Category Archives: Fotos

F1 Formula 1 Formula 1 - 1998 Fotos História

Corridas Históricas: GP do Japão de 1998

Published by:

Em virtude de pessoas mandarem Spam toda a hora na pagina dessa corrida especial eu decido aqui fazer de novo o post dessa corrida. É Absurdo que pessoas mandem spam mal intencionados para vocês, Mas eu modero os posts e eles nem chegam a ficar visíveis. É absurdo que todos os dias eu tenha que jogar na pasta de Spams esses comentários. Portanto eu coloco de novo essa matéria para vocês que não merecem serem penalizados.

Treino Oficial: Grid de Largada

1° Michael Schumacher (3) Ferrari/Ferrari 1:36.293
2° Mika Hakkinen (8) McLaren/Mercedes 1:36.471
3° David Coulthard (7) McLaren/Mercedes 1:37.496
4° Eddie Irvine (4) Ferrari/Ferrari 1:38.197
5° Heinz-Harald Frentzen (2) Williams/Mecachrome 1:38.272
6° Jacques Villeneuve (1) Williams/Mecachrome 1:38.448
7° Ralf Schumacher (10) Jordan/Mugen Honda 1:38.461
8° Damon Hill (9) Jordan/Mugen Honda 1:38.603
9° Alexander Wurz (6) Benetton/Playlife 1:38.959
10° Giancarlo Fisichella (5) Benetton/Playlife 1:39.080
11° Johnny Herbert (15) Sauber/Petronas 1:39.234
12° Jean Alesi (14) Sauber/Petronas 1:39.448
13° Olivier Panis (11) Prost/Peugeot 1:40.037
14° Jarno Trulli (12) Prost/Peugeot 1:40.111
15° Mika Salo (17) Arrows/Arrows 1:40.387
16° Rubens Barrichello (18) Stewart/Ford 1:40.502
17° Toranosuke Takagi (21) Tyrrell/Ford 1:40.619
18° Pedro Paulo Diniz (16) Arrows/Arrows 1:40.687
19° Jos Verstappen (19) Stewart/Ford 1:40.943
20° Shinji Nakano (22) Minardi/Ford 1:41.315
21° Estaban Tuero (23) Minardi/Ford 1:42,358

Não Largou

22º Ricardo Rosset (20) Tyrrell/Ford 1:43.259

Hakkinen Conquista 1ºTítulo de Forma impecável com vitória no Japão.

Depois de 15 corridas o Campeonato de 1998 estava Hakkinen com 90 pontos e 7 Vitórias contra os 86 pontos e 6 vitórias de Michael Schumacher, A Decisão mais uma vez iria para a tradicional pista de Suzuka. Mais uma vez Mclaren x Ferrari, revivendo o duelo de 1990 entre Senna (Mclaren) vs Prost (Ferrari). No treino Oficial, Schumacher foi o mais rápido e largaria na pole position.

Todos partiram para a Volta de apresentação, a expectativa do que poderia acontecer na largada aumentava. Séria um review de 1990 quando Senna simplesmente não freou para que Prost não fizesse a primeira curva na frente e dai todos sabem de dessa forma Senna se consagrou Bicampeão. Todos iriam para a largada até que Alguém sinalizou, e dai todos os mecânicos voltaram para o grid de largada.

A 1ªlargada foi cancelada, quem sinalizou para que não largassem foi o italiano Jarno Trulli da Prost que largava da 14ªPosição e que agora iria largar em último, como era o regulamento da época.

Os ânimos se acalmaram um pouco, até que se começou a fazer a segunda volta de apresentação, e novamente a expectativa era grande de como seria a largada. Tudo indicava que a decisão iria começar, Mas ai então veio o inesperado. A Ferrari de Michael Schumacher não funciona e sinalizou que seu carro não ligava, A Ferrari deixou o Alemão na mão na hora que não podia, e Schumi teria que largar da última posição, vendo Mika Hakkinen em 1º, sem ninguém na sua frente podendo fazer uma corrida tranquila. O que era um possível sonho vermelho de que o jejum de 19 anos chegaria ao fim, Agora estava se tornando em um pesadelo de ver o jejum chegar ao 20ºAno.

Hakkinen via o titulo mais perto do que nunca, mas não deveria deixar escapar essa chance, que era enorme, Todos iriam para a 3ªvolta de apresentação, mas com Hakkinen agora puxando a turma e Schumacher lá atrás, para o Alemão Bicampeão do mundo, ele tinha uma missão quase impossível, partir de último para vencer, e do jeito que o Carro da Mclaren era muito forte iria ser quase impossível fazer isso teria de contar com a sua sorte.

Seriam 51 voltas: Na largada Hakkinen largou muito bem e segurou a ponta, mas Irvine assumiu o Segundo lugar, Coulthard largaria mal caindo para 4º e não podendo ajudar muito Hakkinen na briga pelo titulo.

Classificação após 1 volta: Hakkinen, Irvine a 1.577, Frentzen a 3.159, Coulthard a 3.590. Villeneuve a 4.643, Hill a 4.964, Depois R.Schumacher a 5.822, Wurz a 6.809, Fisichella a 7.462, Alesi a 7.965, Panis a 9.039 e Michael Schumacher já em 12ºlugar a 9.663 que fez uma brilhante largada e uma excelente primeira volta.

E na segunda volta Schumacher continuava dando seu Show, Já passaria Panis e continuava sua recuperação. Enquanto isso Coulthard Lutava para passar Frentzen com a sua Williams vermelha, Irvine faria 1:41.818, a melhor volta da corrida na segunda volta.

Classificação após 3 Voltas: Hakkinen, Irvine a 1.299, Frentzen a 6.174, Coulthard a 6.713, Villeneuve a 8.164. Hill a 8.666, Ralf Schumacher a 10.330, Wurz a 11.471, M.Schumacher a 11.784, Fisichella a 12.935, Alesi a 14.686 e Panis a 17.245.

Hakkinen com 1:41.585 faria na volta 3 a volta mais rápida, e Schumacher passava Wurz e assumia a 8ªPosição. Schumacher ultrapassava nesse momento 14 carros em menos de 4 voltas completas. A Diferença entre Hakkinen e Schumacher era de 12 segundos, e Crescia muito devido aos adversários mais lentos que ele deveria passar. Lá na Frente Hakkinen liderava, mas seguido de perto por Irvine que seria fundamental para a Ferrari tentar fazer Schumi Campeão do mundo.

Schumacher estava num grande bloco do 3º que era Frentzen até Ralf Schumacher em 8ºlugar. Hill com a Jordan que buscava passar a Benetton e a Williams na classificação dos construtores iria segurar de todas as formas Schumacher e também ao mesmo tempo estavam lutando pelo 5ºlugar com Villeneuve.

Era uma briga difícil de onde Schumacher já estava a mais de 14 segundos atrás do Líder. Um Pouco a Frente, Frentzen fazia corrida brilhante ao segurar David Coulthard, na briga pelo terceiro posto. Classificação após 7 voltas: Hakkinen, Irvine, Frentzen, Coulthard, Villeneuve, Hill, M.Schumacher, R.Schumacher, Wurz, Fisichella, Alesi, Panis.

Enquanto Hakkinen fazia todo o possível para se sustentar na 1ªposição a briga continuava pelo 3º e 5ºlugares, com Coulthard tentando passar Frentzen e Schumacher tentando passar Hill que tentava também passar Villeneuve, Ralf Ficava um pouco para trás. Hakkinen ao completar a volta 9 faz a melhor volta da corrida 1:41.214, na volta 9.

Sua vantagem para Schumacher já passava dos 25 segundos após 11 voltas. Hakkinen já tinha alguma tranquilidade em cima de Irvine, com 3 segundos e meio na Frente do Irlandês da Ferrari.

Na volta 12 Coulthard tentou um ataque definitivo pra cima de Frentzen que conseguiu se segurar na 3ªposição, e na briga de Schumacher, Hill estava já a mais de 9 voltas segurando Schumi, logo a Benetton já se aprontava para sua primeira parada nos boxes. O primeiro a parar seria Damon Hill com a Jordan, e Ralf Schumacher na reta dos boxes já explodia seu motor deixando a missão da Jordan mais difícil de conquistar o 4ºlugar dos construtores. Hill fazia 9.4 em sua primeira parada, Wurz Gastaria 6.8 segundos.

Irvine na volta 16 fazia sua parada e demorou 7.7 segundos, enquanto isso Hakkinen fazia de novo a melhor volta da corrida com 1:41.203, Fisichella também nos boxes para a 1ªparada, gastando 8 segundos. Nesse meio tempo Schumacher acabava empurrando de lado Villeneuve e passava ao 5ºlugar. Mika Salo parava com problemas hidráulicos.

Schumacher iria para a sua primeira parada, demorando 6.8 segundos, Voltando em 7ºlugar. E lá na frente continuava a briga entre Frentzen e Coulthard pelo terceiro lugar, O alemão Frentzen fazia uma corrida irretocável, sem dar a menor chance para Coulthard de ultrapassar.

Hakkinen na volta 18 iria para a sua primeira parada, demorando 7 segundos e 3 décimos ele voltou na ponta, Irvine fazendo a melhor volta da corrida 1:41.088, Villeneuve também fazia sua parada e Schumacher com 1:40.279 na volta 18 destruiria a volta de Irvine e Tomaria a melhor volta da corrida.

Classificação após 18 voltas: Hakkinen, Irvine, Frentzen, Coulthard, M.Schumacher, Alesi, Hill, Villeneuve, Wurz, Fisichella, Herbert, Panis. Os 12 primeiros na corrida. Frentzen iria aos boxes na volta 19 para sua primeira parada, demorando 9.5 segundos. e Schumacher fazendo melhor volta em cima de Melhor Volta 1:40.198 na volta 19, Alesi também fazia sua primeira parada em 7.6 segundos.

Hakkinen e Irvine começavam a pegar seus primeiros retardatários (Tyrrell, Minardi, Stewart e Prost, Arrows Também, Mas elas quebram tão rápido que não tinham a chance de serem retardatários)

Hakkinen tinha 26 segundos na frente de Schumacher na briga entre os dois para o titulo. Coulthard na volta 21 seria o último a fazer sua parada com 7.8 segundos. Michael Schumacher passava reto na chicane que levava a reta dos boxes, realmente ele estava andando muito forte para tentar tirar uma vantagem terrível. Mas já estava em 3ºlugar com todas as paradas feitas nos boxes. Coulthard estava em 4º, Frentzen em 5º e Hill em 6º.

após 24 voltas Hakkinen tinha 6 segundos na frente de Irvine, Schumacher em 3º estava freando muito forte e tentando puxar o máximo de desempenho de sua Ferrari, para tirar os 28 segundos que ele tinha sobre Hakkinen que era o líder e o campeão do mundo até aquele momento.

A corrida estava chegando em sua metade, e Schumacher tinha uma duríssima missão pela Frente, mas estava de certo modo detonando os seus pneus de forma bastante rápida e arriscando tudo. A única briga no momento esta a briga entre Frentzen, Hill e Villeneuve pelo 5ºlugar, isso valendo até posição no mundial de construtores.

Irvine na volta 26 iria para uma segunda parada nos boxes, demorando 6.5 segundos, indicando que iria para 3 parada o irlandês Eddie Irvine. Schumacher chegava perto de Irvine, e não seria surpresa ter uma troca de posições entre os dois (em 1998 o jogo de equipe era liberado, e os companheiros de Schumacher eram obrigados a trabalhar para ele.) Pedro Paulo Diniz, Ralf Schumacher, Mika Salo, Jos Verstappen e Rubens Barrichello tinham já abandonado a corrida até a volta 30. Schumacher virava 1 segundo mais rápido que Hakkinen.

Na Volta 30 uma tentativa equivocada de ultrapassagem de Estaban Tuero tirava ele mesmo e Tora Takagi da Corrida, e com esse acidente chegava ao fim a História da Equipe Tyrrell na formula 1. já que Rosset não tinha se classificado para a corrida após sofrer um acidente muito forte no treino oficial.

Schumacher tinha tirando os 1 segundo por volta em cima de Mika Hakkinen, Mas dai veio Schumacher o Pneu do carro de Schumacher estoura, o piloto da Ferrari tinha tirado mais do que o limite do carro. Com esse abandono O Finlandês Mika Hakkinen era o mais novo campeão do mundo de Formula 1, mesmo com ainda 19 voltas por fazer na corrida ele não precisava fazer mais nada que já não precisava, O titulo já esta dele. Frentzen iria para a sua segunda troca, com 6.8 segundos que ele demorou. Irvine estava por perto, Mas agora só teria a missão de vencer sua primeira corrida na sua carreira, coisa que estava bem distante do Irlandês.

Classificação após 35 Voltas: Hakkinen, Irvine, Coulthard, Frentzen, Alesi, Hill, Villeneuve, Fisichella, Wurz, Herbert, Panis, Trulli e Nakano. os 13 pilotos que continuavam na corrida. Continuava Hakkinen na frente de Irvine, com 3 segundos na frente. Com Coulthard em 3º, Frentzen em 4º Hill em 5º e Villeneuve em 6º já que Alesi parou nos boxes e voltou em 8ºlugar.

Por mais que Irvine tenta-se ser rápido, Hakkinen tinha o controle da corrida. Coulthard iria para a sua segunda parada, com 9.3 segundos. Voltava tranquilo em 3ºlugar. E Eddie Irvine iria para a sua terceira parada nos boxes. sepultando qualquer chance de estragar a festa prateada, com 7 segundos nos boxes Irvine iria tentar andar rápido até o final da corrida.

Agora Hakkinen só precisava administrar a corrida, pois tinha mais de 20 segundos na frente de Irvine que tinha boa vantagem para Coulthard em 3º que não ajudou em nada a Hakkinen por que largou mal e não conseguiu passar a Frentzen em seu inicio que tinha um carro bem inferior ao seu Mclaren.

Classificação após 40 voltas: Hakkinen, Irvine, Coulthard, Frentzen, Hill, Villeneuve, Fisichella, Alesi, Wurz, Herbert, Panis e Trulli, e só esses continuavam a corrida já que Nakano abandonaria a corrida na volta 40. Hakkinen tinha 24 segundos na Frente de Irvine, agora ele administrava a corrida, Irvine tinha 25 na frente de Coulthard.

Nada mais de interessante na corrida, a não ser a briga entre Frentzen e Hill pelo 4ºlugar na corrida que seria a emoção única nessas voltas finais. E trazia com ele Jacques Villeneuve que jamais teve a chance de defender o titulo que conquistou em 97 devido ao carro que a Williams fez em 1998. Se Damon Hill se conseguisse o 4ºlugar superava a Benetton nos construtores e seria a 4ªgrande equipe da temporada de 1998 tirando o time italiano dessa posição histórica dela desde 1988.

Já Hakkinen, Irvine e Coulthard estavam bem longe um do outro. Hakkinen já virava 1:44 que ele já tinha condições de fazer isso. Queria levar seu carro para a 8ªvitória no ano e encerrar com chave de ouro sua corrida no Japão de onde ele foi campeão pela primeira vez.

Nas voltas finais do campeonato estavam reservadas no segundo bloco do campeonato entre Frentzen, Hill e Villeneuve. Williams e Jordan brigando por posições. Para a Benetton seria torcer para Hill perder posição para Villeneuve sustentasse a 4º nos construtores.

Já que Fisichella não tinha carro para chegar nos pontos e ainda por cima Alesi passou Fisico e tirou o 7ºlugar do piloto da Benetton. E continuavam Frentzen e Hill brigando pelo 4ºlugar, até as ultimas voltas.

E Hakkinen iria para a Championship Lap, para a sua consagração e para a sua oitava vitória no ano e finalmente comemorar um titulo de que a Mclaren não via depois de 7 anos. (Último titulo da Mclaren foi de Ayrton Senna em 1991 na mesma Suzuka) Dessa vez o carro não era branco e vermelho e não tinha motor Honda e não era Brasileiro, Mas sim era prateado com o motor Mercedes-Benz (que conquistava seu primeiro titulo na categoria) e Tinha um jovem finlandês que tinha corrido com Ayrton Senna em 1993 na Mclaren. Irvine e Coulthard completariam o pódio.

Mas o melhor estava para o Final, Hill na última volta passou Frentzen e conseguiu o 4ºlugar quebrando uma escrita de 9 anos de onde os 4 primeiros lugares eram sempre de Mclaren, Ferrari, Benetton e Williams, que eram consideradas as 4 grandes da Formula 1 nos últimos anos. Frentzen que fez grande corrida em 5º e Villeneuve em 6º.

Resultado final do GP do Japão de 1998

Fotos:

 

Vídeos: TVNowShowSports

Fonte das fotos: Bestlap, Formel1mic, F1 olivier
Texto: Deivison da Conceição da Silva

F1 Formula 1 Formula 1 - 1992 Fotos História

GP de Mônaco de 1992

Published by:

Lista de pilotos:

1 Ayrton Senna (McLaren)
2 Gerhard Berger (McLaren)
3 Olivier Grouillard (Tyrrell)
4 Andrea de Cesaris (Tyrrell)
5 Nigel Mansell (Williams)
6 Riccardo Patrese (Williams)
7 Eric van de Poele (Brabham)
8 Damon Hill (Brabham)
9 Michele Alboreto (Footwork)
10 Aguri Suzuki (Footwork)
11 Mika Häkkinen (Lotus)
12 Johnny Herbert (Lotus)
14 Andrea Chiesa (Fondmetal)
15 Gabriele Tarquini (Fondmetal)
16 Karl Wendlinger (March)
17 Paul Belmondo (March)
19 Michael Schumacher (Benetton)
20 Martin Brundle (Benetton)
21 J J Lehto (Dallara)
22 Pierluigi Martini (Dallara)
23 Christian Fittipaldi (Minardi)
24 Gianni Morbidelli (Minardi)
25 Thierry Boutsen (Ligier)
26 Érik Comas (Ligier)
27 Jean Alesi (Ferrari)
28 Ivan Capelli (Ferrari)
29 Bertrand Gachot (Venturi)
30 Ukyo Katayama (Venturi)
32 Stefano Modena (Jordan)
33 Mauricio Gugelmin (Jordan)
34 Roberto Moreno (Andrea Moda)
35 Perry McCarthy (Andrea Moda)

Treino Oficial

Mônaco, palco da 6ªCorrida da temporada de 1992, que tinha um dono apenas até Agora, Nigel Mansell e o Incrível FW14B que estava invicto na temporada, 5 Corridas e 5 Vitórias, todas obtidas pelo Inglês Nigel Mansell. Quem poderia parar Mansell, O Único que seria capaz disso era o Italiano Ricardo Patrese.

Mas estávamos em Mônaco e Senna era um dos maiores vencedores em Monteclaro, com 4 vitórias, E como Mônaco era totalmente imprevisível. Nos Treinos de Quinta a Classificação foi Mansell 1:20.714 , Senna, Patrese, Berger, Alesi e Schumacher, os quatro primeiros colocados. Uma Grande surpresa aconteceu, Roberto Pupo Moreno acabou conseguindo classificar a Andrea Moda no Treino oficial, num ótimo 23ºtempo. Logo no Começo do Treino oficial de Sabado As Benetton e Jean Alesi já entravam na pista pra buscar tempo. Alesi em sua segunda volta abriu muito bem sua volta, perdia pouco tempo, era ótimo para a Fase da Ferrari em 92, Mas ele escorrega e acabou por atrapalhar a volta dele, Mas assim mesmo Alesi fazia 1:21.844 e tomava o 3ºlugar de Ricardo Patrese. Schumacher também melhorou passou para o 4ºLugar

Classificação até agora: Mansell, Senna, Alesi, Schumacher, Patrese e Berger. Lehto também tentava melhorar seu tempo que dava apenas o 19ºlugar no Grid, mas ele foi muito lento para consegui melhorar, ele fez uma volta de 1:25. Stefano Modena com problemas em seu carro acaba deixando a pista e indo para os boxes buscar seu carro reserva. Impressionante estava sendo o Treino de Mauricio Gugelmin que estava em 11ºlugar, logo na Frente dele tínhamos a Tyrrell-Ilmor de Andrea de Cesaris. Roberto Pupo Moreno com 1:24.945 melhorava seu tempo e estava em 20ºlugar, conseguindo largar para a corrida. Mansell tentava melhorar seu tempo, mas acabava por pegar trafego. Capelli ira para a pista disposto a melhorar seu tempo de 1:23.813 e com isso ele estava na patética 13ªposição, com a Ferrari, Mansell continuava sendo atrapalhado por retardatários , Senna não foi para a pista até agora. Aos 15 minutos de treino, Mas Berger já estava na pista pra melhorar do 6ºlugar. Patrese já mostrava suas armas, faria o segundo tempo 1:20.847. Até agora uma primeira fila de Williams.

Classificação após 18 Minutos: Mansell, Patrese, Alesi, Senna, Schumacher, Berger. Falando de Berger ele melhorava seu tempo para 1:21.377 e assumia a 4ªposição tirando Senna da Segunda fila. Berger buscava melhorar ainda mais seu tempo, Enquanto isso Senna iria para a pista pela primeira vez. Capelli melhorava seu tempo, e iria para o 8ºlugar. Atrás de Andrea de Cesaris que estava muito bem com o Tyrrell-Ilmor em 7ºlugar. Senna finalmente iria para a pista, e precisava melhorar, até por que ele estava em 5ºlugar e se pretendia fazer algo para Ganhar a corrida teria que largar na frente, de preferência na primeira fila. Enquanto Senna se aquecia para abrir sua volta, Ricardo Patrese faz 1:20.560 e assumia a 1ªposição e até agora garantia a pole position. Senna abriu sua primeira volta, mas era uma volta mais de reconhecimento, Na Segunda volta Senna vinha bem rápido, mas acabou batendo de Traseira na curva antes da curva da Antiga Galli, Seu aerofólio foi danificado e acabou tendo que voltar aos Boxes para pegar outro carro ou ajeitar o carro titular. As Duas Benetton (Schumacher e Brundle) estavam na pista para melhorar seus tempos na pista. Com 27 minutos de treino Senna pega o carro reserva e acabou voltando para a pista para melhorar seu tempo.

Mansell estava louco para tomar a pole que era de Patrese até naquele momento quando já se aproximava da metade do Treino, E sua primeira parcial era melhor do que a parcial de Patrese, Mesmo fazendo uma segunda parcial mais fraca Mansell faz uma espetacular parcial na terceira parte e com o tempo de 1:20.396 retomava a primeira posição no Grid de largada a 191 milésimos mais rápido que Patrese. Média de quase 150 km/h. Brundle acabou tendo que sair do carro e teve de ir aos boxes para buscar seu carro reserva para tentar melhorar seu tempo. Grouillard também teve problemas em seu carro e os fiscais teve problemas, Mansell tentava melhorar ainda mais seu tempo e baixava mais ainda nas 2 primeiras parciais, mas na última Mansell não vai bem e não consegue melhorar.

Senna abria a sua volta e vinha forte para tentar melhorar sua posição no Grid, Apesar das parciais não serem as melhores do treino Senna consegue 1:21.089 e consegue a terceira posição, só atrás dos Dois carros da Williams, só que Patrese melhorou seu tempo 1:20.368 e reassumia a 1ºposição no treino.

Classificação após 40 minutos de Treino: Patrese (1:20.368), Mansell (1:20.386), Senna (1:21.089), Alesi (1:21.140), Berger (1:21.224), Schumacher (1:21.831), Capelli (1:22.526) e De Cesaris (1:22.882) os oito primeiros colocados. restavam 20 minutos para o Final do Treino.

Patrese tentava melhorar seu tempo, faz 1:20.5 próximo do tempo que ele fez que estava dando a pole position. Lehto estava parado na pista e era outro a buscar um carro reserva para tentar melhorar.

Christian Fittipaldi faz uma grande volta e tirou ele do Sufoco, ele passou de 26º para a 15ªposição, Mas agora quem estava no sufoco era Roberto Pupo Moreno que estava em 26ºlugar, por enquanto largando para a corrida. Mas precisava torcer para De Poele, Hill, Chiesa e Belmondo não fazer um tempo melhor que Moreno, em 26ºlugar.

Alesi faltando 14 minutos para o Final do Treino melhorou seu tempo e tirou o terceiro lugar do Grid de largada de Ayrton Senna. Continuando a se destacar o 8ºlugar de De Cesaris com a Tyrrell e a 11ºposição de Gugelmin com a Jordan-Yamaha. Alem de Moreno que conseguia o milagre de classificar o Andrea Moda.

E Nigel Mansell fez uma fantástica volta 1:19.495 e derruba a concorrência inteira e estava agora na pole position, e seria agora impossível alguém tomar essa pole. Ayrton Senna voltou para a pista e melhorou seu tempo para 1:20.782 e reassumia de novo a terceira posição. Alesi tentava melhorar seu tempo, não só ele como todos os pilotos para uma última tentativa.

Patrese nós últimos minutos iria tentar melhorar seu tempo, mas não conseguiu, acabou que uma Venturi acabou atrapalhando a volta do Italiano. Com isso Mansell conquistava mais uma pole, Com a primeira fila das Williams, Nigel Mansell e Ricardo Patrese, Senna conseguiu o máximo que se podia conseguir, o terceiro lugar, com Alesi em 4º e Berger e Schumacher na terceira Fila, Brundle melhorou seu tempo para 7ºlugar e Capelli em 8ºlugar. Mas o Grande feito foi o feito de Roberto Pupo Moreno que conseguiu fazer a Andrea Moda passar para a Corrida. Hill, De Poele, Belmondo e Chiesa estavam fora do Grid.

Grid de largada.

1 Nigel Mansell (Williams/Renault) 1’19.495
2 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’20.368
3 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’20.608
4 Jean Alesi (Ferrari) 1’20.895
5 Gerhard Berger (McLaren/Honda) 1’21.224
6 Michael Schumacher (Benetton/Ford) 1’21.831
7 Martin Brundle (Benetton/Ford) 1’22.068
8 Ivan Capelli (Ferrari) 1’22.119
9 Johnny Herbert (Lotus/Ford) 1’22.579
10 Andrea de Cesaris (Tyrrell/Ilmor) 1’22.647
11 Michele Alboreto (Footwork/Mugen-Honda) 1’22.671
12 Gianni Morbidelli (Minardi/Lamborghini) 1’22.733
13 Mauricio Gugelmin (Jordan/Yamaha) 1’22.863
14 Mika Häkkinen (Lotus/Ford) 1’22.886
15 Bertrand Gachot (Venturi/Lamborghini) 1’23.122
16 Karl Wendlinger (March/Ilmor) 1’23.264
17 Christian Fittipaldi (Minardi/Lamborghini) 1’23.487
18 Pierluigi Martini (Dallara/Ferrari) 1’23.508
19 Aguri Suzuki (Footwork/Mugen-Honda) 1’23.641
20 J J Lehto (Dallara/Ferrari) 1’23.862
21 Stefano Modena (Jordan/Yamaha) 1’23.890
22 Thierry Boutsen (Ligier/Renault) 1’23.909
23 Erik Comas (Ligier/Renault) 1’23.974
24 Olivier Grouillard (Tyrrell/Ilmor) 1’23.990
25 Gabriele Tarquini (Fondmetal/Ford) 1’24.479
26 Roberto Moreno (Andrea Moda/Judd) 1’24.945

Não Classificaram para a corrida:

Eric van de Poele (Brabham/Judd) 1’24.981
Damon Hill (Brabham/Judd) 1’25.394
Andrea Chiesa (Fondmetal/Ford) 1’25.660
Paul Belmondo (March/Ilmor) 1’25.750
Ukyo Katayama (Venturi/Lamborghini) 1’28.310
Perry McCarthy (Andrea Moda/Judd) Sem Tempo

Senna vence GP de Mônaco com Desempenho Épico e quebra seqüência de Vitórias de Mansell

Quantas fichas você apostaria em Ayrton Senna largando em 3º com as 2 Williams FW14B sendo o carro do outro mundo largando na primeira fila, sendo que em Mônaco praticamente era impossível ultrapassar. Eu diria que apostaria tudo que eu tenho não seria absurdo, Ele precisava se dar bem na largada e esperar por quebras ou erros dos pilotos ou da equipe.

Na Largada Senna consegue ultrapassar Patrese e assume a segunda posição, Agora Senna poderia sonhar com a Vitória, mas Mansell tinha o melhor carro e estava em ótima forma. Schumacher também conseguiu ganhar posição de Berger. Logo nasprimeiras curvas Martini com a Dallara Bateu e acabou abandonando a corrida, Classificação após a 1ªVolta: Mansell, Senna, Patrese, Alesi, Schumacher, Berger, Brundle, Capelli, Herbert, De Cesaris e Alboreto. Morbidelli não conseguiria largar, mas acabou largando, dando uma volta e depois abandonou definitivamente a corrida. Enquanto isso Mansell disparava na Frente, Senna em 2º e Patrese em 3º, Alesi sofria com a pressão de Schumacher que estava por perto para tentar tomar a 4ªposição do Francês, E Patrese já começava a pressionar Senna, com muito mais carro que o Brasileiro. Wendlinger abandonou a corrida, problemas de Câmbio.

As brigas Senna x Patrese pelo 2ºlugar, Alesi x Schumacher pelo 4ºlugar eram as brigas do momento, Alem disso Berger, Brundle, Capelli e Herbert estavam pertos um do outro permitindo uma briga entre eles pelo 6ºlugar.

Classificação após 6 Voltas: Mansell (8.47.289), Senna (a 6.214), Patrese (a 6.529), Alesi (a 7.315), Schumacher (a 7.809), Berger (a 9.137), Brundle (a 9.825), Capelli (a 10.605), Herbert (a 11.615), De Cesaris (a 13.584), Alboreto (a 14.985) e Hakkinen (a 15.588) são os 12 primeiros colocados. Grouillard abandonou a corrida com problemas da Transmissão, e Mansell continua indo embora e fazendo a melhor volta da corrida: 1.25.750 média de 139.72 km/h.

Do segundo pra Atrás a Briga estava muito grande, Senna, Patrese, Alesi, Schumacher, Berger e Brundle. Capelli e Herbert já estavam ficando mais atrás. Na Volta 9 Mansell crava de novo a melhor volta da corrida. Modena abandonou a corrida depois de uma batida na volta 6.

Enquanto De Cesaris tinha problemas e deixava a corrida, Mansell fez a melhor volta da corrida de novo com 1:24.887 passando dos 140 km/h de média. Classificação após 10 voltas Completadas: Mansell (14:30.859), Senna (a 8.889), Patrese (a 9.883), Alesi (a 10.655), Schumacher (a 11.189), Berger (a 13.009), Brundle (a 13.853), Capelli (a 14.859), Herbert (a 16.043), Alboreto (a 21.518), Hakkinen (a 22.097), Gachot (a 24.807).

Outro que deixou a corrida foi Gabriele Tarquini que teve problemas de motor. Senna conseguia abrir pequena vantagem para Patrese que agora estava sendo apertado por Alesi e Schumacher, Na Tentativa de ultrapassagem de Schumacher ele tocou em Alesi que virou de lado, mas conseguiu controlar e ficar na frente de Schumacher, com isso Berger e Brundle se aproximaram dos dois. Tanto Alesi, tanto Schumacher não tiveram danos e continuaram na corrida.

E depois de 11 voltas a Aventura da Andrea Moda acabou o Motor Judd não agüentou e Roberto Moreno deixou a corrida, mas com a missão mais do que cumprida, era a primeira vez que a equipe classificava para a corrida (não sabiam que seria a única vez que correriam na Formula 1). Moreno disse: “O Milagre nós já fizemos, Seria querer demais que o carro completasse a corrida.” para se ver como era a situação da Andrea Moda. Depois de muita Briga os pilotos começaram a se afastar, Alesi e Schumacher brigavam pelo 4ºlugar, e Berger e Brundle pelo 6ºlugar.

Classificação após 15 voltas: Mansell 23:01.845, Senna a 12.902, Patrese a 15.593, Alesi a 18.878, Schumacher a 20.147, Berger a 22.045, Brundle a 22.738, Capelli a 24.103, Herbert a 25.435, Alboreto a 29.799, Hakkinen a 30.312 e Gachot a 33.901, são os 12 primeiros colocados. Agora na briga pelo 6ºlugar, Berger, Brundle brigavam por essa posição, quem chegava nessa briga era Ivan Capelli com a Ferrari em 8ºlugar, Herbert já estava longe. Mansell mais uma vez colocava a melhor volta da corrida, 1:23.875, média de 142,84 km/h.

Johnny Herbert na volta 17 acabou abandonando a corrida, ele bateu na rascassi e destruiu parte do seu Lotus-Ford, Mansell seguia disparado na Frente. Brundle acabou errando a curva e passando reto, mas mantendo a posição na Frente de Capelli. Enquanto isso Alesi continuava sendo pressionado pelo Schumacher. Capelli passou Brundle que foi para os boxes, seus pneus apresentavam problemas, e estranhamente Schumacher passou Alesi que acabou ficando lento na subida. Começava a Ficar lento na pista o Francês.

Na 19ªVolta Gugelmin abandonaria a corrida com problemas de Câmbio, Os primeiros retardatários começavam a ser pegos, As Ligier e Suzuki foram os primeiros, a pista de Mônaco não era boa para esses carros e Suzuki acabou rodando mais conseguiu voltar para a corrida. Com 23 voltas completadas só tínhamos 16 carros na pista. 10 carros tinham abandonado muitos com problemas em seus carros. Schumacher em 4º já abria mais de 4 segundos na frente de Jean Alesi que parecia ter problemas em seu carro e se afastava muito do Alemão. Classificação após 25 Voltas: Mansell, Senna, Patrese, Schumacher, Alesi, Berger, Capelli, Alboreto, os oito primeiros colocados Christian Fittipaldi estava em 11ºlugar perto de Bertrand Gachot que estava em 10ºlugar.

Restando 50 voltas para o Final da corrida Senna tinha pequena vantagem para Patrese na briga pelo 2ºlugar, Senna se mantia no Braço essa posição, pois seu companheiro de equipe, Gerhard Berger que estava em 6ºlugar. Alesi estava lento e abandonou a corrida, com problemas de câmbio, o Fato de ele ficar bem atrás de Schumacher depois de ser ultrapassado mostrava fragilidade o seu equipamento, Com isso Berger, Capelli, Alboreto, Brundle, Gachot e Fittipaldi subiam de posição.

Após 29 voltas a classificação era a seguinte: Mansell (41:23.488), Senna (a 16.581), Patrese (a 18.883), M.Schumacher (a 25.836), Berger (a 38.248), Capelli (a 45.458) Alem desse Alboreto era o 7º, Brundle em 8º, Gachot em 9º, Fittipaldi em 10º.

Mika Hakkinen na volta 30 seria outra vitima do Câmbio, ele vinha bem posicionado. Mansell continuava tranqüilo na Frente ultrapassando Lehto e dando uma volta no piloto da Dallara. Brundle na volta 31 fazia a melhor volta da corrida, 1:23.535, com 143,42 km/h Inglês buscava recuperação na corrida. Berger também deixava a corrida, o Câmbio dele também quebrou Com isso a Classificação ficava assim: Mansell, Senna, Patrese, Schumacher, Capelli, Alboreto, Gachot, Fittipaldi, Brundle isso com 34 voltas completadas. Schumacher começava a se aproximar Patrese que se enrolava com os retardatários. Com isso Senna ficaria mais tranqüilo em 2º se concentrado apenas em tentar se aproximar de Nigel Mansell. Classificação Após 35 Voltas: Mansell (49.51.121), Senna (a 18.462), Patrese (a 21.977), Schumacher (a 23.408), Capelli (a 54.239) e Alboreto (a 1:00.188).

Schumacher resolveu que queria o 3ºlugar de Patrese que mesmo com o melhor carro da Temporada de 1992 ele não conseguia um bom desempenho se quer para pressionar Ayrton Senna que tinha um carro problemático nas mãos. Mansell faz 1:23.295 e acabou tomando a melhor volta da corrida que era de Martin Brundle. Enquanto isso Senna já tinha quase 5 segundos na frente de Patrese e Schumacher. Brundle conseguiu tomar a 8ªposição de Christian Fittipaldi. E o Inglês tentava continuar sua recuperação.

Passando da metade da corrida Schumacher continuava encostado em Patrese na luta pelo 3ºlugar, Mansell já tinha 22 segundos na frente de Senna que por sua vez já tinha 6 segundos na frente de Patrese que estava colado em Schumacher, já Schumacher tinha mais de 30 segundos na Frente de Capelli em 5º que tinha razoável vantagem de 8 segundos par Alboreto com a Footwork.

Classificação após 44 Voltas Completadas: Mansell (1:02.28.787), Senna (a 22.338), Patrese (a 30.397), Schumacher (a 30.948), Capelli (a 1:08.135), Alboreto (a 1:14.096), Gachot (a 1:17.185), Brundle (a 1 Volta), Fittipaldi (a 1 Volta), Lehto (a 1 Volta), Comas (a 1 Volta), Suzuki (a 1 Volta) e Boutsen (a 1 Volta) e só são 13 pilotos na corrida. Restando ainda 34 Voltas para o Final.

A corrida estava dando uma parada, com poucas brigas de posição e poucos carros na pista as únicas brigas são as Brigas entre Patrese e Schumacher pelo 3ºlugar, Brundle tentava se recuperar na corrida. de resto todo mundo buscando ficar na pista pra ver se herdavam alguma coisa. Senna continuava na perseguição pra cima de Mansell, Mas sabendo que só uma quebra, Erro do piloto ou da equipe é que se podia pretender a vitória. Comas e Suzuki brigam pelo 11ºlugar na corrida e prestes a tomar 2 voltas de Nigel Mansell. Gachot e Brundle também começavam uma briga pelo 7ºlugar da corrida com uma grande vantagem para Brundle que tinha um carro bem melhor que Gachot, Afinal de contas era um Benetton-Ford contra o Venturi-Lamborghini.

E continuava a Briga entre Patrese e Schumacher que buscava de todos os modos uma possível ultrapassagem em cima do velho piloto que não conseguia mais extrair desempenho de seu Williams. Senna tinha mais de 16 segundos na Frente de Patrese, mas por mais que ele tirasse tempo em cima de Mansell, precisava tirar mais de 20 segundos na frente de Mansell, mas em relação que estava sendo a temporada de 92 para Ayrton, era um ótimo resultado, ficar na frente de uma das Williams com seu carro mágico FW14B com o Renault V10.

Com 55 voltas completadas Patrese e Schumacher continuavam lutando pela 3ªposição, e essa era a briga da corrida. Christian Fittipaldi fazia boa corrida em 9ºlugar. Brundle passou Gachot e lutava para Chegar em Alboreto para lutar pelo 6ºlugar.

Após 58 Voltas a Classificação era a seguinte: Mansell (1:22:08.105), Senna (a 18.424), Patrese (a 42.317), Schumacher (a 42.718), Capelli (a 1 Volta), Alboreto (a 1 Volta).

A Corrida estava muito calma, até que Alboreto acabou rodando perto da curva da antiga Galli e perdeu sua posição para Brundle e Gachot e caia para o 8ºlugar. E uma volta depois Ivan Capelli roda e consegue ficar capotado de uma maneira inusitada na Rascassi com isso ele mais uma vez ficava sem pontuação e deixaria sua situação cada vez mais complicada na Ferrari. Senna virou uma volta bem lenta, mas voltou ao normal, deve ter sido um problema com retardatários mas a sua desvantagem era agora de 30 segundos.

a Classificação após tudo isso: Mansell, Senna, Patrese, Schumacher, Brundle, Gachot, Alboreto, Fittipaldi, Lehto, Comas, Suzuki e Boutsen e dai acabou, poís todos os outros pilotos abandonaram a corrida.

Restando 15 voltas para o Final, A Corrida voltava para o marasmo a não ser pela briga de Patrese x Schumacher que já durava mais de 30 voltas, a Sorte do Patrese é que a pista era Mônaco, por que se não fosse isso Schumacher já tinha passado Patrese. Essa corrida estaria no seu marasmo até que na volta 70 Mansell faria uma parada nos boxes, mas acabaria demorando muito a Williams, e Dai Senna que praticamente não tinha esperança de vencer a corrida praticamente assumia a ponta da corrida para espanto geral de todos, Mansell voltava 5 segundos atrás de Senna, Mas o Inglês tinha muito mais pneu do que Senna. A Formula 1 viria as últimas voltas mais emocionantes da História da categoria. Mansell partia para o Ataque pra cima de Senna, Mansell tinha pneus novos e o melhor carro da Formula 1, Senna tinha um carro desgastado, e com um carro que particularmente devia muito em desempenho pra cima de Ayrton Senna. Mansell faria a melhor volta da corrida 1:21.598 146 km/h de média horária.

As últimas 3 Voltas foram Fantásticas, Mansell tentava em todas as Curvas passar Senna, Senna por sua vez defendeu com todas as forças a posição, até o último metro, até a Bandeirada, Senna escrevia mais um capitulo Épico na história da Formula 1 e em Mônaco, ele vencia pela 5ªvez em Mônaco e se igualava a Graham Hill, O Rei de Mônaco Senna se tornava ao Lado de Graham Hill o Rei de Mônaco. Depois da Bandeirada o Motor Honda de Senna fuma depois de todo o esforço que fez para quebrar a seqüência de 5 Vitórias de Nigel Mansell.

Resultado final do GP de Mônaco de 1992

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fonte das Fotos: Bestlap / Formel1mic

F1 Formula 1 Formula 1 - 2005 Fotos História

GP da Turquia de 2005

Published by:

Grid de largada:

1 Kimi Räikkönen (McLaren/Mercedes) 1’26.797
2 Giancarlo Fisichella (Renault) 1’27.039
3 Fernando Alonso (Renault) 1’27.050
4 Juan Pablo Montoya (McLaren/Mercedes) 1’27.352
5 Jarno Trulli (Toyota) 1’27.501
6 Nick Heidfeld (Williams/BMW) 1’27.929
7 Mark Webber (Williams/BMW) 1’27.944
8 Felipe Massa (Sauber/Petronas) 1’28.419
9 Ralf Schumacher (Toyota) 1’28.594
10 Christian Klien (Red Bull/Cosworth) 1’28.963
11 Rubens Barrichello (Ferrari) 1’29.369
12 David Coulthard (Red Bull/Cosworth) 1’29.764
13 Jenson Button (BAR/Honda) 1’30.063
14 Tiago Monteiro (Jordan/Toyota) 1’30.710
15 Christijan Albers (Minardi/Cosworth) 1’32.186
16 Jacques Villeneuve (Sauber/Petronas)
17 Robert Doornbos (Minardi/Cosworth)
18 Narain Karthikeyan (Jordan/Toyota)
19 Michael Schumacher (Ferrari)
20 Takuma Sato (BAR/Honda)

Kimi Vence na primeira corrida em Istambul

Finalmente a Formula 1 entra em Solo Turco para a primeira corrida da História da Turquia da Formula 1, 26 pontos separavam Kimi Raikkonen do Líder do Campeonato Fernando Alonso, a Briga era entre Alonso x Raikkonen pelo titulo, Renault x Mclaren pelos construtores, e no Grid de largada as duas primeiras filas ficaram com as Equipes dominantes do Campeonato. 1ªFila: Kimi e Fisichella, 2ªFila: Alonso e Montoya.

Bom, todos apostos para a largada, que teria uma confusão enorme, Na Frente Fisichella largava espetaculosamente bem e assumia a ponta com Kimi e Alonso lá atrás, Vários pilotos se tocaram, e vitimaram Felipe Massa e Ralf Schumacher. Michael Schumacher teve uma brilhante largada e passou de 19º para a 11ªposição. Mas no final da primeira volta Kimi Passou Fisichella e recuperou a ponta da corrida, Classificação após a primeira volta: Raikkonen, Fisichella, Alonso, Montoya, Trulli, Heidfeld, Klien, Coulthard, Webber, Barrichello, M.Schumacher, Button, Monteiro, Karthikeyan, Albers, Villeneuve, Doornbos, Ralf Schumacher, Albers e Felipe Massa que foi aos boxes para consertar o dando em seu carro. E ficou claro pelos primeiras voltas é que a Mclaren sobrava na turma, No Final da Segunda volta Alonso passa Fisichella, claro que houve o jogo de equipe, Fisichella facilitou a ultrapassagem, Agora o Romano Fisichella precisava segurar um colombiano para o Príncipe Alonso abrir. Nesse Momento era evidente que a Renault trabalhava totalmente para Alonso. Enquanto isso Klien, Webber e Coulthard Brigava pela 7ªPosição, E enquanto isso Button Pressionava Michael Schumacher e já ultrapassava Schumacher e vinha para cima de Barrichello. E No final da 4ªvolta sem qualquer conhecimento de Causa passou Barrichello, e já estava em 10ºlugar. Fora o Dominio de Kimi e sua Mclaren as ultrapassagens se multiplicavam.

Heidfeld na volta 6 teve que ir aos boxes para tocar um pneu que estava com defeito, resultado comprometeu sua corrida, pois quando troca o pneu não podia reabastecer, era o regulamento dessa temporada. Na Volta 6 Kimi Fazia a melhor volta da corrida em 1:26.9, Enquanto isso Webber fazia uma bonita ultrapassagem em cima de Christian Klien. Classificação após 7 Voltas: Raikkonen, Alonso (0.927), Fisichella (3.146), Montoya (5.388), Trulli (7.055), Webber (15.549), Klien (16.248), Coulthard (17.858). E Depois desse um faminto Jenson Button que queria recuperar o Prejuizo que ele teve nos treinos de onde ele largou apenas em 13º após acertarem mal o carro do Inglês da BAR. No inicio da 9ªVolta Button passava Coulthard e já estava em 8ºlugar. E Mark Webber tambem teve um pneu furado, do mesmo lado do carro de Heidfeld, sugere que a Williams acertou mal o carro. Mesmo com 1.4 de vantagem para Alonso, Kimi tinha uma corrida sob controle, pois seu carro era bem melhor que o de Alonso, e Alonso iria parar primeiro, Kimi Também tinha a volta mais rápida da corrida. Heidfeld Chegava aos Boxes para tocar o pneu estourado. Button já estava na 6ªposição, com as ultrapassagens em Klien, Coulthard, Barrichello e Schumacher e com as paradas de Heidfeld e Webber, os dois carros da Williams. isso tudo em 10 voltas. em 11 Voltas: Heidfeld, Massa e Webber já foram aos boxes para resolver problemas em seus carros.

