Category Archives: Fotos

Automobilismo Internacional Automobilismo Japonês Fotos Super Formula 2016

Super Formula 2016 – Treino de Classificação em Sugo

Published by:

Q1 – 20 Minutos mais acresimos
19 pilotos disputam 14 vagas para o Q2 – Os outros pilotos ficam com suas posições definidas do grid do 15º até o 19ºlugar.

Q2 – 7 Minutos mais acresimos
14 pilotos disputam 8 vagas para o Q3 – Os outros pilotos ficam com suas posições definidas do grid do 9º até o 14ºlugar.

Q3 – 8 Minutos mais acresimos
Os 8 pilotos disputam a pole position e as outras colocações até o 8ºlugar

No Q1 todos os pilotos praticamente entraram na pista assim que a regressiva foi disparada, Pois ninguém iria querer ficar de fora do Q2. Sugo é a pista mais curta do campeonato. Hiroaki Ishiura assumiu a liderança do treino nos primeiros 5 minutos com Kazuki Nakajima em 2º e Yuji Yunimoto em 3º. Segundos depois Stoffel Vandoorne assumiu a liderança com Yuhi Sekiguchi em segundo lugar. que seria tomado por Nojiri minutos depois.

Na Metade do Treino Lotterer era o líder com Vandoorne e Nojiri logo a seguir. Nakayama, Yunimoto, Daisuke Nakajima. Tsukakoshi e Buller estavam sendo eliminados naquele momento o que seria um enorme prejuízo para o líder do campeonato naquela altura do campeonato. Na parte final do treinamento o Japonês Kamui Kobayashi foi espremido por Naoki Yamamoto que acabou encaixotando ele no muro dos boxes quando faltavam 7 minutos para o final do Treino. Isso prejudicou muito o piloto da Sunoco Le Mans que teve problemas de suspensão em seu carro. Yamamoto também não conseguiu melhorar o seu tempo. O Causador da batida acabou com o último tempo. Os eliminados foram Kamui Kobayashi, William Buller, Yuji Yunimoto, Takura Izawa e Naoki Yamamoto foram os eliminados.

Yuji Sekiguchi acabou o Q1 em 1º com Vandoorne e Kogure completando os 3 primeiros colocados.

No Q2 com bem menos tempo que no Q1 qualquer erro poderia levar um piloto a eliminação. Os pilotos da Impul e da Tom’s começaram o Q2 na frente. 1 minuto depois Daizuke Nakajima aparece colocando o carro da equipe do seu pai em 2ºlugar. Na parte final todo mundo foi para a pista para tentar um lugar no Q3. Acabaram eliminados os piloto André Lotterer, Hiroaki Ishiura, Bertrand Baguette, Toudai Tsukakoshi, Takashi Kogure e Narain Karthikeyan. Classificados para a final foram Kazuki Nakajima que foi o mais rápido do Q2, Sekiguchi, Oliveira, Nakayama que foi a surpresa do treino, Tomoki Nojiri, Daizuke Nakajima, Stoffel Vandoorne e James Rossiter.

Os Favoritos a pole no Q3 são Kazuki Nakajima, Oliveira, Sekiguchi e Stoffel Vandoorne. Os pilotos da Impul e da Docomo foram para a pista em primeiro. Depois vieram Rossiter e Nakayama e por último os irmãos Nakajima. (Kazuki e Daisuke)

Na primeira tentativa Daizuke Nakajima fez o melhor tempo com Nojiri, Oliveira, Nakayama, K.Nakajima, Rossiter, Vandoorne e Sekiguchi. A menos de 3 minutos para o final todos os pilotos foram para a tentativa final de buscar a pole position. Nojiri com 1:05.506 passou para a pole position com 1:05.598 de Stoffel Vandoorne. Segundos depois Daisuke Nakajima com 1:05.544 assumindo o segundo lugar. No final do Treino Yuhi Sekiguchi tratou de acabar com a brincadeira e com 1:05.398 o piloto da Impul conquistou a pole position com 18 milésimos a frente de Kazuke Nakajima que chegou perto de tomar a pole do jovem japonês da Impul que ganha o ponto por causa dessa pole position.

Nojiri e Daizuke Nakajima (Que fez um treino muito bom) larga na segunda fila, Vandoorne e JP de Oliveira na terceira fila e completando os 8 primeiros colocados os pilotos Yuichi Nakayama e James Rossiter largando da quarta fila.

Grid de Largada:

1 20 Yuhi Sekiguchi ITOCHU ENEX TEAM IMPUL SF14TOYOTA RI4A 1’05.398
2 37 Kazuki Nakajima VANTELIN KOWA TOM’S SF14TOYOTA RI4A 1’05.416
3 40 Tomoki Nojiri DOCOMO DANDELION M40Y SF14Honda HR-414E 1’05.506
4 64 Daisuke Nakajima NAKAJIMA RACING SF14Honda HR-414E 1’05.544
5 41 Stoffel Vandoorne DOCOMO DANDELION M41S SF14Honda HR-414E 1’05.598
6 19 J.P.de Oliveira ITOCHU ENEX TEAM IMPUL SF14TOYOTA RI4A 1’05.629
7 18 Yuichi Nakayama KCMG Elyse SF14TOYOTA RI4A 1’06.208
8 3 James Rossiter FUJI CORPORATION KONDO SF14TOYOTA RI4A 1’06.361
9 36 Andre Lotterer VANTELIN KOWA TOM’S SF14TOYOTA RI4A 1’05.982
10 1 Hiroaki Ishiura P.MU/CERUMO · INGING SF14TOYOTA RI4A 1’05.997
11 65 Bertrand Baguette NAKAJIMA RACING SF14Honda HR-414E 1’06.027
12 10 Koudai Tsukakoshi REAL SF14Honda HR-414E 1’06.057
13 34 Takashi Kogure DRAGO CORSE SF14Honda HR-414E 1’06.196
14 7 Narain Karthikeyan SUNOCO TEAM LEMANS SF14TOYOTA RI4A 1’06.232
15 8 Kamui Kobayashi SUNOCO TEAM LEMANS SF14TOYOTA RI4A 1’06.361
16 4 William Buller FUJI CORPORATION KONDO SF14TOYOTA RI4A 1’06.403
17 2 Yuji Kunimoto P.MU/CERUMO · INGING SF14TOYOTA RI4A 1’06.411
18 11 Takuya Izawa REAL SF14Honda HR-414E 1’06.617
19 16 Naoki Yamamoto TEAM MUGEN SF14Honda HR-414E 1’06.754

Classificação do Campeonato após 5 etapas – 6 corridas

Yuji Kunimoto 23.5 Pontos
Hiroaki Ishiura 19 Pontos
Yuhi Segiguchi 18 Pontos
André Lotterer 18 Pontos
Stoffel Vandoorne 16 Pontos
Naoki Yamamoto 15.5 Pontos
Kazuki Nakajima 15 Pontos
João Paulo de Oliveira 12.5 Pontos
James Rossiter 11 Pontos
Koudai Tsukakoshi 11 Pontos
Tomoki Nojiri 6 Pontos
Takashi Kogure 5 Pontos
Narain Karthikeyan 5 Pontos
Takura Izawa 3.5 Pontos
Daisuke Nakajima 2.5 Ponto
Bertrand Baguette 1 Ponto

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: racinginjapan/superformula

 

Automobilismo Internacional Automobilismo Japonês Fotos Super Formula 2016

Super Formula 2016 – Yunimoto usa bem tática, vence a 2ªcorrida da rodada dupla em Okayama e dispara na liderança do campeonato

Published by:

Grid de Largada:

1 40 Tomoki Nojiri DOCOMO DANDELION M40Y SF14Honda HR-414E 1’14.404
2 1 Hiroaki Ishiura P.MU/CERUMO · INGING SF14TOYOTA RI4A 1’14.656
3 41 Stoffel Vandoorne DOCOMO DANDELION M41S SF14Honda HR-414E 1’14.712
4 3 James Rossiter FUJI CORPORATION KONDO SF14TOYOTA RI4A 1’14.836
5 19 J.P.de Oliveira ITOCHU ENEX TEAM IMPUL SF14TOYOTA RI4A 1’14.914
6 2 Yuji Kunimoto P.MU/CERUMO · INGING SF14TOYOTA RI4A 1’14.928
7 7 Narain Karthikeyan SUNOCO TEAM LEMANS SF14TOYOTA RI4A 1’15.246
8 20 Yuhi Sekiguchi ITOCHU ENEX TEAM IMPUL SF14TOYOTA RI4A 1’15.288
9 65 Bertrand Baguette NAKAJIMA RACING SF14Honda HR-414E 1’15.720
10 8 Kamui Kobayashi SUNOCO TEAM LEMANS SF14TOYOTA RI4A 1’29.938
11 37 Kazuki Nakajima VANTELIN KOWA TOM’S SF14TOYOTA RI4A 1’15.271
12 18 Yuichi Nakayama KCMG Elyse SF14TOYOTA RI4A 1’15.273
13 36 Andre Lotterer VANTELIN KOWA TOM’S SF14TOYOTA RI4A 1’15.344
14 64 Daisuke Nakajima NAKAJIMA RACING SF14Honda HR-414E 1’15.463
15 16 Naoki Yamamoto TEAM MUGEN SF14Honda HR-414E 1’15.547
16 11 Takuya Izawa REAL SF14Honda HR-414E 1’15.652
17 4 William Buller FUJI CORPORATION KONDO SF14TOYOTA RI4A 1’15.656
18 34 Takashi Kogure DRAGO CORSE SF14Honda HR-414E 1’15.876
19 10 Koudai Tsukakoshi REAL SF14Honda HR-414E 1’15.952

Na segunda corrida do dia era mais longa com 51 voltas e tínhamos a obrigatoriedade de ida para os boxes tinha a pole de Tomoki Nojiri com Hiroaki Ishiura em segundo e Stoffel Vandoorne em 3ºlugar.

Na largada Nojiri manteve a ponta com Ishiura em 2ºlugar. Bertrand Baguette acabou não conseguindo largar ficando parado no grid o que obrigou os fiscais de pista a empurrarem o carro do Belga para fora da pista sem precisar levar o safety car entrar no circuito. No final da primeira volta Kunimoto, Kazuki Nakajima, Naoki Yamamoto, Takura Izawa, Yuhi Sekiguchi e Buller acabaram indo para a parada obrigatória enquanto que Nojiri, Ishiura e os outros pilotos ficaram na pista. Daizuke Nakajima fez a parada na segunda volta. Também parou cedo o Alemão André Lotterer.

James Rossiter que queria se recuperar da largada ruim que ele teve tentava tomar o 4ºlugar que estava nas mãos de Stoffel Vandoorne. Enquanto que Nojiri era atacado por Hiroaki Ishiura que buscava a liderança da prova. Karthikeyan foi para os boxes na volta 7 enquanto que Kobayashi seu companheiro de equipe na Sunoco Le Mans era pressionado por Toudai Tsukakoshi da Real na disputa pelo 7ºlugar.

Yuki Kunimoto a 32 segundos dos líderes e já tendo feito a parada nos boxes vinha rendendo melhor que os líderes o que poderia dar a ele a liderança da prova e até mesmo a vitória da segunda corrida do dia. Takashi Kogure parou na 11ªVolta para troca de pneus, Reabastecimento e troca de Aerofólio Dianteiro. Duas voltas depois foi a vez de Tsukakoshi fazer sua parada nos boxes.

Apenas 7 pilotos não tinham feito ainda a parada nos boxes com 13 voltas completadas: Nojiri, Ishiura, Oliveira, Vandoorne, Rossiter, Nakayama e Kobayashi. Já Yunimoto era o líder dos pilotos que já tinham feito uma parada nos boxes. Depois vinham Kazuki Nakajima, Andre Lotterer, Yamamoto, Karthikeyan, Izawa, Sekiguchi, Daizuke Nakajima, Tsukakoshi, Buller e Kogure.

João Paulo de Oliveira parou na 15ªVolta e voltou logo a frente de Naoki Yamamoto da Team Mugen.

Nojiri conseguiu abrir 1.5 segundos de frente para Ishiura e conseguiu um pequeno folego na liderança da prova. Enquanto isso na 18ªVolta o Japonês Kamui Kobayashi foi para os boxes para sua parada obrigatória. Na 20ªVolta pararam de uma vez Vandoorne, Rossiter e Nakayama. Nesse momento apenas Nojiri e Kazuki Nakajima não tinham parado nos boxes e estavam na liderança com Kunimoto em 3ºlugar com um rendimento melhor que eles dois com 28 segundos atrás dos lideres. (Sendo que a parada duraria 30 segundos pelo menos)

Tomoki Nojiri da Docomo foi para a parada na 22ªVolta e mesmo sendo uma parada rápida Nojiri perdeu posição para Yunimoto e Kazuki Nakajima caindo para o 4ºlugar.  Rossiter tentou por fora passar Sekiguchi, Mas acabou sem sucesso essa tentativa de ultrapassagem.

Ishiura tentava ficar na pista para conseguir a vantagem para voltar dos boxes ainda na liderança, Mas os 27 segundos não eram o bastante e o piloto da Cerumo Inging não conseguia aumentar essa vantagem. Na 30ªVolta Narain Karthikeyan acabou rodando sozinho quando estava em 8ºlugar e ficando em ponto perigoso o safety car foi para a pista. Isso fez com que Ishiura fosse para os boxes para fazer sua parada. O Campeão de 2015 voltou atrás de Yunimoto, Kazuki Nakajima e de Nojiri caindo para o 4ºlugar. Depois vinham André Lotterer, João Paulo de Oliveira, Naoki Yamamoto e Stoffel Vandoorne nas 8 primeiras posições.

Impressionante a recuperação de Kazuki Nakajima que largou em 11ºlugar e já estava no segundo lugar com possibilidades de conquistar a vitória em Okayama e se redimir da Mancada que deu na primeira prova. Takashi Kogure fez uma nova parada nos boxes

Na relargada na volta 35 e Kunimoto buscava disparar na liderança enquanto que Tsukakoshi passa Daisuke Nakajima que ganhou a 12ªposição. Nojiri em 3º teria de segurar os ataques de Ishiura que tinha mais carro que o piloto da Docomo. Só que para o piloto da Docomo houve uma punição para ele que teria de ir aos boxes porque ele tinha ganho posição do Ishiura quando saia dos boxes na bandeira amarela. (Eu vendo esse lance achei que a punição poderia ser contestada pois levou-se a regra ao pé da letra demais, Se eu fosse a direção da prova eu só mandaria inverterem a posição pois não havia certeza de que o Nojiri fez uma violação)

Mas com Nojiri fora da disputa Ishiura passou para o 3ºlugar com Lotterer em 4º e depois vinham Oliveira, Yamamoto, Vandoorne, Izawa, Sekiguchi e Rossiter.

Em busca do 2ºlugar Hiroaki Ishuira faz 1:17.354 na 42ªVolta fez a melhor volta da corrida e duas voltas depois ele baixou para 1:17.232. Restando 5 voltas para o final o campeão de 2015 partiu para cima do piloto da Tom’s em busca da Dobradinha da Cerumo Inging. Ambos se aproximavam de Yuji Kunimoto que vinha na liderança.

Yunimoto segurou a ponta e conquistou a vitória da 2ªcorrida em Okayama consolidando a liderança do campeonato com Kazuki Nakajima segurando Hiroaki Ishiura ficando com o 2ºlugar deixando o outro piloto da Cerumo Inging com o 3ºlugar. Completando o domínio dessas duas equipes André Lotterer com a Tom’s terminou em 4ºlugar também fazendo uma ótima prova de recuperação.

