Ocon em 13º e Perez em 14º. Marcus Ericsson com a Sauber, Sirotkin e Stroll com a Williams fecham a classificação.

A Formula 1 vai para as férias de 1 mês. No dia 26 de Agosto teremos a reabertura do campeonato com o GP da Bélgica. No Tradicional circuito de Spa-Francorchamps.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

GP da Hungria de Formula 1 – Temporada 2018

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 70 1:37:16.427 1
2 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 70 a 17.123s 4
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 70 a 20.101s 3
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 70 a 46.419s 12
5 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 70 a 1:00.000s 2
6 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 70 a 1:13.273s 6
7 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 69 a 1 volta 9
8 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 69 a 1 volta 11
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 69 a 1 volta 5
10 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 69 a 1 volta 10
11 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 69 a 1 volta 8
12 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 69 a 1 volta 13
13 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 69 a 1 volta 17
14 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 69 a 1 volta 18
15 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 68 a 2 voltas 14
16 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 68 a 2 voltas 19
17 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 68 a 2 voltas 20
2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 49 Câmbio 15
33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 5 Unidade de Potência 7
16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 0 Acidente 16

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Haas/Toro Rosso/Force India/Mclaren