Após 12 Voltas a classificação era: Raikkonen, Alonso, Fisichella, Montoya, Trulli, Button, Klien e Coulthard. Alonso foi o primeiro a parar, vendo que 3 paradas era um equivoco, colocou 10 segundos de combustível para fazer a segunda parte de corrida bem longa, Voltou na Frente do Button. Na volta Seguinte Fisichella foi aos boxes e teve problemas na sua parada, o que foi a tônica do Fisichella em 2005, sempre tendo problemas e sempre sacrificado pela equipe para favorecer o Alonso. E ao Mesmo tempo, Schumacher se chocava com Webber que tentou a ultrapassagem num misto de desinformação e estupidez, pois Webber estava a uma volta atrás do Schumacher. Ambos foram para os boxes, na 15ªVolta, Schumacher trocou 2 pneus, pelo regulamento só podia trocar um, mas que se importa sabia que o Schumacher sempre havia a exceção para ele na Regra. Fisichella com o seu problema acabou caindo para o 9ºlugar. e Enquanto isso Button pressionava Alonso, para buscar o 4ºlugar e tinha mais carro que o Espanhol da Renault, tendo uma brilhante Atuação, Schumacher deixava a corrida Temporariamente. na 19ªVolta foi para o seu 1ºreabastecimento, Além de Jenson Button, Felipe Massa também vinha voando lá atrás, com o problema na primeira volta Felipe Massa adotou a estratégia de encher o Tanque e partir para uma única parada de reabastecimento, se desse certo, ele voltava pra corrida. Corrida muito boa para Klien e Coulthard que estavam em 5º e 6º, com uma boa tática da Red Bull, E na volta 20 Jenson Button passa para a 3ªposição ultrapassando Fernando Alonso. Um Desempenho impressionante de Button com sua BAR-Honda, Montoya foi para o primeiro reabastecimento, um problema na parada de Montoya, mas sem muita perda de tempo. Button tambem foi para os boxes, 11.5 segundos de combustível, fez uma primeira parte de corrida sensacional. Enquanto Raikkonen fazia sua parada. Mark Webber furava de novo um pneu, do mesmo lado que furou da vez passada, com isso já estava provado que a Williams acertou muito mal o carro em termos de traseira desse carro.

Formula 1 Grand Prix, Turkey, Practice

Christian Klien na volta 24 foi para a sua 1ªparada para reabastecimento. Faltavam Coulthard, Barrichello e Sato para parar pra fazer o Reabastecimento. Coulthard e Barrichello na volta 25 foi para os boxes para reabastecer seu carro. Felipe Massa estava já em 11ºlugar, virando 1:26.6, mais rápido que muitos carros na Frente, poderia muito bem chegar nos pontos. Sato também não tinha parado, pois foi punido depois dos treinos por ter demorado a voltar para os boxes, já que o treino oficial era uma só volta, um de cada vez, podendo ser interpretado por tentar atrapalhar um competidor adversario na pista. Classificação Após 27 Voltas: Raikkonen, Montoya, Alonso, Fisichella, Trulli, Button, Sato, Coulthard, Klien, Barrichello, Massa, Villeneuve, R.Schumacher, Heidfeld, Monteiro, Karthikeyan. são os 16 primeiros colocados. Albers tem problemas nos boxes, natural de uma Minardi, mas eles tentariam voltar, e conseguiram, devagar, mas conseguiram. Essa volta 30 seria tumultuada por dois incidentes. Felipe Massa quando foi aos boxes para fazer seu único reabastecimento o motor quebrou e Massa teve que abandonar a corrida. Heidfeld teve problemas de novo com o pneu, no mesmo lado, pela segunda vez, Heidfeld abandonaria a corrida também. E Com isso Michael Schumacher volta a pista para tentar ganhar as posições de Webber, Heidfeld e Massa, pois se ele conseguir-se completar mais corridas que esses três, ele evitaria de ser o primeiro a entrar na pista no Treino de classificação do GP da Itália, A ordem de entrada dos pilotos era de acordo com o resultado da última corrida, só que invertido, o Vencedor da corrida seria o último a fazer sua classificação, pegaria a pista mais emborrachada. Isso faltando 25 voltas para o Final da corrida, Alonso iria para a sua segunda e definitiva parada, restando 24 voltas para o final, Com a parada do Alonso a Classificação era: Raikkonen, Montoya, Fisichella, Alonso, Trulli, Button, Coulthard e Klien. Com as outras paradas que ainda iriam acontecer Alonso passaria de novo para o 3ºlugar. Resultado que ainda deixaria Alonso confortável no campeonato ainda tendo 22 pontos na frente de Raikkonen. Alonso também fazia sua 2ªParada de reabastecimento, As Renault demoraram nas paradas dos dois pilotos, colocando muito combustível para ambos terminarem a corrida. Com isso Alonso voltou a ser o terceiro e Fisichella o 4º.

Com 1:24.997, Montoya fazia a melhor volta da corrida, que estava pronto para a segunda parada. Fora as Williams, ninguém teve problemas de pneus, nem os Bridgestone, nem os Michelin, Trulli e Button brigavam pelo 5ºlugar na corrida. Schumacher faltando 18 voltas para o Final passou Webber e agora faltava Massa, Heidfeld e Albers que tinham abandonado a corrida. Na Volta 41 Montoya fazia sua segunda parada nos boxes, só faltava Raikkonen ir aos boxes, Alonso estava longe de Montoya, enquanto Monteiro exagerava em tentar passar Doornbos, Ainda bem que além da pista, tinha mais pista, no lugar da brita. Schumacher iria para um reabastecimento, 19 Voltas atrás do Lider da corrida. Trulli foi para os boxes para a 2ªparada de reabastecimento, com as paradas de Trulli e Button, Fisichella iria recuperar a 4ºposição da corrida. E Kimi Raikkonen na volta 44 pra 45 Iria aos Boxes, E com uma belíssima parada de 6.2 segundos, Kimi Voltava ainda na primeira posição. Agora era só administrar a sua vitória em Istambul de onde ele foi dominador absoluto. Coulthard na volta seguinte fazia sua parada também, ele que tinha uma boa 7ªposição. Também o mesmo caso de Klien e Barrichello. Restando 11 Voltas para o Final Button faz sua parada e volta na Frente de Trulli e assumia a 5ºposição. e do jeito que estava o carro e o Button, inspirados iriam atrás do Fisichella. Com todas os reabastecimentos feitos a Classificação era: Raikkonen, Montoya, Alonso, Fisichella, Button, Trulli, Coulthard, Klien, Sato e Barrichello. Com Villeneuve e Ralf Schumacher brigando pelo 11ºlugar. E Schumacher abandonaria a corrida finalmente, pois conseguiu o objetivo dele de passar Webber, Massa e Heidfeld, Albers voltou pra corrida por algumas voltas e também depois deixou a corrida, Com 7 voltas restando para o Final da Corrida.

Button iria pra cima de Fisichella pelo 4ºlugar, numa brilhante atuação, As brigas pelo final eram Button e Fisichella pelo 4ºlugar e Villeneuve e Ralf pelo 11ºlugar. De Resto Tudo se encaminhava para o Final tranquilo para a Raikkonen e a Mclaren, Mas nem tudo estava encerrado, Na Hora de ultrapassar o Retardatários Tiago Monteiro com a Jordan, Juan Palbo Montoya Foi atingido por Monteiro e saiu da pista, mas voltou na frente do Alonso, Mas não se sabia se o carro estava bem equilibrado, mas pelo que se viu o carro estava muito desequilibrado, a tocada que Monteiro deu no carro do Colômbia acabou desequilibrando o conjunto, e finalmente faltando 2 voltas para o final para a Alegria de Fernando Alonso acabou vendo Montoya sair da pista e perder o 2ºlugar, O Espanhol Agradece, primeiro ao Monteiro e Depois ao desequilíbrio do carro do Montoya. Que deu dois pontos mais, Raikkonen vence a corrida, mas ao invés de ficar com 22 pontos atrás do Alonso, mas com isso tudo acabou vendo Alonso um pouco mais longe e um pouco mais difícil o titulo. Grande corrida de Button e as boas exibições de Coulthard e Klien, são os destaques da corrida além de Raikkonen e de Alonso.

Pódio da primeira corrida da história da Turquia na Formula 1

Pódio da primeira corrida da história da Turquia na Formula 1

Resultado final do GP da Turquia de 2005

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport / F1 Olivier

Emerson Fittipaldi Formula indy Fotos História TV Vídeos

500 Milhas de Indianápolis de 1989

Published by:

500 Milhas de Indianápolis

1 Rick Mears Penske PC-19 Chevrolet     Penske     223.885     4
2 Al UnserPenske PC-19 Chevrolet     Penske     223.471     25
3 Emerson Fittipaldi Penske PC-19 Chevrolet     Patrick     222.329     20
4 Jim Crawford     LolaT8700 Buick     Bernstein     221.450     15
5 Mario AndrettiLolaT8900 Chevrolet     Newman-Haas     220.486     5
6 Scott Brayton     LolaT8900 Buick     Simon     220.459     22
7 Bobby Rahal     LolaT8900 Cosworth     Kraco     219.530     18
8 Al Unser, Jr.LolaT8900 Chevrolet     Galles     218.642     2
9 Raul Boesel     LolaT8900 Judd     Shierson     218.228     30
10 A.J. Foyt     LolaT8900 Cosworth     Foyt     217.136     14
11 Randy Lewis LolaT8900 Cosworth     TeamKar     216.494     28
12 John Andretti     LolaT8800 Buick     Granatelli     215.611     70
13 Teo Fabi     March 89P Porsche     Porsche     215.564     8
14 Gary Bettenhausen     Lola T8700 Buick     Mann     215.230     99
15 Arie Luyendyk     LolaT8900 Cosworth     Simon     214.883     9
16 Tero Palmroth     LolaT8700 Cosworth     Gohr     214.203     56
17 Scott Pruett     LolaT8900 Judd     Truesports     213.955     3
18 Ludwig Heimrath, Jr. LolaT8800 Judd     Hemelgarn     213.878     71
19 Didier Theys Penske PC-17 Cosworth     Arciero     213.120     12
20 Bernard Jourdain     LolaT8900 Cosworth     Andale     213.105     69
21 Michael Andretti     LolaT8900 Chevrolet     Newman-Haas     218.774     6
22 Tom Sneva     LolaT8800 Buick     Granatelli     218.396     7
23 Gordon Johncock     LolaT8800 Buick     Hemelgarn     215.072     91
24 Derek Daly     LolaT8900 Judd     Raynor     214.237     10
25 John Jones     LolaT8900 Cosworth     Protofab     214.028     65
26 Danny Sullivan     Penske PC-19 Chevrolet     Penske     216.027     1
27 Kevin Cogan March 88C Cosworth     Machinists Union     214.569     11
28 Rocky Moran     March 88C Cosworth     Curb     214.212     33
29 Dominic Dobson     LolaT8800 Cosworth     Bayside     213.590     86
30 Bill Vukovich III     LolaT8800 Judd     Hemelgarn     216.698     81
31 Davy Jones     LolaT8800 Cosworth     Euromotorsport     214.279     50
32 Pancho Carter     LolaT8900 Cosworth     Leader Card     214.067     24
33 Rich Vogler March 88C Cosworth     Foyt     213.239     29

Na última prova dos anos 80 em Indianápolis o Brasil iria ser definitivamente apresentada as 500 milhas de Indianápolis, num lindo dia de sol a maior prova do Automobilismo mundial seria realizada em 28 de Maio de 1989. Rick Mears era o pole position com a Poderosa equipe Penske que ainda teria o piloto Al Unser em 2ºlugar . Que só corria as corridas em Oval e Danny Sullivan em 26ºlugar que era o Campeão de 1988 da Formula Indy, Emerson Fittipaldi com a Patrick Racing largava em 3º, a Surpresa do Grid era o piloto Jim Crawford que com um Lola-Buick largaria em 4ºlugar, Mario Andretti largava em 5º com o Newman-Haas e Scott Brayton largava em 6º com um Lola-Buick, Aliás os Buick eram motores Rápidos em uma volta, só que na corrida para resistirem a prova a potência tinha que ser diminuída, Com isso os carros com esses motores sofriam com a falta de Potência. Tinhamos como campeões de 500 milhas: Rick Mears, Al Unser, Mario Andretti, Bobby Rahal, A.J.Foyt, Tom Sneva, Gordon JohnCock e Danny Sullivan. E no time dos novatos teríamos: Scott Pruett, Didier Theys, Bernard Jourdain e John Jones.

Anunciado o pedido para ligarem seus motores, todos foram para a volta de apresentação, Scott Brayton não largou e teve que ter seu motor ligado de novo para ir para a volta de apresentação e volta a sua posição de Origem, Ricky Mogan com o carro de número 33 não conseguiu sair para a volta de apresentação e foi empurrado por trás para ir aos boxes tentar resolver esse problema.

Gary Bettenhausen parou na segunda volta de apresentação na Pista, o Piloto da Equipe Mann com o Lola-Buick tinha esperanças em largar na tradicional corrida, só que elas se acabaram e o piloto teve de parar por causa de problemas na válvula de seu carro. Incrível é que na primeira fila o Penske-Chevrolet era o equipamento dos três pilotos. De Mears, de Unser pai e de Fittipaldi. Largando la de trás Michael Andretti seria uma das atrações da corrida assim como Danny Sullivan que acabou sofrendo um acidente grave durante a classificação e se recuperou em tempo de classificar ainda que nas últimas posições do Grid de largada.

Depois de 3 voltas de apresentação foi dada a largada e o Brasileiro Emerson Fittipaldi teve uma melhor largada e assumiu a ponta da corrida com Mears em segundo e Al Unser em 3º, uma largada limpa e com o Brasileiro disparando na ponta da corrida abrindo mais de 2 segundos na primeira volta da corrida, Mears não conseguia acompanhar a Emerson e Al Unser sofria pressão de Mario Andretti na luta pelo terceiro Lugar, Andretti já vinha em 3ºlugar, Ao Abrir a terceira volta Kevin Cogan perde o controle de seu carro e acaba batendo violentamente no muro interno e depois sobre o Muro de entrada dos boxes, isso faz seu carro partir em 2. Provocando a primeira bandeira amarela das 500 milhas de 89, Por sorte só foi um acidente plasticamente impressionante, Cogan não sofreu ferimentos graves, só um grande susto e seu carro deu perda total. Classificação após 4 voltas era essa: 1. Emerson Fittipaldi, 2. Rick Mears, 3. Mario Andretti, 4. Al Unser, 5. Al Unser jr.

A bandeira amarela durou por algumas voltas, na volta 15 a bandeira verde foi acionada de novo e a corrida recomeçou,  Mario Andretti pulou muito bem na largada e assumiu o segundo lugar de Rick Mears enquanto Emerson Fittipaldi continuava na ponta da corrida, O Brasileiro já tinha sido o segundo lugar da prova em 1988 atrás de Rick Mears que ganhou em 1988.
Já Gordon JohnCock, vencedor de 500 milhas teve de deixar a corrida com problemas no motor Buick dele, que apesar de Rápidos eles são muito frágeis para uma corrida como as 500 milhas. Emerson Fittipaldi continuava soberano na corrida e já começava a ultrapassar o primeiro retardatário na corrida e logo teriam mais carros lentos para passar (Naquela época as equipes pequenas eram bem mais lentas do que as de hoje) e colocar volta neles. Al Unser jr. se aproveitando de um retardatário acabou ultrapassando a Rick Mears e assumindo o 3ºlugar. Teo Fabi com a Porsche não se entendeu com a Ignição, ou melhor a Ignição deu problemas com o carro número 8 e ele teve de deixar a corrida.

Mears perdia rendimento e acabou perdendo posições para o Al Unser e para Bobby Rahal e tinha caído para o 6ºlugar, na volta seguinte ele deu o troco em Bobby Rahal e voltou aos Top 5. Danny Sullivan com a Penske acabou na volta 26 tomando volta do Líder Emerson Fittipaldi, Randy Lewis abandonava a corrida com problemas de rolamento da roda de seu carro.
Enquanto isso Michael Andretti começava a surgir na corrida, ele ultrapassou a Bobby Rahal e também a Al Unser e já estava em 4ºlugar apesar de largar somente em 21ºlugar, rendia muito o carro da Newman-Haas naquele momento da corrida. Bobby tentava se aproveitar e tomar o 5ºlugar de Al Unser que resolve ir para os Boxes para fazer sua primeira parada nos boxes, O Mesmo faz o líder da corrida, o Brasileiro Emerson Fittipaldi que voltou a pista mesmo com um pequeno solavanco que quase fez o carro morrer, Todos os pilotos foram fazer suas paradas naquele momento. John Andretti teve problemas e perdeu muito tempo na corrida com um dos dois carros da equipe de Vinci Granatelli.

Mario Andretti que liderou por uma volta a corrida foi para os boxes e fez sua primeira parada, Com isso a liderança voltou a ser de Emerson Fittipaldi. Após 40 voltas de corrida a Classificação era a seguinte: 1. Emerson Fittipaldi, 2. Mario Andretti, 3. Michael Andretti, 4. Rick Mears, 5. Al Unser jr., 6. Al Unser, 7. Arie Luyendky, 8. Bobby Rahal, 9.Raul Boesel, 10. Jim Crawford.

Na 42ªvolta Danny Sullivan da Penske deixou a corrida após largar em 26ºlugar com problemas de Embreagem.

Al Unser Jr. continuava na caçada em cima de Rick Mears na luta pela 4ªposição, com desempenho melhor do seu Equipamento (Lola-Chevrolet contra o Penske-Chevrolet) Al Unser jr. passou a Mears e assumiu a 4ªposição da corrida. Danny foi para a pista, mas indo para a pista de uma maneira bem ruim, com o Carro lento ele deu mais uma volta e depois parou e deixou a corrida. Emerson Fittipaldi continuava na ponta da corrida Enquanto isso Al Unser começava a ir a Caça de Michael Andretti na luta pelo Terceiro lugar, Só que Michael iria para cima do seu pai na luta pela 2ºposião na corrida, O Filho se aproveitou da confusão e dos retardatários e ganhou a 2ªposição em cima do seu pai Mario e apesar da Fechada de Raul Boesel Michael continuou em 2º, isso com 50 voltas completadas.

Mario Andretti perdeu tempo de mais nos retardatários e Al Unser jr. chegou bem rápido no Velho piloto da Newman-Haas e  passou o veterano de 49 anos e assumiu o 3ºlugar, naquela altura da corrida Al Unser jr. e Mario Andretti enfrentavam um batalhão de retardatários com carro até 25 Milhas mais lento que os ponteiros. Classificação após a Volta 55: 1. Emerson Fittipaldi, 2. Michael Andretti, 3. Al Unser jr., 4. Mario Andretti, 5. Rick Mears.

Na Volta 59 Bobby Rahal parou na pista de rolamento dos boxes, isso provocou a Bandeira amarela e a ida de vários pilotos nos boxes, Inclusive a entrada de Emerson Fittipaldi. Mario Andretti fez sua parada e com o carro querendo soltar lavaredas de Fogo por trás, mas isso não impediu do piloto norte-americano voltar a corrida. Enquanto isso Tom Sneva teve problemas de fogo na sua parada e teve de deixar a corrida o Veterano piloto que tem também a honra de ter ganho as 500 milhas de Indianápolis alguns anos antes da corrida de 1989(em 1983).

Quando a corrida estava com 50 voltas completadas a classificação era essa daqui:

Emerson Fittipaldi 148.392 Milhas de Média
Michael Andretti
Al Unser jr.
Mario Andretti
Rick Mears
Al Unser
Arie Luyendyk
Bobby Rahal
Jim Crawford
Raul Boesel -1 Volta
Tero Palmroth – 1 volta
Scott Brayton – 1 volta
Dominic Dobson – 1 Volta
A.J.Foyt -2 voltas
Scott Pruett – 2 voltas
Davy Jones – 2 Voltas
John Jones – 2 Voltas
B.Vukovich, III – 2 Voltas
L.Heimrath jr. – 3 voltas
Rick Vogler – 3 voltas
Didier Theys – 3 voltas
Bernard Jourdain – 3 Voltas
John Andretti  – 4 Voltas
Tom Sneva – 4 Voltas
Pancho Carter – 9 Voltas
Danny Sullivan – 9 Voltas
Rocky Moran – 12 Voltas
Derek Daly – 24 Voltas
Randy Lewis – 27 Voltas
Teo Fabi – 27 Voltas
G. Johncock – 31 Voltas
Kevin Cogan – 48 Voltas
Gary Bettenhausen Não Largou

A Equipe de Bobby Rahal ainda tentava colocar o piloto norte-americano na pista, Mas sem sucesso.
A Bandeira verde e agitada de novo e Emerson Fittipaldi estava em primeiro, mas tinha Michael Andretti na sua cola para tentar tomar a ponta do piloto Brasileiro, Mas o desempenho do Piloto Brasileiro era superior ao Desempenho de Michael Andretti naquela altura da corrida. Al Unser vai para os boxes, E acaba se descobrindo um problema em seu carro, Com muitas dificuldades ele volta a pista, mas o carro sai bem lento, bem lento com pinta de abandono, E isso acabou acontecendo na volta 69, Al Unser deixaria a corrida deixando a Penske somente com Rick Mears vivo na Batalha. Outro que deixou a corrida foi John Andretti com o Motor Buick na Lona. Classificação após 70 voltas: 1. Emerson Fittipaldi, 2. Michael Andretti, 3. Al Unser jr., 4.Rick Mears, 5. Mario Andretti. Com 130 voltas ainda por fazer só tínhamos 23 pilotos vivos na prova. Mears em 4º era o único piloto da Penske na corrida.

Na ponta continuava tudo igual com Emerson Fittipaldi na Frente com Andretti e Al Unser jr. tentando aproximação e Mario Andretti que se aproximou de Mears e tentou ultrapassar o Rei do Ovais Só que Mears foi esperto e se manteve em 4ºlugar. Mears e Mario Andretti fariam a única Briga das primeiras posições naquele momento com 87 voltas completadas. Classificação após 86 voltas completadas: 1. Emerson Fittipaldi, 2. Michael Andretti, 3. Al Unser jr., 4. Rick Mears, 5. Mario Andretti.

Mario Andretti foi para os boxes, mas descobriu problemas em seu carro e tiveram que tirar a capota do seu carro, com isso Mears ficava sossegado em 4ºlugar. O Vencedor de 1988 das 500 milhas foi para os boxes para mais uma parada enquanto isso O Filho de Mario Andretti continuava na pista agora como líder da corrida, só que ainda teria de fazer uma parada nos boxes. Jim Crawford nos Boxes com o seu carro da Mac Tools Lola-Buick, Al Unser também parou para fazer sua troca. Finalmente Michael Andretti fazia sua parada com Isso Emerson Fittipaldi assumia de novo a ponta da corrida.

Chegamos a 96 Voltas e Emerson Fittipaldi estava em 1ºlugar com Michael Andretti em 2ºLugar após largar em 21ºlugar, Al Unser jr. em 3º eram os 3 únicos a ficaram na mesma volta do Líder, Rick Mears em 4º já tinha tomado uma volta e Jim Crawford com 2 voltas de Desvantagem era o 5ºcolocado.
Emerson na metade da corrida continuava na ponta da corrida tendo como adversários apenas Michael Andretti e Al Unser Jr. já que os outros pilotos já tinham tomado volta dos líderes e seria difícil recuperar volta. Dominic Dobson, rookie de 1986 das 500 milhas vinha levando o seu Lola-Cosworth DFX para um consistente 9ºlugar,

Emerson Faz sua parada nos boxes e com isso Michael Andretti voltava a ponta da corrida enquanto pouca coisa acabava mudando entre os primeiros lugares, na volta 113 o Motor de Rick Mears estoura e ele é obrigado a abandonar a corrida tirando qualquer possibilidade da Penske de vencer a corrida já que seus 3 pilotos já estavam fora de combate. A Penske só se representava na corrida pelo Brasileiro Emerson Fittipaldi e pelo Belga Didier Theys que tinha um Penske-Cosworth DFX.

Até uma surpresa não pintar uma bandeira amarela, até por que se estourou um motor em Plena pista e portanto poderia ter caído residos de óleo na pista, ficava evidente a desolação de Roger Penske até por que foi um fiasco para ele as 500 milhas de 1989. Classificação após 121 Voltas completadas: 1. Michael Andretti, 2. Emerson Fittipaldi, 3. Al Unser jr. , 4. Jim Crawford – 2 voltas, 5. Raul Boesel – 4 voltas.

Al Unser Jr. foi para os boxes fazer sua parada de número 4 provavelmente, Michael Andretti na volta seguinte foi para os boxes para reabastecimento e troca de Pneus e com isso Emerson Fittipaldi voltava a ponta da corrida.

Pancho Carter na volta 121 após largar na 32ªposição abandonaria a corrida com problemas elétricos, Duas voltas Depois O Holandês Voador Arie Luyendky que estava fazendo boa corrida acabaria por abandonar a corrida com seu belo carro da Dick Simon-Lola-Cosworth DFS, Motor que só Lydendky e Rahal tinham nessa corrida. Com isso uma nova bandeira amarela era acionada e Emerson Fittipaldi aproveita para fazer uma nova parada nos boxes, Só que a Partick se atrapalhou na troca e perderam muito tempo, com Isso Michael Andretti assumia a ponta da corrida.

Classificação após 130 voltas completadas:

Michael Andretti
Emerson Fittipaldi
Al Unser jr.
Jim Crawford – 3 voltas
Raul Boesel – 4 voltas

Bandeira verde e a prova recomeça e Andretti continuava na ponta só que Emerson Fittipaldi estava por perto para brigar pela ponta da corrida com o Filho do Mario Andretti que tinha ficado mais para trás na corrida. Uma corrida entre um Rato e o Gato pela liderança. Michael era a caça de Fittipaldi, estávamos se aproximando das 50 voltas finais. Classificação Após 135 voltas completadas: 1. Michael Andretti, 2. Emerson Fittipaldi, 3. Al Unser Jr., 4. Jim Crawford (-4 Voltas), 5. Raul Boesel (- 5 Voltas)
Didier Theys quebra o motor e Jim Crawford para na pista de rolamento por problemas de condução, Com isso Raul Boesel era o 4ªcolocado na corrida. Os Líderes foram para os boxes e na briga entre Michael Andretti e Emerson Fittipaldi os mecânicos da Partick Racing trabalharam melhor e conduziram ao Brasileiro a Liderança da prova deixando Michael Andretti com a Newman-Haas em 2] e Al Unser jr. em 3º.

Após 147 voltas a classificação era a seguinte:

Emerson Fittipaldi
Michael Andretti
Al Unser jr.
Raul Boesel (-5 voltas)
Scott Brayton (- 6 Voltas)
A.J.Foyt (-6 Voltas)
Mario Andretti (-6 Voltas)
Scott Pruett (- 7 Voltas)
Davy Jones (-7 Voltas)
Rich Vogler (-8 Voltas)

Chegamos as 50 Voltas Finais com Fittipaldi, Andretti filho e Al Unser Jr. lutando pela vitória, só que o Equipamento do Emerson parecia estar melhor que o de Andretti e o de Al Unser jr.

Só parecia por que Michael tinha passado a Emerson Fittipaldi e assumido a ponta da corrida, Mas Emerson não se afastava muito de Andretti proporcionando ainda uma briga, Já Al Unser jr. não tinha o mesmo rendimento dos dois primeiros.  Classificação após 156 voltas era:

1 Michael Andretti
2 Emerson Fittipaldi
3 Al Unser jr.
4 Raul Boesel (-5 voltas)
5 Scott Brayton (- 6 Voltas)

Quando parecia que Um Andretti voltaria vencer a corrida depois de 20 anos a velha Sina dos Andretti aparecia, quando faltava 37 voltas para o final o Motor de Michael Andretti quebra e o Norte-Americano abandona a corrida quando parecia que ele tinha a corrida não digo na mão, Mas bem encaminhada para vencer após largar da 21ªposição. Com isso a bandeira amarela é acionada e Emerson Fittipaldi voltava a ponta da corrida com Al Unser Jr. em 2º. Com a Bandeira amarela os pilotos iriam para os boxes para uma nova parada de troca de pneus e reabastecimento.

Para consolo de Michael Andretti ele recebeu os aplausos de mais de 500 mil pessoas em Indianápolis, pois foi uma belíssima apresentação do piloto norte americano até a quebra que infelizmente tirou o piloto da corrida.
Apenas Emerson Fittipaldi e Al Unser jr. tinham condições de vencer a corrida, Para Raul Boesel que era o terceiro colocado na corrida só uma batida entre os dois para ele ter chances de vitória, o mesmo carro de Scott Brayton, A.J.Foyt e até do Mario Andretti.

Na Relargada Emerson Assume a ponta da prova e já se distancia de Al Unser jr. que não tinha o mesmo rendimento do carro Penske-Chevrolet Indy da Partick Racing. Dominic Dobson que tinha numa boa corrida abandonaria também a corrida com problemas de condução de seu carro. Com isso apenas 16 pilotos dos 33 que largaram seguiam na corrida restando 30 voltas para o final das 500 milhas.

Classificação após 170 voltas: 1. Emerson Fittipaldi, 2. Al Unser jr. , 3. Raul Boesel (-5 Voltas), 4. Scott Brayton (- 6 voltas), 5. Mario Andretti ( -6 voltas).

Bandeira verde e reacionada e agora tínhamos pela frente apenas 70 milhas para o final da prova. Raul Boesel e Scott Brayton foram para os boxes fazerem suas paradas finais para terminarem a corrida. Al Unser Jr. era o único a deter Emerson Fittipaldi naquela altura da corrida, só que ele mesmo não tinha rendimento para tal, um Outro que poderia ter rendicarp para ganhar era Mario Andretti só que ele estava a 6 voltas do líder e mesmo rendendo bem já não dava mais tempo para vencer a corrida.

Quando uma nova bandeira amarela era acionada, tudo devido a uma roda que se soltou do carro do piloto Tero Palmroth em altíssima velocidade, uma situação perigosa para o piloto Finlândes que deixou a corrida na volta 165. Emerson Fittipaldi aproveitou a bandeira amarela para a última parada nos boxes, Só que a Partick encheu o Tanque quando era apenas para colocar um pouco de combustível para acabar a corrida. Com isso Emerson e Al Unser Jr. ficariam juntos para o mano a mano faltando menos de 20 voltas para o final da corrida.

Classificação após 185 Voltas Completadas:

Emerson Fittipaldi
Al Unser jr.
Raul Boesel (-5 Voltas)
Mario Andretti (-6 Voltas)
A.J.Foyt (-6 Voltas)
Scott Brayton (-7 Voltas)
Scott Pruett (-8 Voltas)
Davy Jones (-8 Voltas)
Bernard Jourdain (-8 Voltas)
Rich Vogler (-8 Voltas)

Na relargada final Emerson continua em primeiro, Al Unser jr. tenta se livrar rapidamente de Raul Boesel, Mas demora praticamente 2 voltas para conseguir isso enquanto isso Emerson abre sobre Al Unser jr. para ter uma folga já que ele estava mais pesado do que o Norte-Americano.

Restando 10 voltas para o final da corrida AL Unser jr. chegou em Emerson Fittipaldi para o Duelo da corrida, desse duelo tudo poderia acontecer, até mesmo Boesel ganhar em razão de uma possível batida dos dois. Al Unser jr. rendia mais naquele momento da corrida e a 7 voltas para o final Al Unser jr. conseguiu passar Emerson e assumir a liderança da corrida, Parecia que Al Unser jr. iria levar pela primeira vez as 500 milhas, Foi incrível como a TV norte-americana focava as duas esposas dos pilotos que decidiram a corrida (Teresa e Shirey) Torcendo para os seus maridos. Emerson não desistiu e foi para cima de Al Unser jr. e se aproveitando dos retardatários Emerson teve uma chance para se aproximar e passar o Norte-americano da equipe Galles, Motores Iguais (Chevrolet indy) e uma briga de Chassis com desempenho Quase igual (Penske x Lola) a 2 voltas do final Emerson e Al Unser jr. dividiram a curva 3. Resultado da briga, Um deles saiu ileso e o outro estampou o muro.

Quem saiu ileso foi o carro de número 20 de Emerson Fittipaldi e o carro que estampou o muro foi Al Unser jr., A Bandeira amarela foi acionada na última volta.

Emerson Fittipaldi após 3 horas de luta conquistou sua mais importante vitória no automobilismo norte-americano, pela primeira vez um brasileiro conquistava as 500 milhas de Indianápolis e o prêmio de 1 milhão de Dólares. Era o nono piloto estrangeiro a vencer a corrida.

A mensagem que ele deixou para os brasileiros depois da vitória:

“Quero mandar uma abraço a todos os Brasileiros aí, É do Automobilismo Brasileiro essa Vitória” Emerson Fittipaldi. 1989 – Indianápolis (EUA).

Resultado das 500 milhas de Indianápolis de 1989

Fotos:

Vídeo da Corrida:

Final da corrida: Narração de Luciano do Valle

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Vídeos e Prints : Wheelsports / Andrew Sopher

Automobilismo Internacional Emerson Fittipaldi Formula indy Fotos História TV Vídeos

200 milhas de Nazareth de 1989

Published by:

200 Milhas de Nazareth – 1989

1 Rick Mears (4 Penske Chevrolet-Penske) 174.672 Mph
2 Emerson Fittipaldi (20 Penske Chevrolet-Patrick) 171.103 Mph
3 Teo Fabi (8 March Porsche-Porsche) 170.770 Mph
4 Danny Sullivan (1 Penske Chevrolet-Penske) 169.811 Mph
5 Al Unser, Jr. (2 Lola Chevrolet-Galles) 169.300 Mph
6 Scott Pruett (3 Lola Judd-Truesports) 168.201 Mph
7 Derek Daly (10 Lola Judd-Raynor) 167.356 Mph
8 Michael Andretti (6 Lola Chevrolet-Newman-Haas) 166.559 Mph
9 Mario Andretti (5 Lola Chevrolet-Newman-Haas) 166.397 Mph
10 John Andretti (70 Lola Buick-Vince Granatelli) 165.624 Mph
11 A.J. Foyt (14 Lola Cosworth-Foyt) 163.934 Mph
12 Pancho Carter (29 Lola Cosworth-Machinists Union) 163.347 Mph
13 Bobby Rahal (18 Lola Cosworth-Kraco) 161.002 Mph
14 Scott Brayton (22 Lola Cosworth-Simon) 160.264 Mph
15 Raul Boesel (30 Lola Judd-Shierson) 158.849 Mph
16 Roberto Guerrero (21 March Alfa Romeo-Morales) 158.737 Mph
17 Didier Theys (9 Lola Buick-Vince Granatelli) 157.570 Mph
18 Arie Luyendyk (7 Lola Cosworth-Simon) 156.829 Mph
19 Bernard Jourdain (69 Lola Cosworth-Andale) 156.399 Mph
20 Guido Daccò (50 Lola Cosworth-Euromotorsport) 153.584 Mph
21 Ludwig Heimrath, Jr. (71 Lola Judd-Hemelgarn) 151.007 Mph

Emerson conquista título na Casa da Penske e se torna o primeiro Homem a ser campeão da Formula 1, 500 milhas e Formula Indy

Dia 24 de setembro de 1989, A história da Formula Indy estava próxima de mudar para sempre, Pois o Bi-Campeão de Formula 1 e campeão das 500 milhas em 89 Emerson Fittipaldi poderia fazer história nesse dia e conquistar o título da Formula Indy, sendo o primeiro estrangeiro a ganhar essa tradicional corrida do Automobilismo mundial.
Emerson Fittipaldi tinha em 13 etapas completadas de 15 etapas do campeonato 165 pontos contra 147 de Rick Mears, seu principal adversário ao título, Mas tínhamos Teo Fabi em excelente forma com a equipe oficial da Porsche com 141 pontos que poderia ser o campeão e de Michael Andretti com 134 pontos com remotas chances de título.

Mas Mears não estava querendo que o título fosse parar nas mãos do Brasileiro ou até do Italiano e com uma média de 174.672 Mph (281,047 Km/h) conquistou a pole position fazendo o novo Record do Circuito Oval e com isso conseguiu mais um ponto no campeonato que poderia fazer a diferença no final do campeonato, Mas que largava em 2º era Emerson Fittipaldi com o Chassi Penske, Motor Chevrolet da Partick Racing, O Mesmo equipamento da Penske de Mears, Em terceiro iria largar o piloto Teo Fabi com a March-Porsche comandada pelo Derek Walker que viria a montar seu time em 1991 a equipe Walker que teve memoráveis vitórias na Formula Indy, 21 pilotos de classificaram para o Grid, até poucos carros naquela época, Mas a pista era curva e a capacidade dela só permitiu que 21 participassem da prova.

450 mil Dólares estavam em jogo para essa corrida em um dia ensolarado. Após as voltas de aquecimento dos pneus os pilotos estavam prontos para a largada e ela aconteceu, Enquanto Emerson Fittipaldi tomava a ponta de Mears. Um acidente inutilizou 4 pilotos da prova, Mario Andretti tocou em John Andretti e dai ocorreu uma colisão entre John Andretti e Pancho Carter, Didier Theus acabou rodando e se acidentando e Roberto Guerreiro também se envolveu batendo de forma mais leve, Mas todos eles acabaram deixando a prova, Aliás os dois pilotos da Vince Granatelli que poderiam fazer uma corrida interessante mesmo com motores Buick foram inutilizados da prova logo de cara. Durante a Bandeira amarela o piloto A.J.Foyt parou na pista e teve que ser empurrado para voltar a corrida.

A Bandeira amarela demorou 18 voltas e a relargada só foi acontecer na volta 19 a Classificação não tinha mudado muito, Ela era a seguinte 1. Emerson Fittipaldi, 2. Rick Mears, 3. Teo Fabi, 4. Danny Sullivan, 5. Al Unser jr.

Na relargada Emerson se manteve em primeiro, Carter tentou voltar a corrida, Mas não foi possível isso acontecer. Emerson e Mears fugiam do resto do pelotão mostrando estarem muito na frente dos demais pilotos e mostrando um desempenho bem melhor do Chassi da Penske PC18. Mears começava a tentar um ataque para cima de Emerson, o Resultado até aquele momento dava o título ao Brasileiro, Logo no primeiro retardatário que veio que era o piloto Ludwig Heimrath, Jr. que largou em último lugar e fazer a ultima corrida na Formula Indy com o carro com as Cores do Banco Mackenzie que em 1990 seria de Scott Goodyear. Mears de aproveitou que Emerson pegou ele em um ponto ruim da pista para tentar tomar a ponta do piloto Brasileiro que se defendeu bem e ficou na liderança da prova.

Era bem dificil ter Mears como adversário em um oval, Rick Mears era o rei dos ovais, nesse tipo de pista era que seu talento. Al Unser jr. vinha em 4ºlugar e tentando buscar o 3ºlugar que naquele momento era o Italiano Teo Fabi.

Emerson e Mears não encontram muitas dificuldades para ultrapassarem os retardatários enquanto isso Al Unser jr. com melhor desempenho que Fabi tentava pular para o terceiro lugar, Unser já usava desde de 88 o carro lendário da equipe Galles, Era o Lola-Chevrolet contra o March-Porsche de Fabi que se defendia como podia de Al Unser jr., Só que Al Unser jr. passou a Fabi e também Danny Sullivan passou Fabi até com facilidade, poderia Fabi ter algum problema em seu carro, Já Emerson conseguia uma pequena vantagem sobre Mears que estava em 2º. Classificação após 39 Voltas Completadas: 1. Emerson Fittipaldi, 2. Rick Mears, 3. Al Unser jr., 4. Danny Sullivan, 5. Teo Fabi.

Ludwing Heimrath jr. deixou a corrida na 34ªVolta, Emerson pega 4 retardatários e precisou ter calma para resolver as ultrapassagens sobre Bobby Rahal, Mario Andretti, Derek Daly e Michael Andretti, Mears também teve de fazer o mesmo, a diferença entre Emerson e Mears era de 3 segundos aproximadamente.

Fabi com problemas na corrida já estava muito longe dos pontos, ele estava em 16ºlugar e as possibilidades de campeonato do Italiano estavam se acabando em Nazareth, Mears Em um momento da corrida tinha pista livre para andar baixo, nesse momento na volta 8p ele assumia a liderança da corrida, Mas Mears iria para a primeira parada, a Penske trabalhou bem com 14.6 segundos (Média das paradas nos boxes na época era entre 13 a 15 segundos), Emerson fez a parada e a Partick Racing colocou o carro no Chão em 14.9 segundos.

Depois das paradas nos boxes Fittipaldi voltou a ponta da corrida após 10 voltas depois o piloto Norte-Americano ter conseguido assumir a liderança, Mas na volta 93 Fittipaldi voltava ao primeiro lugar. Na Volta 113 o piloto Bernard Jourdain do México tinha fazendo uma corrida modesta acabou perdendo o controle do carro e batendo de leve no muro interno de Nazareth, Essa batida até pequena foi o Bastante para o Mexicano que é Tio de Michel Jourdain Jr. abandonar a corrida. Jourdain levou seu carro bem devagar para os boxes para deixar com segurança a corrida.

Emerson era o líder, Mas via bem de perto a Rick Mears que era o segundo colocado, Classificação após 121 Voltas completadas: 1. Emerson Fittipaldi, 2. Rick Mears, 3. Al Unser Jr., 4. Danny Sullivan, 5. Michael Andretti. Durante a bandeira amarela vários pilotos foram para a largada, entre eles Mears e Fittipaldi, já Danny Sullivan que não foi aos boxes acabou assumindo a liderança da corrida na volta de número 125, com a corrida sendo recomeçada Sullivan tinha dado um pulo do Gato, ele estava em estratégia normal enquanto Emerson e Mears tentaram uma estratégia diferente, esperando por bandeiras amarelas para terminarem a corrida só com o tanque das voltas 123 e 124, Mas seria difícil, O Campeão de 1988 poderia dar uma reviravolta na disputa do campeonato que naquele momento tinha Mears na frente de Emerson na corrida e portanto o campeonato iria ser decidido em Laguna Seca. Sullivan continuava andando forte na frente aproveitando o momento que não tinha retardatários na frente dele.

Na Volta 153 Sullivan foi para os boxes para sua parada definitiva na prova. a Penske trabalhou muito bem fazendo 14.9 segundos. Com essa parada Mears assumiu a liderança da corrida, A esperança de Mears e de Fittipaldi era uma bandeira amarela bem longa ou então corria-se o risco de nem ele e nem Mears levar a corrida. Sullivan voltou uma volta atrás, mas Mears e Emerson teriam de parar e a parada não era parada que demorava pouco não e que poderia fazer Sullivan ganhar a prova. Classificação após 168 Voltas completadas: 1. Rick Mears, 2. Emerson Fittipaldi, 3. Al Unser jr., 4. Danny Sullivan, 5. Michael Andretti, 6. Scott Pruett, 7. Mario Andretti, 8. Bobby Rahal, 9. Derek Daly, 10. Scott Brayton.

Mears estava liderando a prova e deixando a decisão para Laguna Seca, Enquanto Teo Fabi deixava a prova e deixava a luta pelo título após belo ano da equipe Porsche na Formula Indy. Ao contraio do que Mears e Fittipaldi queriam as bandeiras amarelas não surgiam e com isso era inevitável a parada para colocar o resto de combustível para que ambos terminassem a corrida. Mears rendia mais na parte final da prova com Seu Penske. Naquele momento da corrida: Emerson Fittipaldi teria 182 pontos e Mears com 168 iriam decidir a parada do campeonato da Indy em Laguna Seca. Mas foi no reabastecimento que o campeonato iria se definir…

… na volta 186 Mears iria aos boxes para o Splash Go, uma parada que duraria poucos segundos acabou em uma saída equivocada de Rick Mears (Não se sabe se foi um erro piloto ou se foi alguém que mandou ele sair dos Boxes naquela Hora) que acabou arrancando a mangueira de combustível, A Mangueira arrebentou e o bocal que colocava o combustível estava no seu carro. Conclusão da História, Mears teve de voltar aos boxes para que a Penske retirasse esse bocal de combustível carro de Mears que poderia provocar um incêndio, Com isso Mears perdeu um tempo absurdo e Emerson Fittipaldi com a sua parada não tendo problema nenhum Assumiu a liderança da corrida a 10 voltas do final.

Dai Emerson tratou de levar as últimas 10 voltas com todo o cuidado e Mears tentou diminuir o prejuízo dos boxes. Mas 1989 era definitivamente o Ano de Emerson Fittipaldi na Formula Indy, Com seu Penske-Chevrolet da equipe Partick Racing O Brasileiro venceu a corrida que durou 1 hora e meia praticamente e conquistou o título da Formula Indy se tornando o primeiro piloto da história do Automobilismo a vencer as 500 milhas de indianápolis, o Campeonato da Formula 1 (1972 e 1974) e o Campeonato Mundial de Formula Indy. Derrotando a poderosa equipe Penske que tinha o Rei dos Ovais e o campeão da Indy em 1988. Emerson Fittipaldi tinha com ele na Partick o Chip Ganassi que fez em 1989 seu último ano na Partick pois em 1990 ele criou a Chip Ganassi Racing que hoje é uma das maiores equipes do Automobilismo norte-Americano e Rival da Penske.

Emerson também quebrava outro tabu, Ser o primeiro estrangeiro campeão da Formula Indy que foi criada em 1979 que era a Chamada CART. Pois existia antes de 1979 campeonatos da Formula Indy mais eles eram dirigidos por uma outra entidade do Automobilismo norte-Americano (United States Auto Club – USAC). A Narração final de 1989 fica por conta de Luciano do Valle que infelizmente deixou o mundo mais orfão das suas narrações e de emoções como essa. Esse vídeo em Português é da Rede Bandeirantes de Televisão que transmitiu essa prova e que promoveu a formula indy para o Brasil inteiro, Assim como Luciano do Valle promoveu vários esportes e que se estão com visibilidade no Brasil muito deve-se ao esforço desse homem.

Valeu Luciano do Valle pelo seu legado ao Esporte Olímpico no Brasil – essa é a Homenagem mais do que justa que o Portal Sportszone faz para você.

Resultado final do GP de Nazareth de 1989

Fotos:

Homenagem a Luciano do Valle que lamentavelmente nos deixou no último Sábado! A Narração da volta final da corrida que deu o título a Emerson Fittipaldi em 1989:

Corrida Completa:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Vídeos e Prints : Wheelsports / Andrew Sopher