Com jogo de equipe desnecessário, Hamilton conquista vitória constrangedora e abre 50 pontos na liderança do campeonato

Se no ano passado o GP da Rússia foi uma prova para ser esquecida pela inercia de acontecimento, Esse ano a corrida será marcada pela Mercedes ter influenciado no Resultado final da corrida. Valtteri Bottas que tinha a prova na mão e Teve que ceder por ordem de Toto Wolff para o Inglês Lewis Hamilton. Em uma lamentável atitude do dirigente diga-se de passagem. Foi a vitória de número 70 da sua carreira e esta com 50 pontos de vantagem para Sebastian Vettel. Com 5 provas para o termino do campeonato, O inglês fica mais próximo do título.

Na largada, Bottas largou bem e manteve a liderança, Com Vettel tentando superar Hamilton que segurou a 2ªposição. Não tivemos nenhum incidente nas primeiras curvas como aconteceu em 2015, 2016 e 2017.

Se esperavam que a corrida iria ficar parada, Se enganou! Já na segunda volta, O monegasco Charles Leclerc ultrapassou Kevin Magnussen por fora, Uma linda manobra que colocou o piloto da Sauber ao 5ºlugar, Mas quem dava o Show no começo da prova era Max Verstappen. Em 3 voltas, O piloto Holandês passou do 19ºlugar para a 11ªposição. Após 5 voltas, ele passou para o 7ºlugar.

Na sexta volta Verstappen passou Magnussen e assumiu o 6ºlugar, Na 8ªVolta,Verstappen ultrapassa Leclerc assumindo a 5ºlugar, a 16 segundos do líder seria difícil que Max conseguisse algo a mais do que essa posição, Mas ele poderia ficar mais tempo na pista e era ai que tudo poderia mudar. Esteban Ocon tentou superar Kevin Magnussen, Mas acabou tomando uma fechada que tornou a tarefa do piloto francês impossível.

Na 13ªVolta, Valtteri Bottas abriu a rodada de paradas dos primeiros colocados. Na Volta seguinte foi à vez de Vettel ir para os boxes. Lewis Hamilton ficou na pista durante 2 voltas para tirar o mais rápido possível. Na volta 15, O piloto inglês faz sua parada. Ao contraio do que se esperava é que Hamilton perdeu a posição para Vettel que assumiu a segunda posição.

Hamilton teve que ir para a batalha para superar Vettel. Na Volta seguinte, Hamilton tenta a ultrapassagem na grande reta, Mas perto da chicane o piloto Alemão fecha a porta, Hamilton insiste e consegue a ultrapassagem, E assumindo a 4ªposição. Raikkonen era o líder com Verstappen em 2º e Bottas em 3º. Sendo que os 2 primeiros precisavam fazer a parada.

Raikkonen vai para a parada na volta 18, Verstappen assumiu a liderança. Enquanto isso sem razão, Sainz jr. reclama de uma fechada de Kevin Magnussen. O piloto Espanhol estava por fora e o escandinavo estava na sua trajetória.

A corrida estava se encaminhando a favor de Bottas que vinha com uma vantagem pequena, Mas segura para Hamilton que vinha sendo pressionado pelo Vettel. Até que na volta 25, Bottas recebeu a ordem de deixar Hamilton passar. O piloto Finlandês deixou de forma descarada a ultrapassagem do piloto inglês que passou ao 2ºlugar. Bottas ficou muito irritado com a situação. O estrategista explicou que a ultrapassem foi necessária por que o Hamilton tinha uma bolha no seu pneu. (Algo que não prejudicava o desempenho de forma visível o piloto da Mercedes)

Hamilton só esperava a troca de pneus do Verstappen que iria ser por volta da 30ªpassagem. Porém, Os pneus do Verstappen acabou resistindo muito e rendendo bem. Tanto é que a parada dele aconteceu na volta 44. Colocando os pneus ultra macios e volta em 5ºlugar. Já Ricciardo parou bem antes (Na 28ªVolta, ao trocar além dos pneus trocou sua asa dianteira) em 6ºlugar.

Hamilton ficava com seus 2 segundos a frente de Bottas que finalmente conseguiu abrir uns 2 segundos de Sebastian Vettel. Nas últimas voltas, Bottas perguntou se as posições iriam ficar do jeito que esta ou se devolveriam a vitória para as mãos dele? A Resposta é que iria sim!

Lewis Hamilton que não parece ter concordado com essa decisão acabou conquistando a sua 70ªvitória, Mas uma vitória sem o brilho das outras vitórias, graças as ordens dos burocratas da Mercedes, Liderados por Toto Wolff. Logo ficou bem claro o clima bem ruim que ficou depois dessa presepada.

Agora minha opinião: A Mercedes não precisava passar por isso! A equipe alemã que parecia ter mais liberdade para que os dois pilotos vencesse, Dessa vez a equipe acabou se rebaixando a Ferrari em 2002 no Fatídico GP da Áustria (Quando Barrichello cedeu a vitória a poucos metros do final da prova) A diferença foi que Bottas cedeu as ordens da equipe no meio da corrida. Isso não deixa de ser vergonhoso, Já esta mais do que na hora de o “Jogo de equipe” acabar. Tivemos uma evolução disso a partir de 2003 até o ano de 2010 quando foi rasgado o regulamento da proibição do jogo de equipe, (Massa deixou Alonso ultrapassar para vencer a prova numa clara ordem de equipe) Que acabou sendo punido em 100 mil dólares e quando era para perderem todos os pontos ou suspensão do GP da Itália, A FIA (Ferrari International Assistence)acabou passando a mão e deixando a Ferrari sem punição. Pelo contraio, Eles revogaram o jogo de equipe.

O que cabe a Liberty Media? Apenas uma coisa: Uma regra que endureça o jogo de equipe e em um segundo momento que se acabe com isso ou caso contraio, de nada vai adiantar o que a empresa que cuida da Formula 1 desde 2017. Parece que os fantasmas da antiga Formula 1 estavam em Sochi, Hoje tivemos a aparição da Múmia Bernie Ecclestone junto do Vladimir Putin. Só espero que esse fantasma não seja o recomeço de um novo colonialismo na categoria principal do automobilismo.

Valtteri Bottas acabou em 2ºlugar, Completamente abatido com a situação, Hamilton não comemorou a vitória, ainda por cima no pódio levou Bottas no mesmo patamar dele. Até porque com a grandeza de um dos maiores pilotos da história da Formula 1 sabe que sua vitória de hoje não foi de puro merecimento e que ele não precisava disso para ganhar seu 5º título Mundial. Algo que esta bem mais próximo dele.

Sebastian Vettel com o 3ºlugar de hoje, Com uma Ferrari que não teve Força para derrotar a Mercedes fica em uma situação muito difícil. Agora o Alemão depende de outros resultados para ser o campeão. Kimi Raikkonen terminou logo atrás em 4ºlugar. Verstappen com os pneus Ultra Macios não se deu bem, Acabou tendo um desempenho ruim e não conseguiu se quer aproximar de uma possível disputa pelo 4ºlugar, O Holandês chegou em 5ºlugar e acabou sendo o piloto da corrida.

Daniel Ricciardo, dispersado pela Red Bull fez o suficiente para ficar com o 6ºlugar.

Charles Leclerc fez uma brilhante corrida, Coroando um final de semana fantástico ao levar a Sauber ao 7ºlugar. São 6 pontos que levam a equipe suíça a ter chances de disputar o 8ºlugar dos construtores com a Toro Rosso que fez um papelão, Com seus 2 pilotos abandonando após 4 voltas por causa de problemas que resultaram em rodadas dos seus dois pilotos.

Kevin Magnussen mesmo sem ter um carro tão bem acertado acabou ficando em 8ºlugar, marcando importantes 4 pontos nessa luta pelos construtores contra a Renault que ficou zerada no dia de hoje. Esteban Ocon e Sergio Perez completaram a zona de pontuação. Na Force India houve jogo de equipe, Perez pediu para Ocon passar, Essa ordem foi obedecida para que o Mexicano tivesse chance de passar Magnussen, Porém isso não aconteceu e a equipe pediu para que Perez devolvesse a posição para Ocon. Nesse caso o que a Mercedes não fez a Ex-equipe Indiana acabou fazendo.

Romain Grosjean nadou e acabou morrendo na praia, Ficando mais uma vez sem pontuar. Igualmente aconteceu com o Alemão Nico Hulkenberg (que vive uma fase ruim de apenas 1 ponto nas últimas 4 corridas) acabou em 12ºlugar. Pior ficou Carlos Sainz jr. que acabou em um melancólico 17ºlugar.

Na frente dele ficou o Sueco Marcus Ericsson que fez uma corrida mais ou menos, Sem muito brilho. Ao contraio que foi a corrida do seu companheiro de equipe. Fernando Alonso sem qualquer brilho ficou em 14ºlugar, Com Lance Stroll, Stoffel Vandoorne, Carlos Sainz jr. e fechando a turma que terminou a prova ficou o Russo Sergey Sirotkin. Uma decepção para os Russos, que poderia tentar fazer algo a mais do que o 18ºlugar que conseguiu no dia de hoje.

Semana que vem teremos o GP do Japão, Com o desempenho de Hamilton nessa altura do campeonato, Tudo indica que o título pode ser decidido até mesmo no GP do México, Mas a equipe Mercedes não precisava desse fato, Provavelmente os 7 pontos não fariam falta, Se quer para definir o campeonato no Circuito de Hermanos Rodriguez. A Vitória de Valtteri Bottas poderia fazer muito bem para o finlandês.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP da Rússia
16ªEtapa do Mundial de Formula 1

Pos Pilotos Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 1:27:25.181 2
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 53 a 2.545s 1
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 7.487s 3
4 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 53 a 16.543s 4
5 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 53 a 31.016s 19
6 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 53 a 1:20.451s 18
7 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 53 a 1:38.390s 7
8 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 52 a 1 volta 5
9 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 volta 6
10 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 volta 8
11 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 52 a 1 volta 9
12 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 52 a 1 volta 12
13 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 52 a 1 volta 10
14 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 52 a 1 volta 16
15 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 52 a 1 volta 14
16 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 51 a 2 voltas 15
17 55 Carlos Sainz jr. Renault R.S.18 Renault R.E.18 51 a 2 voltas 11
18 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 51 a 2 voltas 13
10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 4 Abandonou 17
28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 4 Abandonou 20

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Sauber/Force India/Williams/Red Bull/Renault

Prova Final da World Series Renault 3.5 – Rowland e De Vries conquistam vitórias em Jerez

Nos dias 17 e 18 de Outubro tivemos a rodada Final da World Series da Renault. Hoje vamos falar de como foram as provas finais da 3.5 que já tinha seu campeão definido na corrida passada em Le Mans que foi o Inglês Oliver Rowland da equipe Fortec. A prova em Jerez serviu apenas para definir o campeão do campeonato de novatos e era a última chance para os jovens pilotos mostrarem o seu talento.

Na primeira corrida com a pista molhada o pole position foi Tom Dillmann que largou bem e manteve-se na ponta com Rowland em 2º e Orudzhev em 3º, Logo atrás vindo Jazeman Jaafar sendo pressionado pelo Matthieu Vaxiviere, Tio Ellinas e Nyck de Vries numa bela disputa pelo 4ºluggar.

Dillmann liderou por um terço da corrida até que o inglês Oliver Rowland tomou a ponta do piloto Francês que também perdeu a 2ªposição para o Russo. Para Dillmann os problemas não pararam por ai, ele acabou tendo problemas na volta seguinte caindo para a última posição. O piloto da Carlin foi para os boxes para colocar pneus de pista seca, Alguns pilotos acabaram ir para os pneus de pista seca para um melhor resultado, O que aconteceu foi exatamente ao contraio eles acabaram saindo de vez da corrida.

Com tudo isso Rowland só administrou para vencer pela 8ªVez na temporada com o Russo Egor Orugzhev em 2º e Matthieu Vaixviere completando o pódio. Jazeman Jaafar perdeu posições para Nyck de Vries e para Tio Ellinas ficando apenas em 6ºlugar. Com uma bela corrida de recuperação o Brasileiro André Negrão que largou do 17ºlugar terminou a etapa 1 na 8ªposição marcando 4 pontos para a International Draco Racing.

Resultado final da 16ªEtapa
Jerez de la Fronteira

1     4     Oliver Rowland            (FORTEC MOTORSPORTS)         43:14.735     em 23 Voltas
2     6     Egor Orudzhev             (ARDEN MOTORSPORT)         a 10.879
3     9     Matthieu Vaxiviere         (LOTUS)             a 13.428
4     1     Nyck de Vries             (DAMS)                 a 16.481
5     11     Tio Ellinas             (STRAKKA RACING)         a 26.020
6     3     Jazeman Jaafar             (FORTEC MOTORSPORTS)         a 43.150
7     5     Nicholas Latifi         (ARDEN MOTORSPORT)         a 48.729
8     20     Andre Negrão             (INTERNATIONAL DRACO RACING)     a 52.543
9     17     Roy Nissany             (TECH 1 RACING)         a 56.522
10     39     Yu Kanamaru             (PONS RACING)             a 58.066
11     12     Gustav Malja             (STRAKKA RACING)         a 58.633
12     16     Beitske Visser             (AVF)                 a 1:00.321
13     2     Dean Stoneman             (DAMS)                 a 1:12.467
14     40     Nikita Zlobin             (PONS RACING)             a 1:14.231
15     15     Alfonso Celis Jr         (AVF)                 a 1:33.354
16     25     Sean Gelael             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 1:37.926
17     10     Marlon Stockinger         (LOTUS)             a 1 Volta

Não Completaram a corrida:

18     Aurelien Panis            (TECH 1 RACING)         a 9 Voltas
26     Tom Dillmann             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 10 Voltas

Nyck De Vries
Nyck De Vries

Já em cima de Final de festa na 3.5 a segunda corrida do dia consagrou o ano de Nyck de Vries, piloto protegido da Mclaren desde dos 12 anos de idade, Apesar de não ter largado na liderança ele ultrapassou pilotos como Olivier Rowland e Mattihieu Vaxiviere para vencer sua primeira corrida na categoria e dessa forma conquistar o campeonato de rookies, E a DAMS se despediu da 3.5 com vitória já que em 2016 ela já anunciou que não vai disputar a World Series da Renault. Olivier Rowland, Matthieu Vaxiviere e Tio Ellinas acabaram fechando nas 4 primeiras posição. Por coincidência eles terminaram o campeonato nas 4 primeiras posições do campeonato. André Negrão começou bem a segunda corrida, Mas acabou a prova apenas em 12ºlugar.

Resultado final da 17ªEtapa
Jerez de la Fronteira

1     1     Nyck De Vries            (DAMS)                 41:36.996 em 24 Voltas
2     4     Oliver Rowland             (FORTEC MOTORSPORTS)         a 2.509
3     9     Matthieu Vaxiviere         (LOTUS)             a 2.584
4     11     Tio Ellinas             (STRAKKA RACING)         a 4.084
5     12     Gustav Malja             (STRAKKA RACING)         a 13.411
6     26     Tom Dillmann             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 14.197
7     6     Egor Orudzhev             (ARDEN MOTORSPORT)         a 14.646
8     3     Jazeman Jaafar             (FORTEC MOTORSPORTS)         a 15.024
9     25     Sean Gelael             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 15.650
10     5     Nicholas Latifi         (ARDEN MOTORSPORT)         a 16.553
11     39     Yu Kanamaru             (PONS RACING)             a 16.853
12     20     Andre Negrão             (INTERNATIONAL DRACO RACING)     a 16.959
13     18     Aurelien Panis            (TECH 1 RACING)         a 17.611
14     10     Marlon Stockinger         (LOTUS)             a 26.844

Não Completaram a corrida:

16     Beitske Visser            (AVF)                 a 4 Voltas
17     Roy Nissany             (TECH 1 RACING)         a 8 Voltas
15     Alfonso Celis Jr         (AVF)                 a 21 Voltas
2     Dean Stoneman             (DAMS)                 a 24 Voltas
40     Nikita Zlobin             (PONS RACING)             a 24 Voltas

Pietro Fantin na sua melhor corrida na temporada.
Pietro Fantin na sua melhor corrida na temporada.

Após uma grande temporada a Renault 3.5 mesmo que tenha revelado um dos melhores pilotos do ano de 2015 que é o Inglês Oliver Rowland e de os últimos campeões terem chegado a Formula 1 (Kevin Magnussen e Carlos Sainz Jr.) podemos falar que a forma dos carros e na maioria das corridas não tivemos disputas tão intensas como na GP2 Series. Mas posso falar que pelo menos as ultrapassagens estão sendo ultrapassagens legitimas e não sendo totalmente artificiais.

Vejo grande futuro em Matthieu Vaxiviere, Ncky de Vries, Tio Ellinas, Dean Stoneman, Jazeman Jaafar e Egor Orudzhev em um primeiro momento. Pietro Fantin fez uma bela temporada e uma pena que tanto ele como Bruno Bonifácio tenham no final da temporada tendo saído da International Draco que ao final da temporada o time anunciou o final das suas atividades o que é lamentável com um time que é tão tradicional e que revelou tantos bons pilotos principalmente Brasileiros como Rubens Barrichello.

Também de Olho em Aurelian Panis e Nicholas Latiti que tem tudo para serem promissores pilotos para o ano que vem.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport

Rowland conquista título da Renault 3.5 Russo vence segunda bateria

Olivier Rowland confirmou o título hoje em Le Mans Bugatti na França numa atuação discreta, Mas que foi suficientemente para conquistar os pontos necessários para conquistar o campeonato da World Series Renault 3.5

Largando do 14ºlugar o piloto da Fortec ganhou na largada 3 posições na largada já se colocando em 11ºlugar, O pole Tio Ellinas largou muito bem mantendo a liderança, Já Mattihieu Vaxiviere acabou largando mal e de 2ºlugar caiu para o 7ºlugar o que era já bem ruim para o piloto que precisava fazer 75 dos 75 pontos restantes para ser o campeão com Rowland fora da pontuação nas 3 provas finais. Tentando passar sem sucesso ao piloto Nyck de Vries. Tom Dillmann e Egor Orudzhev estavam em 2º e 3ºlugares. A Corrida só começou a mudar de rumos quando tivemos um acidente entre André Negrão e Yu Nakamaru se chocaram em tentativa de ultrapassagem do Japonês, O piloto Brasileiro da Draco acabou capotando, Por sorte acabou o piloto Brasileiro não sofrendo nenhum ferimento.

Com isso o safety car entrou na pista para a limpeza da pista, Logo após isso a bandeira verde foi acionada e a corrida recomeçou, Logo depois de alguns minutos os pilotos foram para a parada obrigatória, Mattihieu Vaxiviere resolveu ir até o limite da janela de parada nos boxes para tentar recuperar as posições e vencer a corrida para tentar manter as chances de título. Ele fez a parada e voltou atrás apenas do Russo Egor Orudzhev que se deu bem nas paradas que assumiu a liderança da prova. Vaxiviere só tinha uma opção atacar o Russo e vencer, Mas isso já não bastava pois Olivier Rowland estava em 8ºlugar o que bastava para o Inglês ser o campeão.

Segunda vitória de Orudzhev nessa temporada da 3.5
Segunda vitória de Orudzhev nessa temporada da 3.5

Vaxiviere foi para cima do Russo no final da corrida, Mas Orudzhev foi impecável na defesa da posição até o final da prova, O piloto da Arden venceu a prova e só com esse resultado tornava Rowland campeão, Para para confirmar de vez o piloto Inglês passou na bandeirada em 8ºlugar e dai foi só comemorar o título da World series após uma campanha irretocável com 7 vitórias, 11 pódios em 15 corridas e 264 pontos marcados contra 204 de Vaxiviere que ficou em 2º na prova e em 2º no campeonato. O pódio foi completado pelo piloto Tio Ellinas que suportou a pressão de Dean Stoneman no final da prova. Stoneman que ficou em 4º e Nkcy de Vries que ficou em 10ºlugar na corrida de Domingo são os pilotos a lutarem pelo campeonato de novatos nesse ano na Renault 3.5, Brigando por fora vem o Russo Egor Orudzhev da Arden.

A última rodada dupla vai acontecer em Jerez nos dias 17 e 18 de Outubro. Parabéns a Olivier Rowland pelo título da Renault 3.5 Sem dúvida um dos 10 melhores pilotos em 2015.

Resultado da 15ªcorrida da World Series da Renault 3.5

1 6 Egor Orudzhev (ARDEN MOTORSPORT) 41:29.261 em 28 Voltas
2 9 Mattihieu Vaxiviere (LOTUS) a 2.388
3 11 Tio Ellinas (STRAKKA RACING) a 9.075
4 2 Dean Stoneman (DAMS) a 10.283
5 26 Tom Dillman (JAGONYA AYAM WITH CARLIN) a 10.889
6 18 Aurelien Panis (TECH 1 RACING) a 14.193
7 5 Nicholas Latifi (ARDEN MOTORSPORT) a 14.994
8 4 Oliver Rowland (FORTEC MOTORSPORTS) a 18.221
9 12 Gustav Malja (STRAKKA RACING) a 19.017
10 1 Nyck de Vries (DAMS) a 19.379
11 10 Marlon Stockinger (LOTUS) a 20.577
12 17 Roy Nissany (TECH 1 RACING) a 20.886
13 16 Beitske Visser (AVF) a 26.834
14 3 Jazeman Jaafar (FORTEC MOTORSPORTS) a 27.396
15 40 Nikita Zlobin (PONS RACING) a 27.653
16 15 Alfonso Celis jr. (AVF) a 31.223
17 25 Sean Gelael (JAGONYA AYAM WITH CARLIN) a 36.781

Não Completaram a corrida:

19 André Negrão (INTERNATIONAL DRACO RACING) a 24 Voltas
39 Yu Kanamaru (PONS RACING) a 24 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com

Rowland vence primeira prova em Le Mans e fica a 1 ponto do Título

Em mais uma corrida impecável o piloto Olivier Rowland conquistou a 7ªvitória na temporada e esta agora a 1 ponto do título da Renault 3.5, Na largada Rowland que conquistou a pole position largou bem e continuou na liderança com o Russo em Segundo e Vaxiviere em 3ºlugar. O piloto Francês passou a Egor Orudzhev e assumiu o segundo lugar e partiu para cima de Rowland tentando a vitória e diminuir a diferença para ter mais possibilidades de tentar o título. Mas a sua afobação acabou sendo terrível para o piloto da Lotus que primeiro acabou batendo sua asa no pneu do seu rival da equipe Fortec.

Dai depois disso ele começou a ficar para o Russo Egor Orudzhev que conseguiu a manobra 2 vezes para uma ultrapassagem, só que Vaxiviere acabou cortando a chicane e impedindo a ultrapassagem do piloto Russo, Nessa história Vaxiviere acabou punido o acréscimo de 10 segundos e isso acabou de vez com a corrida dele. A prova foi apática em temos de ultrapassagem não tivemos praticamente nenhuma na prova inteira e nem uma bandeira amarela.

Rowland completou a prova vencendo não dando mais chance alguma para Egor Orudzhev que acabou herdando o 2ºlugar de Vaxiviere que com os 10 segundos acabou ficando em 10ºlugar. Com tudo isso Rowland abriu 74 pontos na frente de Vaxiviere e só precisa amanhã de mais um ponto para se sagrar campeão ou se o Vaxiviere não ganhar a prova de domingo o piloto Inglês pode comemorar o título. Tom Dillmann completou o pódio e a se destacar as boas atuações de Aurelien Panis que fez sua melhor corrida na Renault 3.5 ficando em 5ºlugar e de Yu Kanamaru que terminou a prova em 6ºlugar. André Negrão que substitui a Bruno Bonifácio e a Pietro Fantin que ficaram a pé por falta de dinheiro ficou apenas em 12ºlugar. Amanhã as 8 e meia da Manhã teremos a 2ªCorrida em Le Mans que provavelmente consagra Rowland como campeão da World Series Renault 3.5

Resultado final da 14ªEtapa da Renault 3.5

1     4     Oliver Rowland            (FORTEC MOTORSPORTS)         42:33.351 em 30 Voltas
2     6     Egor Orudzhev             (ARDEN MOTORSPORT)         a 4.226
3     26     Tom Dillmann             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 4.983
4     2     Dean Stoneman             (DAMS)                 a 5.360
5     18     Aurelien Panis             (TECH 1 RACING)             a 6.026
6     39     Yu Kanamaru             (PONS RACING)             a 7.028
7     1     Nyck de Vries             (DAMS)                 a 8.374
8     17     Roy Nissany             (TECH 1 RACING)             a 10.030
9     11     Tio Ellinas             (STRAKKA RACING)             a 11.984
10     9     Matthieu Vaxiviere         (LOTUS)                 a 12.958
11     12     Gustav Malja            (STRAKKA RACING)             a 16.168
12     19     Andre Negrão             (INTERNATIONAL DRACO RACING)     a 17.352
13     3     Jazeman Jaafar             (FORTEC MOTORSPORTS)         a 22.753
14     16     Beitske Visser             (AVF)                 a 25.299
15     10     Marlon Stockinger         (LOTUS)                 a 26.405
16     25     Sean Gelael             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 29.440
17     40     Nikita Zlobin             (PONS RACING)             a 38.886

Não Terminaram a corrida:

5     Nicholas Latifi         (ARDEN MOTORSPORT)         a 10 Voltas
15     Alfonso Celis Jr.         (AVF)                 a 14 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: motorsport.com

Olivier Rowland conquista vitória em Nürburgring e se aproxima do título da World Series Renault

Olivier Rowland da Fortec se aproximou do campeonato da World Series Renault 3.5 após bela atuação na corrida de Sábado em Nürburgring na Alemanha após largar na pole position com Tio Ellinas em segundo lugar. Na largada o Cipriota não foi bem caindo para o 6ºlugar, Rowland manteve a ponta com Nyck de Vries em segundo, Jazeman Jaafar em 3º, Matthieu Vaxiviere em 4º. Tom Dillmann em 5º e Tio Ellinas em 6º.

A prova teve muitas disputas, Mas não teve ultrapassagens praticamente, O Canadense Nicholas Latifi tentou passar o Mexicano Alfonso Celis jr. e acabou passando reto e indo para a brita na entrada da curva 1, Segundos depois Bruno Bonifácio também passou reto e bateu e dessa forma um Safety Car entrou no circuito para a retirada dos dois carros isso por pura precaução.

Na relargada Rowland e De Vries estavam indo na frente e abrindo vantagem para Jazeman Jaafar que estava segurando com muita garra os ataques do piloto Francês Matthieu Vaxiviere. Já atrás o piloto japonês Yu Kanamaru que substituía a Paz Armand devido a falta de visto do piloto Indonésio foi atacado e começou a perder posições, Uma pena pois ele estava em uma respeitável 9ºposição e acabou levando ultrapassagens de Egor Orudzhev, Alfonso Celis jr. que entraram nos pontos e de Marlon Stockinger caindo assim para o 12ºlugar. Já Rowland não perdeu mais a vitória mesmo com a tentativa de Nyck de Vries de alcançar o piloto Inglês da Fortec que com a vitória acabou dando mais um passo rumo ao campeonato, Seu companheiro de equipe Jazeman Jaafar apesar da pressão de Vaxiviere o malaio resistiu a todos esses ataques e conquistou o pódio e se recuperando de atuações com resultados muito apagados, Vaxiviere em 4ºlugar ficou mais longe ainda do seu rival Rowland.

Pietro Fantin andou perto da turma da frente e acabou a corrida em uma respeitável 7ªposição, O Brasileiro vem corrida a corrida crescendo nesse campeonato.

Resultado da 12ªEtapa da Formula Renault 3.5 – Nürburgring (Alemanha)

1 4 Oliver Rowland (FORTEC MOTORSPORTS) 42:39.609 em 23 Voltas
2 1 Nyck de Vries (DAMS) a 1.239
3 3 Jazeman Jaafar (FORTEC MOTORSPORTS) a 10.690
4 9 Matthieu Vaxiviere (LOTUS) a 11.264
5 26 Tom Dillmann (JAGONYA AYAM WITH CARLIN) a 12.635
6 11 Tio Ellinas (STRAKKA RACING) a 13.540
7 19 Pietro Fantin (INTERNATIONAL DRACO RACING) a 14.986
8 12 Gustav Malja (STRAKKA RACING) a 16.188
9 6 Egor Orudzhev (ARDEN MOTORSPORT) a 20.440
10 15 Alfonso Celis Jr (AVF) a 26.499
11 10 Marlon Stockinger (LOTUS) a 28.118
12 39 Yu Kanamaru (PONS RACING) a 30.844
13 40 Renè Binder (PONS RACING) a 31.401
14 18 Aurélien Panis (TECH 1 RACING) a 37.860
15 25 Sean Gelael (JAGONYA AYAM WITH CARLIN) a 38.581
16 16 Beitske Visser (AVF) a 44.832

Não Completaram a corrida:

5 Nicholas Latifi (ARDEN MOTORSPORT) a 15 Voltas
20 Bruno Bonifácio (INTERNATIONAL DRACO RACING) a 15 Voltas
17 Roy Nissany (TECH 1 RACING) a 17 Voltas
2 Dean Stoneman (DAMS) a 19 Voltas

Na segunda corrida sob chuva tivemos Rowland largando da pole e Pietro Fantin dividindo a primeira fila do Grid de largada, O Brasileiro largou melhor e assumiu a liderança da corrida, Enquanto que Olivier Rowland com a sua Fortec roda e perde posições caindo para o último lugar, Enquanto que toda a turma briga por posições Fantin abria uma enorme diferença para os demais pilotos isso sob o piso semi-molhado, Em busca de mudarem a história da corrida os pilotos que ficaram lá atrás foram para a parada para buscarem melhores resultados e também porque eles todos apostaram em pneus para piso molhado, Já Fantin, Vaxiviere, Rowland, Stoneman, Kanamaru e Dillmann ficaram na pista, Mas dai veio a bandeira amarela devido a Rodada de Aurélien Panis da Tech 1.

Essa bandeira amarela demorou para sair, Só quando todos se formaram é que a Corrida recomeçou, O Jogo agora virava para a favor de quem parou que tinha na sua frente 6 pilotos que não tinham parado nos boxes e precisavam fazer a parada obrigatória. Tio Ellinas e Gustav Malia estavam na frente entre os pilotos que tinham parado nos boxes enquanto que Nyck de Vries e Alfonso Celis jr. brigavam numa disputa muito interessante. Por mais que os líderes tentassem abrir não tinha como evitar a parada, O último a fazer a troca foi o Fantin a menos de 6 minutos do final da prova. O Brasileiro ainda voltou bem colocado no final da prova aonde começou a chover e vários pilotos tiveram que provar sua coragem para tentarem ficar na pista. Na Volta final o Sueco  Gustav Malja se encheu de coragem e tentou tirar a vitória de Tio Ellinas, Chegou a tomar a ponta mas Ellinas conseguiu dar o troco e a disputa terminou por ai pois o pior que poderia acontecer era um acidente que tirasse os dois pilotos da Strakka Racing, Algo que não aconteceu, Ellinas conquistou a sua segunda vitória na temporada com Malja e Nyck de Vries completando o pódio.

Pietro Fantin terminou em 4ºlugar, Mas por irregularidades na sua parada foram acrescentados 20 segundos no tempo final de corrida do Piloto Brasileiro jogando Fantin para o 9ºlugar e deixando Alfonso Celis jr. em4º e Egor Orudzhev que cometeu um erro no final o que custou o pódio em 5ºlugar. Apesar de 2 rodadas o Inglês Olivier Rowland ficou em 10ºlugar na frente de Matthieu Vaxiviere e marcando mais um ponto e colocando mais diferença para o seu arquirrival francês. Com 235 pontos contra 185 de Vaxiviere o piloto da Fortec pode ser campeão nesse domingo no circuito Bugatti de Le Mans se a diferença dele para o piloto da Lotus for mais que 50 pontos de diferença. Você confere aqui a matéria da Renault 3.5 dessa importante etapa que pode determinar o campeão da categoria.

Resultado final da 13ªCorrida da World Series Renault 3.5 – Nürburgring (Alemanha)

1 11 Tio Ellinas (STRAKKA RACING) 42:32.506 em 22 Voltas
2 12 Gustav Malja (STRAKKA RACING) a 2.240
3 1 Nyck de Vries (DAMS) a 4.430
4 15 Alfonso Celis Jr. (AVF) a 11.016
5 6 Egor Orudzhev (ARDEN MOTORSPORT) a 14.109
6 2 Dean Stoneman (DAMS) a 17.793
7 10 Marlon Stockinger (LOTUS) a 21.187
8 40 Renè Binder (PONS RACING) a 23.461
9 19 Pietro Fantin (INTERNATIONAL DRACO RACING)* a 29.803
10 4 Oliver Rowland (FORTEC MOTORSPORTS) a 30.240
11 9 Matthieu Vaxiviere (LOTUS) a 34.088
12 20 Bruno Bonifácio (INTERNATIONAL DRACO RACING) a 35.926
13 39 Yu Kanamaru (PONS RACING) a 37.609
14 26 Tom Dillmann (JAGONYA AYAM WITH CARLIN) a 40.166
15 16 Beitske Visser (AVF) a 51.188
16 25 Sean Gelael (JAGONYA AYAM WITH CARLIN) a 1:24.729
17 3 Jazeman Jaafar (FORTEC MOTORSPORTS) a 1 Volta
18 17 Roy Nissany (TECH 1 RACING) a 1 Volta

Não Completaram a corrida:

18 Aurélien Panis (TECH 1 RACING) a 17 Voltas
5 Nicholas Latifi (ARDEN MOTORSPORT) a 20 Voltas

*Perdeu 20 segundos por irregularidades na parada obrigatória

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com