Category Archives: Fotos

F1 Formula 1 Formula 1 - 1991 Fotos História Vídeos

GP de San Marino de 1991

Published by:

Grid de largada:

1 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’21.877
2 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’21.957
3 Alain Prost (Ferrari ) 1’22.195
4 Nigel Mansell (Williams/Renault) 1’22.366
5 Gerhard Berger (McLaren/Honda) 1’22.567
6 Stefano Modena (Tyrrell/Honda) 1’23.511
7 Jean Alesi (Ferrari) 1’23.945
8 Gianni Morbidelli (Minardi/Ferrari) 1’24.762
9 Pierluigi Martini (Minardi/Ferrari) 1’24.807
10 Satoru Nakajima (Tyrrell/Honda) 1’25.345
11 Andrea de Cesaris (Jordan/Ford) 1’25.491
12 Bertrand Gachot (Jordan/Ford) 1’25.531
13 Roberto Moreno (Benetton/Ford) 1’25.655
14 Nelson Piquet (Benetton/Ford) 1’25.809
15 Mauricio Gugelmin (Leyton House/Ilmor) 1’25.841
16 J J Lehto (Dallara/Judd) 1’25.974
17 Éric Bernard (Lola/Ford) 1’25.983
18 Martin Brundle (Brabham/Yamaha) 1’26.055
19 Erik Comas (Ligier/Lamborghini) 1’26.207
20 Aguri Suzuki (Lola/Ford) 1’26.356
21 Eric van de Poele (Lambo/Lamborghini) 1’26.550
22 Ivan Capelli (Leyton House/Ilmor) 1’26.602
23 Mark Blundell (Brabham/Yamaha) 1’26.778
24 Thierry Boutsen (Ligier/Lamborghini) 1’26.998
25 Mika Häkkinen (Lotus/Judd) 1’27.324
26 Julian Bailey (Lotus/Judd) 1’27.976

Não Classificaram para a corrida:

Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’28.175
Fabrizio Barbazza (AGS/Ford) 1’29.665
Alex Caffi (Footwork/Porsche) 1’30.280
Michele Alboreto (Footwork/Porsche) 1’30.762
Emanuele Pirro (Dallara/Judd) 1’26.305
Olivier Grouillard (Fondmetal/Ford) 1’26.789
Nicola Larini (Lambo/Lamborghini) 1’26.886
Pedro Chaves (Coloni/Ford) 1’31.239

Sob Chuva em Imola Senna e Berger dão um show e brasileiro conquista sua terceira vitória na Temporada.

Como aconteceu no sábado a chuva era personagem da corrida em Imola, No treino de Sábado ninguém conseguiu melhorar os tempos, com isso valeram as marcas que foram feitas na Sexta, com isso Senna conquistou mais uma pole em sua carreira com Patrese em 2º. Alguns pilotos estavam fora de suas posições atribuais como o Moreno e o Piquet de Benetton que estavam atrás no Grid de largada. E algumas surpresas como Eric Van de Poele que com a Lamborghini surpreendeu e largava em 21º deixando de Fora os carros da Footwork com os motores Porsche, a nota triste é que a Lotus classificou com seus dois carros em 25º e 26º na bacia das almas praticamente.
Na Volta de apresentação os pilotos sentiram a pista molhada, tanto é que no contorno da Rivazza Berger acabou escorregando, Mas pior aconteceu com Alain Prost que rodou, escorregou na grama e acabou parando o carro, A Equipe esperava que Prost fosse para o Boxe, Mas o Francês não voltou, ele saiu do cockpit e abandonou antes mesmo da largada e com isso marcando um vexame histórico diante da torcida italiana.

Sem Prost os pilotos foram para a largada, uma largada que poderia ser complicada, Acabou que Patrese foi para a ponta da corrida, Senna em Segundo, Modena larga muito bem e já estava em 3º, Berger, Alesi e as duas Minardi, Mansell largou muito mal e caiu para o 10ºlugar.

E Para Mansell a corrida acabaria logo, Ele acabaria sofrendo um acidente antes de terminar a primeira volta, já era o segundo dos grandes a sair da corrida. Piquet na segunda volta ele passa reto e deixou a corrida na segunda volta sendo o terceiro indo para a lona na corrida, Com isso quem se dava bem era Patrese que era o líder com a pista sem spray na cara e Senna em 2º. Alesi tentava subir na corrida, Mas acabou rodando e deixando a corrida no mesmo ponto que o Piquet Rodou, resultado em duas voltas a Ferrari tinha seus dois pilotos fora da corrida de uma maneira patética. Antes de terminar na terceira volta Aguri Suzuki também rodou com a Lola-Ford e deixou a corrida. Com isso 5 pilotos já estavam fora da corrida.

Classificação após 3 voltas: 1. Patrese (5:36.368) , 2. Senna (a 2.921) , 3. Berger (a 13.961) , 4. Modena (a 18.660) , 5. Martini (a 30.334) , 6. Nakajima (a 30.956). Um Bico da  Jordan de Bertrand Gachot acabou se soltando na pista.
A pista estava molhada ainda e já se encontrava os primeiros retardatários Patrese e Senna. Mas com Patrese rendendo muito mais do que o carro de Senna. Mas quem vinha mesmo rápido era o 3ºcolocado Gerhard Berger que já tinha a melhor volta da corrida com 1:48.120 na 5ªvolta Média de 167.81 Km/h – 104.27 Mph, isso mostrando o grande de Berger na Chuva no sábado.
Mas logo a festa começava a acabar, Senna já tomava a melhor volta de Berger fazendo 1:47.487 – Média de 168.80 km/h – 104.89 Mph na 6ªvolta completada. Enquanto isso Moreno luta pelo 8ºlugar com o De Cesaris com a Benetton que sobrou na pista. E conseguiu passar na 7ªvolta e já vinha para cima de Morbidelli. Senna baixava a sua melhor volta na 7ªvolta com 1:46.130 Média de 170.96 km/h – 106.23 Mph e já diminuía a distancia para o líder Patrese que estava apenas a 3 segundos na frente de Senna e Morbidelli acabou rodando e deixando o 7ºlugar para Moreno que vinha fazendo uma boa corrida de recuperação, Enquanto isso a pista continuava a secar e já tinha um trilho que começava a se estabelecer. Classificação após 8 Voltas completadas: 1. Patrese (14:36.638), 2. Senna (a 2.526), 3. Berger (a 12.222),4. Modena (26.386), 5. Nakajima (a 35.057), 6. Martini (a 54.354).

Gugelmin foi para a troca de pneus na volta 8, Patrese perdia cada vez mais rendimento e Senna baixava de novo a sua melhor volta com 1:45.748 – Média de 171.58 km – 106.61 Mph e caia mais ainda a distância para Patrese, a Diferença entre os dois era de 1.2 segundos e cada vez mais caindo, No final da volta 10 vai para os Boxes e Senna foi para a liderança da corrida, a principio seria uma troca dos pneus, Mas se via logo que o problema era muito mais sério e perdendo muito tempo mesmo, Com isso a Mclaren tinha um domínio da corrida com Senna em 1º e Berger em 2º e Depois os dois carros da Tyrrell-Honda v10 com Modena em 3º e Nakajima em 4º, Martini em 5º e Moreno em sexto. Senna vinha em primeiro, Mas Berger estava com um carro bem melhor do que Senna e vinha tirando a diferença entre eles. Tanto é que na volta 12 Berger fez a melhor volta da corrida com 1:41.667 – Média: 178.46 km/h – 110.89 Mph  tirando mais de meio segundo sobre Senna.

Enquanto isso Capelli, Hakkinen e De Poele brigando por posições mais atrás. Com o Trilho já secando Berger na volta 14 fazia a sua parada de pneus e a Mclaren deu um show na parada trocando os pneus em 6.45 segundos. Aos poucos os pilotos foram para os boxes para trocarem seus pneus de chuva para os pneus de pista seca, Senna na 15 foi para os boxes trocar os pneus, Apesar de não ter sido tão rápido do que a parada de Berger a parada foi muito boa 7.41 segundos, e volta na primeira posição, Mas Berger estava já com uma volta com um pneu aquecido e acabaria de fazer a melhor volta da corrida com 1:41.568 – Média: 178.64 km/h – 111 mph. Gianni Morbidelli tinha deixado a corrida na volta 10, 1 volta depois a rodada que ele deu após a rodada.

Berger começaria a abrir fogo em cima de Senna, só que começaria a vim os retardatários e Senna poderia se dar melhor, Nakajima que tinha um ótimo 4ºlugar acabou deixando a corrida com problemas em sua transmissão. Senna se aproveitava melhor das ultrapassagens em cima dos retardatários enquanto Berger se complicou e perdeu tempo em cima deles e com isso Senna abriu uma vantagem, Definitivamente a pista estava seca, Senna fez 1:32.236 a melhor volta da corrida Média de 196.71 Km/h – 122.23 Mph, 15 segundos mais rápido do que a melhor volta no começo da corrida. A Classificação após 18 voltas era a seguinte: 1. Senna – 2. Berger – 3. Modena – 4. Moreno – 5. Capelli – 6. Boutsen.

Bernard com a outra Lola deixava a corrida com problemas de motor, Senna tentava se livrar dos retardatários para se manter na frente de Berger, o Brasileiro mesmo com um carro mais nervoso estava conseguindo manter a vantagem sobre o Austríaco já que Senna fazia as ultrapassagens mais rápidos do que Berger, Com isso a diferença estava em 5.346 segundos.
Patrese muito atrás na corrida faria a volta mais rápida da corrida, ele fez quando 1:28.776 – 204.38 km/h – 127 milhas, isso quando ele estava na 16ªvolta, ele tinha 5 voltas de atraso sobre Senna e Berger. Só que para Patrese a corrida iria acabar na volta 18, com problemas elétricos a prova terminava para o piloto italiano. Com isso só tinha na corrida 17 carros na corrida. Senna na volta 22 Moreno já iria tomar 1 volta do Ayrton Senna, com isso só Modena além das Mclarens estavam na mesma volta do líder.
Senna com 1:28.350 na volta 24 fazia novamente a melhor volta da corrida. Média de 205.37 Km/h – 127.61 Mph. A Diferença era de quase 10 segundos sobre Berger. Moreno em 4ºlugar estava com problemas de rendimento e virando bem lento em relação a Capelli que estava mais rápido que Moreno, Estava na perseguição, pois Capelli rodou e acabou abandonando a corrida, com isso Moreno tem mais tranquilidade na 4ªposição. E Lehto era o 5ºcolocado. E Bailey passou De Cesaris e assumiu o 6ºlugar e Martini começava a entrar na briga chegando em De Cesaris na luta pelo 7ºlugar, coisa que com os Motores Ferrari V12 de 1990 sobre o Ford HB V8 não era uma das missões mais difíceis, Mesmo para um bom carro como era a Jordan, Mas dava para ver que o Jordan tinha problemas de rendimento.
Senna vinha com mais de 15 segundos na frente de Berger, Enquanto isso as brigas lá pelas posições mais no fim do pelotão estavam movimentadas entre Lotus, Ligier e Lamborghini por posições entre o 9º ao 11ºlugar.

Modena estava perto de tomar 1 volta sobre Ayrton Senna, isso na metade da corrida, era inacreditável o que a Mclaren rendia, Mas Modena não abriu para Senna de cara, pois ele estava querendo se manter na mesma volta do Líder, isso na volta 34 e depois de 2 voltas inteiras Senna finalmente passou Modena que fechou a porta na cara do Senna por 2 vezes nesse meio tempo. Um momento da corrida nostálgico de 1990 acontece na corrida, Martini com o Minardi-Ferrari V12 (O Mesmo do Prost em 1990) iria tomar 1 volta de Modena com a Tyrrell-Honda V10 (O Mesmo motor de Senna em 1990), Claro que com mais Carro do que a Minardi, a Tyrrell de Modena conseguiu fazer a ultrapassagem. Classificação após 37 voltas: Senna (59:45.697) Berger (a 18.360), Modena (a 1 Volta). Moreno (a 1 Volta), Lehto (a 1 Volta), De Cesaris (a 1 Volta)

Para a Jordan a volta 38 foi péssima para a equipe, Gachot com problemas de Suspensão e de Cesaris com problemas no Câmbio abandonaram a corrida nessa mesma volta, De Cesaris vinha em 6ºlugar na corrida. E na volta 42 a Tyrrell de Modena com o mesmo problema de Transmissão quando vinha muito bem na corrida, em 3ºlugar, uma pena pois merecia a Tyrrell marcar pontos com os dois carros, Com isso Moreno estaria em 3ºlugar e podendo ter seu segundo pódio na carreira. Agora só restavam os dois motores V12 da Honda na Frente, se bem que os Motores da Honda V10 não quebraram, foi a transmissão o problema da Tyrrell na corrida.
Boutsen foi para a segunda parada nos boxes para tentar uma cartada final na corrida para tentar pontuar. Lá na frente Senna continua em 1º, Mas Berger começava a querer tirar a diferença para Senna que era de 13 segundos sobre o Austríaco que virava 1 segundo mais rápido que Senna.

Classificação após 44 voltas: 1.Senna (1:10:10.746) – 2. Berger (a 13.432) – 3. Moreno (a 1 Volta) – 4. Lehto (a 1 Volta) – 5. Martini (a 1 Volta) – 6. Van De Poele (a 2 Voltas). Berger continuava a virar mais rápido que Senna e acabava de fazer a volta mais rápida da corrida na volta 45. 1:27.581 – Média de 207.17 km/h – 128.73 Mph.
Senna respondeu com 1:27.264 – Média de 207.92 Km/h – 129.20 Mph  e virou 2 décimos mais rápido que Berger na volta 46. E Senna ainda abaixou esse tempo para 1:27.168 na volta de número 47 para que não se deixasse mais dúvidas de que Senna tinha o controle da corrida apesar de ter menos carro, Senna se segurava mesmo era no braço em cima de Berger, Boutsen lá atrás ainda estava buscando marcar pontos e vinha para cima dos pilotos da Lotus, com mais motor e um carro um pouco melhor o Belga deveria conseguir essas ultrapassagens.

Moreno tinha numa boa 3ªposição, só que o Desempenho do carro dele piorava muito e Lehto começou a ver que dava para lutar pelo pódio com o carro da Benetton. Enquanto isso Boutsen vinha com muito arrojo vinha para lutar pelo 6ºlugar contra van de Poele com a Lamborghini a 10 voltas do final da corrida, Com o mesmo motor Boutsen tinha mais equipamento e mais talento que Van de Poele.
Lehto chegou demais em Moreno que estava virando em 1:35 e o Finlandês tinha um carro sem muitas qualidade mas em ordem e acabou passando o Brasileiro que tentaria se arrastar para ainda chegar na frente de Martini que vinha a 1 minuto do Brasileiro, se o carro resistisse virando 1:35 o 4ªlugar ainda seria de Moreno, Enquanto a Benetton estava sem uma boa saúde a Mclaren de Berger tinha muita Saúde virando a volta mais rápida da corrida na volta 53 em 1:27.122 – média de 208.26 km/h – 129.41 Mph e tentava tirar 12 segundos sobre Senna que vinha mais um menos controlando a prova no final. E na volta 55 Berger faria os relógios quebrarem por que ele virou 1:26.531 – média de 209.68 km/h – 130.29 mph fazendo a diferença dele para Senna cair de 12 para 9 segundos a 6 voltas do final.

E apesar de todos os esforços de Moreno o Motor Ford da Benetton não resiste e a 7 voltas do final ele deixa a corrida após a maior parte da corrida entre os 6 primeiros colocados numa bela corrida. Com isso Martini assumia a 4ªposição, De Poele em 5º e Bailey em 6º ai por perto em 7º e 8º. Senna dava a resposta em duas voltas em 1:28.0 e 1:27.9 e com isso Berger ficou a 11 segundos de Senna e ai o Brasileiro praticamente garantiu a vitória com Berger em segundo, a diferença foi de apenas 1.675 sobre Berger, Na volta final Senna teve de sustentar a Vitória sobre Berger, o Carro do Brasileiro parecia estar problemático, Só que Senna conseguiu manter na frente e acabou vencendo a corrida com Berger em segundo, Festa para a Mclaren, a Terceira vitória seguida de Senna na temporada de 1991 com Berger em 2º, a primeira dobradinha de Senna-Berger em 19 corridas deles juntos. O Drama final da corrida estaria mais nas últimas posições nos pontos com Van de Poele que estava à meia volta da glória e em meio a festa de Lehto em 3º conseguindo um pódio para a Dallara e Martini em 4º com a Minardi com o melhor resultado da equipe em sua história. Poele a 800 metros do final tem pane seca e o 5ºlugar voou para o Espaço e acabou nas mãos de Mika Hakkinen em 5º e Julian Bailey em 6ºlugar com a Lotus-Judd em crise, Festa para a Lotus que voltava a ter um bom dia. Mas como o Epson Nakajima disse um dia, é Muito triste que por causa de 500 metros todo o trabalho da equipe da Lamborghini, de uma equipe pequena foi para o Espaço, Infelizmente mesmo. De Poele com isso só chegou em 9ºlugar.

Resultado final do GP de San Marino de 1991

Vídeo da corrida:

Fotos:

 

View post on imgur.com

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Bestlap/Formel1mic

F1 Formula 1 Formula 1 - 1991 Fotos História TV Vídeos

GP da Bélgica de 1991

Published by:

Treino Oficial

Treino Pre-Qualificatório

1 Martin Brundle (Brabham / Yamaha) 1’54.929
2 Mark Blundell (Brabham / Yamaha) 1’56.446
3 Olivier Grouillard (Fondmetal / Ford) 1’58.447
4 Alex Caffi (Footwork / Ford) 1’59.460
5 Michele Alboreto (Footwork / Ford) 1’59.910
6 Gabriele Tarquini (AGS / Ford) 1’59.972
7 Pedro Matos Chaves (Coloni / Ford) 2’01.921
8 Fabrizio Barbazza (AGS / Ford) 2’03.766

Treino Oficial

O Treino Oficial do GP da Bélgica começa já com alguns dos pilotos mais importantes na pista, Nelson Piquet de Benetton e Nigel Mansell de Williams, já que existia risco de chuva em Spa, Piquet fez uma volta muito boa, 1:51.225 que fazia ele subir de 9ª para a 4ªPosição. Mas a Grande sensação dos treinos era um tal de Michael Schumacher, um desconhecido piloto que tava substituindo Bertrand Gachot que foi preso devido a uso ilegal de arma (spray de pimenta) que acabou provocando uma revolta em todo mundo em Spa, 1:50.296 foi o primeiro tempo que Mansell fez no treino de sábado, pouco para lutar pela pole, ou melhor, insuficiente para a pole. Eric van der Poele com a Fraquíssima Lamborghini tentou uma volta para entrar entre os 26 que largam para a corrida. Mas abortou a volta, pois a volta que ele fazia era muito ruim. Patrese também andou forte para tentar tomar a pole de Senna, mas só consegue 1:49.770, apenas o 3ºlugar, atrás das Mclarens de Senna e de Berger. 1:49.110 era o tempo da pole de Senna. Enquanto isso Boutsen estava lutando com a sua Ligier que estava no Centro das especulações, devido ao Grande desenvolvimento que seria feito para 92, e eles queriam um piloto ganhador, e o seu nome era Nelson Piquet, eles queriam Alain Prost, mas na Ferrari Prost estava ainda se entendendo muito bem com a equipe de Mananello. Pouco depois Michael Schumacher, a revelação dos treinos, fez um grande tempo para as condições da Equipe Jordan, 1:51.213, tempo que dava a Schumacher a 5ªposição no grid até aquele momento. Já Alesi não fazia um grande tempo, apenas o 8ºtempo, 1:51.613.

Classificação após 17 Minutos de Treino:

1. Senna 1:49.100
2. Berger 1:49.485
3. Patrese 1:49.769
4. Mansell 1:50.294
5. M.Schumacher 1:51.212
6. Piquet 1:51.225
7. Prost 1:51.369
8. Alesi 1:51.613
9. Capelli 1:52.121
10. Modena 1:52.899
11. Moreno 1:53.042
12. Martini 1:53.460

Pouco depois por volta dos 20 minutos de treino, Alain Prost vai para a pista e segundos depois Ayrton Senna, pelo menos naquele momento Eles reviviam a velha rivalidade dos últimos 3 anos ambos aquecendo os pneus e abriram suas voltas, Prost abriu a volta e Determinado com a sua Ferrari, fez uma belíssima volta 1:48.878, uma mostra de velocidade da Ferrari nessa corrida, num ano que que ela vivia muitos problemas e assumia a pole. Mas Senna vinha na Volta e vinha também muito bem, e numa grande volta fez 1:47.813, exatamente 1.065 de diferença para Prost, Senna era o pole position com sobras em cima da concorrência.

a Classificação depois de 24 Minutos e dessa disputa particular pela pole era essa:

1. Senna 1:47.811
2. Prost 1:48.878
3. Berger 1:49.485
4. Patrese 1:49.769
5. Mansell 1:50.294
6. Schumacher 1:51.212
7. Piquet 1:51.225
8. Martini 1:51.299
9. Alesi 1:51.613
10. Capelli 1:52.121
11. Modena 1:52.758
12. Moreno 1:53.042

Com 25 minutos de Treinos os pilotos buscavam tempo, mas ainda faltava Berger entrar na pista pra tentar melhorar seu tempo, Pirro tentava um tempo e fez 1:53.839, Na Briga na Leyton House Gugelmin levava desvantagem em cima de Capelli, quase 2 segundos atrás de Gugelmin, também pelo fato de Gugelmin teve problemas o final de semana inteiro. Mansell foi para a segunda tentativa, e acelerou tudo para faz 1:48.828, isso dava a 2ªPosição, mas a 1 segundo atrás de Senna. A Williams tava longe de conseguir algo para bater Senna. Chegamos a Metade do Treino e Piquet fez um tempo melhor para a Benetton com 1:50.54, Com um motor Ford Cosworth que foi abandonado e não evoluía mais.

De Cesaris entrava na pista e tenta ir para superar Schumacher, velocidade para De Cesaris, nunca faltou, Mas Apesar da bela volta De Cesaris fez

Grid de largada 1:52.531, exatamente 1 segundo e 3 decimos acima do Schumacher, mostrando que Schumacher tinha força, Michael Schumacher não tinha experiência nenhuma em um Formula 3,participava do campeonato de protóticos, e não era um piloto de ponta na os protóticos. Moreno que tinha seu emprego ameaçado na Benetton tentava uma boa volta para melhorar seu grid, se as Dificuldades do Piquet eram Grandes, as de Moreno eram um pouco maiores, mas Moreno consegue 1:51.282, e consegue naquele momento o 8ºtempo. bom tempo para Moreno, Boutsen, um dos pilotos da casa tentava melhorar seu tempo com o Difícil carro da Ligier com os motores Lamborghini, Boutsen fazia 1:53.505, muito longe do tempo que daria um resultado Razoável, somente um tempo pra ficar tranquilo para largar no Grid, por volta do 17º, 18ºlugar. Alesi que estava mal nos Treinos iria para a sua volta para tentar dar um salto para os primeiros lugares, e vinha muito bem, muito bem mesmo, até a chicane final da pista, de onde Alesi pegou um tráfego de vários carros e só fez 1:49,974, e apenas conseguia a 6ªposição, quando esse tempo poderia ser a 2ª posição. Maurício Gugelmin apesar dos problemas fez 1:51.6 e melhorava a sua situação com a sua fraca Leyton House, Com 45 minutos de Treino, a classificação era essa:

1. Senna 1:47.811
2. Mansell 1:48.828
3. Prost 1:48.878
4. Berger 1:49.485
5. Patrese 1:49.769
6. Alesi 1:49.974
7. Piquet 1:50.540
8. Schumacher 1:51.212
9. Moreno 1:51.283
10. Martini 1:51.299
11. Modena 1:51.307
12. Capelli 1:52.113
13. Blundell 1:52.377
14. Lehto 1:53.436
15. De Cesaris 1:52.630
16. Gugelmin 1:52.623
17. Boutsen 1:52.703
18. Brundle 1:52.855
19. Morbidelli 1:53.896
20. Bernard 1:53.711
21. Nakajima 1:53.799
22. Hakkinen 1:53.799
23. Pirro 1:53.839
24. Comas 1:53.847
25. Suzuki 1:53.869
26. Herbert 1:54.147
27. Larini 1:54.781
28. Grouillard 1:55.484
29. Caffi 1:57.656
30. Van de poele 1:58.064

Manifesto em Defesa de Bertrand Gachot

Manifesto em Defesa de Bertrand Gachot

Berger finalmente vai para a pista em busca da primeira fila e quem sabe até da pole position do GP da Bélgica, a pista estava vazia, era a chance ideal para ele, mas na metade da pista, o motor pifou, parou de funcionar depois de ter fumado, faltava apenas 11 minutos, Berger tinha que correr para tentar abrir outra volta, tanto é que ele pegou carona com alguém da Mclaren pra buscar o Berger, pra tentativa de colocar Berger na primeira fila, tamanha a superioridade da Mclaren. Restando poucos minutos vários pilotos iriam para a pista como Roberto Pupo Moreno, em busca de tentar melhor o seu tempo nesses minutos finais, Coisa que também De Cesaris Faria, coisa que também os pilotos nas últimas posições também fariam para não ficarem fora do Grid. Moreno fazia 1:52.536, mas não era o melhor tempo, Senna, Prost, Patrese e uma possível participação de Berger, eram os últimos 5 minutos de treino. De Cesaris terminava a sua volta, 1:51.986, o italiano da Jordan melhora seu tempo, mas fica 7 décimos atrás de Schumacher. enquanto isso Senna fazia a volta de aquecimento, era a hora de melhorar o tempo, Senna fazia um tempo melhor que a Volta anterior, mas a Lotus foi na terra e atrapalhou Senna que fez 1:47.9, mesmo assim foi um tempo impressionante. Prost fez 1:48.820, melhorou poucos milésimos que pelo menos o 3ºlugar de Mansell, Patrese fez 1:48.661, a osrte de Patrese, Prost, Mansell e Berger é que Senna não conseguiu terminar perfeitamente sua volta, pois seria um vareio nesse treino. Berger foi para a pista, mas acabou passando depois da Bandeirada final, deu muito azar, e a Mclaren não conseguiu fazer a primeira fila do Grid de largada.

Senna e Patrese fariam a 1ªFila, mas o Carro de Patrese tinha infringido uma regra do Regulamento, a Marcha Ré do carro de Patrese estava desligada, e perdeu seus tempos de Sábado, e vai largar somente na 17ªposição.

Patrese por descuido da Williams teve de largar em 17º

Patrese por descuido da Williams teve de largar em 17º

Grid de Largada:
1ªFila
1 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’47.811
2 Alain Prost (Ferrari) 1’48.821
2ªFila
3 Nigel Mansell (Williams/Renault) 1’48.828
4 Gerhard Berger (McLaren/Honda) 1’49.485
3ªFila
5 Jean Alesi (Ferrari) 1’49.974
6 Nelson Piquet (Benetton/Ford) 1’50.540
4ªFila
7 Michael Schumacher (Jordan/Ford) 1’51.212
8 Roberto Moreno (Benetton/Ford) 1’51.283
5ªFila
9 Pierluigi Martini (Minardi/Ferrari) 1’51.299
10 Stefano Modena (Tyrrell/Honda) 1’51.307
6ªFila
11 Andrea de Cesaris (Jordan/Ford) 1’51.986
12 Ivan Capelli (Leyton House/Ilmor) 1’52.113
7ªFila
13 Mark Blundell (Brabham/Yamaha) 1’52.377
14 J J Lehto (Dallara/Judd) 1’52.417
8ªFila
15 Mauricio Gugelmin (Leyton House/Ilmor) 1’52.623
16 Martin Brundle (Brabham/Yamaha) 1’52.626
9ªFila
17 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’52.646
18 Thierry Boutsen (Ligier/Lamborghini) 1’52.709
10ºFila
19 Gianni Morbidelli (Minardi/Ferrari) 1’52.896
20 Éric Bernard (Lola/Ford) 1’53.309
11ªFila
21 Johnny Herbert (Lotus/Judd) 1’53.361
22 Satoru Nakajima (Tyrrell/Honda) 1’53.494
12ªFila
23 Olivier Grouillard (Fondmetal/Ford) 1’53.628
24 Mika Häkkinen (Lotus/Judd) 1’53.799
13ªFila
25 Emanuele Pirro (Dallara/Judd) 1’53.839
26 Erik Comas (Ligier/Lamborghini) 1’53.847

Não Classificados para a corrida:

Aguri Suzuki (Lola/Ford) 1’53.869
Nicola Larini (Lambo/Lamborghini) 1’54.781
Alex Caffi (Footwork/Ford) 1’57.338
Eric van de Poele (Lambo/Lamborghini) 1’57.746
Michele Alboreto (Footwork/Ford) 1’59.910
Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’59.972
Pedro Chaves (Coloni/Ford) 2’01.921
Fabrizio Barbazza (AGS/Ford) 2’03.766

Senna vence pela 5ªvez em Spa-Francorchamps e se torna o Rei da pista.

Ayrton Senna é o Rei em Spa-Francorchamps, esse titulo pode ser muito bem postado depois da vitória que conquistou no GP da Bélgica. Mas Senna não teve uma vitória fácil, muito pelo contraio, teve uma vitória muito dificil. Vamos para descrever a corrida.

Senna e Prost abriam a primeira fila, Mansell e Berger na Segunda, Alesi e Piquet na Terceira Fila, Schumacher a Grande Revelação do final de semana largava na 7ªposição, Ricardo Patrese com a punição do dia anterior iria largar na 17ªposição, a corrida seria disputada com tempo aberto, um dia ideal para uma formidável corrida.

Na Largada, Senna larga muito bem e mantem a ponta, com Prost mantendo o segundo lugar, Mansell, Berger, Schumacher e Piquet em seguida, muito boa a largada de Schumacher, Sem confusões na largada, só que na subida para a grande reta, um carro verde ficava, era exatamente Schumacher, a corrida da revelação durou apenas 1 Km, A Classificação após a primeira volta: Senna, Prost, Mansell e Piquet, exatamente os 4 pilotos das 4 grandes, Mclaren, Ferrari, Williams e Benetton, Mansell começava a pressionar Prost, e sem demoras passou Prost e assumia a 2ªPosição. No Inicio da Segunda volta, Maurício Gugelmin abandona, de novo com o motor Ilmor quebrado (Motores da Empresa Mercedes diga-se de passagem) Mansell já vinha pra pressão pra cima de Senna, Prost no começo da terceira volta acabou abandonando a corrida, com a fumaça achava-se que era motor, mas acabou tendo problemas de combustível. Classificação na volta 3: Senna, Mansell, Piquet, Berger, Alesi e Modena.

Mansell e Senna começavam uma batalha pela liderança, uma luta que teve intensamente no GP da Hungria, de onde Senna venceu, Patrese já estava em 10ºlugar, e vinha pra cima de Capelli e Moreno. Classificação Após 4 Voltas: Senna 8:01.298, Mansell 0.647, Piquet 4.968, Berger 7.266, Alesi 8.050, Modena 10.157, Na Parte das Retas Senna conseguia se distanciar em cima de Mansell, nas Curvas Mansell andava mais perto, Enquanto isso em busca da Recuperação Ricardo Patrese fazia a melhor volta da corrida na volta 4. 1:58.471, Média de 210.89 Km/h e Patrese na volta 6 passou Capelli e assumia a 9ªposição, e iria pra cima de Moreno. Enquanto isso Mansell faz 1:57.904, a melhor volta da corrida feita na volta 6, com muito apetite vem Mansell pra tentar passar Senna, uma luta feroz, com a vantagem para Senna, devido a melhor velocidade de reta da Mclaren-Honda V12, mas nas curvas a Williams estava mais equilibrada, enquanto isso os dois abrem um caminhão de vantagem pra cima de Nelson Piquet com a Benetton-Ford V8, um motor fraco para a pista de Spa, mas abria de Berger que estava pressionado por Alesi, Depois vinham Modena, De Cesaris e Patrese que tinha passado Moreno e assumido a 8ªposição. E quem rodava na pista lá para Trás era o Nakajima-san ou simplesmente Satoru Nakajima dando uma rodada ao estilo Nakajima, e abandonava a corrida. por pouco Bernard acabou se envolvendo na rodada de Nakajima, E Patrese continuava a sua saga pra subir na Classificação no final da 8ªVolta Patrese passava Modena e assumia a 7ºposição.

Senna sofreu com o Câmbio de seu carro.

Senna sofreu com o Câmbio de seu carro.

Classificação após 9 Voltas: Senna 17:54.080, Mansell 0.657, Piquet 8.642, Berger 11.518, Alesi 12.498, De Cesaria 17.338. e Continuava Mansell perseguindo Senna, e Senna mantinha a liderança, era uma corrida a parte dos dois, o resto é que brigava pelo 3ºlugar pra trás. Essa posição era ocupada por Piquet que tinha boa vantagem em cima de Berger e Alesi, 3 segundos e meio praticamente. Na Volta 13 Senna e Mansell começava a pegar retardatários, exatamente Erik Comas com a sua Ligier-Lamborghini que vivia péssima temporada em 91. Ivan Capelli com uma quebra de Motor deixava a corrida, com isso a Medíocre Leyton House abandona a corrida.

Com 14 pra 15 Voltas Ayrton Senna foi para os Boxes, a Mclaren trabalhou rápido, mas acabou um dos mecânicos demorando pra colocar um dos pneus novos, resultado uma troca que era pra ser de 6 segundos foi em 9 segundos 87 Centésimos, um prejuízo de 3 segundos, que dava margem para Mansell tomar a frente de Senna. Começavam as trocas de pneus para os pilotos das Equipes Grandes.

Mansell na volta seguinte foi para os Boxes, num trabalho não tão espetacular mais eficiente de 7.40 fez Mansell voltar na Frente de Senna, a Classificação era: Piquet, Berger, Mansell, Alesi e Senna. Mansell logo depois da troca de Pneus foi pra cima de Berger e logo passou Mansell, sem cerimônias nenhuma, Piquet e Berger vieram para os boxes na volta 16, a Mclaren pisou na bola feio com Berger e fez o horrível Pitstop de 16.98 segundos, e depois Berger acabou atravessando depois do pit, aborrecido com a péssima parada da Mclaren com ele. e voltou atrás de Modena, um prejuízo muito grande na corrida. A Corrida tinha Mansell na Frente, Alesi em 2º que não foi para a parada, Senna em 3º, Patrese também foi aos boxes, ele esperava correr a corrida toda sem trocar os pneus mas não deu pra fazer isso, Moreno também fez sua parada, não muito rápida, com 12 segundos de parada. A corrida parecia ser do Mansell, mesmo com a corrida ainda pra completar a Metade da Corrida.

Mas na Volta 22, Mansell passou nos boxes com o motor da sua Williams não funcionando para Mansell um desespero, para Alesi, a liderança da corrida e para Senna é uma ótima notícia pios Mansell tenha 12 pontos e tinha o controle da corrida na mão. Alesi assim assumia a ponta, e eis a questão para Senna, lutar pela vitória ou manter a segunda lugar para abrir mais do Mansell, Ao Mesmo tempo Eric Bernard abandonou a corrida com problemas de Câmbio. Com isso tínhamos na pista 19 pilotos, muito grande o número de pilotos na corrida, Alesi na Ponta e Senna não chegava nele, problemas ou cautela apenas? Com o Tempo Alesi mantinha a ponta e Senna não estava se aproximando de Alesi, esperando o final da corrida, mas Senna parecia começar a ter problemas de Câmbio. Piquet em 3º, mas Patrese estava chegando para lutar pelo 3ºlugar, e em 5ºAndrea de Cesaris que estava também chegando a essa briga. Gerhard Berger fazia a volta mais rápida da corrida, 1:56.070, na volta 25. Mika Hakkinen roda e abandona a corrida.

de Cesaris ficou perto de conseguir um grande resultado para a Jordan na Bélgica.

de Cesaris ficou perto de conseguir um grande resultado para a Jordan na Bélgica.

Na Volta 27 Alesi passa na reta voando, e Senna fica na subida, e perde muito tempo, e Piquet, Patrese e De Cesaris chegaram perto, problemas no carro de Senna, com isso Alesi era mais líder que nunca, agora podendo até administrar a vantagem que tinha sobre Senna e poupar os seus pneus, afinal ele não tinha trocado os pneus, Alesi na volta 27 Fez 1:58.9, Senna 2:08.2. Senna, Piquet, Patrese e um pouco mais atrás De Cesaris formavam um grupo que lutava pelo 2ºlugar. Comas abandonou a corrida. deixando apenas 17 carros na luta. Restando 15 voltas para o Final, se aguardava um final de arrepiar.

Na Volta 30 Patrese vai pra cima de Piquet, na Força do Motor passa Piquet, mas o veterano Patrese se empolgou um pouquinho além da conta e passou na Grama, Piquet e De Cesaris tomaram posição de Patrese, mas Patrese iria pra briga de novo, o seu carro era o melhor de todos os 4 pilotos. Morbidelli com a Minardi quebrou o Câmbio de seu carro. Mas Segundos depois para a Ferrari número 28,de Jean Alesi, mas para com problemas em seu carro, o Motor Ferrari não aguenta, e tira uma possível Vitória de Alesi. Senna reassumia a ponta com Piquet em Segundo, mas Piquet teria o segundo lugar por pouco tempo, De Cesaris colocava na Reta e passava Piquet assumindo o 2ºlugar, e tendo carro pra ganhar corrida, a Estreante Jordan Poderia vencer, e De Cesaris andando bem na corrida, Piquet em 3º estava sem ritmo para se manter nas primeiras posições.

Classificação após 31 Voltas: Senna 1:01:43.478, De Cesaris a 2.579, Piquet 4.146, Patrese 5.336, Berger 9.904, Modena 21.239. De Cesaris também adotou a tática igual do Alesi, não trocou os pneus, Patrese chegava de vez em Piquet, e na volta 34 Patrese chega no Final da Reta e passa Piquet e assume a 3ªposição, e Berger chegava em cima d Piquet, a corrida que era muito boa para Piquet na Benetton por causa das deficiências do carro acabava com indícios de um final bem frustrante para o Brasileiro. Modena também abandonava a corrida por vazamento de óleo em seu Tyrrell, com isso Moreno assumia a 6ªposição.

De Cesaris passava por fora do traçado ideal na primeira curva, tudo isso para buscar Senna e tentar vencer a corrida pela primeira vez da equipe e da sua carreira, Berger passou Piquet e assumiu a 4ªposição, Piquet estava sem a menor condição em seu carro, Lehto abandonou a corrida. Com 35 voltas completadas tínhamos 13 carros ainda na corrida, metade dos que largaram, Berger se aproximava de Patrese na briga pelo 3ºlugar, enquanto isso Senna lutava pela sua 6ª vitória na temporada, Mas com os problemas de câmbio de sua Mclaren tinha um forte adversário que era De Cesaris com sua Jordan que queria buscar a sua primeira vitória para coroar a brilhante estreia da Jordan na formula 1. a 8 Voltas para o Final da corrida Moreno decide ir aos boxes, para tentar ganhar posição, Mesmo que estivesse longe de Piquet, até prevenindo pra garantir o ponto que ele tinha. Martini tava longe de Moreno. Berger na Volta 37 é que realmente voou, 1:55.963, a melhor volta da corrida para o Austríaco Gerhard Berger. Piquet se arrastava na pista em 5º. Senna e De Cesaris ultrapassavam Pirro e Brundle que eram retardatários e lutavam pelo 10ºlugar, enquanto isso Berger continuava a voar na pista, mas uma vez a volta mais rápida da corrida. 1:55.601 na volta 39. Nessa Altura do campeonato De Cesaris já ficava mais para Patrese e Berger pelo 2ºlugar.

4 Voltas para o Final era uma Briga intensa pelo 2ºlugar, Senna estava um pouco mais tranquilo, mas com seus problemas não se sabia se o carro iria chegar ao final bem, Enquanto isso Roberto pupo Moreno Fazia a melhor volta da corrida, 1:55.161 na volta 40, uma mostra de que fez a escolha certa Moreno em trocar os seus pneus. a 3 voltas do Final Senna na ponta com De Cesaris e Patrese na 2ª e 3ªposições, Mas de repente um carro verde parava, era De Cesaris parando após brilhante corrida (Pena, seria a consagração dele no ano). Berger chegou rápido em Patrese, e já ultrapassou faltando 2 voltas e meia para o Final, o motor de Patrese entrega os pontos, e Patrese não tem mais potência, dobradinha da Mclaren, Senna e Berger nas duas primeiras posições. uma corrida que era dificílima para Senna, virou uma dobradinha para a Mclaren, e logico que Berger não iria passar nunca Senna, pois essa vitória daria 10 pontos para Senna que colocaria 22 de vantagem para Mansell. Enquanto isso Patrese estava se arrastando para ficar com o terceiro lugar, mas já era difícil ele ficar em 3º, faltando 2 voltas em uma pista de Alta, Senna partia para a última volta lento, mas partia para a vitória, Piquet na última volta passou para o 3ºlugar, Patrese ficava em 4ºlugar, mas Moreno estava chegando rápido em Patrese, e pode chegar em 4ºlugar. Berger se aproximava muito de Senna, Mas Berger Sabia como era para ser o resultado Final da corrida, Berger não se impôs, preferiu ajudar Senna e chegar em 2º com a vitória de Senna, Piquet em 3º após os problemas do seu conjunto Benetton-Ford v8-Pirelli, Moreno termina em 4ºlugar e com a melhor volta da corrida, Patrese em 5º após largar em 17º mesmo com a quebra do motor, uma belíssima recuperação na corrida, mas não valeu muito para Patrese essa Quebra. Uma Grande corrida que coroa Senna como o Rei de Spa-Francorchamps. Só lembrando, Blundell com a Brabham terminou em 6º e marcou o 1 ponto do time em 1991, e 13 carros terminaram. pois De Cesaris mesmo que tenha parado a 3 voltas do Final completou mais de 90% da corrida.

Resultado Final do GP da Bélgica de 1991

Fotos:

 

View post on imgur.com

Vídeo da corrida:

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

F1 Formula 1 Formula 1 - 2014 Fotos Humor Toro Rosso 2014

F1 Comedy – Bicos no Carnaval

Published by:

Esse bico horrível nos carros de Formula 1 foi inspiração para uma escola de Samba Semana passada a Independentes de São Toquato, Escola de Samba de Vitória fez uma tentativa de adaptação dos Bicos dos carros de Formula 1.

Bico da Formula 1 (Toro Rosso)

Q4mntrgw o

Carro Abre-alas da Independentes de São Torquato em 2014

São Torquato-2014A Ideia que não é boa se mostra que pode piorar. Voltaremos se tivermos algo mais bizarro do carnaval tiver sido mostrado.