Belgica2016_domingoF1 (1)

Rosberg conquista vitória em SPA e Hamilton conquista o pódio em brilhante recuperação

Nico Rosberg teve um final de semana totalmente favorável para ele com as punições que o Inglês Lewis Hamilton teve por troca de componentes do seu motor e com o piloto Alemão aproveitando muito bem a chance para se reerguer no campeonato.

Geralmente se não ganha uma corrida no começo, Mas sim você perde uma corrida no começo podemos dizer que no Começo da corrida 3 pilotos pelo menos perderam a chance de disputar a vitória logo depois da com Sebastian Vettel sendo tocado pelo Kimi Raikkonen que foi tocado pelo Max Verstappen que não fez uma boa largada. Resultado disso foi que Vettel acabou virando ao contraio, Kimi Raikkonen e Max Verstappen tiveram seus carros danificados com o piloto Finlandês também tendo um pneu furado, Com isso Rosberg disparou na frente com Nico Hulkenberg em 2º, Daniel Ricciardo em 3º, Alonso em 4º, Massa em 5º, Grosjean em 6º e Bottas em 7º.

Ainda na primeira volta Felipe Nasr teve que ir para os boxes já que também teve seu carro danificado e para terminar um incidente que tirou da corrida o Inglês Jenson Button e o Alemão Pascal Wehrlein devido a uma batida entre eles aonde não vejo culpa em nenhum deles.

Belgica2016_domingoF1 (5)

Na segunda volta o Espanhol Carlos Sainz jr. que começou muito bem a corrida teve um pneu furado que acabou por destruir sua asa traseira após uma rodada (Aonde ele já estava com o pneu furado que explodiu no meio da reta), A cena do carro andando com 3 rodas e com a asa danificada fica sendo uma das mais patéticas que vimos nesse ano na Formula 1. Após isso o Safety car virtual foi acionado para a retirada do carro da Toro Rosso, Nesse meio tempo Felipe Massa foi o primeiro a fazer uma parada nos boxes na 3ªVolta. Hamilton já estava no meio do pelotão se aproveitando das confusões da largada.

mas o que foi mais impactante na corrida aconteceu na volta 6 quando Kevin Magnussen perdeu o controle da Renault e acabou batendo de maneira impressionante na saída da Eau Rouge, A Parte que protege o piloto acabou se soltando do carro tamanha foi a pancada, com todos os destroços que estava na pista principalmente no local do acidente a corrida que já estava com a intervenção do Safety Car ela acabou sendo interrompida na 10ªVolta.

Belgica2016_domingoF1 (2)

Após a limpeza do circuito a corrida pode recomeçar com Rosberg em primeiro abrindo sobre Ricciardo que também abriu diferença para Hulkenberg em 3ºlugar com a Force India que estava sofrendo pressão de Fernando Alonso que da última posição estava em 4ºlugar e em 5º já aparecia Lewis Hamilton que em uma volta apenas ele precisou para passar Alonso para assumir a 4ªposição enquanto que Felipe Massa tentava manter o 6ºlugar ameaçado pelo Mexicano Sérgio Perez.

Kimi Raikkonen tentando se recuperar na corrida foi vitima da agressividade e eu me atrevo a dizer “De total impudência e irresponsabilidade” de Max Verstappen que deveria ter sido punido pelas manobras que fizeram o Finlandês quase que perder a possibilidade de se recuperar na prova, Já Vettel estava sendo mais feliz em sua recuperação na prova, Lewis Hamilton foi para cima de Nico Hulkenberg e na 18ªVolta o tricampeão do Mundo a 349 km/h na maior reta do circuito passou o piloto da Force India e assumiu o 3ºlugar e começou a partir em busca de Daniel Ricciardo e buscar o 2ºlugar no que seria uma vitória e tanto para Lewis.

Um pouco mais atrás Vettel em disputa de posição toca no carro da Haas de Romain Grosjean na disputa pelo 10º, 11ºlugar com Raikkonen um pouco atrás,Na metade da corrida os pilotos foram para os boxes fazerem a última parada, Hamilton não deu muita sorte já que sua equipe fez ele perder um tempo devido a um trabalho lento em uma das rodas, Os outros pilotos foram para os boxes e o que chamou a atenção foi Fernando Alonso forçou a barra para passar Nico Hulkenberg que foi tocado, Ainda sim conseguiu manter posição na frente do Espanhol das Astúrias.

Belgica2016_domingoF1 (4)

Sergio Perez conseguiu a ultrapassagem sobre Felipe Massa e assumiu a 6ªposição e partiu para cima de Fernando Alonso e ultrapassou com mais facilidade o piloto da Mclaren, Já Hamilton voltou a estarem 4ºlugar atrás de Hulkenberg, Mas logo foi para cima do piloto da Force India e conseguiu a ultrapassagem para voltar ao pódio em 3ºlugar.

Sebastian Vettel se aproximou de Felipe Massa em uma briga pelo 7ºlugar, O Alemão precisou de duas tentativas para passar o piloto da Williams, Na primeira Vettel conseguiu a ultrapassagem mas perdeu a curva seguinte e Felipe Massa conseguiu voltar, Mas na volta seguinte o piloto da Ferrari foi para cima e finalmente conseguiu a ultrapassagem sobre o piloto da Williams que seria pressionado por Valtteri Bottas e por Kimi Raikkonen na parte final de prova. De inicio Massa conseguiu suportar a pressão de ambos e até visou passar Alonso, Mas nas voltas finais acabou perdendo posições para ambos.

Rosberg em uma corrida tranquila conquistou a vitória em Spa-Francorchamps na Bélgica e conseguiu diminuir a diferença que Hamilton tinha antes dessa prova do campeonato, Daniel Ricciardo em grande final de semana chegou em 2ºlugar em uma corrida absolutamente sólida, Mas Hamilton com o 3ºlugar após largar da última fila tem motivos para ficar feliz pelo fato de que poderia tirar o piloto inglês da liderança do campeonato e saiu de SPA ainda líder do campeonato.

Nico Hulkenberg mais uma vez bateu na trave para conquistar o seu primeiro pódio na Formula 1 apesar da grande corrida dele andando o tempo todo na frente chegando em 4ºlugar com a Force India que teve um grande dia com o Mexicano Sergio Perez em 5ºlugar em mais uma grande corrida, Com essa pontuação e aproveitando a baixa pontuação da Williams que decidiu se dedicar ao carro de 2017 ao tentar evoluir esse carro o time de Vijay Mallya assumiu o 4ºlugar no mundial de construtores, Valtteri Bottas e Felipe Massa apesar dos esforços não conseguiram ir além do 8º e 10ºlugares respectivamente.

Belgica2016_domingoF1 (3)

Sebastian Vettel em boa recuperação superou Fernando Alonso e conquistou o 6ºlugar e por falar no piloto das Asturias fez a sua melhor corrida na temporada colocando a Mclaren-Honda em 7ºlugar após ter largado da última posição. Bottas, Raikkonen e Massa completaram a zona de pontuação deixando Max Verstappen fora da zona de pontuação (para mim de Forma merecida) em 11ºlugar, Esteban Gutierrez e Romain Grosjean com a Haas ficaram em 12º e 13ºlugares apesar de ambos terem aparecido bem na corrida na parte inicial o que o mesmo caso de Daniil Kvyat que acabou apenas em 14º.

Jolyon Palmer que chegou a estar em 9ºlugar também só andou para trás com a Renault ficando em 15ºlugar. E completando a lista de pilotos que terminaram a corrida vieram Esteban Ocon que estreou pela Manor ficando em 16ºlugar e Felipe Nasr em 17ºlugar devido aos incidentes que aconteceram no começo do GP da Bélgica.

Belgica2016_domingoF1

A Formula 1 volta semana que vem em Monza na Itália com a última corrida na temporada europeia em 2016.

Resultado Final – GP da Bélgica
Spa-Francorchamps

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Voltas Tempo Abandono Grid
1 Nico Rosberg 6 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 44 1:44:51.058 1
2 Daniel Ricciardo 3 Red Bull RB12 TAG Heuer 44 a 14.113 5
3 Lewis Hamilton 44 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 44 a 27.634 21
4 Nico Hulkenberg 27 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 44 a 35.907 7
5 Sergio Perez 11 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 44 a 40.660 6
6 Sebastian Vettel 5 Ferrari SF16-H Ferrari 059/5 44 a 45.394 4
7 Fernando Alonso 14 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 44 a 59.445 22
8 Valtteri Bottas 77 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 44 a 1:00.151 8
9 Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF16-H Ferrari 059/5 44 a 1:01.109 3
10 Felipe Massa 19 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 44 a 1:05.873 10
11 Max Verstappen 33 Red Bull RB12 TAG Heuer 44 a 1:11.138 2
12 Esteban Gutierrez 21 Haas VF-16 Ferrari 059/5 44 a 1:13.877 18
13 Romain Grosjean 8 Haas VF-16 Ferrari 059/5 44 a 1:16.474 11
14 Daniil Kvyat 26 Toro Rosso STR11 Ferrari 059/4 44 a 1:27.097 19
15 Jolyon Palmer 30 Renault RS16 Renault RE16 44 a 1:33.165 13
16 Esteban Ocon 31 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 43 a 1 volta 18
17 Felipe Nasr 12 Sauber C35 Ferrari 059/5 43 a 1 Volta 16
18 Kevin Magnussen 20 Renault RS16 Renault RE16 5 a 39 Voltas Acidente 12
19 Marcus Ericsson 9 Sauber C35 Ferrari 059/5 3 a 41 Voltas Câmbio 20
20 Carlos Sainz jr. 55 Toro Rosso STR11 Ferrari 059/4 1 a 43 Voltas Pneu 14
21 Jenson Button 22 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 1 a 43 Voltas Acidente 9
22 Pascal Wehrlein 94 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 0 a 44 Voltas Acidente 15

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos:

Belgica_sab2016 (3)

Rosberg confirma o favoritismo e conquista pole em Spa-Francorchamps

O que se previa foi o esperado, Nico Rosberg confirmou seu favoritismo e levou a pole position em Spa-Francorchamps, Com Lewis Hamilton largando na última fila é a chance do piloto alemão de até reassumir a liderança do campeonato.

Na primeira parte do treino apesar da Sauber mostrar melhoras ainda não foi o bastante para conseguir levar seus pilotos para o Q2, Nasr ficando de fora do Q2 por apenas 48 milésimos de diferença para Jolyon Palmer que acabou sendo o último classificado para a próxima fase com a Renault que conseguiu levar seus dois carros para a próxima fase da classificação.

O Alemão Pascal Wehrlein levou a Manor para o Q2 muito pelo motor Mercedes que é o mais potente da Formula 1 e o circuito belga realmente favorece a potência mais do que o carro. Tirando Fernando Alonso e Lewis Hamilton que foram punidos pelas penalizações que tiveram que pagar pelas trocas de motor que eles tiveram os eliminados acabaram sendo Nasr, Ocon que estreia na Formula pela equipe Manor, Kvyat e Ericsson. Felipe Massa conseguiu o melhor tempo da primeira fase da classificação.

Belgica_sab2016 (2)

Classificação do Q1:

1 19 Felipe Massa (Williams Mercedes) 1:47.738 
2 5 Sebastian Vettel (Ferrari) 1:47.802 
3 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:47.912
4 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:48.019
5 27 Nico Hulkenberg (Force India Mercedes) 1:48.080
6 11 Sergio Perez (Force India Mercedes) 1:48.106
7 33 Max Verstappen (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:48.407
8 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:48.407
9 94 Pascal Wehrlein (MRT Mercedes) 1:48.554
10 77 Valtteri Bottas (Williams Mercedes) 1:48.655
11 22 Jenson Button (McLaren Honda) 1:48.700
12 21 Esteban Gutierrez (Haas Ferrari) 1:48.748
13 8 Romain Grosjean (Haas Ferrari) 1:48.751
14 20 Kevin Magnussen (Renault) 1:48.800
15 55 Carlos Sainz (Toro Rosso Ferrari) 1:48.876
16 30 Jolyon Palmer (Renault) 1:48.901
17 12 Felipe Nasr (Sauber Ferrari) 1:48.949
18 31 Esteban Ocon (MRT Mercedes) 1:49.050
19 26 Daniil Kvyat (Toro Rosso Ferrari) 1:49.058
20 9 Marcus Ericsson (Sauber Ferrari) 1:49.071
21 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:50.033

No Q2 o destaque foram os dois pilotos da Force India que mostraram a sua força que já tinha mostrado nos treinos livres de sexta-feira colocando seus dois pilotos de forma tranquila para o Q3 assim como Nico Rosberg que foi o único a virar um tempo na casa dos 1:46 com as duas Red bull, Ferrari, Force India e Williams classificadas e Jenson Button com a Mclaren-Honda pegando a última vaga para o Q3 que esteve perto da Haas com o Mexicano Esteban Gutierrez, No final do Treino Gutierrez, Grosjean, Palmer e Magnussen tentaram tempo para passar para o Q3 que no caso pelo menos da Renault, e principalmente da Manor de Pascal Wehrlein e da Toro Rosso de Carlos Sainz jr. era pedir demais.