O Brasileiro João Paulo de Oliveira terminou em 5ºlugar com o carro da Impul na frente do primeiro piloto com motor Honda o Japonês Naoki Yamamoto da Team Mugen que terminou na frente de Stoffel Vandoorne que salvou um ponto para a Docomo e Takura Izawa da Real completou a zona de pontuação. Yunimoto com 23.5 pontos era o líder do campeonato e foi o 6ºvencedor diferente em 6 corridas disputadas. Faltando a corrida de Sugo e a rodada dupla em Suzuka na decisão do campeonato.

Resultado Final:

1 2 Yuji Kunimoto P.MU/CERUMO・INGING SF14TOYOTA RI4A 1h11’31.812
2 37 Kazuki Nakajima VANTELIN KOWA TOM’S SF14TOYOTA RI4A 1.168
3 1 Hiroaki Ishiura P.MU/CERUMO・INGING SF14TOYOTA RI4A 1.683
4 36 Andre Lotterer VANTELIN KOWA TOM’S SF14TOYOTA RI4A 5.267
5 19 J.P.de Oliveira ITOCHU ENEX TEAM IMPUL SF14TOYOTA RI4A 9.490
6 16 Naoki Yamamoto TEAM MUGEN SF14Honda HR-414E 11.519
7 41 Stoffel Vandoorne DOCOMO DANDELION M41S SF14Honda HR-414E 13.614
8 11 Takuya Izawa REAL SF14Honda HR-414E 16.056
9 20 Yuhi Sekiguchi ITOCHU ENEX TEAM IMPUL SF14TOYOTA RI4A 19.969
10 3 James Rossiter FUJI CORPORATION KONDO SF14TOYOTA RI4A 20.749
11 10 Koudai Tsukakoshi REAL SF14Honda HR-414E 22.458
12 64 Daisuke Nakajima GREEN TEC/NAKAJIMA SF14Honda HR-414E 24.856
13 18 Yuichi Nakayama KCMG Elyse SF14TOYOTA RI4A 25.913
14 34 Takashi Kogure DRAGO CORSE SF14Honda HR-414E 26.475
15 4 William Buller FUJI CORPORATION KONDO SF14TOYOTA RI4A 39.660
16 ●40 Tomoki Nojiri DOCOMO DANDELION M40Y SF14Honda HR-414E 42.405
17 8 Kamui Kobayashi SUNOCO TEAM LEMANS SF14TOYOTA RI4A 1’03.070
18 65 Bertrand Baguette GREEN TEC/NAKAJIMA SF14Honda HR-414E 1 Lap
7 Narain Karthikeyan SUNOCO TEAM LEMANS SF14TOYOTA RI4A 22 Laps

Classificação do Campeonato após 5 etapas – 6 corridas

Yuji Kunimoto 23.5 Pontos
Hiroaki Ishiura 19 Pontos
André Lotterer 18 Pontos
Yuhi Segiguchi 17 Pontos
Stoffel Vandoorne 16 Pontos
Naoki Yamamoto 15.5 Pontos
Kazuki Nakajima 15 Pontos
João Paulo de Oliveira 12.5 Pontos
James Rossiter 11 Pontos
Koudai Tsukakoshi 11 Pontos
Tomoki Nojiri 6 Pontos
Takashi Kogure 5 Pontos
Narain Karthikeyan 5 Pontos
Takura Izawa 3.5 Pontos
Daisuke Nakajima 2.5 Ponto
Bertrand Baguette 1 Ponto

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Fotos: diariomotor/ racinginjapan

F1 Ferrari 2017 Force India 2017 Formula 1 Formula 1 - 2017 Fotos Haas 2017 Mclaren 2017 Mercedes 2017 Red Bull 2017 Renault 2017 Sauber 2017 Toro Rosso 2017 Williams 2017

Vettel aproveita estratégia favorável e melhor desgaste dos pneus para vencer no deserto do Bahrein

Published by:

Em 3 corridas o Alemão Sebastian Vettel pela segunda vez conquista uma vitória usando de tática de paradas e se aproveitando do melhor desgaste de pneus da Ferrari que tem um carro que sabe tratar melhor a borracha italiana da Pirelli. Em uma corrida disputada como foi na China.

Valtteri Bottas que largou na pole manteve a liderança na largada com Vettel assumindo o segundo lugar, Depois deles estavam Hamilton, Verstappen, Ricciardo e Felipe Massa que acabou ganhando posições de Hulkenberg e de Raikkonen. O brasileiro optou por um posicionamento diferente e acabou se dando bem com essa tática. O mesmo não se pode dizer de Daniil Kvyat que tentou uma trajetória diferente e não se deu bem levando umas 2 tiradas de pista de outros pilotos, No final da primeira volta em busca de recuperar posições acabou saindo da pista e caiu para os últimos lugares.

Bottas liderava, Mas Vettel vinha por perto buscando a liderança. Hamilton em 3º se aproximava da disputa. Verstappen, Ricciardo em seguida e Felipe Massa segurando Raikkonen até o final da 4ªVolta quando Raikkonen na Reta tomou o 6ºlugar do piloto da Williams.

Kevin Magnussen com problemas acabou de fora na 9ªVolta. Era evidente que Bottas estava segurando a turma inteira la na frente. E dai Vettel na 11ªvolta foi para os boxes antecipando sua primeira troca e além disso dando o pulo do Gato para buscar a liderança assim que todos pararem nos boxes. O Mesmo fez Verstappen na volta seguinte ao fazer a troca nos boxes.

Só que o piloto da Red Bull não contava com uma quebra dos seus freios na 12ªVolta deixando ele na mão após uma genial corrida semana passada na China (Aonde ele saiu do 17ºlugar para o pódio em 3º). Mas isso não iria parar por aqui. Carlos Sainz jr. ao sair dos boxes acabou se precipitando ao tentar passar de cara o Canadense Lance Stroll que estava na trajetória dele. Resultado foi que o piloto Espanhol acabou atingindo a lateral do carro nº18 destruindo a prova de Stroll e do próprio Sainz jr. O que provocou a entrada do Safety Car para a retirada de ambos os carros que estavam em posições perigosas. Nisso Bottas vai para os boxes assim com Hamilton e Ricciardo e outros pilotos fizeram suas paradas. O Inglês Hamilton acabou retardando sua ida aos boxes para fazer a parada prejudicando ao Daniel Ricciardo. Mesmo assim Hamilton teve de ficar por 1 segundo parado nos boxes esperando Bottas sair da área de parada.

Após todas as paradas a liderança caiu nas mãos de Vettel com Valtteri Bottas em segundo, Hamilton em 3º, Ricciardo em 4º e depois Massa, Raikkonen , Hulkenberg e Perez nas 8 primeiras posições. Na relargada Bottas partiu para o ataque em cima de Vettel que segurou a primeira posição. Já Ricciardo tentou passar Hamilton. Mas foi Massa que passou Ricciardo assumindo a 4ªposição o que era muito para uma Williams. Além disso Ricciardo perdeu posição para Raikkonen caindo para o 6ºlugar. Já Perez foi para cima de Hulkenberg ganhando a 7ªposição. Mais atrás Jolyon Palmer, Fernando Alonso, Marcus Ericsson disputando as posições lá atrás. Pouco tempo depois Daniil Kvyat batendo roda com roda com o Palmer brigando pelo 11ºlugar.

Os comissários de corrida decidiram punir Hamilton com 5 segundos de penalização quando ele fizesse uma nova parada nos boxes. Isso complicou a prova do piloto da Mercedes. Que teve uma ajuda da Equipe que pediu para Bottas facilitasse a ultrapassagem sobre Hamilton que voltas depois assumiu o segundo lugar. Massa nesse meio tempo acabou perdendo as posições para Raikkonen que fez a mesma manobra de ultrapassagem que foi usada no começo da prova e Ricciardo aonde Felipe tentou ainda dar o troco sem sucesso caindo para o 6ºlugar sendo o melhor do resto da turma.

Após algumas voltas Vettel foi para os boxes para uma segunda parada para colocar os pneus macios já que eles usaram apenas os super macios. Bottas também foi para uma segunda parada. Enquanto isso Hamilton estava com 16 segundos de frente para Vettel, Mas os pneus do piloto Alemão estavam em situação bem melhor do que os pneus de Hamilton e faltando umas 20 voltas para o final.

Todos os outros pilotos estavam fazendo uma nova parada para troca de pneus e estavam com desempenho melhor que os pilotos que insistiam nos pneus usados de quase 30 voltas. O piloto Inglês acabou indo para os boxes colocar os pneus Macios para as últimas 17 voltas além de pagar os 5 segundos de punição. Ao sair dos boxes o piloto da Mercedes voou baixo para buscar a vitória, Passou sem problema nenhum Bottas (Como se o Finlandês pudesse segurar o companheiro de equipe) e foi baixando a diferença volta após volta. Nas voltas finais Vettel teve de passar retardatários que estavam disputando o 11ºlugar (Wehrlein, Alonso, Kvyat) enquanto que Ericsson com problemas de Câmbio abandonou a prova. Nas voltas finais após lutar como nunca com a Mclaren-Honda de 2017 o Espanhol Fernando Alonso com problemas foi para os boxes e abandonou a corrida.

Apesar dos esforços de Hamilton o Alemão Sebastian Vettel conquistou a vitória com 6 segundos de diferença para Hamilton que ficou em 2ºlugar. Mesmo sem a punição Vettel conseguiria ainda chegaria na frente com um pouco mais de 1 segundo de distância sobre Hamilton. com isso o piloto da Ferrari volta a ponta do campeonato com 68 pontos contra 61 de Hamilton. Valtteri Bottas completou o pódio em 3ºlugar com 2 segundos a frente de Kimi Raikkonen que acabou em 4ºlugar em uma corrida correta, Mas ofuscada pelo desempenho de seu companheiro de equipe.

Daniel Ricciardo no começo da corrida foi prejudicado pelo Hamilton acabou no decorrer da corrida o piloto Australiano teve de se contentar com a 5ªposição que parece ser o máximo que a Red Bull pode pretender se nada de anormal acontecer nas corridas até agora. Felipe Massa teve sua melhor atuação da temporada aproveitando as oportunidades que teve e mesmo sem conseguir nada mais do que o 6ºlugar se percebeu que o Brasileiro esta sim cumprindo sua missão muito bem nesse começo de temporada. Igualmente podemos dizer de Sergio Perez que largou do 18ºlugar para a 7ªposição em uma grande atuação com a Force India sendo a melhor dele na temporada.

