Category Archives: Fotos

Formula 1 Formula 1 - 2014 Fotos Marussia 2014

Avaliação da Marussia na metade do Campeonato

Published by:

A Marussia esta mostrando em 2014 que mesmo com pouquíssimo dinheiro e com dificuldades para sobreviver nessa categoria que é possível fazer um bom trabalho. Desde do começo da temporada se não tinha um carro capaz de impressionar e assombrar o mundo da Formula 1 pelo menos tinha um carro melhor que todos os outros carros que tinha feito no passado. No começo do ano disputa com a Caterham o 10ºlugar no campeonato de construtores e nesse momento não só ganha da Caterham com ganha da Sauber e se encontra no 9ºlugar no mundial de Construtores graças ao 9ºlugar de Jules Bianchi no GP de Mônaco que deu para a equipe Ânglo-Russa os primeiros pontos da sua história.

A Posição da Sauber ainda é uma posição frágil que pode ser perdida, Mas para a Caterham acho muito difícil até por que na Marussia eu vejo uma equipe sendo o oposto da sua adversária, Esta organizada, tem um bom motor, tem um piloto muito forte (Bianchi) e um outro não muito rápido mas constante (Chilton) que estão ajudando muito a se estabelecer na frente da Caterham na Formula 1.

Gps: 22
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 0
Melhor Grid: 12ºLugar na Inglaterra
Melhor Resultado: 9ºLugar em Mônaco
Número de corridas terminadas: 18
Número de voltas completadas: 1.172

Jules Bianchi

Em 2013 Bianchi substituindo de última hora Luiz Razia fez corridas muito boas mostrando seu grande talento que ele tem e que já faz por merecer um carro melhor pelo que ele fez na Marussia até agora, Começou o ano em baixa com dois abandonos, Mas logo ele se recuperaria na briga interna na equipe. Seu ponto alto nessa temporada foi o GP de Mônaco onde ele colocou a Marussia nos pontos pela primeira vez na história, Também destaco o GP da Inglaterra onde ele levou o carro da Marussia para o 12ºlugar no Grid de largada dessa prova, Seus desempenhos até agora junto a medíocre campanha de Kimi Raikkonen na Ferrari estão resultado que surjam boatos de colocarem o Francês no lugar do Homem de gelo na Ferrari até mesmo para completar a temporada de 2014 com o Kimi dispensado tamanha a moral que Bianchi conseguiu. Nota: 9

Números:
Gps: 11
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 0
Melhor Grid: 12ºLugar na Inglaterra
Melhor Resultado: 9ªLugar em Mônaco
Número de corridas terminadas: 8
Número de voltas completadas: 562 (80.52%)

Max Chilton:

Sabemos das limitações de Max Chilton como piloto, Mas pelo menos ele trabalha de forma correta, Sabedor de que não é um dos melhores pilotos ele completou 10 das 11 corridas nesse ano e isso ajudou ele a deter o recorde de corridas completadas com 25 corridas completadas seguidamente, Sua sequência parou por causa de uma batida na primeira volta do GP do Canadá atingido ao seu companheiro de equipe, é o seu único erro na temporada, tem como melhor grid 3 vezes a 17ªposição, Faz um ano acima das expectativas apesar do erro em Montreal e da sua evidente limitação. Nota: 6

Gps: 11
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 0
Melhor Grid: 17ºlugar na Austrália, Espanha e Inglaterra
Melhor Resultado: 13ºLugar na Austrália e no Bahrein
Número de corridas terminadas: 10
Número de voltas completadas: 610 (87.39%)

Facebook:

Marussia: https://www.facebook.com/MF1TeamOfficial – 376.741 Curtidas
Jules Bianchi: https://www.facebook.com/JBianchi.OfficialFanPage – 7.354 Curtidas
Max Chilton: https://www.facebook.com/MaxChiltonOfficial – 91.174 Curtidas

Twitter:

Marussia: https://twitter.com/Marussia_F1Team – 210.602 seguidores
Jules Bianchi: https://twitter.com/Jules_Bianchi – 110.456 seguidores
Max Chilton: https://twitter.com/MaxChilton – 113.239 Seguidores

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Marussia F1 Team

Caterham 2014 Formula 1 Formula 1 - 2014 Fotos

Avaliação da Caterham na metade da temporada

Published by:

Avaliação da Equipe:

Até agora a Caterham faz um ano totalmente frustrante, com a nova Formula 1 a equipe que tinha como dono o Malaio Tony Fernandes investiu muito dinheiro no time e ele esperava a equipe subir a sua capacidade como o fez em 2010 e 2011, Mas nos outros anos parece que o time vem em queda livre.

Nessa temporada eles estão tendo a melhor dupla de pilotos que já tiveram na sua história, tanto Kamui Kobayashi como Marcus Ericsson estão fazendo o possível para terem o melhor resultado com o CT05 que se mostrou um chassi muito ruim e de um Motor que tem sérios problemas que é esse motor Renault Turbo V6 que é um dos componentes que afundam essa equipe.

Com tudo isso Tony Fernandes desistiu da equipe (principalmente depois da Marussia ter conseguido pontuar em Mônaco) e vendeu para um Grupo Suíço-Árabe o que esta fazendo modificações na equipe, Mas colocar Colin Kolles que no que toca a mão vira fracasso. Pois em todos os times em que ele comandou ele fracassou, Cristijan Albers ainda não sabemos o que ele é capas de fazer.O fato é que não acredito em recuperação do time nesse ano e a culpa é praticamente de toda a cúpula do time e do setor de construção e isento os pilotos dessa culpa.

Grandes Prêmios: 22
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 0
Melhor Grid: 14ºlugar na Austrália (Kamui Kobayashi)
Melhor Classificação em Corrida: 11ºlugar em Mônaco (Marcus Ericsson)
Número de corridas completadas: 14
Número de Voltas Completadas: 971

Avaliação de Marcus Ericsson:

Os Números de Marcus Ericsson não animam muito, Mas nesse campeonato Ericsson esta fazendo um campeonato muito honesto que é muito prejudicado pelo número de abandonos, Todos eles por causa de problemas mecânicos do seu CT05-Renault Turbo V6. Isso se refletem no número de voltas do Sueco que tem o menor número de voltas entre os 22 pilotos que fizeram, Mas para quem esperava um desempenho irregular por causa dos anos dele na GP2 inclusive “eu” vejo no Ericsson um saldo positivo e espero que ele continue assim que dessa forma ele possa ter muitos anos na Formula 1 e tem do seu lado o melhor resultado da equipe no ano que foi em Mônaco. Nota: 7

Números:
Grandes Prêmios: 11
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 0
Melhor Grid: Austrália/Espanha/Hungria 19ºlugar
Melhor Resultado: Mônaco – 11ºlugar
Número de corridas terminadas: 6
Número de voltas completadas: 466 (66,76%)

Avaliação de Kamui Kobayashi:

Quando o Japonês chegou na equipe esperávamos uma mudança na história da Caterham pela garra, velocidade, Ousadia e talento do piloto Japonês e na primeira prova (O GP da Austrália) Kobayashi levou o carro ao 14ºlugar no Grid de largada. já na corrida uma falha de freio deixou o japonês na mão além de levar Felipe Massa pra fora da corrida de Forma não intencional e a prova disso foi que na Espanha o mesmo problema de Freio aconteceu com Kobayashi. De fato o piloto Japonês não esta conseguindo fazer o que ele fez na Toyota e na Sauber por pura incapacidade do Equipamento que ele tem. Apesar do melhor resultado da equipe no ano não seja dele ele vem tendo melhores resultados do que os resultados de Ericsson o que é normal por ele ser o líder da equipe nesse ano e tem ainda boatos de que ele saia da equipe o que eu acho injustificado (Apenas $$$ justifica isso). Nota: 8

Números:
Grandes Prêmios:11
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 0
Melhor Grid: Austrália 14ºlugar
Melhor Resultado: Malásia/Mônaco 13ºlugar
Número de corridas terminadas: 8
Número de voltas completadas: 505 (72,35%)

Facebook:
Caterham
https://www.facebook.com/CaterhamF1?fref=ts
Número de seguidores: 300.283 Curtidas

Marcus Ericsson: 11.268
https://www.facebook.com/MarcusEricssonOfficialF1Page?fref=ts

Kamui Kobayashi: 29.232
https://www.facebook.com/KamuiKobayashiOfficial?fref=ts

Twitter:

Caterham: https://twitter.com/caterhamf1 (212.017)
Marcus Ericsson: https://twitter.com/Ericsson_Marcus (28.270)
Kamui Kobayashi: https://twitter.com/kamui_kobayashi (153.197)