Belgica_sab2016 (4)

Classificação do Q2:

1 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:46.999
2 33 Max Verstappen (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:47.163
3 27 Nico Hulkenberg (Force India Mercedes) 1:47.317
4 11 Sergio Perez (Force India Mercedes) 1:47.485
5 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:47.664
6 19 Felipe Massa (Williams Mercedes) 1:47.667
7 77 Valtteri Bottas (Williams Mercedes) 1:47.918
8 5 Sebastian Vettel (Ferrari) 1:47.944
9 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:48.027
10 22 Jenson Button (McLaren Honda) 1:48.051
11 8 Romain Grosjean (Haas Ferrari) 1:48.316
12 20 Kevin Magnussen (Renault) 1:48.485
13 21 Esteban Gutierrez (Haas Ferrari) 1:48.598
14 30 Jolyon Palmer (Renault) 1:48.888
15 55 Carlos Sainz (Toro Rosso Ferrari) 1:49.038
16 94 Pascal Wehrlein (MRT Mercedes) 1:49.320

No Q3 Nico Rosberg não deu chance para o Azar e em sua primeira volta marcou o tempo que carimbou a pole position com o tempo de 1:46.744 contra o tempo do Holandês Max Verstappen que colocou a marca de 1:46.893 com a Red Bull ambos na primeira volta que deram no Q2. A disputa pelas outras posições foi definida mesmo na última volta de cada piloto, Daniel Ricciardo acabou cometendo um erro em sua volta e acabou fazendo apenas 1:47.216 ficando de forma provisória em 3ºlugar.

Belgica_sab2016 (1)

Mas logo foi superado pelo Alemão Sebastian Vettel que abaixou sua marca para 1:47.108 tomando a 3ªposição, Mas quem ficou mesmo com essa colocação foi Kimi Raikkonen que venceu em 2004, 2005, 2007 e 2009 provando ser essa a pista que mais se casa com o piloto Finlandês colocando seu tempo a 17 milésimos de diferença atrás de Max Verstappen se colocando na casa do 1:46 formando assim a 2ªFila para a equipe Ferrari deixando Daniel Ricciardo para o 5ºlugar.

Logo depois vieram os dois carros da Force India com Sergio Perez na 6ªposição e Nico Hulkenberg na 7ªposição na frente da Williams que conseguiu levar seus dois carros para o Q3 teve Valtteri Bottas em 8ºlugar e Felipe Massa que acabou errando na sua única tentativa de volta ficando em 10ºlugar atrás de Jenson Button que levou a Mclaren para a 5ªFila em 9ºlugar.

Amanhã as 9 da manhã teremos a realização da 13ªEtapa do Mundial de Formula 1 no circuito de Spa-Francorchamps na Bélgica.

Belgica_sab2016

Grid de largada do GP da Bélgica de Formula 1

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Tempo Fase da Classificação
1 Nico Rosberg 6 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 1:46.744 Q3
2 Max Verstappen 33 Red Bull RB12 TAG Heuer 1:46.893 Q3
3 Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF16-H Ferrari 059/5 1:46.910 Q3
4 Sebastian Vettel 5 Ferrari SF16-H Ferrari 059/5 1:47.108 Q3
5 Daniel Ricciardo 3 Red Bull RB12 TAG Heuer 1:47.216 Q3
6 Sergio Perez 11 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 1:47.407 Q3
7 Nico Hulkenberg 27 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 1:47.543 Q3
8 Valtteri Bottas 77 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 1:47.612 Q3
9 Jenson Button 22 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 1:48.114 Q3
10 Felipe Massa 19 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 1:48.263 Q3
11 Romain Grosjean 8 Haas VF-16 Ferrari 059/5 1:48.316 Q2
12 Kevin Magnussen 20 Renault RS16 Renault RE16 1:48.485 Q2
13 Jolyon Palmer 30 Renault RS16 Renault RE16 1:48.888 Q2
14 Carlos Sainz Jr. 55 Toro Rosso STR11 Ferrari 059/5 1:49.038 Q2
15 Pascal Wehrlein 94 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 1:49.320 Q2
16 Felipe Nasr 12 Sauber C35 Ferrari 059/5 1:48.949 Q1
17 Esteban Ocon 31 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 1:49.050 Q2
18 Esteban Gutierrez 21 Haas VF-16 Ferrari 059/5 1:48.598 Q1
19 Daniil Kvyat 26 Toro Rosso STR11 Ferrari 059/5 1:49.058 Q1
20 Marcus Ericsson 9 Sauber C35 Ferrari 059/5 1:49.071 Q1
21 Lewis Hamilton 44 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 1:50.033 Q1
22 Fernando Alonso 14 Mclaren MP4-31 Honda RA616H Sem Tempo Q1

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Williams/Ferrari/Toro Rosso

Belgium_sex2016f1

Hamilton com a perda de 30 posições por causa de Troca de Motor faz de Rosberg o favorito a vitória em Spa

O líder do campeonato o Inglês Lewis Hamilton terá uma dificuldade para essa corrida, A equipe Mercedes optou por trocar a maioria dos componentes de seu motor e vários desses componentes são a 6 peça que compõem a unidade de potência e com isso o piloto da Mercedes vai perder 30 posições no Grid de largada e como é certo de que ele largue da última fila.