Logo a seguir veio dois pilotos que marcaram seus primeiros pontos na temporada. Romain Grosjean fez uma prova consistente chegando em 8ºlugar com o carro da Haas e Nico Hulkenberg com a Renault conquistou seus dois primeiros pontos da Renault muito na frente de Jolyon Palmer que foi para trás na corrida. Fechando a zona de pontuação pela terceira vez em 3 corridas o Francês Esteban Ocon que pela 3ªVez terminou a corrida no 10ºlugar com a Force India que pontuou com os dois carros nas 3 primeiras corridas da temporada assim como Mercedes e Ferrari fizeram.

Pascal Wehrlein fez uma boa corrida com uma parada a menos que seus concorrentes e segurando no final o Russo Daniil Kvyat com a Toro Rosso acabou batendo na trave ficando em 11ºlugar quase marcando o primeiro ponto da Sauber em 2017. Daniil Kvyat ficou em 12ºlugar com uma prova comprometida na desastrosa primeira volta do piloto Russo e Jolyon Palmer após um ótimo sábado acabou tendo um domingo dentro do que é esperado por ele, Ao baixo nível do piloto da Renault.

Daqui a duas semanas a Formula 1 vai fazer a primeira corrida dentro de solo europeu para a realização do GP da Rússia que vai ser o 4º confronto entre Vettel e Hamilton pelo título de 2017. Até agora esta 2 a 1 a favor do piloto da Ferrari.

Resultado final do GP do Bahrein
57 Voltas – 3ªEtapa do campeonato mundial de Formula 1.

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Voltas Tempo Grid
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF70H Ferrari 062 57 1:33:53.374 3
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 57 a 6.660 2
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 57 a 20.397 1
4 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF70H Ferrari 062 57 a 22.475 5
5 3 Daniel Ricciardo Red Bull RB13 TAG Heuer 57 a 39.346 4
6 19 Felipe Massa Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 57 a 54.326 8
7 11 Sergio Perez Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 57 a 1:02.606 18
8 8 Romain Grosjean Haas VF-16 Ferrari 062 57 a 1:14.865 9
9 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.17 Renault R.E.17 57 a 1:20.188 7
10 31 Esteban Ocon Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 57 a 1:35.711 14
11 94 Pascal Wehrlein Sauber C36 Ferrari 061 56 a 1 Volta 13
12 26 Daniil Kvyat Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 56 a 1 Volta 11
13 30 Jolyon Palmer Renault R.S.17 Renault R.E.17 56 a 1 Volta 10
14 14 Fernando Alonso Mclaren MCL32 Honda RA617H 54 a 3 Voltas 15
15 9 Marcus Ericsson Sauber C36 Ferrari 061 50 a 7 Voltas 17
16 55 Carlos Sainz Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 12 a 45 Voltas 16
17 18 Lance Stroll Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 12 a 45 Voltas 12
18 33 Max Verstappen Red Bull RB13 TAG Heuer 11 a 46 Voltas 6
19 20 Kevin Magnussen Haas VF-16 Ferrari 062 8 a 49 Voltas 20
20 2 Stoffel Vandoorne Mclaren MCL32 Honda RA617H 0 Não Largou 17

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ferrari/Mercedes/Williams/Renault/Sauber/Force India

F1 Ferrari 2017 Force India 2017 Formula 1 Formula 1 - 2017 Fotos Haas 2017 Mclaren 2017 Mercedes 2017 Red Bull 2017 Renault 2017 Sauber 2017 Toro Rosso 2017 Williams 2017

Bottas supera Hamilton e conquista primeira pole da Carreira no Bahrein

Published by:

Valtteri Bottas em sua terceira corrida pela Mercedes conquistou a sua primeira pole position da carreira superando pela primeira vez o Inglês Lewis Hamilton. A Mercedes fez a primeira dobradinha na temporada.

No Q1 2 pilotos que tem posição cativa entre os 15 primeiros acabaram eliminados. O Espanhol Carlos Sainz jr. acabou tendo problemas parando o seu carro no final e por consequência o piloto que ficou em 7ºlugar no GP da China na semana passada acabou não conseguindo fazer uma melhor volta ficando com o 16ºlugar.

Já Sérgio Perez com a Force India não conseguiu marcar uma volta rápida ficando em 18ºlugar, Atrás de Stoffel Vandoorne que continua sem extrair o melhor da Mclaren e apenas na frente de Marcus Ericsson que fica de fora do Q2 pela primeira vez em 2017 e de Kevin Magnussen que vai largar na última posição após ter feito uma bela corrida semana passada na China conquistando os primeiros pontos da Haas em 2017. Já Romain Grosjean fez uma bela última volta e conseguiu um lugar para o Q3.

Pascal Wehrlein que estreia na temporada acabou conseguindo passar para o Q2.

Tempos do Q1:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:30.814
2 33 Max Verstappen (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:30.904
3 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:30.988
4 5 Sebastian Vettel (Ferrari) 1:31.037
5 77 Valtteri Bottas (Mercedes) 1:31.041
6 27 Nico Hulkenberg (Renault) 1:31.057
7 19 Felipe Massa (Williams Mercedes) 1:31.373
8 30 Jolyon Palmer (Renault) 1:31.458
9 26 Daniil Kvyat (Toro Rosso) 1:31.531
10 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:31.667
11 8 Romain Grosjean (Haas Ferrari) 1:31.691
12 18 Lance Stroll (Williams Mercedes) 1:31.748
13 31 Esteban Ocon (Force India Mercedes) 1:31.774
14 94 Pascal Wehrlein (Sauber Ferrari) 1:31.995
15 14 Fernando Alonso (McLaren Honda) 1:32.054
16 55 Carlos Sainz (Toro Rosso) 1:32.118
17 2 Stoffel Vandoorne (McLaren Honda) 1:32.313
18 11 Sergio Perez (Force India Mercedes) 1:32.318
19 9 Marcus Ericsson (Sauber Ferrari) 1:32.543
20 20 Kevin Magnussen (Haas Ferrari) 1:32.900

No Q2 assim como no Q1 os pilotos da Mercedes, Ferrari e Red Bull não tiveram problemas para marcarem tempos para passar para a parte final do Treino, Enquanto que Fernando Alonso vendo que seria inútil tentar fazer alguma volta para ganhar 1 ou 2 posições acabou nem indo para o circuito. O Destaque foi os dois pilotos da Renault que conseguiram um lugar na fase final do Treino Com Hulkenberg em 5º e Palmer que surpreendeu ficando em 10º. Na Volta final Hulkenberg fez o 5ºTempo  e Tirou Daniil Kvyat da fase decisiva deixando o piloto da Toro Rosso em 11ºlugar. Também foram eliminados o Canadense Lance Stroll, Pascal Wehrlein que fez um bom trabalho com o carro da Sauber no dia de hoje e Esteban Ocon de Force India.

Romain Grosjean com a Haas e Felipe Massa com a Williams foram os outros dois classificados para o Q3. Lewis Hamilton ficou na frente por apenas 20 milésimos a frente de Valtteri Bottas e a apenas 61 milésimos de Sebastian Vettel com a Ferrari o que poderia indicar uma luta entre os três pela pole position.

Tempos do Q2:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:29.535
2 77 Valtteri Bottas (Mercedes) 1:29.555
3 5 Sebastian Vettel (Ferrari) 1:29.596
4 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:29.843
5 27 Nico Hulkenberg (Renault) 1:30.169
6 33 Max Verstappen (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:30.307
7 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:30.497
8 19 Felipe Massa (Williams Mercedes) 1:30.677
9 8 Romain Grosjean (Haas Ferrari) 1:30.857
10 30 Jolyon Palmer (Renault) 1:30.899
11 26 Daniil Kvyat (Toro Rosso) 1:30.923
12 18 Lance Stroll (Williams Mercedes) 1:31.168
13 94 Pascal Wehrlein (Sauber Ferrari) 1:31.414
14 31 Esteban Ocon (Force India Mercedes) 1:31.684
15 14 Fernando Alonso (McLaren Honda) Sem Tempo

No Q3 a disputa se revelou apenas comas Mercedes entre Hamilton e Bottas. Na primeira volta rápida dos dois acabou o piloto Inglês fazendo o melhor tempo. Depois vinham os pilotos da Ferrari. Mas na volta final Valtteri Bottas superou o tempo de Hamilton que acabou não fazendo uma boa volta deixando assim a pole com o seu companheiro de equipe que na sua 82ªparticipação na Formula 1 leva a primeira pole position com seu companheiro formando a 1ªdobradinha da Mercedes em 2017.

Sebastian Vettel com a Ferrari dessa vez não conseguiu disputar de igual para igual com a Mercedes a pole position e eu acredito que dessa vez a Ferrari não deve incomodar os pilotos da Mercedes devido a corrida ser a noite o que não vai provocar tanto desgaste dos pneus. Daniel Ricciardo superou a Kimi Raikkonen ficando em 4ºlugar fechando a segunda fila do Grid. Max Verstappen fecha a terceira fila com Kimi Raikkonen a sua frente.

Nico Hulkenberg com o carro da Renault acabou sendo o melhor do resto superando Felipe Massa com a Williams, Os dois vão formar a 4ªFila e fechando os 10 primeiros colocados vão largar Romain Grosjean com a Haas e Jolyon Palmer com a Renault que foi a surpresa da classificação de hoje. Amanhã a partir do meio-dia teremos a largada do GP do Bahrein de Formula 1.

Grid de Largada
GP do Bahrein – 3ªEtapa do Mundial de Formula 1

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Tempo Fase
1 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 1:28.769 Q3
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 1:28.792 Q3
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SH70 Ferrari 062 1:29.247 Q3
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull RB13 TAG Heuer 1:29.545 Q3
5 7 Kimi Räikkönen Ferrari SH70 Ferrari 062 1:29.567 Q3
6 33 Max Verstappen Red Bull RB13 TAG Heuer 1:29.687 Q3
7 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.17 Renault R.E.17 1:29.842 Q3
8 19 Felipe Massa Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 1:30.074 Q3
9 8 Romain Grosjean Haas VF-17 Ferrari 062 1:30.763 Q3
10 30 Jolyon Palmer Renault R.S.17 Renault R.E.17 1:31.074 Q3
11 26 Daniil Kvyat Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 1:30.923 Q2
12 18 Lance Stroll Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 1:31.168 Q2
13 94 Pascal Wehrlein Sauber C36 Ferrari 061 1:31.414 Q2
14 31 Esteban Ocon Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 1:31.684 Q2
15 14 Fernando Alonso Mclaren MCL32 Honda RA617H Sem Tempo Q2
16 55 Carlos Sainz Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 1:32.118 Q1
17 2 Stoffel Vandoorne Mclaren MCL32 Honda RA617H 1:32.313 Q1
18 11 Sergio Perez Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 1:32.318 Q1
19 9 Marcus Ericsson Sauber C36 Ferrari 061 1:32.543 Q1
20 20 Kevin Magnussen Haas VF-17 Ferrari 062 1:32.900 Q1

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Renault/Force India

Fotos Moto 3 Moto 3 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Mir faz corrida de recuperação e conquista vitória na Argentina

Published by:

Joan Mir largando do meio do pelotão na 16ªposição teve uma corrida de recuperação absolutamente brilhante largando do  16ºlugar para vencer pela 3ªVez em sua carreira no Mundial de Motovelocidade.

Na Largada o pole position John McPhee larga bem, Mas tem nos seus calcanhares os pilotos da Gresini (Martin e Di Giannantonio) e também de Andrea Migno isso no começo da corrida. Mesmo com McPhee ficando a maior parte do tempo na liderança os 4 pilotos alternavam em algum momento. Até que o Alemão Philipp Oettl chegou nessa disputa.

Já Mir nas primeiras voltas já tinha pulado do 16ºlugar para a 10ªposição logo atrás do dono da casa Gabriel Rodrigo. Aliás mais de 20 pilotos estavam compondo o primeiro pelotão. E a reação de Mir continuava volta após volta até que na 6ªVolta ele já tinha chegado ao pelotão da frente e na 8ªVolta ele assumiu pela primeira vez a liderança que estava nas mãos do piloto da Leopard Racing.

Algumas quedas com alguns pilotos que estavam no pelotão da frente aconteceram como a queda do Argentino Gabriel Rodrigo para a tristeza dos torcedores que estavam na expectativa de conseguir um bom resultado. Fabio di Giannantonio acabou também caindo assim como Enea Bastianini que não começa bem a temporada com a Moto da Estrella Galícia sendo ele o vice-campeão de 2016.

Joan Mir e John McPhee foram os principais protagonistas da disputa pela vitória com Jorge Martin, Phillip Oettel e também Andrea Migno que também frequentou os primeiros lugares . Mais atrás no segundo pelotão estavam disputando o 6ºlugar Livio Loi, Romano Fenati e Tatsuki Suzuki.

Na Reta final de prova Joan Mir caiu para o 4ºlugar, Mas em menos de uma volta ele já estava em segundo e na volta seguinte acabou passando a liderança e de lá não saiu mais mesmo com a pressão principalmente de John McPhee que no final teve trabalho para ficar em segundo lugar, Mas não teve como atacar Mir que conquistou a segunda vitória na temporada e se coloca como um forte candidato ao título com John Mcphee em segundo e Jorge Martin em 3º. O mesmo resultado do Qatar. Em consequência disso eles são os 3 primeiros colocados do campeonato. Philipp Oettl em boa corrida superou Andrea Migno ganhando o 4ºlugar com o piloto da VR46 logo atrás chegando a 890 milésimos do vencedor.

Livio Loi acabou ganhando a disputa com Fenati e Suzuki ficando com o 6ºlugar. Ao final da prova o piloto Nicolo Bulega foi punido com 2 segundos acrescentados em seu tempo de corrida e perdeu o 13ºlugar ficando em 16ºlugar fora da zona de pontuação. Destaques ficaram para o Japonês Kaito Toba que ficou em 10ºlugar com a Moto da Honda Asia Team, Marcos Ramirez que fez belíssima corrida de recuperação ficando em 13ºlugar e Maria Herreira completou a zona de pontuação na 15ºposição.

Semana que vem teremos a prova em Austin no Texas. A Terceira etapa do Mundial de Motovelocidade

Resultado final:

Pos. Piloto Equipe Moto Tempo Grid
1 36 Joan Mir Leopard Racing Honda NSF250RW 38’33.377 16
2 17 John Mcphee British Talent Team Honda NSF250RW a 0.261 1
3 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW a 0.339 3
4 65 Philipp Oettl Südmetall Schedl GP Racing KTM RC250GP a 0.641 10
5 16 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP a 0.890 8
6 11 Livio Loi Leopard Racing Honda NSF250RW 7.598 12
7 5 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW 7.761 6
8 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 7.831 9
9 58 Juanfran Guevara RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 12.000 7
10 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda NSF250RW 12.079 18
11 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 12.278 4
12 40 Darryn Binder Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP 12.294 11
13 42 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP 12.480 27
14 14 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 12.620 24
15 6 Maria Herrera AGR Team KTM RC250GP 13.083 20
16 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP 14.393 2
17 7 Adam Norrodin SIC Racing Team Honda NSF250RW 18.861 21
18 84 Jakub Kornfeil Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O 20.573 22
19 12 Marco Bezzecchi CIP Mahindra MGP3O 26.774 23
20 71 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda NSF250RW 26.905 25
21 96 Manuel Pagliani CIP Mahindra MGP3O 27.400 31
22 95 Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW 27.534 28
23 64 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 27.612 17
24 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda NSF250RW 35.218 29
25 75 Albert Arenas Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O 50.124 19
26 4 Patrik Pulkkinen Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O a 1’18.379 30
27 33 Enea Bastianini Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW a 1’20.064 15
21 Fabio di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW 9 Voltas 5
48 Lorenzo Dalla Porta Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O 9 Voltas 26
19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 10 Voltas 13
23 Niccolò Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 20 Voltas 14

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP