Category Archives: Formula 1

F1 Formula 1 Formula 1 - 1986 Fotos História

GP da Hungria de 1986

Published by:

Grid de Largada:

1. Ayrton Senna (12) Lotus-Renault 1:29.450
2. Nelson Piquet (6) Williams-Honda 1:29.785
3. Alain Prost (1) Mclaren-Porsche 1:29.945
4. Nigel Mansell (5) Williams-Honda 1:30.072
5. Keke Rosberg (2) Mclaren-Porsche 1:30.628
6. Patrick Tambay (16) Lola-Ford 1:31.715
7. Stefan Johansson (28) Ferrari 1:31.850
8. Johnny Dumfries (11) Lotus-Renault 1:31.886
9. Rene Arnoux (25) Ligier-Renault 1:31.970
10. Alan Jones (15) Lola-Ford 1:32.401
11. Gerhard Berger (20) Benetton-BMW 1:32.491
12. Phillippe Alliot (26) Ligier-Renault 1:32.575
13. Teo Fabi (19) Benetton-BMW 1:32.707
14. Ricardo Patrese (7) Brabham-BMW 1:32.956
15. Michele Alboreto (27) Ferrari 1:33.063
16. Martin Brundle (3) Tyrrell-Renault 1:33.368
17. Alessandro Nannini (24) Minardi-Motori Moderni 1:33.656
18. Philippe Streiff (4) Tyrrell-Renault 1:34.414
19. Derek Warwick (8) Brabham-BMW 1:34.502
20. Andrea de Cesaris (23) Minardi-Motori Moderni 1:34.670
21. Christian Danner (17) Arrows-BMW 1:35.296
22. Thierry Boutsen (18) Arrows-BMW 1:35.392
23. Piercarlo Ghinzani (21) Osella-Alfa-Romeo 1:36.232
24. Jonathan Palmer (14) Zakspeed 1:36.485
25. Huub Rothengatter (29) Zakspeed 1:38.527
26. Allen Berg (22) Osella-Alfa Romeo 1:40.884

Piquet vence com ultrapassagem mítica em cima de Senna

O GP da Hungria, o primeiro de sua história escreveu uma das mais bonitas paginas da História da Formula 1. Senna largava na ponta com Piquet em Segundo, Prost e Mansell atrás, os quarto pilotos fantásticos em 1986. Na Larga Senna dispara na Frente e Piquet não conseguiu acompanhar e dessa formula teve que segurar o 2ºLugar. Tambay Largou bem e assumiu a 4ªPosição.

No Final da Primeira volta: Senna estava em primeiro, com Mansell em segundo, Piquet em 3º Tambay em 4º. A Osella de Allen Berg foi para o espaço por quebra de Motor. Prost estava em 5ºLugar, A Vantagem de Senna para Mansell era já de quase 2 segundos. Piquet tentava passar Mansell e Tambay, Prost e Jones brigavam pelo 4ºlugar Rottengatter abandonaria também a corrida na 3ªVolta, Lá pelo 4ºLugar era uma briga feroz, com menos carro Tambay segurava pelo menos uns 5 ou 6 pilotos. Dumfries e Rosberg estavam em sétimo e oitavo, depois Via Johansson, Patrese e Alboreto, completando os 11 primeiros. Prost na 6ªVolta passava Tambay e assumia a 4ªPosição da corrida. Na Volta 5 Piquet fazia a melhor Volta da Corrida: 1.35.237 que já estava na segunda posição na corrida, enquanto isso Ricardo Patrese Abandonava a corrida, outro que deixava a corrida era De Cesaris com sua Minardi (Existia Minardi em 1986) e a pressão de Piquet Sobre Senna era cada vez maior, em 7 Voltas: Senna liderava, com Piquet a 0.9 atrás em 2º, Mansell com 7 segundos, já bem longe em 3º, Prost em 4º (9.5), Jones em 5º (12.4) e sofrendo pressão de Rosberg que era o sexto colocado.

Na Volta 8 Piquet chega de Vez em cima de Senna, as Williams mostram o Melhor carro em cima da Lotus-Renault de Senna, e a partir dai Piquet foi só colocando o carro do Lado de Senna esperando que seu compatriota cometesse um erro, no final da Volta 9 os fiscais ainda tentavam tirar o carro de Patrese que estava sim em posição super perigosa. Alan Jones antecipou seu pit stop, com apenas 9 voltas completadas, mostrava que Hungaroring era cruel com os equipamentos e pneus. E Na Volta 11 Piquet passava para a ponta da Corrida em uma bonita ultrapassagem em cima de Senna, agora estava Piquet livre para abrir vantagem em cima de Senna, e Prost que estava já em 3º se aproximava de Senna, Mansell estava em 4º, bem longe de três primeiros, na volta 13 Prost abriu de vez fogo pra cima de Senna. Mas duas voltas depois Prost se afasta e Senna volta a respirar. Faltando 41 Voltas para o Final da Corrida apenas 14 carros na corrida. Prost, Alboreto e Teo Fabi, pilotos de times importantes tinham abandonado a corrida. Senna era o líder e levava 21 segundos de diferença para Piquet. Após 36 Voltas a classificação era essa: Senna, Piquet (21.6), Mansell (58.3), Berger (1 Volta), Brundle (1 Volta), Johansson (1 Volta). Para Piquet agora era uma perseguição de Gato e Rato, para tentar a vitória, Senna teria que tirar tudo e mais um pouco de sua Lotus para conseguir a 3ªVitória na temporada. Brundle parou na volta 38, e com isso o Conde Johnny Dumfries assumia a 6ªPosição e Johansson a 5ªPosição. agora era impressionante a Resistência dos motores Renault, os 6 motores ainda continuavam na corrida firmes e Forte e todos com chances de pontuar. Senna 2º, Dumfries 6º, Brundle 7º, Streiff 8º, Alliot 9º e Arnoux em 10º.

Senna faria sua parada na volta 42, com uma parada regular ele volta ainda em primeiro, mas tendo Piquet muito mais perto, e com possibilidades de vencer a corrida. Boutsen era outro que se arrastava na pista para abandonar a corrida na volta 43. Era agora que todos viriam o Show de Nelson Piquet e Ayrton Senna na briga pelo primeiro lugar, a Diferença de Senna para Piquet era de 7.6 Segundos.

Berger na Volta 44 abandonava a corrida quando vinha numa belíssima 4ªPosição. Mansell fazia sua segunda parada na volta 46, mas a posição dele já estava consolidada com 3º, a 1 volta atrás de Senna e Piquet. Senna conseguia abrir mais diferença para Piquet, a diferença já esta em 9 segundos, na Volta 48 estava assim: Senna, Piquet, Mansell, Johansson, Dumfries e Brundle.

Mas 2 Voltas depois Piquet se aproximou muito de Senna, o Lotus de Senna já não tinha o mesmo desempenho ou então o consumo do seu carro já estava muito critico. e na Volta 52 Piquet já estava colado em Senna, já sem o ritmo para suportar os ataques de Piquet, a ultrapassagem era questão de poucas voltas.

Na Volta 53 Piquet faz a ultrapassagem em cima de Senna. Mas Piquet perdeu a Freada e Senna com isso voltou a ponta da Corrida. e até Senna conseguiu um fôlego em cima de Piquet. Mas o que estava por Vir iria deixar todos arrepiados.

Na Volta 55 Piquet faz a maior ultrapassagem de sua carreira, no fim da Reta ultrapassa por fora, e Derrapa brilhantemente para se manter na pista e na Frente de Senna, um dos lances mais bonitos da História da Formula 1. a partir dai Piquet pode liderar sem problemas, já que o Carro de Senna já não dava mais sinais de que poderia esboçar reação. com 57 Voltas completadas: Piquet era o Líder, com Senna em 2º e bem Longe dos dois Mansell em 3º, Johansson em 4º, Dumfries em 5º e Brundle em 6º.

Com as posições praticamente definidas, caso não houvesse nada de anormal, uma quebra de quem estava na Frente, que era a Torcida de Streiff, Tambay, Alliot e Palmer, para tentarem arranjar um ponto no campeonato. Piquet abria 1 segundo por volta de Senna, e estava vendo até a possibilidade de dar uma volta em cima de Nigel Mansell, e isso aconteceu na Volta 64 Senna poderia ver isso como a ultima chance de tentar algo em cima de Piquet, mas Mansell não ofereceu tanta resistência e acabou deixando passar Piquet, e também deixou Senna passar, levando uma volta dos dois primeiros colocados da corrida.

Senna tinha 3.5 para tirar de Piquet a 12 Voltas do Final da Corrida, e Viu uma nova chance de se aproximar de Piquet, a 12 voltas do Final ele encostou em Piquet, Mas em termos de Motor Senna acabava ficando muito para Trás de Piquet. Nas Curvas Senna conseguira se aproximar muito de Piquet, mas nas Retas o Motor Honda Turbo era muito mais forte. Depois de 3 Tentativas Senna desistiu e tratou de Garantir os 6 pontos do 2ºlugar. Piquet dessa forma se tranquilizou de vez na ponta. Mesmo com Senna Fazendo a melhor Volta da Corrida na Volta 71, a Corrida teria 78 Voltas, mas só restavam menos de 4 minutos para o Final de corrida. os Organizadores erraram na previsão de quando iria ser os tempos de corrida. os tempos eram 1:28 foi o melhor tempo do final de semana, Fazendo com que no ano seguinte a Pista fosse modificada. Piquet passava pela volta 75, pelo tempo restava apenas 1 volta para o Final da corrida, pois o tempo limite de 2 horas seria estourado. Senna ficava muito, provavelmente buscando terminar a corrida.

E no final do segundo terço da volta 76 a corrida atingiu às duas horas de corrida. e dessa Forma, com 76 Voltas de Corrida Piquet vencia, e Senna terminava em 2ºLugar. Um grande dia para o automobilismo Brasileiro, e também para a Formula 1, que viu Senna em Grande Forma, mas Piquet estava em um dos seus dias mais inspirados. Mansell completou o Pódio, mas se quer conseguiu chegar perto de lutar pela vitória, Johansson com a Ferrari, Dumfries (Primeiros pontos na Temporada) com a Segunda Lotus e Martin Brundle com a Tyrrell completaram a zona de pontuação. Tambay de Lola, Streiff de Tyrrell, Alliot de Ligier e Palmer de Zakspeed completaram a corrida.

Resultado Final do GP da Hungria de 1986

Fotos:

 

View post on imgur.com

Fontes das fotos : Formel1mic, Bestlap

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

 

Comédia Formula 1 Humor

Humor: GP da Malásia de 2011 – Hispania – É Proibido Fumar

Published by:

Lembra da Hispania, Quem não se lembra de tamanha Porcaria na Formula 1, O Sonho Espanhol virou fumaça ao final de 2012, Mas em 2011 nos treinos do GP da Malásia a HRT acabou mostrando que além de ruim era politicamente incorreta com seu carro fumando e soltando fumaça para todo o lado. Claro que inspirado na música de Roberto Carlos “É Proibido Fumar” Criamos um Álbum novo, Com o “É Proibido Fumar 2” na versão brasileira e na Estrangeira.

Essa é a Versão do Brasil

Essa é a Versão do Brasil

Essa é a Versão do Estrangeiro! Em Inglês.

Essa é a Versão do Estrangeiro! Em Inglês.

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

F1 Formula 1 Formula 1 - 1986 Fotos História TV Vídeos

Gp da Alemanha de 1986

Published by:

Grid de largada:

1 Keke Rosberg McLaren/TAG 1’42.013
2 Alain Prost McLaren/TAG 1’42.166
3 Ayrton Senna Lotus/Renault 1’42.329
4 Gerhard Berger Benetton/BMW 1’42.541
5 Nelson Piquet Williams/Honda 1’42.545
6 Nigel Mansell Williams/Honda 1’42.696
7 Riccardo Patrese Brabham/BMW 1’43.348
8 René Arnoux Ligier/Renault 1’43.693
9 Teo Fabi Benetton/BMW 1’44.001
10 Michele Alboreto Ferrari 1’44.308
11 Stefan Johansson Ferrari 1’44.346
12 Johnny Dumfries Lotus/Renault 1’44.768
13 Patrick Tambay Lola/Ford 1’44.979
14 Philippe Alliot Ligier/Renault 1’45.047
15 Martin Brundle Tyrrell/Renault 1’45.432
16 Jonathan Palmer Zakspeed 1’45.887
17 Christian Danner Arrows/BMW 1’46.355
18 Philippe Streiff Tyrrell/Renault 1’47.371
19 Alan Jones Lola/Ford 1’47.518
20 Derek Warwick Brabham/BMW 1’48.206
21 Thierry Boutsen Arrows/BMW 1’49.240
22 Alessandro Nannini Minardi/Motori Moderni 1’49.369
23 Andrea de Cesaris Minardi/Motori Moderni 1’50.066
24 Huub Rothengatter Zakspeed 1’50.918
25 Piercarlo Ghinzani Osella/Alfa Romeo 1’56.468
26 Allen Berg Osella/Alfa Romeo 1’56.959

Com Velocidade e inteligência Piquet conquista a 2ªvitória na temporada e se aproxima da luta pelo Tricampeonato.

Se Tem uma pista capaz de ser a Indianápolis da Formula 1 essa pista era sem duvida o circuito de Hockenheim que será o local da 10ºetapa do mundial de formula 1, Em Circuito Alemão a festa dos treinos foi da Mclaren-Porsche que largavam na primeira fila com Rosberg na pole position e em segundo Alain Prost, na segunda fila tínhamos Senna com a Lotus e Berger com a Benetton, na terceira fila a Dupla da Williams com Nelson Piquet em 5º e Nigel Mansell em 6º. Rosberg que anunciava sua aposentadoria após a temporada de 1986 no circuito alemão. Nos extremos do Grid a Osella ficava com as 2 últimas posições tomando 15 segundos de Rosberg.

Na largada A dupla da Mclaren não larga bem e Senna se aproveita disso e de 3ºassume a ponta com Berger seguindo ele, com isso os dois se deram bem e assumiram primeira e segunda posições, chegou-se a ter um toque entre Senna sobre a roda de Alain Prost, logo na primeira curva confusão envolvendo os carros de Alliot e Johansson que atingiram a Fabi que teve de deixar a corrida na primeira volta. Alliot e Johansson tiveram de ir aos boxes para reparar os seus carros. No final da primeira volta a Liderança era de Senna, 2º Berger, 3ºRosberg, 4ºPiquet, 5ºProst, 6ºMansell. Berger tenta pressionar Senna na região do estádio. Só que na segunda reta Rosberg passou a Senna e Berger de uma vez e assumiu a ponta da corrida, Senna e Berger já sofria a pressão de Piquet.

Piquet passou Berger no começo da volta 3 e já partia para cima de Senna e na 3ªreta de Hockenhein passou Senna e assumiu a 2ºposição, enquanto isso Phillipe Alliot que substituía Jacques Laffite que sofreu grave acidente em Brands Hatch. Prost começou a aparecer na corrida, já estava em 4ºlugar, Berger estava caindo muito, perdendo posições de forma muito rápida, após a 4ªvolta estava em 6ºlugar.

Classificação após 4 voltas: Rosberg 7:36.025, 2.Piquet a 1.729, 3.Senna a 5.724, 4ºProst a 6.104, 5.Mansell a 7.121 e 6.Berger a 7.588.

Rosberg e Piquet já brigavam pela ponta da corrida enquanto isso Prost passava Senna e assumia o 3ºlugar, Senna tinha muitas dificuldades de acompanhar o ritmo de Mclarens e Williams, enquanto isso Berger foi para os boxes, que tinha problemas e acabou perdendo muito tempo para colocar Berger de volta a corrida, Na 6ªvolta no final da 3ªReta Piquet assumiu a ponta da corrida. Mansell que se esperava que iria para cima de Senna começava a ficar com problemas e ficando mais para Alboreto e Arnoux que estavam logo atrás de Mansell.

Classificação após 6 Voltas: Piquet a 11:21,447, Rosberg a 0.621, Prost a 5.513, Senna a 7.078, Mansell a 8.727, Alboreto a 9.074.
Alboreto que vinha em 6ºlugar teve problemas de transmissão e deixou a corrida com a sua Ferrari deixando a 6ªposição para Rene Arnoux. Mansell que tinha perdido posição para Arnoux e Alboreto recuperou o 6ºlugar. Berger depois de 2 voltas voltou a corrida. Phillip Streiff explodiu seu motor de seu Tyrrell-Renault e deixou a corrida, Reginaldo Leme falou quando viu o carro de Streiff pegando fogo a Frase “Vai queimar a câmera” Já que a Câmera especial estava nele para filmar ele onboard.

Enquanto isso Piquet mantia a ponta com Rosberg em 2º andando perto, Prost em 3ºcom alguma vantagem para Senna que segurava o 4ºlugar com mais tranquilidade em cima de Arnoux em 5º e Mansell em 6º com Dunfries em 7º, Warwick que de 20ºlugar na largada já tava em 8º, Jones em 9º e Patrese em 10º.

Na 10ªVolta a primeira Osella acabou quebrando com problemas de embreagem, Thierry Boutsen que largou em 21ºlugar, Um Mecânico falou dos problemas da Arrows, que tinha um chassi ruim, e do projetista esta passeando nos Estados Unidos e que poderia até nem voltar para a Arrows, Boutsen teve de ir aos boxes, mostras de que ele não duraria muito na corrida.

Após 12 voltas a Classificação era: Piquet, Rosberg, Prost, Senna, Arnoux e Mansell são os 6 primeiros colocados. Phillipe Alliot deixava a corrida com problemas de motor na volta 13. Enquanto isso Derek Warwick foi para os boxes para trocar os pneus. Boutsen deixou a corrida na volta 14, seu carro acabou quebrando o motor.

O grande lance da corrida foi esse, na volta 15 Piquet vai para os boxes. E ai vem uma historia do GP da Alemanha. Piquet tinha a comunicação entre a equipe e o Mansell, e parou na volta programada para Mansell, tanto é que um mecânico da Williams acabou reclamando na hora que viu Piquet nos boxes ao invés do Mansell. Piquet voltou em 4ºlugar. Com isso Rosberg reassumiu a ponta da corrida com Prost em 2º e Senna em 3º.

Rosberg começava a pegar o fundo do pelotão para dar uma volta nos primeiros retardatários. Classificação após 16 voltas: Rosberg 30:02.050, Prost a 3.965, Senna a 11.230, Piquet a 18.513, Arnoux a 23.236 e Mansell a 30.289. A Expectativa era pela parada dos dois carros da Mclaren e da Lotus de Senna, Mansell foi para os boxes e após parada voltou em 7ºlugar. Dumfries que estava nos boxes para trocar os pneus após esta fazendo boa corrida em 8ºlugar acabou tendo seu carro empurrado para os boxes. Aparentemente com problemas no Radiador, a história que o Reginaldo Leme Contou na transmissão foi que a Equipe empurrou Dumfries por que ele poderia atrapalhar a parada do Ayrton Senna que era de forma escancarada o primeiro piloto da Lotus.

Piquet com os pneus novos estava voando baixo para cima de Ayrton Senna enquanto isso Rosberg foi para os boxes, e a Mclaren trabalhou muito bem fazendo 7.48 segundos, Rene Arnoux também fez sua parada nos boxes. Classificação após 20 voltas: Prost, Senna, Piquet, Rosberg, Patrese, Mansell. Piquet passou Senna e reassumiu a 2ªposição que se tornaria primeiro lugar após a parada de Prost que teve a Mclaren trabalhando em 8 segundos na sua parada. Na votla 20 Piquet fez 1:49.757, a melhor volta da corrida – Média de 222.940 km/h (138.520 Mph). Senna foi para os boxes, foi o último dos lideres a parar nos boxes, a Lotus trocou os pneus de Senna em 8.98 segundos, Boa parada, mas longe de ser como a parada de Rosberg que foi de 7.46 segundos. Já para as Minardi de Nannini e De Cesaris a corrida acabava na metade da corrida, Nannini teve superaquecimento e deixou a corrida na volta 21, De Cesaris na volta 22 com problemas de Câmbio.

Riccardo Patrese que vinha bem na corrida, em 7ºlugar teve problemas com o Turbo da sua Brabham e também abandonava a corrida, após 22 voltas tínhamos 16 pilotos vivos na corrida dos 26 que largaram, tirando Fabi, nenhum deles tinha deixado a corrida por acidente. Piquet tinha uma boa vantagem em cima de Rosberg que manteria-se na frente de Prost com tranquilidade que também nadava tranquilo já que Senna estava longe de Prost em 4ºlugar. A Briga da corrida era entre Arnoux e Mansell pelo 5ºlugar.

Classificação após 23 voltas: Piquet 43:15.779, Rosberg a 5.606, Prost a 18.217, Senna a 26.204, Arnoux a 45.938, Mansell a 46.995. Warwick estava em 7º, Jones em 8º, Tambay em 9º e Danner em 10º.

Na Volta 24 Rosberg faz a volta mais rápida da corrida 1:49.705, Média de 223.045 Km/h – 138.594 Mph) a diferença entre Piquet e Rosberg caia para 5 segundos, o Rendimento da Mclaren de Rosberg era espetacular. Classificação após 25 voltas: Piquet 46:55.627, Rosberg a 5.015, Prost a 19.212, Senna a 27.470, Arnoux a 49.150, e Mansell a 49.835.

Na Volta 26 Piquet decide ir para os boxes para uma segunda troca de pneus, 7.98 foi o tempo que a Williams demorou em sua parada. Com isso Rosberg assumia a ponta com Prost em segundo, Mas agora Piquet tinha a vantagem de ter pneus novos enquanto os pilotos da Mclaren tinham que administrar pneus gastos de pelo menos umas 8 a 10 voltas.
Piquet começava a se aproximar de Alain Prost enquanto isso Rosberg liderava com muita tranquilidade o GP da Alemanha após 29 voltas. Com 15 voltas para o Final da corrida era bem possível que Piquet ainda tentasse a vitória.
Prost já sentia a pressão de Piquet no final da volta 30, Com muito mais pneu que Prost o brasileiro só esperou o momento certo para passar Prost no final da 3ªreta e assumir a 2ªposição. Enquanto isso Mansell fazia sua segunda parada nos boxes. Para Piquet era partir para cima de Rosberg. A Diferença de Rosberg e Piquet era de 11 segundos, distância possível de se tirar em 13 voltas.

Depois da volta 33 Piquet tirava muito a distância e cima de Rosberg, a diferença já estava em 8 segundos apenas, e depois da volta 34 a diferença estava em 6 segundos. Senna também tirava a distância para Prost pela disputa pelo 3ºlugar. Para Martin Brundle a corrida acabava com problemas elétricos, ele já vinha mal na corrida, lá pelos últimos lugares. Enquanto isso na volta 34 Piquet fazia a melhor volta da corrida com 1:47.721 – Média 227.153 Km/h (141.147 Mph).

Piquet definitivamente chegava em Rosberg, na volta 36 Piquet já tinha Rosberg na sua alça de mira com 8 voltas para o GP da Alemanha terminar. Classificação após 36 voltas: Rosberg 1:07.17.979, Piquet a 2.669, Prost a 10.454, Senna a 17.745, Arnoux a 54.464 e Mansell a 1:01.657.

Na Volta 38 Piquet encosta de vez em Rosberg, mas nessa volta Rosberg escapou, Mas na volta 39 Piquet passar por fora pra cima de Rosberg e assumiu a liderança da corrida, uma fantástica ultrapassagem que lhe valeu a primeira posição. Rosberg não desistia da vitória, Senna se aproximava mais e mais de Prost na briga pelo 3ºlugar e pelo pódio. Algo que ele não consegue por causa de rodada na França e de um problema elétrico na Inglaterra.

Mansell também se valendo dos pneus novos ultrapassou Arnoux e assumiu a 5ªposição, Restando 4 voltas para o Final ainda tinha uma briga pela vitória, Rosberg não desistia, A Zakspeed de Palmer com problemas de motor e Rothengatter com problemas em seu Câmbio, Já Danner quebrou o Câmbio abandonaram a corrida. Senna vinha tirando mais e mais em cima de Prost.

A 2 voltas do Final o fantasma do combustível assombrava a todos. Piquet na última volta ira de um lado para o outro para buscar combustível, para Piquet o combustível não foi problema, e e com isso e depois de uma grande atuação de Piquet o Brasileiro conquista a 2ªvitória no ano e entrava na briga pelo título. Senna no final teve de balançar para cruzar a linha de chegada em 2ºlugar. Na volta final o fantasma do combustível foi terrível com os dois pilotos da Mclaren, na 1ªparte da última volta Rosberg ficou sem combustível depois de errar a Chicane e nos metros finais Prost acabou sem combustível e proporcionou uma cena história, empurrando o seu carro para tentar cruzar a linha de chegada. Não deu, Prost desistiu por sorte a Mclaren ainda ficaram com o 5º e 6ºlugares. Mansell terminou em 3º e Arnoux em 4º que ganharam as posições dos dois Mclarens.

Corrida fantástica que foi proporcionada pelas longas retas de Hockenheim, e que hoje não passa de uma pista comum e sem graça nenhuma, agradecemos a Hermann Tilke por isso (Mode ironic on).

Resultado final do GP da Alemanha de 1986

Fotos:

 

View post on imgur.com

Vídeo da corrida:

Fontes das fotos : Formel1mic, Bestlap
Vídeo: Racing Channel

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

Formula 1 Formula 1 - 2013 História

Review de Apresentações – Mercedes 2013

Published by:

Começando esse especial já para vocês se aclimatarem com as apresentações dos carros de Formula 1 da temporada de 2014 temos aqui a equipe Mercedes que lançou seu carro W04 que permitiu a equipe fazer seu melhor campeonato na Formula 1 obtendo 3 vitórias e o vice-campeonato do mundial de construtores. Foi a primeira temporada de Lewis Hamilton na Equipe Alemã. A Mercedes Vai lançar seu novo carro para a Temporada de 2014 no dia 28 de Janeiro. No primeiro dia de testes da Formula 1 em Jerez de la Fronteira.

Patrocínio:
planatina_projeto_gif