Category Archives: Fotos

Especial F1 Formula 1 Formula 1 - 2006 Fotos História Super Aguri

Especial A História da Super Aguri – Temporada de 2006

Published by:

A História da Super Aguri começou no final da temporada de 2005, quando Takuma Sato foi mandado embora da BAR (Honda) e para o Lugar do Japonês foi Contratado o Brasileiro Rubens Barrichello. Os Japoneses não ficaram nada satisfeitos com essa decisão e começaram a pressionar a Honda a Colocar Sato em alguma Equipe na Formula 1. Sabedora Disso a Honda começou a Planejar uma equipe satélite com o Ex-Piloto de Formula 1, Aguri Suzuki. Em um tempo de 4 meses a Super Aguri surgiu com um Chassi da Arrows de 2002, o A23. Os Pilotos eram o Japonês Takuma Sato, Obvio, equipe serviu para que Sato não ficasse sem lugar na Formula 1. e o Outro piloto era o Pouco conhecido Japonês Yuji Ide. A Equipe Seria financiada em Grande parte pela Honda.

Aguri Suzuki tinha um pouco de história como dono de equipe, Ele se Associou com a equipe de Adrian Fernandez na IRL e fez boas temporadas tendo pilotos Japoneses como o Kosuke Matsuura que foi o Rookie do ano de 2004 na categoria norte-americana. A Parceria alcançou alguns bons resultados, Mas acabou em 2005 devido a Suzuki começar sua empreitada na Formula 1 com sua própria equipe. Como piloto Suzuki correu 64 corridas, Conquistando o mítico pódio no GP do Japão de 1990 com a Lola-Larrousse que foi o time que ele teve seu melhor momento na Formula 1, Correu também pela Zakspeed, Footwork, Jordan e Ligier obtendo 8 Pontos na carreira Durante as temporadas de 1988 até 1995 quando ele encerra sua carreira na Formula 1.

Suzuki na Formula 1 pela Lola-Larrousse em 1990

2006 – Temporada de Dificuldades.

A Super Aguri começava a temporada com um Chassi de 4 anos de idade. Mesmo sendo um Chassi que era um chassi muito bom da Arrows, o Carro estava bastante defasado. Eles foram para a 1ªCorrida no Bahrein sem perspectivas de algum bom Resultado. Na sua primeira corrida, a Super Aguri teve que fazer varias paradas de pit stop. Mas de todas as noticias ruins veio um atento, Takuma Sato Terminou a corrida em 18º com 4 voltas de Desvantagem do Vencedor Fernando Alonso. Takuma Sato ficou feliz com o fato de ter terminado a 1ªCorrida com o SA05 – Super Aguri. Mas o atraso da equipe em relação a outras equipes era muito grande. Na Malásia, Sato fez uma Grande corrida e ficou na Frente de Carros mais Rápidos durante um bom tempo, Sato terminou em 14º a três voltas de Desvantagem do Vencedor Giancarlo Fisichella. Ide Abandonou a corrida na volta 33.

Começaram os questionamentos sobre a Capacidade de Ide correr na Formula 1. Tanto é que na Austrália Ide Atrapalhou Barrichello de Fazer sua volta rápida no Treino de Classificação. Ide não só atrapalhou Rubinho como vários pilotos. Na Austrália Ide completou sua única corrida na Carreira na Formula 1, terminando em 13º com 3 Voltas a menos que o Vencedor. Takuma Sato mais uma vez se superou e ficou na Frente de vários carros Rápidos durante muito tempo, e terminou em 12º com 2 voltas de desvantagem. Mas era evidente que Sato se superava e Ide não Tinha condições de Correr na Formula 1.

Mas em Imola a Super Aguri não conseguiu nenhum tipo de Destaque, a não ser o Acidente provocado por Yuji Ide em cima de Christjian Albers. Ai, marcou de vez o Fim da Carreira de Ide na Formula 1.

albers_sanmarino_capotagem

Na Europa em Nürburgring o Japonês Yuji Ide já não estava no Grid, em seu lugar iria correr o Francês Franck Montagny que Tinha mais cara de piloto de Formula 1. e andava melhor que o Ide, mas bem melhor mesmo que nos treinos ainda tinha um desempenho inferior ao Japonês Sato, Ambos deixaram a corrida nessa etapa.

Na Espanha. Montagny que era considerada uma das promessas Francesas na Formula 1 acabou abandonando a corrida e Takuma Sato terminava mais uma corrida. Mas em 17º (Último) com 4 Voltas de Distância do Vencedor. Evidente que o SA05 antigo A23 já estava muito defasado e não tinha mais como evoluir para ter algum resultado na Formula 1. Em Mônaco Desta vez Franck Montagny completa uma corrida e Desta vez não foi em Último, pois O Francês terminou na Penúltima posição a 3 Voltas de Alonso que foi o Vencedor.

Na Inglaterra a Super Aguri termina com os seus dois carros a Corrida, um fato positivo para a equipe, mesmo que seja nos últimos lugares e com varias voltas tomadas do Vencedor. no Canadá a Velha Rotina, a Aguri andou em último Sato Terminou a corrida Sofrendo um Acidente e Montagny Abandonou também. Nos Estados Unidos, a Super Aguri perdeu uma Grande Chance de Terminar nos pontos pela primeira vez, Montagny ficou na primeira curva um enorme acidente e Sato se envolveu com o Português Tiago Monteiro na 6ªVolta.

Em Magny-Cours, mas uma corrida lá atrás da Equipe Japonesa, Só Montagny terminaria a corrida, em 16º. Essa Corrida seria a aposentadoria do SA05 (A23) da Formula 1, e também seria a Despedida de Franck Montagny da Super Aguri. Na proxima corrida a Super Aguri esperava melhorar seu desempenho. E também tinha a expectativa de um novo piloto, do Japonês Sakon Yamamoto.

O Novo Carro Estréia na Pista de Hockehein, o SA06 teve um resultado positivo nos Treinos que foi a Excelente 17ªPosição de Takuma Sato. Mas na Corrida, foi o mesmo e Desanimador resultado porque os Dois carros abandonaram a corrida. Na Hungria, Ah uma melhora Visível no Desempenho da Super Aguri. A equipe já não estava tão atrás das outras equipes. Mas em termos de corrida ainda estava muito defasada com um carro novo e ainda muito propício a Quebras. Sato chegou a 5 Voltas do Vencedor que foi o Jenson Button e ficou na 13ªPosição.

Em Istambul, novamente novo Fracasso, Grid entre os últimos e 2 novos abandonos na Temporada. Em Monza, A Super Aguri conseguiu competir de igual para igual com a Midland e com isso Sato consegue chegar na Frente de Christjian Albers. Demonstrando melhora do Carro e também o Piloto talentoso que é Takuma Sato. Na China, Sato faz brilhante corrida, mas acaba causando um acidente que envolveu ele, De la Rosa, Heidfeld e Barrichello. Sato Chegou em 14º, mas acabou Desclassificado por causa do Incidente.

Mas no Japão, Sato e Yamamoto teriam uma belíssima apresentação. No Grid Sato largaria em 20º e Yamamoto em 22º. Sato faz uma belíssima e termina na 15ºPosição. Sendo que ele foi aplaudido pela torcida e ele comemorou muito esse Resultado. Mas a melhor corrida de Sato veio no GP do Brasil de formula 1. Sato que tinha largado na 19ªPosição fez uma brilhante corrida e acabou fazendo o melhor resultado da equipe na Temporada, terminou em 10ºLugar. Sakon Yamamoto foi o 16º. No Final da Temporada a Renault levou salgadinhos para a Super Aguri, a Equipe Japonesa terminou em 11ºLugar, sem marcar ponto em 2006. Mas a equipe se sentia vitoriosa por ter terminado a sua primeira temporada de sua história. Aguri Suzuki esperava um melhor ano de 2007.

Números da Equipe em 2006

 

Gps: 36
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 0
Motor: Honda
Corridas completadas: 18
Pneus: Bridgestone
Número de voltas : 1188
Takuma Sato
Yuji Ide
Franck Montagny
Sakon Yamamoto

Fotos 1:

Fotos 2:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Bestlap/F1 Olivier

Formula indy Fotos História TV Vídeos

500 milhas de Michigan de 1992

Published by:

Grid de Largada:

Inside 1ºFila OutSide
2ªFila
3ªFila
4ªFila
   
5ªFila
   
6ªFila
 7ªFila
 8ªFila
 9ªFila
 10ªFila
 11ªFila
   
 12ªFila

-Goodyear tem dia de campeão e vence em Michigan e leva primeira vitória para a Walker

Depois de 9 etapas Bobby Rahal tinha uma cômoda vantagem na liderança do campeonato, Mas veria um vulto branco e Preto que era o Lola-Ford da Newman-Haas de Michael Andretti que vinha chegando na briga pelo Título.

A Pista de Michigan era 100% pro Ford em cima dos Chevrolet dos principais pilotos da categoria e nem se compara ao Judd de Brian Till e aos dois pilotos com Motores Buick V6, Tanto é que os 4 primeiros colocados do Grid de largada foram os 4 pilotos com o motor Ford-Cosworth da Versão mais potente. Mario Andretti fez a pole com 230.150 com Michael Andretti em segundo, Eddie Cheever em 3º e Arie Luyendky em 4º, Cheever e Luyendky eram pilotos da Chip Ganassi, o Melhor com motor Chevrolet era Rick Mears que largaria em 5ºlugar. A Destacar o 10ºlugar de Pancho Carter no carro de A.J.Foyt e os carros da Dale Coyne e da Euromotorsport que não fizeram suas voltas para a Qualificação, mas puderam largar para compor o Grid de 24 pilotos.

Só que Michael Andretti teria problemas e por pouco ele acaba ficando atrasado na largada e se complicando no campeonato, foram para o Grid de Michigan

Em Chassis:

17 Lola
4 Penske
2 Galmer
1 Truesport

Em Motores:

15 Chevrolet
4 Ford
3 Buick
2 Cosworth DFS

Os Pilotos de motor Ford eram os favoritos a Vitória, só que se precisava ver a confiabilidade dos motores que ainda era dramática, Os Lola levavam vantagem sobre a Penske e os Truesport e os Galmer sofreriam com Chassis não adaptados a esse tipo de pista.
Na largada Michael Andretti assumia a ponta da corrida, com Mario em segundo e Cheever e Luyendky logo em seguida quando veio uma bandeira amarela provavelmente por causa de detritos na pista, A Classificação após 2 voltas era a Seguinte: 1. Michael Andretti, 2. Mario Andretti, 3. Eddie Cheever, 4. Arie Luyendky, 5. Rick Mears. Se Indianapolis tinha um impecável asfalto o Mesmo não poderia se dizer de Michigan que tinha muitos defeitos de pista e bem visíveis pelos recapeamentos que tinha por sobre a pista.

Na Relargada tudo normal Michael Andretti na pista, Só que Eddie Cheever foi para a 2ªposição deixando para trás Mario Andretti, Lugar que já tinha alcançado em Phoenix em 92. Enquanto isso George Snider viria a corrida acabar cedo na Volta 7, Na Volta seguinte o , Raul Boesel começava também a dar as cartas começando a pressionar Rick Mears na briga pelo 6ºlugar já que Emerson Fittipaldi pulou para o 5ºlugar.

Classificação após 14 voltas completadas: 1. Michael Andretti, 2. Eddie Cheever a 4.5, 3.Mario Andretti a 6.6, 4. Arie Luyendky a 10.2, 5. Emerson Fittipaldi a 10.6 Com Mears em 6º e Boesel em 7º.

Emerson estava muito perto de Arie Luyendky para lutar pelo 4ºlugar na corrida enquanto Boesel tentava tomar a 6ªposição de Rick Mears, Mas não seria fácil por que Mears tinha um motor mais evoluído do que o de Boesel. Mario Começava a se aproximar de Cheever para reaver a 2ªposição na corrida, uma Briga de Chip Ganassi contra Newman-Haas já que os dois tinham motor Ford e Chassi Lola.

Mears Tinha agora a pressão de Scott Goodyear que tinha ganho posição de Raul Boesel que perdeu rendimento, Goodyear colocou de lado  e passou assim também como Paul Tracy que também passou Mears e tentou passar Goodyear também só que o Canadense da Equipe Walker não permitiu levar o passadão em cima do novato.

Mears foi para os boxes, seu desempenho não era bom no começo de corrida então o Rei dos Ovais iria para uma troca de pneus e reabastecimento antecipado para ver se melhorava o comportamento do carro.

Após 28 voltas a Classificação era essa:

1.    Michael Andretti
2.    Eddie Cheever
3.    Mario Andretti
4.    Arie Luyendky
5.    Emerson Fittipaldi
6.    Scott Goodyear
7.    Paul Tracy
8.    Raul Boesel
9.    Pancho Carter
10.    John Andretti
11.    Bobby Rahal
12.    Rick Mears
13.    Al Unser jr.
14.    Scott Pruett – 1 volta
15.    Scott Brayton – 1 volta
16.    Buddy Lazier – 1 volta
17.    Danny Sullivan – 1 Volta
18.    Steve Chassey – 2 voltas
19.    Jon Beekhuis – 2 voltas
20.    Jeff Wood – 3 voltas
21.    Tony Bettenhausen – 3 voltas
22.    Eric Barchelart OUT
23.    Ross Bentley OUT
24.    George Snider OUT

Bachelart abandonou a corrida com problemas de pressão.
Bobby Rahal em 11º vinha sendo a decepção do começo da corrida com um desempenho bem tímido quase tomando uma volta em cima do Líder logo com 30 voltas completadas. Michael Andretti continuava sem adversários na ponta da corrida, só tendo trabalho para passar os retardatários que não eram fáceis de passar já que as velocidades chegavam a mais de 220 milhas por hora. Classificação após 33 voltas completadas: 1. Michael Andretti, 2. Eddie Cheever, 3. Mario Andretti, 4. Emerson Fittipaldi, 5. Scott Goodyear. Mas isso não iria durar muito, Eddie Cheever sofreria um acidente na volta 36, era o primeiro Ford a deixar a corrida. Andretti foi para os boxes fazer sua primeira parada nos boxes entre outros pilotos, estávamos na primeira bandeira amarela da corrida. Além disso Jon Beekhuis deixava a corrida com problemas com problemas de Embreagem. Com isso já eram 6 fora da corrida com menos de 100 milhas completadas.

Depois de 40 voltas completadas a classificação era essa: 1. Michael Andretti, 2. Mario Andretti, 3. Scott Goodyear, 4. Emerson Fittipaldi, 5. Paul Tracy (-1 Volta), 6. John Andretti (-1 Volta), 7. Raul Boesel (-1 Volta), 8. Arie Luyendky (-1 Volta), 9. Bobby Rahal (-1 Volta), 10. Scott Pruett (-1 Volta) Steve Chassey com a Euromotorsport quebrou o motor e acabou abandonando a corrida.

Relargada na volta 42 e o carro de Michael Andretti continuava a liderar a corrida, na segunda posição Mario, Emerson e Goodyear estavam pau a pau pelo segundo lugar, Emerson Chegou a tomar o segundo lugar do Mario, só que o Velho e bom Mario voltou a segunda posição e nisso quem agradecia era Michael Andretti que voltava a abrir, Arie Luyendky na volta da bandeira verde volta para o Pit para completar o Tanque perdendo mais tempo do que tinha perdido, enquanto isso a Briga entre Paul Tracy e John Andretti estava animada, Acabou depois de duas voltas Tracy levando vantagem sobre Andretti. Jeff Wood estava lento e foi para os boxes fazer reparos em seus carros.

Michael Andretti foi para a sua segunda parada, tudo normal, Mas dai teve de tirar a capota do motor de Andretti, e dai se viu que houve falha na ignição, Resultado disso é que Michael Andretti abandonaria a corrida com apenas 98 das 500 milhas completadas deixando a ponta com o seu Pai Mario Andretti e era só ele com os motores Ford por que Luyendky estava muito lá atrás e Cheever e Andretti abandonaram a corrida. Classificação após 52 voltas: 1. Mario Andretti, 2. Scott Goodyear, 3. Emerson Fittipaldi, 4. Paul Tracy, 5. John Andretti, 6. Raul Boesel, 7. Bobby Rahal, 8. Scott Pruett (-1 volta), 9. Al Unser Jr. (-1 Volta), 10. Pancho Carter (-1 Volta), 11. Scott Pruett (-1 Volta), 12. Buddy Lazier (-1 Volta), 13. Arie Luyendky (- 1 Volta), 14. Rick Mears (- 1 Volta) 15. Michael Andretti (OUT – 3 Voltas), 16. Danny Sullivan ( – 3 Voltas), 17. Tony Bettenhausen (- 5 Voltas), 18. Jeff Wood (- 10 Voltas), 19. Steve Chassey (OUT), 20. Eddie Cheever (OUT), 21. Jon Beekhuis (OUT), 22. Eric Barchelart (OUT), 23. Ross Bentley (OUT), 24. George Snider (OUT).

Mario continuava na ponta com o Motor Ford, Já Bobby Rahal ultrapassava Raul Boesel e assumia a 6ªposição, para Rahal que o Forte não é o Oval e muito menos o Super Speedway o importante era ganhar o maior número de pontos possíveis para ele manter sua cômoda vantagem no campeonato.

Surpreendentemente Scott Goodyear com a Walker conseguiu passar a Emerson Fittipaldi e assumir o segundo lugar e com um desempenho impressionante o que deixou para trás o Campeão das 500 milhas de 1989.

Bobby Rahal começava a querer o 5ºlugar de John Andretti, só que o sobrinho de Mario Andretti estava disposto a oferecer resistência com a Lola-Chevrolet A da Equipe Hall, enquanto Al Unser jr. com o desajustado chassi Galmer continuava a lutar na corrida para também fazer o maior número de pontos. Rick Mears num dia problemático iria para mais uma parada nos boxes, Dessa vez a parada dele foi Normal, Igualmente para Buddy Lazier, tirando alguns problemas com ele e com a equipe, e ai todo mundo foi para os boxes para trocar os pneus e reabastecer, E Estavamos em Bandeira amarela

De Volta na Bandeira verde o Líder continuava Mario Andretti com Goodyear, Emerson e Tracy na perseguição ao Velho piloto de 52 anos de idade, Bobby Continuava lutando com John Andretti, só que dessa vez vantagem para Bobby que assumia o 5ºlugar e deixando John com o 6º. Enquanto isso Arie Luyendky continuava a tentar se recuperar na corrida com o Seu Ganassi-Lola-Ford, Paul Tracy que estava em 3ºlugar e estava a 2 segundos e meio do líder da corrida Mario Andretti, Já Emerson Fittipaldi ficava para Trás na corrida.

Enquanto Isso Al Unser jr. começava a ter uma melhora na corrida, não na Classificação que ainda indicava o 8ºlugar com 1 Volta, Mas acabou acompanhando por um bom tempo ao Paul Tracy que estava dando uma volta nele.

Classificação após 78 voltas

1.    Mario Andretti
2.    Scott Goodyear
3.    Paul Tracy
4.    Bobby Rahal
5.    John Andretti
6.    Raul Boesel
7.    Scott Pruett – 1 Volta
8.    Al Unser Jr. – 1 Volta
9.    Scott Brayton – 1 Volta
10.    Rick Mears – 2 Voltas
11.    Arie Luyendky – 2 Voltas
12.    Buddy Lazier – 2 Voltas
13.    Danny Sullivan – 4 Voltas
14.    Emerson Fittipaldi – 4 Voltas
15.    Pancho Carter (Abandonou na volta 73)
16.    Tony Bettenhausen – 6 Voltas
17.    Jeff Wood – 18 Voltas
18.    Michael Andretti Abandonou
19.    Ross Bentley Abandonou
20.    Eddie Cheever Abandonou
21.    Jon Beekhuis Abandonou
22.    Eric Bachelart Abandonou
23.    Ross Bentley Abandonou
24.    George Snider Abandonou

Emerson Fittipaldi teve problemas em seu carro e perdeu 4 voltas saindo da briga pela vitória de maneira definitiva, Enquanto isso Socct Goodyear ira para o Ataque em cima de Mario Andretti e ultrapassou na primeira tentativa assumindo a primeira posição, Só que o Velho Mário Voltou para a ponta. Mario era o recordista de vitória dos pilotos em Atividade e em uma das duas grandes equipes da Formula Indy com o Poderoso motor Ford contra um piloto de Equipe Mediana que não fez nada mais que chegar em segundo lugar nas 500 milhas daquele ano.

Mario Resistia, Mas Scott estava com um desempenho incrível de seu Lola-Chevrolet A, um motor menos potente que a Chevrolet B das Penske e que os Ford de Mario e de Lydendky. Classificação após 86 Voltas 1. Mario Andretti, 2.Scott Goodyear, 3.Paul Tracy, 4. Bobby Rahal, 5. John Andretti, 6. Raul Boesel, 7. Scott Pruett – 1 Volta, 8. Al Unser jr. – 1 Volta, 9. Scott Brayton – 1 Volta, 10. Rick Mears – 1 Volta.

Scott Goodyear passou de novo e dessa vez ficou na ponta da corrida, Mesmo com a tentativa de volta de Mário Andretti o Canadense segurou a 1ªposição na prova, era improvável, mas poderia sim o piloto do carro 15 sonhar com sua 1ªvitória na Formula Indy após passadas 90 voltas de uma corrida desgastante que já deixava 8 carros de Fora.
E esse número aumentaria para 9 com Rick Mears deixando a corrida na volta 93, Esse seria a última corrida do Norte-Americano Rick Mears, ele acabou se aposentando devido ao Fortíssimo acidente que ele teve em Indianápolis em 1992 que o impossibilitou de correr a corrida de Detroit e de Toronto antes da corrida de Michigan, Com isso e com os problemas de Emerson Fittipaldi o único que poderia lutar por vitória na Penske era o novato Paul Tracy, Enquanto isso Danny Sullivan fazia uma parada nos boxes, Sullivan já tinha 4 voltas e estava em 12ºlugar tentando se recuperar para salvar alguns pontos na classificação do Campeonato.

Mario Andretti na volta 96 passou de novo a Scott Goodyear  e assumiu a ponta da prova, só que Goodyear não desistiu e tomou de novo a ponta da prova, após 100 voltas Goodyear parecia o mais forte adversário de Mário Andretti para a Vitória em Michigan, Mas impressionantemente Paul Tracy veio para cima de Goodyear como um foguete e passou pelo canadense assumindo a liderança da prova com o carro 7 da Mobil 1 Penske-Chevrolet, Isso todo se deveu a um Grupo de 3 Retardatários que os líderes teriam que passar, se aproveitando disso Tracy passou por Andretti e por Goodyear. Bobby Rahal inaugurava as paradas nos boxes para troca de pneus e Reabastecimento. Danny Sullivan iria para os boxes mais uma vez com o seu Galles-Galmer-Chevrolet, numa corrida cheia de problemas, o que era esperado do Chassis Galmer que não tinha o desempenho dos Lola e dos Penske, pelo menos Al Unser jr. estava sobrevivendo bem a corrida com um desempenho Razoavel assim como o Norte-americano Scott Pruett que estava na mesma balada de Al Unser jr., Nas paradas nos boxes Tracy voltou na Frente de Michael Andretti quando ambos voltaram a pista, Ambos fizeram a parada nos boxes ao mesmo tempo, Goodyear fez uma volta antes de Tracy e de Andretti.

Após 109 Voltas a Classificação era Essa: 1. Paul Tracy , 2. Scott Goodyear, 3. Mario Andretti, 4. Bobby Rahal, 5. Raul Boesel, 6. Scott Pruett a 1 volta, 7. Al Unser jr. a 1 Volta, 8. John Andretti a 1 Volta, 9. Arie Luyendky a 1 volta, 10. Scott Brayton a 2 Voltas.

Só que Scott Goodyear voltou bem melhor que Paul Tracy e assumiu a ponta da corrida de novo na volta 110. Estávamos chegando a metade da corrida com 15 pilotos ainda na prova, Quem fazia uma grande corrida era Raul Boesel que começou a correr nas 500 milhas de indianápolis de 1992 e estava substituindo a Hiro Matsushita e muito bem estando em 5ºlugar, Já Arie Lukendky com a Ganassi que restou estava apenas em 9ºlugar mas tentando lutar com John Andretti pela 8ªposição. Mas John Resistia bravamente a pressão do Holandês voador apesar da superioridade Técnica da Ganassi em relação a Hall. Na Volta 122 Mario Andretti veio bem lento e acabou por abandonar a corrida, com 122 voltas o Carro dele não resistiu, Só restava Luyendky de motor Ford que seria o 8ºcolocado, Tínhamos 11 motores Chevrolet na prova, 2 Motores Buick e um motor Ford, um esquadrão de motores Chevrolet naquele momento que se mostrava um motor mais confiável que os Ford especiais que estreavam na categoria em 1992.

Com Metade da prova completada, Goodyear era o líder com Paul Tracy em 2º. Mas tem um detalhe, se esqueceram de Bobby Rahal que estava quieto em 3ºlugar e com as quebras dos seus rivais na luta pelo título o Norte-Americano dono de sua própria equipe iria folgar ainda mais na ponta do campeonato caso a corrida acabasse naquele momento. Classificação após 131 Voltas: 1. Scott Goodyear, 2. Paul Tracy, 3. Bobby Rahal, 4. Raul Boesel, 5. Scott Pruett.

Se a Missão da Ford estava quase impossível aí sim na volta 132 é que a missão se Tornou impossível, Enquanto os pilotos iriam para a nova parada nos boxes o piloto Arie Luyendky que era a última esperança de vitória da Ford se acabou com o muro ou com algum problema de motor que era rápido, mas era problemático ainda. Classificação após 139 Voltas: 1. Scott Goodyear, 2. Paul Tracy, 3.Bobby Rahal, 4. Raul Boesel, 5. Al Unser jr. já com 1 volta a menos que os líderes.

Bandeira Verde era acionada e Goodyear continuava líder só que Bobby Rahal veio com força e chegou a ganhar o 2ºlugar, Mas Tracy voltaria depois de uma reta a posição de origem como era na bandeira amarela, Sem nenhum motor Ford pelo caminho os pilotos com os motores Chevrolet de 12 mil giros no Oval iriam decidir a primeira posição. Bobby Rahal da Rahal-Hogan em 3ºlugar mostrava não ter um carro a altura do carro de Goodyear e de Tracy e também Bobby Rahal não era um piloto Fantástico em Ovais, Mas estava feliz da vida com o Resultado que obtinha até aquele momento. Briga mesmo era mesmo entre Pruett e John Andretti pelo 6ºlugar, O Truesport superar um Chassi Lola era mostras de que John Andretti não tinha um carro equilibrado na prova.

Enquanto isso Emerson Fittipaldi na volta 133 desistiu da corrida, seu carro não aguentou, sendo assim o 12ºpiloto a deixar a prova, com quase 300 milhas completadas, metade dos pilotos já tinham ido para os boxes, e de se louvar 2 pilotos com motor Buick resistindo a prova, Os motores mais Quebráveis da categoria superaram os motores Ford super Rápidos sendo que Buddy Lazier em Treino foi 15 milhas mais lento por volta que Mario Andretti que foi o pole position.

Classificação após 150 Voltas

Scott Goodyear
Paul Tracy
Bobby Rahal
Raul Boesel
Al Unser jr. a 1 Volta
Scott Pruett a 1 Volta
John Andretti a 1 Volta
Scott Brayton a 4 Voltas
Buddy Lazier a 7 Voltas
Danny Sullivan a 10 Voltas
Tony Bettenhausen a 12 Voltas
Arie Luyendky Abandonou
Emerson Fittipaldi a 22 Voltas
Jeff Wood a 26 Voltas
Mario Andretti Abandonou
Rick Mears abandonou
Pancho Carter abandonou
Michael Andretti abandonou
Steve Chassey abandonou
Eddie Cheever abandonou
Jon Beekhuis abandonou
Eric Bachelart abandonou
Ross Bentley abandonou
George Snider abandonou

Emerson Ainda estava na prova, mas com mais de 20 voltas atrás do Líder, ele deixaria mesmo a prova na volta 134.

Impressionava o Desempenho de Raul Boesel que com a mediana e modesta Dick Simon vinha em uma belíssima 4ªcolocação, muito melhor que seu companheiro de equipe Scott Brayton que vinha sobrevivendo na corrida em 8º a 4 voltas do líder Scott Goodyear, Boesel tinha 6.20 segundos para Goodyear que era o líder da prova. Tony Bettenhausen estava resistindo na prova em 11ºlugar, Mas sobrevivendo ainda, ele que estava fazendo suas  últimas corridas na Formula Indy, ele tinha achado em Stefan Johansson um piloto que poderia representar melhor sua equipe na América.

Com 12 carros na disputa qualquer um que terminasse abandonando a prova iria pontuar, lucro para quem não tinha um time grande ou para quem tinha motor Buick e permanecia na pista. Bobby Rahal foi para a sua 5ªparada nos boxes. Com a volta lenta de Rahal Al Unser jr. que descontava a volta de Bobby Rahal conseguia passar Bobby e assumia o 4ºlugar, Bobby se via na 5ªposição, com Goodyear, Tracy e Boesel lutando na mesma volta pelo primeiro lugar, mas teoricamente esses três e a Al Unser jr. com o Capenga Chassi Galmer vinha em 4ºlugar.

Classificação após 172 voltas: 1. Scott Goodyear, 2. Paul Tracy, 3. Raul Boesel, 4. Al Unser jr. a 1 Volta, 5. Bobby Rahal a 1 volta, 6. Scott Pruett a 1 Volta, 7. John Andretti a 1 Volta, 8. Scott Brayton a 4 Voltas, 9. Buddy Lazier a 9 voltas, 10. Danny Sullivan a 12 voltas, 11. Tony Bettenhausen, 12. Jeff Wood, O piloto Jeff Wood acabou deixando a prova na volta 144, O carro pediu a rego e com isso ele ainda conseguiu o 12ºlugar marcando um ponto no campeonato.

Os pilotos foram para a sua 5ªparada pelo menos Paul Tracy e Scott Goodyear, Acabou Tracy se dando bem e assumindo a ponta da corrida, Goodyear parou alguns centímetros a frente do lugar certo de parar e os mecânicos tiveram que colocar um lugar o que resultou em tempo, Seria a pressão de pela primeira vez ter carro para vencer a corrida, com Goodyear em segundo lugar, Agora era questão de Honra para os dois canadenses, o mano a mano para ver quem iria vencer pela primeira vez na sua carreira, se Goodyear que tinha 49 corridas e 2 pódios na Categoria ou Paul Tracy que fazia sua 11ª apresentação na Formula Indy tendo um 4ºlugar em Phoenix como seu melhor Resultado na sua história.

Na Volta 182 Bobby Rahal teve problemas com o motor de seu carro e acabou por deixar a corrida, pelo menos salvou 2 pontos, mas perdeu a chance de folgar ainda mais na classificação do campeonato, Agora era a chance de Al Unser jr. que tinha 91 pontos tentar diminuir a diferença para Rahal na Classificação da prova.

Paul Tracy agora tinha a corrida na mão com um pouco mais de 50 voltas para o final da corrida o Canadense poderia ter sua primeira vitória em Plena 500 milhas de Michigan de 1992, seria a primeira grande conquista da carreira desse jovem piloto que corria com o 3ºCarro da Penske. Goodyear ainda tentava alcançar Tracy, Mas se via que o Piloto da Penske poderia ser um adversário difícil de bater como praticamente impossível comparando os equipamentos e o desempenho de cada carro. Boesel ainda teria alguma chance de vitória.
Classificação após 190 voltas : 1. Paul Tracy, 2. Scott Goodyear, 3. Raul Boesel, 4. Al Unser jr. a 1 Volta, 5. Scott Pruett a 1 Volta.

Faltavam ainda 100 voltas para o final da prova e era de se louvar o desempenho de Al Unser Jr. que de 15ºlugar no Grid ele estando em 4ºlugar, e de Buddy Lazier com o motor Buick e com um time de Estrutura pífia perto de Penske e Newman-Haas ainda estando na corrida em um respeitável 8ºlugar, se aproveitando de quebras e de problemas dos outros concorrentes. Ele estava sozinho com o Buick contra todo o resto com os motores Chevrolet que viravam 15 milhas a mais que o Buick V6.

Classificação após 400 milhas completadas (200 voltas)

Paul Tracy
Scott Goodyear
Raul Boesel
Al Unser jr. a 1 Volta
Scott Pruett a 1 Volta
John Andretti a 1 Volta
Scott Brayton a 5 Voltas
Buddy Lazier a 11 voltas
Danny Sullivan a 15 Voltas
Tony Bettenhausen a 16 Voltas
Bobby Rahal Abandonou
Jeff Wood Abandonou
Emerson Fittipaldi Abandonou
Arie Luyendky Abandonou
Mario Andretti Abandonou
Rick Mears Abandonou
Pancho Carter Abandonou
Michael Andretti Abandonou
Steve Chassey Abandonou
Eddie Cheever Abandonou
Jon Beekhuis Abandonou
Eric Bachelart Abandonou
Ross Bentley Abandonou
George Snider Abandonou

Uma Bela briga por posição estava entre Al Unser Jr. e Scott Pruett pelo 4ºlugar, o Chassi Truesport mostrava também um desempenho até surpreendente para um chassi também não adaptado para pistas em oval, Todos tinham que fazer uma última parada nos boxes para trocar os pneus e ir reabastecer para completarem a corrida. A Vantagem de Tracy para Goodyear era de mais ou menos 8 segundos, missão bem difícil para Goodyear deter a Paul Tracy na luta pela primeira vitória na categoria ainda por cima encontraram uma faísca no carro de Goodyear que poderia prejudicar ele.

Tracy continuava a imprimir um ritmo Forte na primeira posição parecendo seguro de que venceria sua primeira corrida na Penske. Até que na volta 219 Scott Brayton que vinha em uma segura e tranquila 7ªposição acabou batendo e deixando a corrida, com isso Bandeira Amarela e Goodyear iria para cima de Tracy.

A Classificação da prova seria Essa Após 222 Voltas restando 28 para o final:

Paul Tracy
Scott Goodyear
Raul Boesel
Al Unser jr. a 1 Volta
Scott Pruett a 1 Volta
John Andretti a 1 Volta
Scott Brayton a 8 Voltas (Fora da Corrida)
Buddy Lazier a 13 Voltas
Danny Sullivan a 16 Voltas
Tony Bettenhausen a 17 Voltas

Tínhamos 9 pilotos na pista e seguramente sem nenhum problema Lazier, Sullivan e Bettenhausen ultrapassariam a Brayton na classificação final da corrida, dessa forma deixando o norte-americano da Dick Simon em 10ºlugar na prova. Impressionante era Buddy Lazier que estava a poucas voltas de Terminar a corrida numa impressionante 7ªposição após largar do 18ºlugar e com o motor Buick, o Bravo Soldado estava resistindo a batalha campal de 500 milhas. A Decisão iria para as voltas finais, já que estava se demorando muito para limpar a pista devido ao óleo e ao combustível deixado pelo Carro de Scott Brayton.
A Decisão pelo 1ºlugar sairia na relargada para a Bandeira verde para as últimas 18 Voltas das 500 milhas, Na Relargada Goodyear foi com tudo para cima de Paul Tracy e de Raul Boesel como um franco atirador quando era para ser o Tracy a ser o Franco atirador, Goodyear com o carro número 15 da Equipe Walker veio para cima de Tracy e passou pelo jovem Canadense  assumindo a primeira posição, Tracy Tentou voltar a ponta dando o troco, só que não teve troco e Goodyear assumia a liderança da corrida e com o Desempenho de seu carro sendo até melhor que o Penske-Chevrolet de Tracy o Canadense da Equipe Walker tinha nas mãos sua primeira vitória na Formula Indy, Boesel ainda mantinha a Terceira posição com Al Unser jr. em 4ºlugar,passaria a vice-líderança do campeonato na luta pelo título contra Bobby Rahal e Michael Andretti e Mesmo que afastados Emerson Fittipaldi e Scott Goodyear que começaria a ter chances de lutar pelo título de 1992.

Tracy já não tinha o carro ajustado para atacar Goodyear tanto que ele foi ultrapassado pelo Norte-Americano Al Unser Jr. que fez corrida exemplar e que se tivesse na mesma volta do Líder poderia seriamente incomodar a Goodyear e a Tracy pela vitória.
Nas Voltas finais a apreensão da Equipe Walker se justificava, eles estavam vendo seu piloto a poucas voltas de vencer a sua primeira corrida na história da Equipe, da Carreira do piloto e logo nas 500 milhas de Michigan depois de escapar por alguns milésimos a vitória nas 500 milhas de Indianápolis. Mas o dia finalmente chegava para Goodyear que se tornava mais um vencedor na galeria de vencedores de corrida na Formula Indy, o 6ºvencedor do Ano e a primeira vitória de sua carreira que estava em sua 3ªtemporada completa, a Walker estava em festa com o resultado, Mas acima de tudo ao piloto que largou do 9ºlugar e pouco se falava dele para não dizer que não se colocava nenhum centavo no carro 15 da Walker, Paul Tracy completou a dobradinha canadense e chegou em 2ºlugar, seu primeiro grande resultado em sua carreira longa na Formula Indy, Logo depois dessa corrida Tracy Seria o companheiro de Emerson Fittipaldi de forma definitiva na Penske, Raul Boesel perdeu desempenho no final, Mas acabou ficando em 3ºlugar e conseguindo o seu segundo pódio na temporada, Al Unser jr. em 4º foi o grande vitorioso do Dia conseguindo um 4ºlugar e diminuindo a vantagem que ele de Bobby para ele no campeonato. Destaque para a Corrida de Buddy Lazier que completava a prova numa decente 7ªposição com o motor Buick, esta certo que 15 voltas de Al Unser jr. e 16 de Scott Goodyear, Mas louva-se esse resultado do piloto norte-americano que nunca teve um equipamento a altura do seu talento que poderia ser muito, mas era pelo menos aceitável para a Indy, não fazia feio na categoria. Mas esse resultado mostra o que foi a Guerra em que 15 pilotos se vitimaram com problemas de Motor, Mecânico ou com batida, Apenas 9 pilotos acabaram consagrados em terminar essa prova, mereceriam uma medalha por isso.

Resultado final das 500 Milhas de Michigan

Fotos:

Vídeo da corrida:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Vídeo: Andrew Sopher

F1 Formula 1 Formula 1 - 2004 Fotos História

GP de Mônaco de 2004

Published by:

Grid de Largada:

1 Jarno Trulli (Renault) 1’13.985
2 Jenson Button (BAR/Honda) 1’14.396
3 Fernando Alonso (Renault) 1’14.408
4 Michael Schumacher (Ferrari) 1’14.516
5 Kimi Räikkönen (McLaren/Mercedes) 1’14.592
6 Rubens Barrichello (Ferrari) 1’14.716
7 Takuma Sato (BAR/Honda) 1’14.827
8 David Coulthard (McLaren/Mercedes) 1’14.951
9 Juan Pablo Montoya (Williams/BMW) 1’15.039
10 Giancarlo Fisichella (Sauber/Petronas) 1’15.352
11 Mark Webber (Jaguar/Cosworth) 1’15.725
12 Ralf Schumacher (Williams/BMW) 1’14.345
13 Olivier Panis (Toyota) 1’15.859
14 Christian Klien (Jaguar/Cosworth) 1’15.919
15 Cristiano da Matta (Toyota) 1’16.169
16 Felipe Massa (Sauber/Petronas) 1’16.248
17 Nick Heidfeld (Jordan/Ford) 1’16.488
18 Giorgio Pantano (Jordan/Ford) 1’17.443
19 Zsolt Baumgartner (Minardi/Cosworth) 1’20.060
20 Gianmaria Bruni (Minardi/Cosworth) 1’20.115

Trulli em Final de semana perfeito conquista 1ªVitória na Formula 1 nas consagradas ruas de Monte Carlo

A Temporada de 2004 estava tendo somente um nome: Michael Schumacher, passaram 5 corridas daquela temporada e o Alemão abocanhou todas elas mostrando uma grande forma, Talvez maior do que a do campeonato de 2002, Com um Carro que era melhor que o carro de 2002. Ele estava a uma vitória de superar o recorde que era de Nigel Mansell como o maior vencedor em sequência no começo de temporada que em 1992 ganhou as 5 primeiras corridas da temporada daquele ano com a Arrasadora Williams FW14-Renault.

Mas a corrida de Mônaco era a 6ªcorrida da temporada e tudo poderia acontecer naquela corrida. Tanto é que aconteceu nos Treinos um resultado inesperável; Trulli com a Renault foi o pole position, Ralf Schumacher fez o segundo tempo, Mas tinha sido punido com 10 posições no Grid de Largada e com isso Jenson Button herdou a primeira fila que seria do Ralf, Na Segunda fila largavam Alonso com a Renault e Schumacher com a Ferrari e na Terceira fila largavam Kimi Raikkonen e Rubens Barrichello, Com essas e outras será que estaria descartada uma vitória para Schumacher???

Honestamente não, Mas a Ferrari não rendia como rendeu nas primeiras provas da temporada nas ruas de Mônaco esse era o problema. Bom foi tentada dar uma largada só que o Carro de Olivier Panis deu problemas quando os pilotos partiram para a largada, Dai tivemos um novo procedimento de largada e com essa segunda preparação para a largada por causa do regulamento a corrida perdeu em uma volta em sua duração e depois de uns 5 a 10 minutos os pilotos foram para uma nova volta de apresentação e para uma nova largada, Dessa vez nada deu errado e os pilotos puderam largar, Alonso largou muito bem e tomou o segundo lugar, Mas quem fez a largada das largada foi Takuma Sato que saiu da 7ªPosição para a 4ªPosição com direito a toque em cima do Schumacher na Largada. Na Curva da antiga estação Galli o piloto Christian Klien com a Patética Jaguar acabou batendo e deixando a corrida e olha a idiotice que aconteceu, A Jaguar tinha colocado um diamante de 200 mil dólares na bico de seu carro e o que aconteceu, O Diamante foi perdido nesse acidente, Se alguém encontrou provavelmente deu uma de mudo, Surdo e Cedo. Não deve ter tido nada. (Na Boa, O que tem na cabeça do cara que coloca um diamante no bico do carro de Formula 1). Pelo menos uma boa notícia para o Panis e que ele conseguiu largar após tantos problemas que ele teve nos procedimentos de largada. Enquanto que Trulli, Alonso e Button fugiram na frente o Japonês Takuma Sato começou a segurar todo mundo, Mas dava para ver que o carro dele estava fumando.

E dai na Terceira volta quando ele chegava os S da Piscina o Motor Honda explodiu deixando a confusão para todo mundo dessa Forma Coulthard acabou ficando sem visão e Fisichella que não viu nada acabou capotando e com isso o Safety Car teve que inevitavelmente entrar na pista para que a pista fosse limpa, Fisichella não sofreu nada além do susto, Por que não teve logo a bandeira amarela pela batida do Klien: Por 2 motivos, 1ª por que a curva da antiga estação é bem lenta e segundo por que Mônaco tem um trabalho dos fiscais excelente o que fez o carro do piloto sair, Só para se ter uma ideia eles tinham um guindaste para tirar o carro rapidamente. Classificação após 3 Voltas de corrida: 1. Trulli, 2. Alonso, 3. Button, 4. Raikkonen, 5. M.Schumacher, 6. Barrichello, 7. Montoya, 8. Webber, 9. Da Matta, 10. Massa, 11. Heidfeld, 12. Pantano, 13. Bruni, 14. Panis, 15. Baumgartner, 16. R.Schumacher, Naquela altura da corrida já tínhamos 25% dos pilotos fora da prova.

A Relargada aconteceu na Volta de Número 8 com Trulli continuando na ponta com Alonso e Button atrás tentando acompanhar, Já Montoya foi com tudo para cima de Barrichello e acabou conseguindo a ultrapassagem aproveitando um descuido do piloto Brasileiro para conseguir a 6ªposição com a sua Williams-BMW e era nítido depois que a Ferrari de Barrichello estava pior do que a Ferrari do Schumacher tanto é que Rubens era pressionado pelo Mark Webber que tinha a igualmente patética equipe Jaguar que mais parecia um gatinho mansinho, Enquanto isso Montoya estava sim feito uma fera para cima de Schumacher e olha que a Ferrari era o carro do ano e a Williams-BMW Deixava a desejar em Desempenho.

Classificação após 10 Voltas Completadas: 1. Jarno Trulli, 2. Fernando Alonso a 0.894, 3. Jenson Button a 2.599, 4. Kimi Raikkonen a 4.109, 5. Michael Schumacher a 5.538, 6. Juan Palbo Montoya a 6.837, 7. Rubens Barrichello a 9.982, 8. Mark Webber a 10.805, 9. Cristiano da Matta a 12.489, 10. Felipe Massa a 13.914, 11. Nick Heidfeld a 15.612, 12. Giorgio Pantano a 16.554, 13. Gianmaria Bruni a 25.287, 14. Olivier Panis a 25.559, 15. Ralf Schumacher a 27.514, 16. Zsolt Baumgartner a 19.648.

Enquanto que as Renault iram embora o Motor da Jaguar de Mark Webber quebrou e deixando o 8ºlugar para o Brasileiro Cristiano da Matta e o 9ºlugar para o Felipe Massa, Ambos com uma tática diferente de corrida dos líderes.

Na 13ªVolta Montoya foi o primeiro a parar nos boxes e fizeram uma troca de pneus e muito combustível enquanto Trulli com 1:15.663 fazia a melhor volta da corrida, Giorgio Pantano com problemas no seu problemático Jordan vai para os boxes e perdeu muito tempo, No minuto seguinte a parada o motor de Pantano fumou nos boxes e com isso deixou a corrida com apenas 14 competidores.

Schumacher vinha para cima de Kimi Raikkonen para lutar pela 4ªposição com um carro bem melhor do que do Finlandês era o Ferrari F2004 contra o problemático MP4-19. Na 18ªVolta Jenson Button foi para os boxes para a sua primeira parada fazendo um bom trabalho voltando em 7ºlugar, Para Bruni a festa acabava por ai, Problemas com o carro da Minardi fazem ele perder tempo.

Kimi Raikkonen na volta seguinte foi para os boxes fazer sua primeira parada sendo ele o Button os únicos a fazerem uma parada nos boxes. Rubens Barrichello que completava 32 anos no dia da corrida fez sua primeira troça na entrada da 21ªvolta voltando em 8 lugar. Jarno Trulli voava na pista com 1:14.976 sendo a melhor volta da corrida, Mas Schumacher fazia a melhor volta 1:14.809 tomou essa melhor volta da corrida. Classificação após 20 voltas completadas: 1. Jarno Trulli , 2. Fernando Alonso (a 3.462), 3. Michael Schumacher (a 9.375), 4. Cristiano da Matta (a 27.797), 5. Jenson Button (a 28.770), 6. Kimi Raikkonen (a 36.206), 7. Rubens Barrichello (a 46.249), 8. Nick Heidfeld (a 58.961).

Michael Schumacher estava começando a andar rápido fazendo 1:14.639 seria a melhor volta da corrida na 22ªPassagem, Junto de Trulli eles estavam dando um show de voltas mais rápidas, na 23ªVolta com 1:14.439 ele baixou a melhor volta da corrida e era nisso que o Schumacher fazia e esperava fazer a corrida cair no colo dele. Trulli no final da 23ªVolta entrou nos boxes e fez uma parada de 8.5 parado nos boxes o que é considerado uma parada rápida, Na Volta anterior Cristiano da Matta fez a primeira parada nos boxes, Na volta seguinte Alonso e Panis foram para os boxes para a primeira parada, Com isso Michael Schumacher que não tinha feito a parada ainda assumiu a liderança da corrida, Se tiver reservas ele iria tentar tirar toda a diferença para o Trulli e Alonso. Mas isso não aconteceu por que Schumacher teve de ir aos boxes na entrada da 26ªVolta. Com isso Trulli assumiu a ponta da corrida com Alonso em 2º e Schumacher já estava na terceira posição, As voltas rápidas fizeram a diferença para tomar posição em cima de Jenson Button.

Após 26 voltas a classificação dos primeiros colocados estava assim: 1. Trulli, 2. Alonso, 3. M.Schumacher e a diferença era de 7.232 segundos do Trulli que era o líder para Schumacher que era o 3ºlugar. Já no pelotão do inferno Montoya estava a várias voltas atrás do Nick Heidfeld com a Fraquíssima Jordan-Cosworth na luta pelo 8ºlugar, era um ponto para a Jordan que estava na pindaíba e precisando de dinheiro para sobreviver. Enquanto isso o Carro de Raikkonen era recolhido para a garagem com problemas de Motor, Fim de corrida para a Mclaren que vivia o inferno astral naquele momento na Formula 1.

Montoya tentou na chicane depois da saída do Tunel a primeira tentativa de ultrapassagem o que não resultou em Sucesso para o piloto Colombiano, Na segunda tentativa Montoya finalmente conseguiu depois da saída da Mirabor a ultrapassagem e assumiu a 7ªposição e Heidfeld precisaria se virar para segurar Felipe Massa que vinha com muito mais carro do que Heidfeld. Com trinta voltas completadas somente 12 carros estavam na corrida.

Trulli já estava dando volta em Felipe Massa e em Nick Heidfeld depois, Nessa Massa tentou passar Heidfeld num possível espaço na Antiga estação, Esse espaço não ocorreu e com isso Heidfeld conseguiu manter posição.

Trulli perderia tempo com as ultrapassagens, Mas ainda tinha vantagem para Alonso e Schumacher e todos eles tiveram que fazer ultrapassagens sobre todos os retardatários que o Trulli passou. Classificação após 32 voltas: 1. Trulli, 2. Alonso, 3. M.Schumacher, 4. Button, 5. Barrichello, 6. Da Matta, 7. Montoya, 8. Massa, 9. R.Schumacher, 10.Heidfeld, 11. Panis, 12. Baumgartner. Massa tinha agora a 8ªposição pois Heidfeld tinha feito a segunda parada nos boxes.

Schumacher teria também de se cuidar com Jenson Button que vinha muito bem com a BAR e conseguia acompanhar de forma razoável ao Schumacher mostrando estar em excelente fase com o carro da equipe inglesa e também com os motores Honda que empurravam bem. As coisas pareciam se acalmar na corrida com Trulli, Alonso, Schumacher e Button sobre controle nas 4 primeiras posições e esperando a segunda parada nos boxes que seria a última para a maioria deles ou para todos eles.

Mas na volta 42 Fernando Alonso acabou batendo sozinho na saída do Túnel após pegar a parte suja da pista e perder o controle do seu Renault e deixar a corrida. Com isso o Safety Car entrou na pista. Muitas histórias tem sobre essa batida, Alonso reclamou do Ralf Schumacher chamando ele de Idiota e que nem valia a pena ficar irritado com ele isso depois dele sair do carro, Sabemos que o Ralf não é querido pela turma da Formula 1, Mas com certeza nesse dia o Alonso estava nem querendo ver Ralf pintado de outro. Nesse Safety Car acabou o Trulli se aproveitando para ir para a segunda parada dos boxes. Com toda essa confusão o Michael Schumacher era o líder da corrida, Mas sem a segunda parada nos boxes, ele poderia voltar até na quarta posição depois da parada nos boxes. O Mesmo fez a Equipe de Jenson Button, Barrichello não tinha parado e poderia devolver o pódio para o Alemão. Mas … Senta que lá vem á História!!!!

Na Volta 46 Schumacher Freia de maneira forte e o Montoya bate de lado no Schumacher que acabou perdendo o controle de sua Ferrari e encontrar o muro no final do Túnel, Pois isso todo mundo se espantou de o Schumacher aparecer com o Carro destruído quando ele até poderia ter chance de levar a 6ª vitória seguida. Mas com essa batida ele foi obrigado a abandonar a prova e com isso a disputa da vitória caiu no colo de três pilotos que eram o Trulli, o Button e o Barrichello. Montoya em 4º ainda iria continuar na corrida mesmo com esse incidente com o Schumacher, Mas honestamente a FIA tinha que ter punido o Montoya por causa dessa atrapalhada do Colombiano.

A Corrida recomeçou na volta 46 com o Trulli partindo na liderança da corrida com o Button em 2º e Barrichello em 3º que ainda não tinha feito a parada e com apenas 10 carros na corrida até o Baumgartner tinha possibilidade de pontuar com a Minardi.

Trulli estava liderando a corrida com boa vantagem sobre Button com quase 5 segundos na frente de Button, Barrichello em 3º faria a parada ainda, Montoya continuava na corrida sem ter sofrido nada nem no carro e nem pelos comissários de corrida, Barrichello faria a parada nos boxes com toda a tranquilidade pois Barrichello tinha mais de 1 minuto de vantagem sobre Montoya Classificação após 51 Voltas completadas: 1. Trulli, 2. Button (a 6.721), 3. Barrichello (a 15.356), 4. Montoya (a 1 Volta) , 5. Da Matta (a 1 Volta) , 6. Massa (a 1 Volta) , 7. Heidfeld (a 1 Volta), 8. R.Schumacher (a 2 Voltas), 9. Panis (a 2 Voltas) , 10. Baumgartner (a 5 Voltas).

Quando foi anunciado uma punição para Cristiano da Matta por ignorar bandeira azul lamentavelmente pela corrida que vinha fazendo com o carro ruim como o da Toyota, Com isso Felipe Massa e Nick Heidfeld estavam ansiosos para tomar a posição de Cristiano da Matta, Mas apenas Felipe Massa conseguiu ganhar posição já que o Brasileiro voltou na frente do Heidfeld.

Barrichello fez sua segunda parada na volta 54 voltando tranquilamente em 3ºlugar.

Trulli começava a ver sua vantagem diminuída, Jenson Button estava voando baixo para lutar pela vitória com o piloto da Renault que dominava a corrida mais que se via que o carro da BAR melhor na parte final de corrida de prova e a diferença vinha caindo volta a volta o que poderia provocar uma briga pela vitória. Também lutando por posição Cristiano da Matta se aproximava de Felipe Massa isso pela 5ªposição da corrida, Posição que o mineiro queria recuperar após a punição que ele sofreu.

Classificação após 64 Voltas: 1. Trulli, 2. Button (a 4.963), 3. Barrichello (a 54.177), 4. Montoya (a 1 Volta), 5. Massa (a 1 Volta), 6. Da Matta (a 1 Volta), 7. Heidfeld (a 1 Volta), 8. R.Schumacher (a 2 Voltas)

No final da corrida a Williams de Ralf Schumacher foi para o espaço faltando poucas voltas do final e com isso Panis que estava cheio de problemas com a Toyota entrou na zona de pontuação e poderia sobrar alguma coisa para o Zsolt Baumgartner com a Minardi que iria subir para o 9ºlugar.

Trulli tentava manter a diferença, Mas Button dizimou ela totalmente essa vantagem (Parte por que no final Heidfeld acabou atrapalhando Trulli em uma volta) e tentou um ataque para tomar a vitória de Trulli na ultima volta… , Mas acontece que Zsolt Baumgartner que continuava na corrida com toda a sua limitação do carro e desse piloto Húngaro que estava na Minardi por causa do dinheiro que ele tinha para ajudar a pagar as contas da equipe, Ele ainda esperava alguma coisa pois ele estava em 9ºlugar na corrida, Mas ele tinha tomado 5 voltas do líder da corrida e na Volta final ele apareceu para tomar a 6ªVolta do Líder de Trulli e Button. O Trulli passou sem problemas, Mas o Button não conseguiu passar o piloto da Minardi pois ele acabou ficando depois da saída do Túnel e dai o Inglês Tempo.

Como diria o Galvão: “Encosta o Carro Baumgartner!!” E dai esse cidadão que ficou em 9ºlugar com a Minardi acabou com a chance de Vitória de Jenson Button. Quem agradece foi Jarno Trulli que ficou 7 anos sem ganhar corrida nenhuma e conquistou sua primeira vitória na Formula 1. Foi o melhor momento da sua carreira na Formula 1, Com Jenson Button em segundo que repete o melhor resultado na categoria naquele momento e Rubens Barrichello no dia do seu aniversário conseguiu o pódio apesar de não ter tido um desempenho muito bom, Montoya em 4º e Felipe Massa acabou levando melhor na disputa com Cristiano da Matta por meio carro na luta pelo 5ºlugar e Heidfeld e Panis completaram a zona de pontuação.

Ao sair do carro Trulli comemorou com Flávio Briatore, Aquele momento foi um momento especial para o Italiano que hoje esta Montando uma equipe na Formula E após boa passagem pela Formula 1.

Resultado final do GP de Mônaco de 2004

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: F1 Olivier

F1 Formula 1 Formula 1 - 1982 Fotos História Ligier

Especial Ligier : Temporada de 1982

Published by:

1982, ano que ficou marcado como um ano maluco e Trágico na Formula 1 e para a Ligier foi um ano muito confuso por causa de um conflito interno que acabou atrapalhando nas decisões da equipe nessa temporada. Os Motores Matra continuaram na equipe e também o Francês Jacques Laffite e foi contratado o jovem piloto Americano Eddie Cheever que veio da equipe Tyrrell, Para as primeiras corridas do campeonato a Ligier usaram o Chassi JS17 que acabou bem o ano de 1981. Ai se imaginava que a Equipe iria ter um desempenho pelo menos digno.

Mas o que se viu foi que o chassi estava ultrapassado e a equipe estava desorganizado, Na primeira corrida na África do Sul Laffite largou em 11º e Cheever em 17º, Mas ambos deixaram a corrida com problemas de injeção de combustível. Já no Brasil a Ligier conseguiu ser patética e ficar quase na porta de serem eliminados no treino de Classificação Laffite largou em 24º e Cheever pegou a última vaga do Grid por causa de 38 milésimos mais rápido do que o tempo do Téo Fabi que ficou com a primeira posição dos eliminados. E Na corrida Ambos deixaram a corrida sem fazerem nada na corrida.

Depois dessa corrida o JS17 foi aposentado e eles lançaram o JS17B para correr a partir da corrida de Long Beach A Ligier teve uma melhora no seu grid: Cheever em 13º e Laffite em 15º e na corrida Cheever fazia uma grande corrida chegando a esta na 5ªposição até o Câmbio quebrar faltando poucas voltas do final, Já Laffite deixou abandonou por causa de uma batida, Em 3 corridas a Ligier não completou nenhuma prova com seus dois pilotos ainda.

A Partir da Bélgica na primeira corrida que a equipe disputou por que ela acabou boicotando a prova de San Marino junto com outras equipes, Na fatídica corrida na Bélgica em 1982 a Ligier não foi nada bem nos treinos com um 16º de Cheever e um 19º de Laffite, Mas ao contraio das primeiras etapas do campeonato na corrida o carro andou muito bem e ao final de 70 Voltas Cheever alcançava a 4ªposição e Laffite em 10ªlugar, Mas com a Desclassificação de Niki Lauda por ter o carro abaixo do peso mínimo do carro o Conduziu o jovem norte-americano para o primeiro pódio da carreira.

Já em Mônaco animado com o resultado da Bélgica com um novo carro, O JS19. Mas o resultado do final de semana foi um balde de água fria, Ambos os pilotos conseguiram se classificar para a corrida (Cheever em 16º e Laffite em 18º) Na corrida ambos deixaram a prova e o que mostrou que o Chassi ainda estava pouco desenvolvido para disputar corridas e com isso o JS17B volta em cena em Detroit aonde a Ligier tem seu melhor final de semana, Eddie Cheever largou em 9ºlugar e correndo em casa só termina atrás do vencedor da corrida que foi o John Watson e Laffite largando do 13ºlugar completando a prova em 6ºlugar, Aliás o francês estava fazendo um ano muito aquém do que ele fez na temporada passada. Com todos os problemas da Ligier eles já tinham 11 pontos no campeonato.

Na prova que marcou a metade do campeonato no Canadá marcada pela morte dramática de Ricardo Paletti acabou Eddie Cheever quase conseguindo o 4ºlugar mas acabou fora dos pontos por falta de combustível após largar do 12ºlugar. Laffite largando em 19º abandonou a corrida nas primeiras voltas.

Após essa corrida a Ligier resolve recolocar o JS19 na pista, Só que ainda mantem o JS17B com um dos pilotos, Na Holanda Laffite largou em 21º e Cheever com o JS19 nem conseguiu a classificação fazendo com que o Francês representasse sozinho o time Francês o que não adiantou muito pois Laffite deixou a corrida. Na Inglaterra em Brands Hatch o JS19 foi conduzido pelo Francês Jacques Laffite que conseguiu levar o carro ao 20ºlugar no Grid de largada e Cheever com o JS17B largou em 24ºlugar. Na corrida Laffite fazia uma grande corrida e quando chegou ao 6ºlugar acabou por quebra de Câmbio deixando a corrida, Já Cheever fazendo boa corrida de recuperação até deixar a prova com problemas de Motor.

    Cheever conquistou 3 pódios na temporada de 1982

Cheever conquistou 3 pódios na temporada de 1982

Depois desses resultados o JS17B é deixado de lado e o JS19 foi colocado em cena pelo resto do ano pois já julgava que o JS19 já tinha melhor desempenho do que o Chassi anterior, Mas na França uma corrida apagada, Laffite largou em 16º e completou a prova em 14º e Cheever largou em 19º e completou em 16º, Na Alemanha as coisas melhoraram um pouco até por que Laffite largando do 15ºlugar e conseguiu chegar nas primeiras posições na corrida até ter problemas de manuseio do carro e deixar a prova. Cheever largou em 12º e também deixou a prova por manuseio, Na Áustria numa corrida em que 19 pilotos deixaram a prova o Francês Jacques Laffite tendo a Ligier que mais quebrava do que terminava corridas acabou completando a prova em 3ºlugar após largar em 14ºlugar. Cheever largou em 22ºlugar e deixou a prova com problema na válvula do seu carro.

Na parte final da temporada a Ligier melhoraria muito, Não foi no caso da corrida da Suíça em Dijón na França aonde os dois pilotos da equipe não conseguiram levar o carro a um bom desempenho Laffite deixou a prova por problemas de manuseio do seu carro após largar do 13ºlugar e Cheever não se classificou pois ficou a 10 voltas do vencedor após largar do 16ºlugar.

Na Itália Cheever fez mais uma grande final de semana ao largar do 14ºlugar e terminar a corrida no 6ºposto marcando mais um ponto na temporada, Laffite já não foi bem largando do 21ºlugar e abandonou com problemas de Câmbio na 5ªVolta, Na prova derradeira de 1982 no estacionamento de um Casino em Las Vegas Cheever fez um final de semana fantástico largando da 4ªposição que foi a melhor posição da Ligier em 1982 ele correu o tempo inteiro nos primeiros lugares e acabou no pódio na 3ªposição levando o terceiro pódio na Temporada e o 4ª da Ligier no ano, Laffite largando do 11ºlugar acabou abandonando com problemas de ignição.

Após todos os conflitos internos na Ligier que acabaram refletindo nas pistas a Ligier quebrou demais na temporada, Mas ainda assim levou 20 pontos na temporada e confirmando o talento que era o Eddie Cheever que levou 15 dos 20 pontos da Ligier, Já Laffite ficou a desejar no campeonato marcando apenas 5 pontos.

Foram 4 pódios em 29 corridas na temporada levando o time ao 8ºlugar no mundial de construtores que pelo que o time sofreu em 82 estava de bom tamanho, Com o fim do efeito Solo em 1983 a Ligier partiria para a próxima temporada sem os dois pilotos pois Cheever iria para a Renault e Laffite iria para a Williams. Seria uma nova fase para o time francês, Se seria melhor ou não veremos no próximo post da temporada de 1983.

Números da Ligier em 1982:

Gps: 30 (Largou em 29 Gps)
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios:3
Pontos: 20
Motor: Matra MS81 -12 Cilindros
2.993 Cm³ -520 cavalos em 13.000 RPM
Pilotos:
Eddie Cheever
Jacques Laffite
Número de Voltas Completadas: 1.134
Pneus: Michelin

Ligier JS17
Projetistas: Gérard Ducarouge (Diretor Técnico) e Michel Beaujon (Design)
Chassi: Monocoque em Alumínio
Peso: 585 kg
Transmissão: Hewland FGB 400 com 5 Marchas
Combustível e Lubrificante: Elf
Amortecedores: Koni
Freios: Freios a  disco
Comprimento:
Distância entre eixos: 2780 mm
dianteira: 1710 mm
traseira: 1678 mm

Ligier JS17B
Projetistas: Gérard Ducarouge (Diretor Técnico) e Michel Beaujon (Design)
Chassi: Monocoque em Alumínio

Ligier JS19
Projetistas: Gérard Ducarouge (Diretor Técnico) e Michel Beaujon (Design)
Chassi: Monocoque em Alumínio
Peso: 590 kg
Transmissão: Talbot-Ligier/Hewland com 5 Marchas
Combustível e Lubrificante: Elf
Comprimento
Distância entre eixos: 2700 mm
dianteira: 1800 mm
Via traseira: 1600 mm

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Bestlap / Formel1mic

Capítulos Anteriores:

Temporada de 1976
Temporada de 1977
Temporada de 1978
Temporada de 1979
Temporada de 1980
Temporada de 1981

F1 Formula 1 Formula 1 - 1981 Fotos História Ligier

Especial Ligier : Temporada de 1981

Published by:

1981

A Ligier partia para a sua 6ªTemporada, e tentando buscar ascender mais e mais e dessa vez tentando o Titulo dos Construtores e dos Pilotos. para isso a equipe manteve o seu principal piloto o Francês Jacques Laffite, Trocou os motores Ford Cosworth pelos Matra que ganhou mais de 40 cavalos de potência e contratou o Francês Jean-Pirrie Jabouille, Mas como ele não tinha condições de corrida, então o outro Francês Jean-Pirrie Jarier para substituir Didier Pironi que iria pilotar pela Ferrari. Com a manutenção da estrutura, a Ligier era uma das candidatas ao Titulo junto com a Williams, Brabham, Renault e Ferrari.