O que significa que o favoritismo dessa corrida é de Nico Rosberg que precisa aproveitar a chance para voltar a ter chances de titulo, Mesmo com a liderança de Max Verstappen no segundo treino livre as possibilidades de vitória do carro da Mercedes é muito grande tanto é que Rosberg não se preocupou em fazer volta mais rápida e muito menos Hamilton que mesmo que faça o melhor tempo na classificação vai largar em último lugar assim com Alonso que também foi punido por tocar toda a unidade de potência e perde 35 posições no Grid de largada, Dessa forma a última fila da corrida de domingo terá 5 campeonatos mundiais alinhados.

A se destacar a Force India que andou muito bem os dois treinos livres e já é uma ameaça real a Williams na disputa pelo 4ºlugar no mundial de construtores que ver o time de Grove caindo pelas tabelas e o desempenho de hoje não anima de forma nenhuma a Bottas e Massa que estão vendo serem superados além da Force India estão sendo superados também pela Haas que se colocou bem nas duas sessões de treinamentos.

A Ferrari tenta se recuperar para não entrar de vez na crise que já se instala desde da melhora da Red Bull a partir do GP da Espanha, Lá atrás a Sauber teve nesse treino uma bela evolução do seu carro o que se deve aos claros sinais dos novos investidores do time suíço o que pode dar a equipe de Monisha Kalterborn uma esperança de um melhor resultado e para o final de temporada pode sonhar com alguns pontos para não repetir o Fiasco de 2014 aonde eles não conseguiram marcar nenhum ponto se quer, Para essa corrida até o final do ano a Manor terá Esteban Ocon que substitui a Rio Haryanto que acabou não conseguindo honrar o compromisso financeiro que ele tinha pela Manor, O piloto da Indonésia ficara como piloto de Testes até o final da temporada.

Ocon que é piloto francês fez alguns treinos de sexta-feira nessa temporada pela Renault e é piloto da Mercedes, Acabou não fazendo muita coisa nesse primeiro dia de atividades na Manor até porque não conhece o MRT05. Existe a esperança de que ele possa melhorar já que ele tem quilometragem com um carro de Formula 1 nessa temporada, ou seja é um piloto que esta com alguma vivência na categoria.

Amanhã as 6 da manhã Teremos o 3ºTreino Livre e as 9 da manhã teremos a classificação para o Grid de largada do GP da Bélgica de Formula 1 nessa volta as férias de Agosto.

Belgium_sex2016f1 (1)

Resultado dos Treinos Livres do GP da Bélgica de Formula 1

1ºTreino Livre

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Tempo Número de Voltas completadas
1 Nico Rosberg 6 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 1:48.348 27
2 Lewis Hamilton 44 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 1:49.078 25
3 Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF16-H Ferrari 059/5 1:49.147 24
4 Sergio Perez 11 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 1:49.274 23
5 Sebastian Vettel 5 Ferrari SF16-H Ferrari 059/5 1:49.768 19
6 Daniel Ricciardo 3 Red Bull RBR12 TAG heuer 1:49.782 24
7 Max Verstappen 33 Red Bull RBR12 TAG heuer 1:49.865 24
8 Nico Hulkenberg 27 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 1:50.088 21
9 Valtteri Bottas 77 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 1:50.394 31
10 Esteban Gutierrez 21 Haas VF-16 Ferrari 059/5 1:50.583 21
11 Romain Grosjean 8 Haas VF-16 Ferrari 059/5 1:50.899 18
12 Felipe Massa 19 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 1:51.122 28
13 Marcus Ericsson 9 Sauber C35 Ferrari 059/5 1:51.125 16
14 Carlos Sainz jr. 55 Toro Rosso STR11 Ferrari 059/4 1:51.424 17
15 Felipe Nasr 12 Sauber C35 Ferrari 059/5 1:51.768 19
16 Esteban Ocon 31 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 1:51.787 26
17 Daniil Kvyat 26 Toro Rosso STR11 Ferrari 059/4 1:52.308 19
18 Jenson Button 22 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 1:52.407 18
19 Pascal Wehrlein 94 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 1:52.837 23
20 Kevin Magnussen 20 Renault RS16 Renault RE16 1:53.053 20
21 Jolyon Palmer 30 Renault RS16 Renault RE16 1:53.089 20
22 Fernando Alonso 14 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 3

Belgium_sex2016f1 (2)

2ºTreino Livre

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Tempo Número de Voltas completadas
1 Max Verstappen 33 Red Bull RB12 TAG heuer 1:48.085 27
2 Daniel Ricciardo 3 Red Bull RB12 TAG heuer 1:48.341 27
3 Nico Hulkenberg 27 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 1:48.657 30
4 Sebastian Vettel 5 Ferrari SF16-H Ferrari 059/5 1:49.023 27
5 Sergio Perez 11 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 1:49.100 27
6 Nico Rosberg 6 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 1:49.161 33
7 Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF16-H Ferrari 059/5 1:49.244 30
8 Romain Grosjean 8 Haas VF-16 Ferrari 059/5 1:49.419 20
9 Jenson Button 22 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 1:49.419 23
10 Esteban Gutierrez 21 Haas VF-16 Ferrari 059/5 1:49.648 23
11 Pascal Wehrlein 94 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 1:49.716 31
12 Fernando Alonso 14 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 1:49.772 30
13 Lewis Hamilton 44 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 1:49.782 33
14 Daniil Kvyat 26 Toro Rosso STR11 Ferrari 059/4 1:49.916 25
15 Marcus Ericsson 9 Sauber C35 Ferrari 059/5 1:50.083 27
16 Valtteri Bottas 77 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 1:50.151 19
17 Felipe Massa 19 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 1:50.157 29
18 Carlos Sainz jr. 55 Toro Rosso STR11 Ferrari 059/4 1:50.194 25
19 Kevin Magnussen 20 Renault RS16 Renault RE16 1:50.375 34
20 Jolyon Palmer 30 Renault RS16 Renault RE16 1:50.562 32
21 Esteban Ocon 31 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 1:50.659 25
22 Felipe Nasr 12 Sauber C35 Ferrari 059/5 1:50.719 24

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Force India/Manor

vitoria de crutchlow brno

MotoGP na República Tcheca viveu domingo Histórico: Crutchlow leva Inglaterra a vitória depois de 35 anos de seca

Se tivemos um sábado com pista seca e céu claro a situação para o domingo (Dia que se encerrou os jogos olímpicos do Rio de Janeiro) foi realizado a etapa de Brno no mundial de motovelocidade com Marquez na Pole, Lorenzo em 2º e Iannone na terceira posição. Os pilotos foram para a pista com os pneus de chuva mesmo que já estava sem qualquer chuva caindo.

Na largada acabou Iannone largando melhor e assumindo a liderança, Mas logo depois da primeira curva Marques tem um traçado melhor e volta a liderança com as Duas Ducati oficiais a seguir e Aleix Espargaró que estava fazendo um grande final de semana, Já Lorenzo que largou do 2ºlugar ao final da primeira volta já esta caindo para o 10ºlugar.

Ducati na lideranca em Brno

Andrea Dovizioso que passou Iannone foi para cima de Marc Marquez e no final da segunda volta o piloto da Ducati assumiu a liderança, Além disso Iannone e Scott Redding com a Ducati Pramac de 2015 também também deixaram a formiga atômica para atrás fazendo com que as 3 primeiras posições fossem ocupadas por 3 motos Ducati, Enquanto isso Pedrosa em 11º, Rossi em 12º e Lorenzo em 13º estavam muito longe de apresentarem um bom rendimento. Na quarta volta Iannone passa por Dovizioso e assume a liderança e Redding veio junto para assumir o segundo lugar deixando o piloto italiano em 3ºlugar já com uma vantagem razoável sobre Marques que estava em 4ºlugar sem ser muito ameaçado até que Hector Barberá começou a render mais passando primeiro a Viñales, Depois Espargaró que vinha em 5ºlugar e em algumas voltas foi para cima de Marquez que vendo seus principais candidatos ao título acabou não defendendo a posição com ardor deixando Barberá na 4ªposição com a Ducati Avintia de 2014.

Lorenzo muito mal na prova em Brno

Cal Crutchlow começou a se destacar a partir da 9ªVolta começando a ultrapassar seus adversários e virando mais rápido e em poucas voltas ele saiu do 10ºlugar para a 6ºlugar enquanto que Andrea Dovizioso perdeu rendimento certamente por quebra do equipamento da sua Ducati saindo da briga pela vitória enquanto isso o piloto da LCR Honda continuava  a subir com seus pneus mais duros para chuva já ultrapassaria Marquez assumindo o 4ºlugar e pronto para derrubar as Ducati de Iannone, Petrucci e Barberá que comandavam a corrida com o piloto da Equipe oficial da fábrica italiana com uma vantagem de mais de 1 segundos sobre os outros dois de equipes satélites.

Valentino Rossi começava a menos de 10 voltas do final a reagir e pressionando a Viñales, Enquanto isso Crutchlow partia para cima de Barberá que foi para cima de Redding disputando o segundo lugar, O piloto da Avintia tentou a ultrapassagem mas teve de recuar e nisso o piloto Britânico aproveitou e passou para o terceiro lugar e curvas depois foi a vez de Redding ser engolido por Crutchlow que já ocupava a segunda posição  a menos de 8 voltas para o final da prova, nesse meio tempo Bradley Smith foi para os boxes trocar de moto para a moto de pista seca e Aleix Espargaró com problemas com a Suzuki deixava a corrida.

iannone_rossi_barbera

Com os pneus gastos Iannone tentou segurar Crutchlow, A ultrapassagem foi questão de tempo já que a LCR Honda com os pneus de chuva mais duros estava rendendo bem mais que os pneus moles de chuva do piloto Italiano. A partir dai enquanto o britânico começou a abrir diferença volta após volta o piloto da Ducati começava a ficar para trás. O mesmo aconteceu com Scott Redding que perdeu posição para Marc Marquez e Valentino Rossi, Não satisfeito o velho piloto Italiano acabou dando o bote em Marquez e assumiu a 4ªposição.

Lorenzo perdido na corrida foi para os boxes por 2 vezes para trocar de moto, Na segunda vez interferiu na disputa pelo segundo lugar que envolveu Iannone com os pneus completamente desgastados, Barberá, Rossi e Marquez pelo 2ºlugar. Rossi despachou Barberá e Iannone imediatamente deixando a confusão para o piloto da Avintia e da Honda Repsol.

Iannone conseguiu segurar Barberá em 2 chances claras de ultrapassagem do piloto Espanhol que acabaram não bem sucedidas, Marquez tomou a frente de Barberá e foi para cima de Iannone, A 3 Voltas do final o piloto da Ducati não resistiu e perdeu o lugar no pódio para a Formiga Atômica e a partir dai Iannone foi de vez para trás perdendo posições para Barberá e para Loris Baz que estava com o mesmo tipo de pneu de Crutchlow e com isso foi para cima do seu companheiro de equipe a 2 voltas do final e passou para o 4ºlugar repetindo o melhor resultado de sua carreira no ano passado em Mizano.

Crutchlow comecando a caminhada para a vitoria

Cal Crutchlow administrou no final da prova e levou a LCR Honda a primeira vitória da sua história na MotoGP e a primeira vitória de um piloto Inglês depois de 35 anos da última vitória na categoria principal que foi com o Britânico Barry Sheene venceu no GP da Suécia de 1981. Festa para o piloto Inglês que parecia que iria encerrar a carreira ao final da temporada e agora esta com a moral alta, com dois grandes resultados nas últimas corridas (Segundo na Alemanha e vencedor em Brno), Valentino Rossi em brilhante recuperação acabou a corrida em 2ºlugar e juntando a péssima corrida de Jorge Lorenzo o italiano assume a vice-liderança do campeonato, Só que esta a 53 pontos atrás do Líder do campeonato Marc Marquez que acabou completando o pódio com uma corrida correta e sem erros, Se não teve brilho em território Checo pelo menos não cometeu erros e foi beneficiado com mais um tropeço de Lorenzo.

Baz fez sua melhor corrida na temporadaLoris Baz copiou a mesma tática do piloto da LCR e acabou se dando bem ficando em 4ºlugar na frente de seu companheiro de equipe na Avintia Hector Barberá que acabou em 5ºlugar ainda assim foi um grande final de semana para o Espanhol e da equipe também que conquistou seu melhor resultado da sua história e com uma Moto de 2014 como é a versão que eles recebem da Ducati. Logo atrás terminou o irlandês Eugene Laverty com a moto da Aspar também moto Ducati de 2014 com Danilo Petrucci em 7º com a Pramac moto da Ducati de 2015 e só ai veio a moto Oficial da Ducati com Andrea Iannone chegando em 8º a poucos milésimos do Espanhol Maverick Viñales que ficou em 9ºlugar, Tito Rabat completou os 10 primeiros colocados.