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Caterham F1

F1 Formula 1 Formula 1 - 2008 Fotos História Super Aguri

Especial A História da Super Aguri – Temporada de 2008

Published by:

As Últimas corridas da Super Aguri na Formula 1

A Super Aguri começou 2008 sem saber se poderia existir, graças ao calote que a Petrolífera SS United a equipe ficou seriamente ameaçada de não correr em 2008, a Aguri só conseguiu começar a temporada de 2008 graças a uma parceria com o Grupo Magma Group. um Grupo Inglês de gerenciamento automobilístico. A Super Aguri corre as 3 Primeiras etapas tentando se Reestruturar. Com um carro Horrível da Honda no ano passado: O RA107 rebatizado para SA08 e os mesmos pilotos do Ano Passado. Takuma Sato e Anthony Davidson. a Super Aguri iria precisar de sorte para não ser a pior equipe do Mundial.

Na Austrália a Super Aguri não passou dos 4 últimos lugares do Grid. Na Corrida Anthony Davidson abandonou na Primeira volta. Takuma Sato sobreviveu até a metade da corrida tendo até esperança de Marcar pontos já que naquele momento tinha apenas 12 carros na corrida, Mas Sato abandonou por problemas eletrônicos. Na Malásia a Super Aguri foi o mesmo Grid, Sato e Davidson na Última Fila, na corrida Anthony Davidson Terminou em 15º e Takuma Sato em 16º, em geral, um bom resultado para a Equipe do jeito que estava. No Bahrein a Aguri continuou na Mesma triste rotina, largando em 21º e 22º. Mas Estava terminando as corridas, Anthony Davidson tava conseguindo ser melhor que Takuma Sato, tanto é que ele chegou em 16º e Sato em 17º. Tudo indicava que a Aguri estava salva e que poderia fazer a temporada tranquilamente.

Mas ai, o acordo foi rompido, e para a desgraça da equipe a Honda não estava mais ajudando a Super Aguri financeiramente, a Equipe teve sua participação em Cheque do GP da Espanha de Formula 1, acabou que a equipe participou da corrida. Mas já estavam em pleno Clima de Despedida. Nos Treinos, a Mesma coisa, Última Fila para os dois pilotos da Super Aguri. Na Corrida Davidson abandonou, mas Sato conseguiu fazer a melhor corrida da Aguri na Temporada, chegou a estar perto da Zona de Pontos, Mas Sato terminou a corrida em 13º, foi a última corrida da Super Aguri da Formula 1.

O Fim da Super Aguri

Aguri Suzuki tentou ainda uma parceira com um Grupo Alemão e tentou conversar com a Honda para ver se a Fabrica japonesa poderia ajudar a Super Aguri. Mas o Fim já estava consumado quando Ross Brawn mandou só investirem em apenas 1 equipe e que deixassem a Super Aguri de lado. Na Semana da Corrida da Turquia a Super Aguri foi impedida de Entrar nos boxes com seus carros, matérias e motorhomes.

A Super Aguri estava praticamente morta, e na Terça-Feira antes da corrida da Turquia a equipe de Aguri Suzuki Fechava as portas depois de 41 grandes prêmios e de 4 pontos conquistados. Houve revoltas dos japoneses que são fãs de Takuma Sato, e não podiam acreditar no fim da Super Aguri, isso representaria que seu ídolo não participaria mais da Formula 1.

2008

GPs: 8
Vitórias:0
Poles:0
Pódios:0
Pontos:0
Motor: Honda
Corridas Completadas: 5
Pneus: Bridgestone
Voltas Completadas: 327
Chassi: SA08

Pilotos:

Takuma Sato (Japão)
Anthony Davidson (Inglaterra)

Histórico da Super Aguri GPs: 41
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 4
Melhor Resultado: 6ºLugar de Takuma Sato (GP do Canadá de 2007)
Pilotos:
Takuma Sato (Japão)
Yuji Ide (Japão)
Franck Montagny (França)
Sakon Yamamoto (Japão)
Anthony Davidson (Inglaterra)

A Super Aguri vai voltar nessa temporada agora pela Formula E, A Nova categoria que vai promover os carros elétricos nas competições vai começar a temporada no dia 13 de Setembro em Xangaí na China, O Time de Aguri Suzuki terá como pilotos o Português Antônio Felix da Costa e a Inglesa Katherine Legge, O Time ira se chamar Amlin-Aguri.

Fotos – Amlin-Aguri

 

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição
Fotos: Super Aguri/F1 Olivier/ Amuri-Aguri

História da Super Aguri : Temporada de 2006Temporada 2007

F1 Formula 1 Formula 1 - 1983 Fotos História Ligier

Especial Ligier : Temporada de 1983

Published by:

Com o final dos carros como eleito solo e com a ascensão dos motores Turbo na Formula 1 apesar da Ford Cosworth ter vencido o campeonato do ano anterior por causa da constância.

A Ligier após um ano Mediano para fraco, A equipe decidiu continuar com um motor aspirado, Assinou com o Tradicional Ford Cosworth DFV V8 que tinha ganho o campeonato de 1982 com a Williams, Projeta o JS21, um carro que praticamente não existia os Air box do carro na laterais do carro, ele era praticamente um carro palito, Seus pilotos para 1983 seriam o Veterano Jean-Pirrie Jarier que desempenhou um papel muito bom na temporada de 1982 pela Osella e para segundo piloto a equipe contratou Raul Boesel que veio da March que se retirou após a temporada de 1982. E de uma certa Forma a equipe francesa repetia a Formula de 1982 com um piloto bem experiente como era Jarier com um piloto que estava começando na Formula 1 como era Raul Boesel.

Ao começar a temporada no Rio de Janeiro em Jacarepaguá a classificação foi razoável, Jarier com mais experiência que Boesel consegue classificar o carro em 12º, cinco posições a frente do Brasileiro. Na Corrida Ambos abandonaram a corrida, Jarier com a suspensão quebrada na 22ªVolta e Boesel com problemas elétricos na 25ªVolta.

Na Segunda etapa do Campeonato em Long Beach, Numa pista de rua aonde se conta muito mais o talento do piloto Jarier levou a Ligier para uma honrosa 10ªposição no Grid de largada e na corrida ele estava alcançando as primeiras posições, Na volta de número 20 ele vinha em 4ºLugar, na Volta 26 ele estava já em segundo lugar e poderia até vencer a corrida. Só que ele bateu na 27ªVolta da corrida e deixou a prova que foi vencida pelo John Watson da Mclaren que saiu do 22ºlugar e com Lauda em segundo largando do 23ºlugar. Boesel largou na última posição e ficou a 1ªposição de marcar o primeiro ponto da Ligier em 1983.

 

Esse carro da Ligier acabou afundando de vez a carreira de Boesel na Formula 1

Chegando para disputar o GP da França a Ligier não tinha grandes expectativas, Conseguiu a classificação para a corrida com ambos os carros, Sendo que Jarier em 20º e Boesel em 25º, O Francês levou o carro até o final em 9º e Boesel quebrou o motor com 6 voltas para o final da corrida. Na quarta etapa em San Marino mais um grid ruim para ambos Jarier em 19º e Boesel em 25º e na corrida um novo 9ºlugar que dessa vez foi com o Brasileiro.

Em Mônaco tudo poderia mudar para o time dos carros azul, E na classificação Jarier tratou de alimentar mais as Esperanças do time com o 9ºlugar no Grid e Boesel que conseguiu passar da Classificação e iria largar em 18º (Lembrando que em Mônaco somente 20 pilotos corriam por motivos de segurança). Mas na corrida Jarier com problemas na suspensão e Boesel devido a um acidente na 4ªVolta acabaram com as esperanças do time Azul.

Na Bélgica continua o inferno astral com seus pilotos largando no final do Grid (Jarier em 21º e Boesel em 26º), Jarier se acidentou na 9ªVolta e deixou a corrida, Pelo menos Boesel levou o seu carro em 13ºlugar a 1 Volta do vencedor da prova (Alain Prost).

 

Para Jarier a Ligier foi o fim do Calvário dele na Formula 1

Mesmo com um carro com motor defasado como era os Motores Aspirados da Ford Cosworth DFV V8 outras equipes que tinham motores aspirados já tinham pontuado e até mesmo vencido corridas e a maior prova disso é que em Detroit na 7ªEtapa uma corrida em que Michele Alboreto com a Tyrrell-Ford Cosworth levou a vitória e mostrou de vez a incompetência da equipe Ligier. Jarier largou em 19ºlugar e acabou com problemas nas Rodas na volta 30 e Boesel largando de 23º e levou o JS21 para o 10ºlugar no final da corrida.

Com motores aspirados a Williams tinha 32 pontos, Mclaren 25, Tyrrell 11, Arrows 4, Lotus e Theodore em 1. Até a Theodore tinha ponto no campeonato, Uma situação patética para o time que a 2 anos atrás chegou a disputar o título.

No Canadá grid um pouco melhor para Jarier que largou em 16º e Boesel mais atrás em 24º, Mas na corrida ambos abandonaram de novo Jarier com problemas de Câmbio e Boesel com Problemas na Roda. Depois em Silverstone outro grid ruim (Jarier 22º, Boesel 25º) e na corrida Jarier terminou em 10ºlugar a 2 voltas do vencedor e Boesel abandonou.

Em Hockenheim na Alemanha a Ligier conseguiu um bom resultado considerando a precariedade da temporada dela e do Motor, Jarier largou em 19ºlugar e chegou a 8ªPosição e Boesel em 25º no Grid de largada acabou quebrando o Motor de novo na 28ªVolta. Na Áustria Jarier largou em 20ºlugar e acabou a corrida batendo na trave nos pontos em 7ºlugar e foi a única Ligier no Grid já que o Brasileiro Raul Boesel não conseguiu a classificação para o Grid de largada.

Na Holanda a Ligier na parte de Trás do grid (Jarier em 22º e Boesel em 25º) Boesel conseguir levar a Ligier para o 10ºlugar como resultado final e Jarier acabou com problemas na suspensão abandonando na 4ªVolta, Na Itália pela segunda vez na temporada o piloto paranaense não conseguiu classificação para a corrida, Já Jarier largou em 19º para completar a corrida em 9ºlugar.Só restava Brands Hatch (GP da Europa) e na África do Sul para a Ligier se livrar de um fiasco em 1983.

Mas isso não aconteceu, Nas duas últimas corridas só concretizaram o vexame, Em Terras Inglesas Jarier e Boesel largaram nas últimas posições do Grid de largada. Jarier abandonou no começo da corrida e Boesel que terminou na 15ªposição com 15 pilotos terminando a corrida, E para completar com Chave de ouro o péssimo campeonato da Ligier na África do Sul Jarier largou em 21º e Boesel em 23º e na corrida o Francês completou a prova em 10ºlugar e o Brasileiro abandonou a corrida.

A Ligier de equipe Grande em 1981 passou para um time pequeno por causa de uma serie de Erros:

Usar motor Aspirado que já estava perdendo terreno para os motores Turbo
Chassi de mediano para Fraco
Um piloto inexperiente como era Raul Boesel que não esteve a altura da Ligier
Falta de dinheiro (Não estavam patrocinando a Equipe a Talbot)

E isso até defendendo os pilotos queimou de vez a carreira de Boesel na Formula 1 e acabou com a Carreira de Jarier de Forma melancólica, Foi a primeira vez que a Ligier esteve fora dos pontos na sua história, Era preciso rever muita coisa se ela quisesse voltar a ser uma equipe competitiva na Formula 1 após essa vexatória temporada de 1983 que teve Nelson Piquet como campeão do mundo.

Números da Ligier em 1983:

Grandes Prêmios: 30 (Largou em 28 GPs)
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 0
Motor: Ford Cosworth DFV V8
8 Cilindros em V – 90ºGraus
2993 Cm³
Potência: 495 cavalos – 11 000 RPM
Pilotos:
Jean-Pirrie Jarier
Raul Boesel
Número de Voltas Completadas: 1.175

Chassis: Ligier JS21
Projetistas: Michel Beaujon (Diretor Técnico), Claude Gallopin (Design) e Henri Durand (Aerodinâmica)
Chassi : Monocoque de Alumínio Leve
Peso: 540 kg
Transmissão: Hewland FGB – 5 Marchas
Combustível e Lubrificante: Elf
Tanque : 210 Litros
Freios : Freios a disco
Comprimento :
Distância entre eixos: 2630 mm
Eixo dianteira: 1800 mm
Eixo traseira: 1652 mm

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Bestlap/Formel1mic

Especial da Ligier – 1976197719781979198019811982

 

F1 Formula 1 Formula 1 - 2007 Fotos História Super Aguri TV Vídeos

Especial A História da Super Aguri – Temporada de 2007

Published by:

A Super Aguri Chegava a sua Segunda temporada com um objetivo, ter uma temporada melhor que 2006. Eles teriam novamente apoio técnico e Financeiro da Honda e os Pilotos eram novamente o Arrojado Takuma Sato e o Pilotos de Testes da Honda em 2006, O Inglês Anthony Davidson que teria sua primeira Chance na Formula 1 efetivado como titular de uma equipe, O Chassi era o SA107 ou podermos dizer o RA106 por que a Honda passou o carro do ano passado que ela tinha para o carro da Super Aguri.

Com tudo isso o dono da equipe Aguri Suzuki Esperava um ano melhor do que foi a temporada de 2006, Mas não sabia que essa temporada de 2007 que fosse tão melhor assim.

A Grande Surpresa

A Super Aguri iria para o seu primeiro GP em 2007, e desde dos primeiros treinos do GP da Austrália a Super Aguri vinha com tempos melhores que a Honda. Todo mundo achou que a Honda estivesse mal, mas não que chegasse a tanto de tomar tempo de sua filial. No Treino Oficial veio a Surpresa. A Super Aguri não só foi superior a Honda como conseguiu colocar pela 1ª e Única vez em sua história um piloto na Super Pole, Takuma Sato foi o 10º com Anthony Davidson em 11º. a Equipe poderia pontuar logo na Estréia do Campeonato, mas na Corrida a equipe não teve o mesmo desempenho dos Treinos, Sato ficou em 12º e Davidson ficou em 16º.

Na Malásia o desempenho não foi o mesmo, Takuma Sato e Anthony Davidson não conseguiram se Sobressaírem em cima da Honda Sato largou em 14º e o Davidson em 18º. Na Corrida Sato ficou em 13ºLugar, logo Atrás das Duas Hondas Oficiais. Anthony Davidson ficou mais uma vez em 16º.

Na Corrida do Bahrein A Aguri fez um bom Treino, Sato ficou na Q1 com o 17º Tempo, Anthony Davidson foi o 13º nos Treinos, e na Corrida chegou a andar em 6ºLugar. até abandonar a corrida. Alem de Davidson, Takuma Sato também abandonou a corrida. Davidson ainda terminou classificado em 16ºLugar, a 6 Voltas do Vencedor Felipe Massa.

SuperAguri_2007 (126)O GP da Espanha seria o 1ºGp Europeu da Temporada de 2007, e também seria o palco para a Super Aguri ganhar seu primeiro ponto na sua curta História na Formula 1
Nos Treinos Sato foi 13º e Davidson o 15º. Sato largaria logo atrás de Barrichello e Davidson logo atrás de Jenson Button, na Corrida Davidson ficaria em 12ºLugar, Sato fez corrida primorosa e conseguiu no final da Corrida segurar a pressão da Renault de Giancarlo Fisichella e Cruzar a linha de Chegada em 8ºLugar e fazendo o seu primeiro ponto na Formula 1. Houve muita Festa na Super Aguri por causa desse Resultado significando que o time poderia ter uma economia no transporte e uma melhor cota de Televisão para a equipe em 2008.

 

Em Mônaco a Super Aguri não teve um Bom Desempenho nem nos treinos e nem na Corrida, Takuma Sato largou em 21º e Davidson em 17º. Na Corrida os carros da Aguri perderam feio da Honda e ficam bem Atras, Sato terminou em 16º e Davidson em 17º

No Canadá a Super Aguri faz um bom treino com Sato que quase chega a Super Pole, largando em 11º e Davidson ficando apenas com o 17ºLugar. Na Corrida Sato faz história e alem do melhor Resultado da História da Super Aguri ele fez uma das mais bonitas ultrapassagens da Formula 1 dos dias de hoje. Sato Chegando na 6ªPosição e Davidson Terminou em 11ºLugar. Em Seis corridas a Super Aguri estava com 4 pontos contra zero da Sua Matriz a Honda. Indo para os Estados Unidos a Aguri não repetiu o Desempenho do Canadá, Sato ficou na Q1 e Davidson teve o 16ºTempo no Grid de Largada. Na Corrida. Sato erra e acaba Rodando a Abandonando a corrida e também ganhou uma punição para o GP da França por uma manobra irregular em cima de um outro piloto. Davidson ficou em 11ºNa Frente do Jenson Button com o Carro Oficial da Honda.


Sato Takuma dépasse Alonso por ueda92

Na França a Super Aguri teve o seu momento temporada 2006, com Sato e Davidson Largando lá atrás. Sato foi prejudicado devido a punição que tinha sofrido por causa da Barbeiragem que fez em Indianápolis, Na Corrida Sato terminou em 16º e Davidson abandonou no começo da Corrida.

Na Inglaterra o Desempenho continuou abaixo da Média, Com Davidson e Sato nem conseguido chegar ao Q2 nos treinos, na Corrida, Davidson abandonou a corrida e Takuma Sato ficou num modesto 14ºLugar.

O Bom desempenho de Treino da Super Aguri voltou em Nurburgring com os dois passando da Q1, Davidson ficou em 15º e Sato em 16º. Na Corrida Sato abandonou por problema Hidráulico e Davidson ficou em 12ºLugar na corrida.
Na Hungria, no Grid Davidson conseguiu terminar na Frente da equipe oficial largando em 15º, Sato largava em 19º. Na Corrida Sato ficou uma boa parte da Corrida na Frente do Felipe Massa. Sato terminou em 15º e Davidson Abandonou.

Em Istambul a Super Aguri teve um Bom Final de Semana principalmente com Anthony Davidson que quase Chegou a Super Pole, largando do 11ºLugar e Sato largou em 17º. mas uma Vez a Super Aguri terminou próxima da Honda. Chegando em 14º com Anthony Davidson e Takuma Sato em 18º.

Em Monza a Super Aguri ficou na Média das últimas apresentações. nos Treinos Davidson mais uma vez foi melhor que Takuma Sato e Ficou em 14º nos Treinos e na Corrida. Sato fez só o 17ºTempo nos Treinos, e conseguiu chegar em 16º na Corrida. Desta vez a Super Aguri se viu bem atrás da Honda.

Se Corria nos paddocks que a Super Aguri tava com dificuldades financeiras e por isso estaria ficando para trás e além disso o principal patrocinador a SS United deu um calote na equipe deixando a Equipe de Aguri Suzuki em uma situação bem díficil financeiramente. Na Bélgica a Honda não teria deixado a Super Aguri de usar componentes aerodinâmicos para que a Honda terminasse mais na Frente da Honda. Pode ser mentira, mas pelo que se viu nos treinos e na Corrida a Super Aguri não conseguiu correr bem em Spa. Os dois pilotos Ficaram na Q1 na Classificação e na Corrida a Super Aguri com o 15º e 16ºColocados com Sato e Davidson respectivamente.

A Super Aguri fechou um patrocínio para ter orçamento para terminar a Temporada de 2007. Mas o Desempenho foi lá para Baixo, Sato e Davidson não conseguiram passar da Q1 para a Q2. Sato era o 20º no Grid e Davidson o 18º. Na Corrida. Davidson abandonou e Sato chegou em 15ºLugar a 2 Voltas do Vencedor.
No GP da China o Desempenho de Treino de Anthony Davidson melhorou com o 14º nos Treinos, seria a última vez que a Super Aguri passava da Q1 para a Q2 da Sua história. Sato Largava em 20º. Na corrida, Davidson abandonou a corrida e Sato terminou em 14ºLugar.
Para o Gp do Brasil a Super Aguri Frequentou as últimas posições do Treino e da Corrida. Sato ficou em 18º nos Treinos e Davidson em 20º. Na Corrida Sato ficou num modestíssimo 12ºLugar e Davidson o 14º. A Super Aguri terminava a Temporada com 4 pontos, na Nona posição, mas o Futuro da Equipe, já não era mais certo de que o time iria disputar a temporada de 2008.

GPS: 34

Vitórias: 0

Poles: 0

Pódios: 0
Pontos: 4
Número de Voltas Completadas: 1842
Motor : Honda
Pneus: Bridgestone
Chassi: SA07
Número de Chegadas: 26
Fotos da Equipe
Pilotos:
22. Takuma Sato
23. Anthony Davidson

Fotos – Parte 1

Fotos – Parte 2

Reveja A História da Equipe na Temporada de 2006

Texto: Deivison da Conceição
Fotos: Super Aguri/F1 Olivier
Vídeos: Dailymotion (Gen) / Youtube (Jordi Soria)