Mas infelizmente o inicio os resultados não foram muito animadores. na Estreia em Long Beach um 10ºlugar de Jarier e 12ºlugar de Laffite no Grid, Mas Ambos não completaram a corrida, Jarier com problemas na bomba de combustível e Laffite por causa de Colisão. Na Segunda corrida a equipe já teve um desempenho um pouco melhor, Mas muito longe das suas expectativas. No Chuvoso GP do Brasil Laffite que largou em 16º terminou a corridaem 6º e marcou seu primeiro ponto na temporada e Jarier Largando do 23ºlugar completou a prova em 7ºLugar.

Jean-Pirrie Jabouille volta ao time a partir da etapa da Argentina, Mas nem nessa corrida e nem em San Marino a Ligier se saiu bem, Na Argentina Jabouille nem conseguiu colocar o carro no Grid de largada e acabou não classificado em San Marino, Enquanto que Laffite não completou ambas as corridas.

Só a partir do GP da Bélgica é que a Ligier consegue um grande resultado, Jacques Laffite largaria em 9ºlugar e após 54 voltas em Zolder o Francês chegou a 36 segundos atrás de Carlos Reutemann que venceu a corrida e foi para o pódio junto do Argentino Reutemann e do Inglês Nigel Mansell, Jabouille largou em 16ºlugar e acabou abandonando com problemas de Transmissão.

Em Mônaco Jabouille teve outro fracasso, não classificando para a prova em Mônaco, Mas Laffite  teve mais um final de semana feliz, Após largar da 8ªposição e encerrar a prova em 3ºlugar chegando de novo ao pódio.

Na Corrida seguinte em Jarama na Espanha Laffite faz grande final de semana, Com 1:13,754 ele garantiu a primeira pole na temporada de 1981 para a Ligier que pelo menos para o Veterano piloto francês de 37 anos vinha em ascensão, Já Jabouille largava em 19º quase 3 segundos mais lento que Laffite.

Na Corrida Laffite teve uma péssima largada caindo para o 11ºlugar, Mas partindo de uma recuperação incrível o Francês galgou posição a posição até que na volta 62 quando Laffite passou a John Watson assumindo o 2ºlugar. E Dai Laffite lutou para ultrapassar ao Canadense Gilles Villeneuve, Mas era o dia de Gilles que com uma Ferrari que se mostrava uma decepção não tão grande como a de 1980 mas ainda assim com um desempenho decepcionante ele conquistou a vitória com Laffite, Watson, Reutemann e De Angelis todos separados por apenas 1.231 segundos, Em Três corridas Laffite conseguia 16 pontos dos 17 que ele já tinha conquistados na temporada e estando na 5ªposição no campeonato, a Ligier tinha naquele momento tinha a 4ªposição com os 17 pontos feitos por Laffite contra 61 da Williams, 26 da Ferrari e 25 da Brabham, Com a Williams dominando era praticamente impossível lutar pelo campeonato de construtores já com que a Ligier não tinha um segundo piloto. E Para Jabouille o GP da Espanha foi o último GP da Carreira, Ele devido a um acidente em 1980 no GP do Canadá quando estava na Renault ele teve a perna quebrada e os desempenhos dele mostraram sua falta de Condições físicas. Com isso Jabouille saiu da equipe e para o seu lugar entrava um piloto que estava na Theodore (Equipe de F1 de Hong Kong) O Jovem Partick Tambay que já tinha feito um ponto no campeonato com esse carro de equipe pequena.

Tambay Estreou na Ligier no GP da França na casa da equipe Azul, Mas não fez muita coisa, Largou em 16º e acabou tendo problemas de Rolamento de Roda e deixou a corrida, Já Laffite que largou em 6ºlugar teve problemas na suspensão e deixou a prova.

Na Inglaterra um Grid fraco para Laffite e Tambay, eles largaram em 14º e 15ºlugar respectivamente, Na Corrida Laffite fez grande corrida e conseguiu o pódio na 3ªposição, Já Tambay abandonou a corrida com problemas de Ignição. A Mesma coisa acontece na Alemanha, Laffite novamente no pódio em 3ºlugar após largar numa posição melhor (7ºlugar), Já Tambay Continuava tendo azar, Após largar na 11ªposição o Francês abandonava a corrida. Se para Laffite ele estava mantendo alguma chance de Título para a Ligier era ruim pois estavam tendo pontuação apenas com 1 piloto e isso estava comprometendo o campeonato de Construtores para eles.

Na Áustria na fantástica pista de Osterrechring Laffite largou na 4ºposição com seu Ligier-Matra e fazendo uma grande corrida o velho Francês levou a Ligier a 7ªvitória na sua História na Formula 1, Laffite passou as Ferraris de Villeneuve e Pironi, Passou Piquet e depois esperou a Quebra de Prost e na volta 39 Laffite passou a Arnoux e administrou a Vitória após 53 voltas numa chegada apertada entre ele, Arnoux, Piquet e Jones. Laffite passava a ter 34 pontos e estava a 11 de Reutemann e a 5 de Piquet na terceira posição o título de pilotos começava a ser muito possível para esse grande piloto Francês. Já Tambay largou em 17ºlugar a acabou deixando a prova ainda na parte inicial de prova com problemas de Motor.

Na Holanda e na Itália foram corridas para se esquecer, Na Holanda Laffite largou em 6º e Tambay em 11º e acabaram ambos batendo e deixando a corrida. Já na Itália Laffite largaria em 4º e Tambay largaria em 15º lugar e o vilão dessa vez foi furo de pneu em ambos os carros. Com duas provas para terminar o campeonato o Título para Laffite se via distante das suas mãos com 34 pontos ele estava a 15 pontos sobre Reutemann e a 12 sobre Piquet além dos 3 pontos sobre Prost e Jones. Mas tudo poderia acontecer com 18 pontos ainda em jogo.

E não é que aconteceu o Diluvio em Montreal, Todo mundo se lembra da Heroica pilotagem de Gilles Villeneuve, Mas Laffite fez uma corrida espetacular nesse dia e largando da 10ªposição o piloto Francês venceu a corrida e com os 9 pontos ele saiu do Canadá ainda com possibilidades de título com um carro  que se demonstrava não ser muito rápido, Mas que com o Talento de um piloto como Laffite compensou as deficiências do equipamento. Se Laffite levava a Ligier para a 8ªvitória na sua carreira o outro piloto da equipe Partick Tambay abandonava sua 7ªcorrida em 7 participações na Ligier com problemas de Rotação que obrigaram ele a deixar a prova mais uma vez nas primeiras voltas de prova.

Em Las Vegas num estacionamento de um Casino seria realizada a decisão do Título de 1981 entre Reutemann com 49, Piquet com 48 e Laffite com 43. Laffite só tinha uma opção para ser o campeão: Se ele vencesse a prova desde que Reutemann não passasse do 5ºlugar e que Piquet não passase do 4ºlugar para que a Festa do campeonato seja Francesa.

Os Treinos Partick Tambay conseguiu a 7ªposição no Grid de largada e Laffite um 12ºlugar contra o 1º de Reutemann e o 4ºlugar de Piquet.

A Corrida foi uma coisa de doido, Partick Tambay teve um acidente doido, a Parte da frente foi destruída de uma forma que não sabemos como foi, O piloto estava mancando depois do acidente. Já Laffite viu problemas com o Reutemann e Estava na Frente de Piquet, até a metade da corrida parecia que as coisas conspiravam a favor do piloto Francês, Mas Faltando 30 voltas para o final seu carro perde rendimento e ele cai lá para trás, para o 8ºlugar, Ainda no final consegue ganhar posições de Reutemann e de Watson e com isso salva um ponto, Mas que foi insuficiente para conquistar o título até por que Piquet fez 2 pontos com o 5ºlugar e faturou o campeonato de 1981, Laffite perdeu o terceiro lugar para Alain Jones e acabou o campeonato com 44 pontos ganhos com 2 vitórias, 1 pole, 7 Pódios e 1 melhor volta. E os mesmos 44 pontos a Ligier levou na temporada já que nenhum dos pilotos que correu como companheiro de Laffite conseguiu marcar algum ponto no campeonato. A Ligier fechou o ano em 4ºlugar no Mundial de construtores, As Atenções estavam agora voltadas para a temporada de 1982 e as expectativas são as melhores já que eles já estavam entre as melhores equipes da Formula 1 na era atual.

Números da Ligier em 1981:

GPS: 30 (Largou em 27 GPS)
Vitórias: 2
Poles: 1
Pódios: 7
Pontos: 44
Pneus: Michelin
Motor: Matra V12 3.0 Litros
12 cilindros em V – 2993 cm³
Potência: 520 Cavalos a 13.200 RPM
Pilotos:
Jacques Laffite
Jean-Pirrie Jabouille
Partick Tambay
Número de Voltas Completadas: 1.114

Ligier JS17
Projetistas: Gérard Ducarouge (Diretor Técnico) e Michel Beaujon (Design)
Chassi: Monocoque em Alumínio
Peso: 585 kg
Transmissão: Hewland FGB 400 com 5 Marchas
Combustível e Lubrificante: Elf
Amortecedores: Koni
Freios: Freios a  disco
Comprimento:
Distância entre eixos: 2780 mm
dianteira: 1710 mm
traseira: 1678 mm

 

Vídeo do Acidente do Partick Tambay em Las Vegas:

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Fotos: Bestlap / Formel1mic

Capitulos Anteriores:

Temporada de 1976
Temporada de 1977
Temporada de 1978
Temporada de 1979
Temporada de 1980