Jorge Lorenzo em mais uma corrida horrível sob chuva acabou em 17ºlugar com 1 volta atrás, dia 10 de Setembro teremos a 12ªEtapa do Mundial de motovelocidade no Circuito de Silverstone na Inglaterra, Restando 7 corridas para o final do campeonato Marc Marquez aproveitando cada erro e cada oportunidade mesmo sem ter uma grande moto passa a ser o grande favorito ao campeonato desse ano.

podio em BrnoResultado Final do GP da República Tcheca (Brno)
Mundial de Motovelocidade – Moto GP

1 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 47’44.290
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 7.298
3 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 9.587
4 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) a 12.558
5 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 13.093
6 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 13.812
7 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 23.414
8 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 24.562
9 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 24.581
10 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 37.131
11 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 39.911
12 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 41.097
13 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 43.202
14 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 45.687
15 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 1’02.201
16 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 1’18.841
17 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 1 Volta

Não terminaram a corrida:

4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 7 Voltas
38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 8 Voltas
41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 9 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

Mas_foi_marquez_quem_riu_por_ultimo

Marquez conquistou a pole no final do Treino em Brno superando Lorenzo e Iannone

Vamos colocar o texto aqui e as analises e comentários do final de semana do GP da República Tcheca que aconteceu nesse último final de semana.

No Q1 o piloto Dani Pedrosa confirmou seu favoritismo classificando com facilidade para o Q2. A disputa ficou mesmo pela segunda vaga do Q2 que foi disputada entre os dois pilotos da Pramac Ducati de 2015 com Scott Redding e Danilo Petrucci e a Tech 3 Yamaha com o Inglês Bradley Smith.

Na primeira parte do treinos Petrucci levou a vantagem com Bradley Smith e Redding logo atrás, Na parte final do Q1 o piloto inglês da Tech 3 melhorou seu tempo desbancando Petrucci e classificando para o Q2 junto do Pedrosa deixando Petrucci e Redding de fora da parte final da classificação.

Redding_largou_em14th_em_brno

Resultado do Q1:

1 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 1’55.793
2 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’55.857
3 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’56.148
4 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’56.263
5 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 1’56.535
6 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’56.718
7 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) 1’56.797
8 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 1’56.805
9 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’57.062
10 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’57.606

No Q2 com direito a Andrea Iannone que venceu a última corrida na Áustria se benzer fazendo o símbolo da cruz foram para a definição da pole position, Com exceção de Andrea Dovizioso que não satisfeito com o acerto da sua moto acabou indo para os boxes. Na primeira volta Iannone fez o melhor tempo superando os tempos de Marc Marquez e Marevick Viñales que vinham a seguir. Só que Lorenzo detonou todos os outros com a devastadora volta de 1:54.959 quebrando o recorde do Circuito de Brno e dando a mensagem de que não iria ser fácil tirar a pole dele.

Na volta seguinte Marc Marquez, Dani Pedrosa e Valentino Rossi fizeram tempos melhores e passaram a Andrea Iannone que caiu para o 5ºlugar. Andrea Dovizioso tentou fazer uma segunda tentativa de marcar tempo na pista, Chegou a abrir a volta de tempo mas abortou ela ao entrar nos boxes sem marcar um tempo ficando em situação delicada em 12ºlugar. Ao mesmo tempo Lorenzo com a pole position partia para a volta final junto de todos os outros pilotos que tentavam buscar o piloto da Yamaha. Rossi e Viñales por muito pouco não acabaram se chocando quando saíram dos boxes.

lorenzo_liderou_ate_o_final_o_treino

Disposto a sair com a pole position Jorge Lorenzo marcou 1:54.849. Parecia que ninguém iria conseguir superar essa marca, Mas Marc Marquez tratou na sua volta final de fazer 1:54.596 com uma tech 3 na sua frente nos metros finais de volta e com Rossi atrás da Formiga atômica, Uma pole sensacional do piloto da Honda Repsol deixando Lorenzo em 2ºlugar e Iannone que no final do treino tomou o lugar da primeira fila de Aleix Espargaró que andou muito bem na classificação com a Suzuki.

Hector Barberá com a Avintia Ducati de 2014 mais uma vez se destaca levando sua moto para o 5ºlugar largando na Frente de Valentino Rossi. Andrea Dovizioso em sua única volta conseguiu fazer o 7ºtempo abrindo a 3ªFila que tem como integrantes os Espanhóis Maverick Viñales e Daniel Pedrosa. Completando os  12 primeiros colocados os pilotos Cal Crutchlow com a LCR Honda, Bradley Smith e Pol Espargaró com a Tech 3 Yamaha.

Barbera_largando_da_2_fila

Logo mais teremos o texto da corrida da MotoGP realizada no Domingo passado em Brno na República Tcheca

Grid de largada – GP da República Tcheca
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

1 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 1’54.596
2 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’54.849
3 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) 1’55.227
4 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’55.324
5 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) 1’55.437
6 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’55.509
7 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 1’55.748
8 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’55.787
9 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 1’55.841
10 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 1’55.930
11 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’56.115
12 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’56.522
13 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’56.148
14 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’56.263
15 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 1’56.535
16 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’56.718
17 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) 1’56.797
18 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 1’56.805
19 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’57.062
20 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’57.606

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP