Category Archives: Mundial de Motovelocidade

Fotos Moto 2 Moto 2 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Moto 2: Alex Marquez ganha de ponta a ponta na Catalunha

Published by:

Alex Marquez dominou a 7ªEtapa do Mundial de Motovelocidade que aconteceu no circuito da Catalunha na Espanha. O piloto da Marc VDS não deu qualquer chance para seus adversários e principalmente abrindo uma enorme diferença para os demais o piloto Espanhol só teve o trabalho de levar a sua moto até a bandeirada e vencer a segunda corrida na Moto 2.

Na largada Marquez manteve a liderança com Thomas Luthi, Mattia Pasini e Franco Morbidelli disputando o segundo lugar. Acabou o suíço levando a pior tendo de vazar a curva e tendo que devolver as posições que ele tinha ganhando com essa furada de pista. Morbidelli assumiu o segundo lugar em excelente largada partindo do 6ºlugar. Mattia Pasini não desistiu da briga e superou curvas depois o piloto da Marc VDS que logo depois conseguiu recuperar essa posição. Miguel Oliveira, Baldassarri, Luthi, Nakagami (Que largou mal), Xavi Vierge, Navarro e Bagnaia que ganhou 10 posições na largada pulando de 20º para o 10ºlugar.

Enquanto que Morbidelli e Pasini disputavam o 2ºlugar o Espanhol Alex Marquez aproveitava para abrir vantagem e muita vantagem (Já estava em 3 segundos a vantagem entre o primeiro e a turma que estava atrás da disputa do segundo lugar)

Pasini passou Morbidelli na 5ªvolta e assumiu o segundo lugar, O Ítalo-brasileiro estava nítido que ele não tinha moto para disputar as primeiras posições. Já que ele vinha pressionado por Luthi e Miguel Oliveira. Apesar de ter lutado muito Morbidelli não conseguiu evitar a ultrapassagem de ambos caindo para o 5ºlugar na 9ªVolta. Thomas Luthi assumiu o 3ºlugar com o Português da KTM Miguel Oliveira em 4ºlugar.

Marquez teve um momento aonde ele por muito pouco ele não perde o controle da moto e quase caiu, Mas ele depois do susto tudo voltou ao normal. Claro que isso animou Pasini a tentar aproximação em cima do piloto da Marc VDS.

Takaagi Nakagami vinha em uma corrida também para se esquecer, Estava segurando a duríssimas penas a 8ªposição dos ataques de Xavi Vierge e Simone Corsi que disputavam a 9ªPosição. Quartararo, Schrotter e Isaac Viñales vinham e complementando essa turma.

Franco Morbidelli perdeu o 5ºlugar para Lorenzo Baldassarri e agora estava na alça de mira de Jorge Navarro que vinha querendo o 6ºlugar e conquistar o melhor resultado na moto 2. O Desempenho de Morbidelli nessa altura do campeonato era sofrível se comparar com o desempenho de Alex Marquez que estava tranquilo na liderança. Bem a frente de Mattia Pasini que estava sendo perseguido pelo Suíço Thomas Luthi que queria se aproximar mais do piloto da Marc VDS na disputa pelo campeonato.

Nakagami tentava segurar de toda a forma a 8ªposição. Chegou a tomar ultrapassagem do Vierge que o piloto da Honda Asia recuperou em poucos segundos.

Lá Na frente não havia uma briga que estava evidente. Alex Marquez levou a moto da Marc VDS com facilidade e de ponta a ponta para a vitória. A 6ª da Equipe na temporada e a 2ª de Alex Marquez. Uma temporada aonde a Marc VDS domina na moto 2. Mattia Pasini levou a moto da Italtrans para o segundo lugar e após a vitória em Mugello o piloto italiano que vem desde do começo da temporada muito bem é um dos grandes candidatos a vitória em 2017 e quem sabe ainda disputar o campeonato. Thomas Luthi com o 3ºlugar diminuiu ainda mais a diferença  sobre o líder Franco Morbidelli que tirando a largada acabou fazendo uma prova muito apagada ficando em 6ºlugar. Visto que o seu companheiro de equipe deu um show na Catalunha.

Na frente de Franco Morbidelli ficaram o Português Miguel Oliveira com a KTM em 4º e Lorenzo Baldassarri com a Forward em 5ºlugar.

Jorge Navarro com o 7ºlugar fez seu melhor resultado na moto 2 e deu sinais de que pode começar a vim para a disputa por melhores posições nas próximas provas tamanha é a sua evolução na categoria desde do começo da temporada até aqui. Fábio Quartararo da Equipe Pons aparece novamente com uma corrida correta levando o 8ºlugar. Xavi Vierge levando a moto da Tech 3 em 9ºlugar e Nakagami acabou de fora dos 10 primeiros colocados já que acabou sendo superado pelo piloto da Petronas Hafizh Syahrin que fechou os top 10.

Boa corrida de Isaac Viñales da equipe SAG Team do Brasileiro Eduardo Perales ficando em 13ºlugar atrás de Simone Corsi e na frente de Francesco Bagnaia que acabou não evoluindo depois da magistal largada que ele fez e Andrea Locatelli conseguiu marcar seu primeiro ponto no campeonato com a outra moto da Italtrans.

Semana que vem temos a 8ªEtapa em Assen na Holanda com Morbidelli tendo que dar a volta por cima para manter a liderança do campeonato da Moto 2. Pois lá vem Luthi e Alex Marquez chegando perto do Ítalo-Brasileiro na classificação do campeonato.

Resultado final da Moto 2
GP da Catalunha – 24 Voltas – 7ªEtapa

Pos piloto Equipe Moto Tempo
1 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex 42’40.502
2 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 3.525
3 12 Thomas Luthi CarXpert Interwetten Kalex 4.452
4 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 5.322
5 7 Lorenzo Baldassarri Forward Racing Team Kalex 9.930
6 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex 14.172
7 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 16.192
8 40 Fabio Quartararo Pons HP40 Kalex 18.217
9 97 Xavi Vierge Tech 3 Racing Tech 3 19.096
10 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex 19.179
11 30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 19.361
12 24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up 19.957
13 32 Isaac Vinales BE-A-VIP SAG Team Kalex 20.984
14 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 22.220
15 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 23.501
16 68 Yonny Hernandez AGR Team Kalex 23.565
17 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter 24.423
18 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 24.776
19 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex 25.257
20 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 29.261
21 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 30.062
22 37 Augusto Fernandez Speed Up Racing Speed Up 38.420
23 57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex 47.235
24 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex 47.390
25 27 Iker Lecuona Garage Plus Interwetten Kalex 54.588
26 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 55.085
27 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex 57.049
28 22 Federico Fuligni Forward Junior Team Kalex 1’07.344
23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Suter 2 Voltas
62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex 8 Voltas
11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter 12 Voltas
6 Tarran Mackenzie Kiefer Racing Suter 20 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 3 Moto 3 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Moto 3: Mir conquista vitória nas curvas finais da Catalunha

Published by:

Joan Mir que já tinha uma situação tranquila na liderança do campeonato não se acomodou e correu como necessitasse ganhar para se recuperar no campeonato.

Mais uma vez apesar do menor número de pilotos a prova não deixou de ter alternâncias de liderança em praticamente todas as voltas. Na Largada o Espanhol Jorge Martin que saiu na pole position largou mal e Juanfran Guevara assumiu a liderança que durou 2 curvas quando Romano Fenati tomou a liderança com Mir, Guevara que perdeu o 3ºlugar para Aron Canet, Di Giannantonio e Martin que caiu para o 6ºlugar.

Em todas as voltas da corrida a liderança iria para as mãos de um outro piloto, Todas as trocas da liderança praticamente na reta dos boxes.

Canet, Fenati, Guevara, Di Giannatonio e Martin em algum momento lideraram a etapa de Barcelona, Mas nenhum deles ficava na liderança por mais de uma volta. O Vácuo que essas motos geram quando andam juntas é suficiente para impedir que um piloto se perpetue na liderança e abra vantagem.

A Gresini por um momento comandou as duas primeiras posições na 6ªVolta com Jorge Martin de volta a liderança e Fabio di Giannantonio em segundo lugar. Na Volta seguinte o italiano assumiu a liderança por 2 curvas e depois Martin pegou de volta a liderança. Nesse momento Enea Bastianini chegava nessa turma da disputa pelo primeiro lugar.

Alguns pilotos tentaram manter a liderança como Aron Canet, Mas era praticamente impossível de ser feito, Nesse caso Jorge Martin reassumiu a liderança e tinha caso em que um piloto que entrava na liderança saia para a primeira curva em 4º ou 5ºlugar. O lado bom de ser ultrapassado é que você de Caça viraria caçador na volta seguinte.

A 9 Voltas do final mais dois pilotos entraram na disputa pela vitória. Tatsuki Suzuki e Marcos Ramirez. Finalmente a 8 voltas do final Jorge Martin conseguiu pela primeira vez liderar mais de uma volta resistindo a reta dos boxes, Mas Fenati não fez essa liderança durar muito e tomou a ponta de Martin da equipe Gresini. A 5 Voltas do final os pilotos da Sky VR46 Nicolo Bulega e Andrea Migno chegaram no 1ºgrupo.

Mas a Vitória não parecia fugir de Canet, Bastianini, Martin, Di Giannantonio e Joan Mir. Fenati assumiu a liderança e abriu parecendo que a vitória estava nas mãos do piloto da Rivacold. Duas voltas depois a turma chegou no líder como acontece muitas vezes no Tour de France. Joan Mir assume a liderança, Querendo entrar na disputa pela vitória Marcos Ramirez jogou tudo para tentar entrar na disputa da vitória. O máximo que ele conseguiu foi vazar a curva e perder algum tempo e ficar de fora da disputa pela vitória. A Duas voltas do final Martin e Fenati passaram Mir usando todos os centímetros da primeira curva o que eu diria uma ultrapassagem de forma perfeita usando toda a curva e assumiram primeiro e segundo lugar respectivamente.

Na Volta Final Martin estava em 1º com Fenati na sua cela e Mir estava pressionado pelos pilotos da Galícia. Parecia que tudo estava definido. Até que Mir de forma espectacular foi para cima de Fenati passando para o segundo lugar a 4 curvas do final e a 2 curvas do final na entrada da chicane que leva a reta dos boxes o piloto da Leopard passa Martin (Que perde posição para Fenati) e leva mais uma vitória, Aumentando ainda mais sua vantagem no campeonato para 48 pontos de diferença para Aron Canet que ficou em 5ºlugar. Com quase 2 corridas de diferença o espanhol se firma como o mais forte candidato ao título de 2017 da Moto 3.

Romano Fenati ficou em 2º e Jorge Martin completou o pódio na terceira posição. Enea Bastianini em sua melhor corrida na moto 3 em 2017 chega em 4ºlugar (ainda assim Bastianini esta a 84 pontos atrás de Mir e Praticamente sem chances de ser campeão)

Marcos Ramirez que tentou lutar pela vitória acabou a prova na 6ªposição com a moto da Platinum Bay. Fabio di Giannantonio da Gresini perdeu desempenho no final e ficou em 7ºlugar. Andrea Migno, Nicolo Bulega e Tatsuki Suzuki completaram os 10 primeiros colocados.

A próxima prova da Moto GP será domingo que vem no circuito de Assen, Na Holanda. A Catedral da MotoGP que vai ter na categoria Base um piloto disparando na liderança do campeonato. A Pergunta a ficar é essa: Quem vai parar Joan Mir? …

Resultado final do GP da Catalunha
Moto 3 – 7ªEtapa – 22 Voltas

Pos piloto Equipe Moto Tempo
1 36 Joan Mir Leopard Racing Honda 42’11.846
2 5 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda 0.191
3 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda 0.279
4 33 Enea Bastianini Estrella Galicia 0,0 Honda 0.462
5 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda 0.674
6 42 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM 0.740
7 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda 1.143
8 16 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM 1.389
9 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM 1.662
10 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda 1.863
11 23 Niccolo Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM 2.088
12 17 John McPhee British Talent Team Honda 5.671
13 65 Philipp Ottl Südmetall Schedl GP Racing KTM 8.631
14 12 Marco Bezzecchi CIP Mahindra 16.603
15 64 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM 17.089
16 71 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda 17.128
17 58 Juan Francisco Guevara RBA BOE Racing Team KTM 21.614
18 7 Adam Norrodin SIC Racing Team Honda 22.362
19 48 Lorenzo Dalla Porta Aspar Mahindra Moto3 Mahindra 22.718
20 96 Manuel Pagliani CIP Mahindra 22.754
21 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda 22.888
22 84 Jakub Kornfeil Peugeot MC Saxoprint Peugeot 23.376
23 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda 24.243
24 14 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda 33.334
25 11 Livio Loi Leopard Racing Honda 33.396
26 6 Maria Herrera AGR Team KTM 41.707
27 4 Patrik Pulkkinen Peugeot MC Saxoprint Peugeot 1’10.768
28 81 Aleix Viu 42 Motorsport KTM 1’33.544
40 Darryn Binder Platinum Bay Real Estate KTM 1 Volta
95 Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda 1 Volta
19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM 16 Voltas
63 Vicente Perez Reale Avintia Academy KTM 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos MotoGP MotoGP 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Dovizioso conquista segunda vitória seguida e se aproxima de Viñales na disputa pelo título

Published by:

Andrea Dovizioso que tinha ganho apenas 3 corridas em sua carreira viveu um momento inédito em sua carreira. Conquistou pela primeira vez duas vitórias seguidas em sua carreira e levou a Ducati a segunda vitória da Temporada e a segunda seguida. Em uma belíssima corrida começou na largada como Pedrosa mantendo a liderança, Mas que só segurou por algumas curvas. Na quarta curva Jorge Lorenzo assume a liderança deixando Pedrosa e Marquez para trás. Belíssimas largadas de Aleix Espargaró com a Aprilla e de Alvaro Bautista da Aspar Martinez-Ducati 2016 em 4º e 5ºlugar que logo no final da primeira volta foram superados pelo Andrea Dovizioso que subiu do 7º para o 4ºlugar. Petrucci acabou na largada largando de forma esquisita e indo para cima de Marquez e perdeu muitas posições.

Rossi e Viñales estavam muito lá atrás. Principalmente o Espanhol que largou muitíssimo mal caindo para o 16ºlugar. Marquez assumiu a segunda posição e foi buscar Lorenzo e a liderança. Para Marquez uma vitória nesse momento era importante já que a fase dele não é das melhores. O Incidente do Petrucci que quase acabou derrubando na largada Marquez estava sob investigação.

Por falar em Petrucci ele estava pressionando Aleix Espargaró tentando  segurar posição com sua Aprilla. Na 4ªVolta faz ultrapassagem dupla em cima de Jack Miller e de Hector Barbera que teve que sair da pista para evitar maiores prejuízos na corrida.

Apesar de pneus mais duros o desempenho de Jorge Lorenzo começou a cair e com Isso Marc Marquez foi para cima do piloto da Ducati buscando primeiro lugar, Pedrosa, Dovizioso e Folger seguiam de perto. O Piloto da Tech 3 que subiu junto de Zarco que é o seu companheiro de equipe fazendo um belo começo de corrida. Zarco também fazia uma corrida de recuperação pressionando a Espargaró da Aprilla, Mas logo depois foi ultrapassado pelo Valentino Rossi que subiu para o 9ºlugar deixando o piloto da Tech 3 em 10º.

Em um erro de Lorenzo a formiga atômica aproveitou e passou a liderança e levou com ele Pedrosa fazendo Lorenzo cair para o terceiro lugar. A partir dai Pedrosa tentou o ataque para cima de Marquez. Já o Lorenzo perdeu posição para Dovizioso, Folger que fez uma bela ultrapassagem e depois de algum tempo perdeu posição para Petrucci que vinha em momento inspirado na MotoGP.

Aleix Espargaro teve problemas com a Aprilla e deixou mais uma corrida em que parecia estar indo bem disputando posições boas de pontuação. Parece que se abriu mão da durabilidade para obter bons desempenhos e agora a Aprilla por essa audácia de querer melhorar seu desempenho no campeonato.

A 18 Voltas do Final Pedrosa toma a ponta de Marquez que na mesma volta perde posição para Dovizioso que assumiu o segundo lugar deslocando a Formiga Atômica para o 3º seguido de perto por Jonas Folger e um pouco mais atrás por Danilo Petrucci em 5ºlugar.

A Partir dai Dovizioso ficou esperando o melhor momento para atacar Pedrosa que estava aparentando estar com o controle da corrida, Marquez em 3º acompanha aos dois e Folger começava a ficar para o Italiano Danilo Petrucci na disputa pelo 4ºlugar, Mais atrás Jorge Lorenzo tentava se sustentar a frente de Alvaro Bautista, Valentino Rossi e de Johann Zarco que vinham mais atrás e se recuperava de maneira incrível. Mais atrás o líder do campeonato Marevick Viñales continuava em seu inferno astral só na metade da corrida ele consegue recuperar algumas posições.

Lá na Frente o Italiano Andrea Dovizioso a 10 voltas do final ultrapassou Pedrosa e assumiu a liderança. O rendimento de Pedrosa que tinha feito um final de semana exemplar e parecia que ele iria vencer essa etapa na Catalunha perdeu rendimento e foi ultrapassado por Marc Marquez que assumiu o segundo lugar e partiu para cima do piloto da Ducati. O outro piloto da Ducati Jorge Lorenzo reagiu no final da prova passando Jonas Folger e Danilo Petrucci passando para o 4ºlugar. O piloto da Pramac que estava fazendo uma bela corrida acaba caindo a poucas voltas do final.

Já Valentino Rossi na reta final acabou perdendo posições e caindo o seu rendimento chegando a virar até 2 segundos mais lento que a turma da frente por volta. Viñales tentava se recuperar na reta final de corrida, Mas estava tendo muitíssimas dificuldades para superar Hector Barberá

Apesar do esforço da Formiga atômica Dovizioso em sua melhor forma deu um gás em seu desempenho e demonstrou que a vitória estava nas mãos dele. Levando a sua Ducati de maneira segura até o final da prova e conquistando a segunda vitória seguida. Um Fato que não acontecia desde dos tempos de Casey Stoner na Ducati. Assumindo a vice-liderança do campeonato Mundial, Agora a menos de 10 pontos de vantagem para o Espanhol Marevick Viñales.

Marc Marquez da Honda Repsol que não esta em sua melhor fase fez uma corrida discreta na minha opinião. Aparecendo um pouco mais no final, Mas conseguiu o segundo lugar e mantem-se na disputa pelo título. Dani Pedrosa também da Honda Repsol que teve um grande final de semana completou o pódio.

Jorge Lorenzo que no começo da prova liderou a prova, Mas perdeu rendimento na segunda parte da prova perdendo a chance de disputar a vitória. No final o tricampeão do Mundo reagiu muito bem conseguindo a 4ªposição e amenizando os prejuízos tanto em resultado como no posto de 1ºpiloto que nesse momento esta na cara de que em 2017 é Dovizioso que lidera a Ducati na busca do título.

Johann Zarco que na primeira parte de prova ficou mais atrás acabou se recuperando e na volta final passou o Alemão Jonas Folger conquistando a 5ªposição deixando o seu companheiro de equipe da Tech 3 (Que diga se passagem fez sua melhor corrida na temporada) na 6ªposição. Ambos foram melhores do que os pilotos da equipe oficial da Yamaha.

Alvaro Bautista em uma boa corrida completou em 7ºlugar e manteve-se em boa frase com a Aspar Martinez, logo a seguir vieram Valentino Rossi que caiu muito no final da corrida e só não ficou abaixo do 8ºlugar porque a corrida acabou, Pois o Doutor iria ser operado pelos pilotos Hector Barberá que fez uma boa corrida segurando no final a Marevick Viñales que foi muito mal no final de semana. Aliás a Movistar Yamaha foi muito mal nesse final de semana na Catalunha.

Crutchlow, Baz, Redding, Abraham e Tito Rabat completaram a zona de pontuação. Andrea Iannone também muito mal ficou de fora dos pontos com a Suzuki que mostra ter uma moto muito a quem da Motos mais fortes desse campeonato.

Resultado final da 7ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Catalunha – 26 Voltas – MotoGP

Pos piloto Equipe Moto Tempo
1 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 44’41.518
2 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 3.544
3 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V 6.774
4 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 9.608
5 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 13.838
6 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 13.921
7 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 16.763
8 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 20.821
9 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 23.952
10 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 24.189
11 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V 28.329
12 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 33.281
13 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 35.200
14 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 39.436
15 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 40.872
16 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Honda RC213V 43.221
17 50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Honda RC213V 44.655
18 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 48.993
19 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilla RS-GP 55.492
9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 2 Voltas
43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 12 Voltas
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilla RS-GP 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos MotoGP MotoGP 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Dovizioso faz corrida impecável e conquista a vitória em Mugello

Published by:

MotoGP – Viñales faz volta voadora, Supera as velozes Ducati e conquista a pole em Mugello

Apesar de toda a forca da Ducati o espanhol Marevick Viñales não se intimidou com o exercito das motos italianas e conquistou na casa deles e da Ferrari mais uma pole position mostrando o grande momento que ele vive em sua carreira.

Um treino que no Q1 teve a presença de Johann Zarco, Danilo Petrucci, Jonas Folher e Cal Crutchlow como os candidatos principais as 2 vagas para o Q2. Desde do começo do da primeira fase os pilotos com as motos da Ducati estavam voando baixo nas retas italianas e mesmo as motos de 2016 e ate a moto do Frances Loris Baz que e de 2015 que chegou a estar em 2ºlugar com Hector Barbera na liderança.

A partir dai Danilo Petrucci com sua Ducati 2017 deu o ar da graça tomando o primeiro tempo dos pilotos das Ducati antigas satélites. Jonas Folger aparecia em 2ºlugar. Enquanto isso somente Johann Zarco não tinha entrado na pista para fazer sua volta.

No final do treino Zarco vindo do segundo lugar na sua casa (Franca) foi fazer sua volta, ao mesmo tempo em que o piloto da tech 3 fez a 3ªmelhor marca o piloto da LCR Honda Cal Cruthlow fez o melhor tempo, Mas no final do treino acabou que Petrucci e Zarco que marcou o melhor tempo do Q1 jogaram o inglês para fora da classificação deixando ele na 13ªposição no grid de largada. Quem decepcionou foi de novo Andrea Iannone com a Suzuki que esta muito abaixo do que ela fez em 2016. Também dessa patética campanha da Suzuki a qualidade de seus pilotos que hoje não e das melhores visto os vários resultados ruins tanto do Iannone como do Syuvain Guintoli que ate se justifica devido ao tempo que ele ficou longe das competições da MotoGP. O mesmo não se pode aplicar a Iannone que seria o piloto a liderar o time Suzuki EcStar e ate agora esta mais no chão do que na pista.

No Q2 em seu começo foi praticamente uma luta particular entre dois pilotos: Danilo Petrucci e Marc Marquez que vinha em sua Honda desafiando o domínio da Ducati no começo do treino que tinham além de Petrucci os dois pilotos de Fabrica (Dovizioso e Lorenzo) e Michele Pirro que esta com uma moto de equipe de testes da Ducati para fazer essa prova do campeonato.

Essa brincadeira entre O piloto da Pramac Ducati e o piloto da Repsol Honda acabou quando Viñales veio acabar com a brincadeira e fez 1.47.271 assumindo a liderança e deixando Petrucci e Marquez para trás, Mas vejam que o piloto da Pramac deu o troco e voltou a primeira posição. Enquanto os pilotos foram para se prepararem para os minutos finais o gladiador do asfalto foi para uma bela volta classificando em 3ºlugar.

Na reta final do treinamento surgiu o piloto da Aspar Martinez Alvaro Bautista que fez a melhor marca e liderou o treino por alguns momentos ate que Petrucci tomou a pole com uma grande volta. Que depois foi cancelada por ele ter cortado alguma parte do circuito. No final do treino Viñales em volta voadora garantiu a pole position com Valentino Rossi ao seu lado na primeira fila e com perspectiva de vencer na sua casa novamente. Completa a primeira fila o piloto da Ducati Andrea Dovizioso.

Na segunda fila larga os pilotos Michele Pirro que fez um grande trabalho na classificação colocando sua Ducati em 4ºlugar na frente de Dani Pedrosa e Marc Marquez da Honda Repsol que depois de uma prova difícil em Le Mans o grid em Mugello não parecia animar muito o time oficial da Fábrica Japonesa.

Jorge Lorenzo não tem muito a comemorar com o 7ºlugar. Visto que Dovizioso e Pirro estavam mais a frente com a mesma moto do Tricampeão do mundo. Álvaro Bautista fez um grande trabalho no dia de sábado visto que ele tem uma Moto já defasada (Ducato de 2016) largando em 8ºlugar e Danilo Petrucci que também fez um belo trabalho com sua Ducati Pramac de 2017 acabou por perder sua melhor volta acabou ficando apenas com o 9ºlugar no Grid de largada.

Tito Rabat em seu melhor treino na MotoGP larga em 10ºlugar na frente de Johann Zarco e Aleix Espargaró que completam a 4ªFila do Grid de largada do GP da Itália.

Grid de largada do GP da Itália do Mundial de MotoGP
Moto GP – Mugello – 6ªEtapa

Pos. Piloto Equipe Moto Tempo
1 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’46.575
2 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’46.814
3 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’46.835
4 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati 1’46.878
5 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’46.999
6 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’47.050
7 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’47.152
8 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati 1’47.167
9 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati 1’47.266
10 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda 1’47.282
11 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’47.319
12 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’47.475
13 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda 1’47.220
14 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati 1’47.272
15 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’47.305
16 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’47.625
17 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati 1’47.809
18 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’47.940
19 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda 1’47.961
20 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati 1’47.975
21 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati 1’48.361
22 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’48.416
23 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’48.594
24 50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’48.892

No Domingo antes da prova todos os pilotos e equipe fizeram uma homenagem a Nicky Hayden que faleceu após um acidente aonde ele com sua bicicleta foi atropelado na Itália. Foram 69 segundos de silêncio em referência ao número que ele usou em sua carreira praticamente. Todos os pilotos do Mundial de Motovelocidade em suas motos fizeram homenagens ao campeão do mundo de 2006.

Na largada Valentino Rossi assumiu a liderança deixando para trás Marevick Viñales em 2ºlugar, Jorge Lorenzo em 3º superando a Andrea Dovizioso que caiu para o 4ºlugar. Lorenzo partiu para o ataque logo de inicio buscando acabar com a festa italiana. Primeiro ainda na primeira volta passou Viñales assumindo o segundo lugar e no começo da terceira volta o tricampeão do Mundo passou Rossi assumindo a liderança com a moto da Ducati que era a mais rápida da pista.

Mas a alegria de Lorenzo não durou muito, Logo Valentino Rossi, Marevick Viñales e Andrea Dovizioso ultrapassaram o Espanhol que iria começando a ficar pelo caminho. Assim como Marc Marquez que começou buscando acompanhar a turma dos primeiros colocados, Mas também o piloto da Honda Repsol começou a ficar mais atrás.

Andrea Dovizioso passou a ser o Homem da Ducati para disputar a vitória. O italiano passou Rossi e partiu para cima de Viñales que tinha assumido o primeiro lugar passando Valentino Rossi. Quem vinha muito bem era Danilo Petrucci que vinha com sua Pramac Ducati de 2017 na 4ªposição com Marc Marquez despachando Jorge Lorenzo logo depois perdeu o 6ºlugar para um Fantástico Alvaro Bautista que vinha levando a sua modesta moto da Aspar Martinez Ducati de 2016 a um 6ºlugar passando a Jorge Lorenzo e voltas depois passou Marquez e assumiu a 5ªposição.

Dovizioso passou a ficar algumas voltas a acompanhar Viñales buscando o melhor momento para passar o piloto da Yamaha com Rossi e Petrucci logo atrás formando o bloco que disputava a primeira posição. A 10 Voltas do final Dovizioso na reta passou Viñales assumindo a liderança, No final da mesma volta Petrucci passou o Doutor e escalou para ficar no pódio, Mas Petrucci não estava querendo repetir o resultado de Alexandre Barros que em 2007 fez um pódio em 3ºlugar no mesmo circuito de Mugello e partiu para cima de Viñales.

Enquanto eles brigavam Dovizioso foi aos poucos abrindo vantagem para o Grupo que disputava o segundo lugar. A 8 voltas do final Petrucci passa Viñales tomando o segundo lugar e começou a partir a caça de Dovizioso buscando a vitória com a Pramac que seria algo histórico. Mas isso durou por algumas voltas já que Viñales e Rossi começaram voltas depois a chegarem e voltar a disputa do segundo lugar. A 4 Voltas do final Viñales voltou a 2ªposição que tentou um ataque final em Dovizioso.

Mas o piloto do Ducati nem sentiu a pressão, Manteve uma vantagem segura até o final para conquistar a vitória em casa, 2ªvitória pela Ducati e a 3ª na sua Carreira completando a festa italiana em Mugello. Dovi assumiu a vice-liderança do campeonato após os resultados da corrida italiana. O líder do campeonato Marevick Viñales terminou em 2ºlugar. O pódio foi completado pelo Italiano Danilo Petrucci com a Pramac repetindo o feito de Alexandre Barros em 2007 com a mesma Pramac Ducati.

Valentino Rossi ficou fora do pódio terminando em 4ºlugar. Logo atrás o Espanhol Alvaro Bautista segurou a poderosa Honda de Marc Marquez e completou em 5ºlugar. Chegando aos boxes foi abraçado pela equipe após a brilhante corrida que ele tinha feito deixando Marc Marquez com uma modesta 6ªposição sendo essa a melhor Honda da corrida. Johann Zarco ficou abaixo das expectativas terminando em 7ºlugar chegando na frente de Jorge Lorenzo que começou bem a prova, Mas foi ficando para atrás até o final chegando em 8ºlugar.

Michele Pirro que largou em 4ºlugar fez uma prova muito apagada chegando apenas em 9ºlugar e Andrea Iannone completou os 10 primeiros colocados com a sua Suzuki. Tito Rabat, Scott Redding, Jonas Folger, Hector Barbera e Jack Miller completaram a zona de pontuação sendo os 2 últimos foram favorecidos por causa do acidente no final entre Dani Pedrosa e Cal Crutchlow que disputaram o 11ºlugar. Pedrosa tentando passar Crutchlow acabou caindo e levando junto o piloto da LCR Honda.

Nesse domingo teremos o GP da Catalunha na Espanha abrindo o 2ºterço de campeonato do Mundial de motovelocidade.

Resultado final do GP da Itália do Mundial de MotoGP
Moto GP – Mugello – 6ªEtapa  – 23 Voltas

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 41’32.126
2 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1.281
3 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati 2.334
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 3.685
5 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati 5.802
6 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 5.885
7 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 13.205
8 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 14.393
9 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati 14.880
10 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 15.502
11 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda 22.004
12 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati 24.952
13 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 28.160
14 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati 30.676
15 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda 30.779
16 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati 42.306
17 50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 46.294
18 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati 50.731
19 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 50.740
20 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 50.897
35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda 1 Volta
26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1 Volta
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 8 Voltas
44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 10 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 2 Moto 2 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Moto 2: Mattia Pasini leva a vitória em casa num grande dia de pilotagem em Mugello

Published by:

Moto 2 – Morbidelli no final tira pole de Alex Marquez

No último treino do dia do Mundial de motovelocidade marcou mais um dia de domínio da equipe Marc VDS e de Alex Marquez que fez um tempo estupendo no começo do Treino e tudo indicava que o espanhol iria ficar com a pole.

Morbidelli que vinha em 4ºlugar foi avançando no decorrer da classificação passando do 4º para o segundo lugar e na sua volta final o Ítalo-brasileiro usou o vácuo do piloto Colombiano Yoony Hernandez para superar o tempo de Marquez em 36 milésimos conquistando a pole position. Franco Morbidelli esta em busca de sua 5ªVitória na temporada em 6 corridas. Alex Marquez e Mattia Pasini da Italtrans Racing completam a primeira fila.

Na segunda fila larga o vice-líder do campeonato Thomas Luthi e o Rapidíssimo Japonês Takaaki Nakagami da Honda Team Asia e o Italiano Luca Marini da Forward Racing. Jorge Navarro em seu melhor treino na Moto 2 em sua sexta corrida abre a 3ªFila com Baldassarri e Miguel Oliveira que busca reabilitação após desastrosa corrida em Le Mans. Fechando os 10 primeiros colocados é o piloto da Speed UP Simone Corsi, Mas devo chamar a atenção que Reny Gardner fez um treino muito bom (Melhor da temporada) largando na 11ªposição após ficar a maior parte do tempo entre os primeiros colocados.

Grid de largada do GP da Itália do Mundial de MotoGP
Moto 2 – Mugello – 6ªEtapa

Pos. Piloto Equipe Moto Tempo
1 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 1’51.679
2 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 1’51.715
3 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’51.758
4 12 Thomas Luthi CarXpert Interwetten Kalex Moto2 1’52.045
5 30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’52.173
6 10 Luca Marini Forward Racing Team Kalex Moto2 1’52.292
7 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’52.389
8 7 Lorenzo Baldassarri Forward Racing Team Kalex Moto2 1’52.427
9 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 1’52.489
10 24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up SF7 1’52.579
11 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 1’52.592
12 52 Danny Kent Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 1’52.675
13 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Suter MMX2 1’52.716
14 68 Yonny Hernandez AGR Team Kalex Moto2 1’52.750
15 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’52.770
16 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 1’52.785
17 11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter MMX2 1’52.931
18 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter MMX2 1’52.936
19 32 Isaac Vinales BE-A-VIP SAG Team Kalex Moto2 1’52.961
20 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex Moto2 1’53.050
21 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto 2 Kalex Moto2 1’53.077
22 97 Xavi Vierge Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 1’53.148
23 40 Fabio Quartararo Pons HP40 Kalex Moto2 1’53.159
24 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 1’53.216
25 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex Moto2 1’53.324
26 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 1’53.459
27 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’53.580
28 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex Moto2 1’53.645
29 37 Augusto Fernandez Speed Up Racing Speed Up SF7 1’53.672
30 62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 1’53.733
31 57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex Moto2 1’53.895
32 22 Federico Fuligni Forward Junior Team Kalex Moto2 1’55.173
33 6 Tarran Mackenzie Kiefer Racing Suter MMX2 1’55.233

A Corrida no domingo teve um veterano vencendo em sua casa. Na largada Morbidelli manteve a liderança com Marquez, Pasini, Nakagami que largou bem, Luthi e Baldassarri nas 6 primeiras posições.

Pasini com fome e sede de vitória partiu para cima dos pilotos da Marc VDS assumindo a liderança na 2ªMetade da primeira volta, No final da volta Lorenzo Baldassarri foi para cima de Nakagami, Mas perdeu o controle da moto e caiu levando junto com ele o Piloto Japonês para o chão. Depois de alguns minutos o jovem piloto da Forward foi pedir desculpas para o piloto da Honda Asia Team. Um incidente 100% de culpa para Baldassarri, Mas sem qualquer intenção desse acidente que foi vistoso sem maiores consequências para ambos.

Pasini comandou a corrida nas primeiras voltas com Alex Marquez e Thomas Luthi em 3ºlugar que passou Franco Morbidelli logo a seguir. Um pouco mais atrás Miguel Oliveira e Luca Marini disputavam o 5ºlugar que foi favorável ao piloto Português que aos poucos foi abrindo de Luca Marini que começou a ficar para a turma que disputa posição com  Simone Corsi, Jorge Navarro e Francesco Bagnaia que fez uma grande largada subindo rapidamente de posições.

Alex Marquez chegou a liderar a corrida por uma vez na parte inicial de corrida, Mas curvas depois Pasini voltou a liderança da prova. A disputa foi ficando mesmo entre o piloto da Italtrans, Alex Marquez e Thomas Luthi. Franco Morbidelli foi ficando para trás nessa disputa volta após volta.

A disputa ficou entre os 3 durante toda a corrida com Pasini a maior parte do tempo na liderança. Na parte  final da corrida Marquez que tentava ultrapassagem por fora em uma curva no terço final do circuito enquanto que Luthi ainda escondia o jogo. O piloto da Interwetten só foi jogar as cartas no final buscando assumir a liderança da corrida e conseguiu isso no começo da volta final com Marquez em Segundo e Pasini em terceiro. Parecia que a vitória que estava nas mãos do piloto Italiano tinha ido para o Saco.

Mas o dia era mesmo de Pasini que em um espaço de 2 curvas ele passou primeiro lugar Alex Marquez e depois passou Thomas Luthi na curva seguinte assumindo a liderança da prova e dessa forma levando até o final conquistando a primeira vitória na Temporada e conquistando uma vitória para a Italtrans Racing que deu uma perdida nos últimos anos e agora voltou a se encontrar na Moto 2. Thomas Luthi em 2ºlugar consegue diminuir a diferença na disputa pelo título que tem Franco Morbidelli que terminou em 4ºlugar fazendo uma corrida correta salvando bons pontos para a disputa do campeonato.

Morbidelli ficou atrás de Alex Marquez que completou o pódio representando a Marc VDS em Mugello. O Português Miguel Oliveira fez uma boa corrida ficando em 5ºlugar com sua KTM recuperando da patética prova em Le Mans. Luca Marini conquistou um bom 6ºlugar em sua casa superando aos seus adversários no meio do pelotão entre eles Bagnaia que caiu na volta final. Dominique Aegerter que não apareceu a corrida inteira acabou subindo no final da prova ficando em 7ºlugar. Dessa forma com sua Suter superando a Simone Corsi da Speed UP que chegou em 8ºlugar, Jorge Navarro que teve seu melhor final de semana na Moto ficando sempre entre os 10 primeiros colocados ficando em 9ºlugar.

Brad Binder em sua volta a Moto 2 após 3 provas de Ausência fez uma bela corrida de recuperação chegando em 10ºlugar. Schrotter da Dynavolt,  Syarhin da Petronas, Isaac Vinales da SAG Team, Reny Gardner que fez seus primeiros 2 pontos com a Tech 3 e Xavier Simeon da Tasca Racing completaram a zona de pontuação.

Semana que vem teremos a prova da Moto 2 na Catalunha na Espanha, Começando o 2ºterço de Campeonato do Mundial de Motovelocidade.

Resultado final do GP da Itália do Mundial de MotoGP
Moto 2 – Mugello – 6ªEtapa – 21 voltas

Pos. Piloto Equipe Moto Tempo
1 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 39’30.974
2 12 Thomas Luthi CarXpert Interwetten Kalex 0.052
3 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex 0.136
4 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex 3.643
5 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 5.124
6 10 Luca Marini Forward Racing Team Kalex 13.266
7 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter 13.299
8 24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up 13.703
9 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 15.485
10 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 16.036
11 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Suter 16.039
12 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex 16.310
13 32 Isaac Vinales BE-A-VIP SAG Team Kalex 17.702
14 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 21.335
15 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 22.740
16 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 22.781
17 68 Yonny Hernandez AGR Team Kalex 22.804
18 40 Fabio Quartararo Pons HP40 Kalex 23.705
19 11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter 25.336
20 57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex 28.534
21 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex 29.512
22 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 40.336
23 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex 40.351
24 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex 40.486
25 37 Augusto Fernandez Speed Up Racing Speed Up 45.382
26 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 45.385
27 6 Tarran Mackenzie Kiefer Racing Suter 1’07.733
28 22 Federico Fuligni Forward Junior Team Kalex 1’07.742
52 Danny Kent Garage Plus Interwetten Kalex 12 Voltas
62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex 12 Voltas
30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 21 Voltas
7 Lorenzo Baldassarri Forward Racing Team Kalex 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP